Arquivo da tag: forcas especiais

Kolin

Altura: 1.68m
Peso: 65kg
País: Rússia
Nascimento: 14/02/?

Kolin não é uma Guerreira Mundial ou uma lutadora famosa como Ryu e Ken. Ela é uma assistente de Gill – embora em eventos anteriores, como na Última Cartada de Bison, ela estivesse assessorando Urien.

Ela era uma militar russa que trabalhava no serviço secreto, mas, a despeito de seus poderes, não tinha muita relação com o street fighting. Kolin, entretanto, teve sua família assassinada num atentado e só não morreu por ter sido salva por Gill. Com a vingança retumbando em sua alma gelada, ela não guarda sentimentos para mais ninguém – exceto Gill, seu salvador, que se tornou um Messias para ela. Kolin acredita na profecia e fará tudo o que ele mandar – inclusive servir seu explosivo irmão Urien, que ela respeita, mas odeia.

Aparência: uma russa deslumbrante, de traços marcantes e personalidade fria. Em missão, Kolin se veste como nos tempos de militar, com um roupão e botas verdes, e um chapéu de cossaco. Servindo Gill, ela usa trajes sociais – um paletó e uma saia justa pretos, além de sapatos de salto alto.

Interpretando Kolin: sua alma é fria, e você mede muito seus atos. Você age com cautela e respeita seus oponentes, medindo-os até poder encontrar suas fraquezas. Se um dia você já foi uma agente eficaz, porém feliz em suas horas de folga, hoje o que resta é a dor de sua perda, o desejo de vingança e a obsessão de servir Gill. Nada a tirará de seu caminho.

Lema: “É tão legal te conhecer”

Kolin como NPC

Kolin está sempre “atrás” de Urien ou Gill, como sua assistente. Isso garante a sua participação facilmente em crônicas de Street Fighter 3 ou 5. Como se não fosse o bastante, é muito comum ela ser enviada em missões por seus mestres, missões estas extremamente enigmáticas e complexas de entender os reais motivos, uma vez que fazem parte dos estratagemas dos Iluminatti.

Poderes Elementais de Kolin

As regras de Street Fighter RPG introduzidas no suplemento Guia do Jogador já prevêem lutadores com poderes elementais, assim como Kolin, que é uma elemental do gelo. Assim, nenhuma explicação adicional é necessária. Para mais detalhes, consulte o post Elemental.

Elementais

* Fontes: a planilha e história de Kolin foram elaboradas por Odmir Fortes e Eric Musashi da Shotokan RPG e grupo Street Fighter RPG no Facebook.

Lucia Morgan

FF3Lucia

Altura: 1.72m
Peso: 52kg
País: EUA
Nascimento: ?

Chefe da Unidade Especial de combate ao Crime (SCU em Inglês) de Metro City, Lucia é uma lutadora muito bem treinada e o braço-direito do prefeito Mike Haggar para manter o crime controlado na cidade após as duas primeiras Final Fights. No passado, ela foi amiga de Cody e chegou a defendê-lo quando foi preso – o que fez com que fosse acusada de corrupção. Após o incidente da prisão de Cody ser resolvido por Guy, Haggar e o próprio Cody, ela foi inocentada – com um depoimento do próprio Mike Haggar, na época ainda prefeito. Lucia é muito grata desde então.

Desde criança, Lucia tem uma estranha relação com fogo. Ela sempre gostou de calor, do Sol e das chamas. Após iniciar seu treinamento e receber de Cody dicas sobre como focar sua energia interior, Lucia aprendeu a manipular o elemento que sempre admirou. Ela lutou ao lado de Haggar, Guy e Dean na terceira Final Fight, derrubando a gangue Skull Cross.

Lucia luta apenas ocasionalmente em torneios Street Fighter (apenas se alguma missão assim o exigir), o que a leva a enfrentar adversários várias vezes inferiores a ela. A única derrota de Lucia em um torneio foi em uma luta contra Dean. Inclusive Lucia é amiga de outra Street Fighter, Chun Li, como prova algumas fotos delas se divertindo. Alguns especulam que seria uma relação de trabalho, uma vez que a chinesa é uma famosa detetive da Interpol, outros dizem que teriam sido companheiras de treino, uma vez que suas técnicas de chute são parecidas.

Interpretando Lucia: Você representa a lei, e tem que ser durona para isso. Haggar ajudou você no passado, e você quer retribuir mantendo limpa a cidade que ele lutou tanto para limpar, literalmente.

Aparência: Em combate, Lucia com certeza se veste de forma “ligeiramente” estranha para uma policial… com apenas um short jeans muito curto, um top azul e um colete marrom, além de luvas e botas. Ela mantém seu cabelo loiro curto para não ser usado como uma fraqueza contra ele em combates.

Lucia e Armas de Fogo

Como todo policial, Lucia possui vasto treinamento no uso de Armas de Fogo, o que se reflete em sua técnica com as mesmas (ao invés de listar todas as armas que ela sabe atirar, foi incluída uma técnica só em sua planilha para todas). No entanto, Lucia só usará esta técnica fora de combate e, ainda assim, em caso de extrema necessidade, como em tiroteios, por exemplo.

Lucia como NPC

Lucia é a principal encarregada do combate ao crime em Metro City, provavelmente mesmo depois de Haggar se aposentar, devido à sua excelente performance no cargo. Ela pode ser usada como líder em alguma missão de combate ao crime (Shadaloo talvez), ou como agente infiltrada no circuito para capturar algum foragido ou descobrir pistas de algum crime.

sfxt_lucia_morgan_by_repinscourge-d9kw1xe

* Fontes: sua história foi criada com base na adptaçãod e Final Fight feita pelo pessoal da Shotokan RPG e material do The Street Fighter Plot Canon Guide. Sua planilha foi retirada da mesma adaptação do site do Eric e levemente modificada por Fernando Jr da SFRPG Brasil.

Charles “Charlie” Nash

charlie-nash-sf5


Altura: 1.86m
Peso: 93kg
País: EUA
Nascimento: 01/11/1962 (30 anos em SF Alpha)

Um patriota e dedicado soldado, a dedicação de Charles Nash para com seus país é muito maior do que de muitos soldados do exército americano. Sempre buscando terminar o seu trabalho e um homem maleável, Charlie é um veterano da unidade das Forças Especiais da USAF (United States Air Force – Força Aérea dos Estados Unidos) e é muito conhecido por ensinar muitas técnicas a muitos novatos, já que é mestre em diversas artes marciais. Foi assim que conheceu Guile.

Quando Guile entrou na USAF ele já era um bom lutador. Mas bons lutadores não são o bastante para Charlie que o moldou no guerreiro que é atualmente. Os dois nutriam uma amizade e rivalidade semelhante a de Ryu e Ken, um sempre tentando superar o outro. Certa vez Guile foi capturado em uma missão que fazia, Charlie sem pensar duas vezes foi resgatá-lo assim que soube do ocorrido. Com extrema perícia, Charlie se infiltrou na base onde Guile era mantido cativo e o salvou da morte certa. Guile ficou em dívida com seu amigo para sempre.

Sempre portando seus óculos e fumando de vez em quando, foi um exemplo a ser seguido no exército e um homem esperto também. Exímio lutador, chegou a vencer o campeonato americano de artes marciais certa vez.

Crônica em Street Fighter Alpha: Nash estava perseguindo pistas de um sindicato criminoso que estava distribuindo drogas para certas tropas na sua divisão, e impressionou-se com o fato de que seus superiores disseram-no para parar de meter o nariz onde não era chamado, que era apenas alguns punks cheirando. Nash decidiu continuar investigando e descobriu o nome do sindicato: Shadaloo. Ele e Guile se infiltraram em uma base na Venezuela e conseguiram rastrear o centro de distribuição no meio da selva. Tudo parecia ir bem até que de repente Charlie e Guile foram capturados no meio da tarefa e esperavam a punição a qualquer minuto. Entretanto, Charlie não era do tipo que sentava e chorava. Ele buscou soluções. Ele e Guile arrumaram uma forma de escapar da prisão devido a seu treinamento e se separaram, Guile deveria chamar reforços e Nash ganhar tempo pra eles. Charlie secretamente seguiu os passos do líder da organização e escondido nas sombras para evitar ser pego dessa vez, confrontou o homem chamado Bison. Nash bem que tentou derrotar Bison, e teria conseguido, não fosse sua surpresa quando o helicóptero das Forças Armadas que seria o reforço chegou, começou a atirar…nele! Para sobreviver Nash teve de simular uma queda em um penhasco que teria matado um homem normal, deixando para trás apenas suas dog tags que Guile acharia depois investigando o local.

Ao que parece Bison possuía espiões no exército americano e assim conseguia informação sobre suas operações. Charlie descobriu isso mais tarde, enquanto se recuperava dos ferimentos nas sombras, com todos achando que ele havia morrido. Ele próprio achou que tinha morrido, pois não se lembrava do que acontecera após cair no penhasco. Imagens do ditador em sua cabeça não lhe deixam dormir direito. Nash conhece Chun Li e os dois rebeldes decidem unir forças em um ataque contra a Shadaloo, um ataque não oficial, uma vez que Nash não confiava mais no exército. Ele rouba armas, equipamentos e até mesmo um caça e isso faz com que a Força Aérea envie Guile atrás dele. Ao invés de prendê-lo, juntos decidem fazer uma investida não-oficial contra a base do tirano, uma vez que não se podia confiar no exército para isso.

Juntos, eles invadem a base da Shadaloo e Chun Li fica encarregada de plantar os explosivos enquanto Charlie e Guile vão enfrentar Bison, conseguindo fazê-lo recuar. No entanto, Bison usando do poder do Psycho Drive fica mais forte do que nunca e Nash entende que a única maneira de matá-lo e explodindo ele juntamente com a base, mas para isso ele fica para trás segurando o vilão enquanto Guile e Chun Li conseguem fugir a salvo. A base explode sem deixar vestígios, nem mesmo um corpo, o que faz Guile acreditar que seu amigo ainda esteja vivo e jurar vingança contra a Shadaloo.

Crônica em Street Fighter 5: Nash foi encontrado por Urien e os Illuminati fizeram de tudo para trazê-lo de volta à vida, tendo sido necessário realizar alguns implantes cibernéticos em seu corpo para substituir tecidos perdidos, mas o mais importante ainda estava lá: a vontade de fazer justiça faíscando nos olhos do ex-soldado.

Aparência: Charlie possuía uma aparência limpa e asseada, principalmente seu cabelo estiloso, mantido em um grande topete à frente do rosto, cuidadosamente “esculpido” à base de muito spray pra cabelo. Charlie é tão vaidoso que utiliza óculos, mesmo não possuindo deficiência visual, apenas por se achar bonito com eles. Após sofrer algumas cirurgias para sobreviver aos ferimentos da explosão da base da Shadaloo, Nash possui alguns tecidos sintéticos costurados ao seu rosto e braço, bem como outros implantes não visíveis, o que o deixou com uma aparência bem “Frankstein”.

Interpretando Charlie: você é vaidoso e convencido. Sabe que suas habilidades de combate são extraordinárias e acha que ninguém no mundo se equipara a você na arena. Costuma agir de forma imprudente simplesmente porque você sempre dá um jeito e resolve os problemas mais críticos com sua experiência de anos como militar e como lutador do submundo de lutas ilegais. Você nutre grande carinho por Guile, considerando-o como um irmão menor ou algo assim, estando sempre pronto a dar sua vida por ele e lhe ajudar no que for preciso. Após os últimos incidentes, não confia mais em ninguém, mesmo nos seus salvadores, e apenas quer vingança.

Charlie parece um zumbi, não raciocinando direito e apenas com sua missão de matar Bison em mente. Qual as reais intenções dos seus salvadores ou o destino reservado para Charlie, ninguém sabe até o momento, mas ele não parece ter muito tempo de “vida” restante.

Lema: Você tem talento. O Tio Sam poderia utilizá-lo.

nash-sf5

Charlie como NPC

Desde a época de Street fighter Alpha, Charlie está obstinado em sua missão de livrar o mundo da corrupção, tanto a interna nas forças armadas quanto a organização que a corrompeu, Shadaloo. Sua cruzada não envolve aprimoramento, torneios ou qualquer outra coisa que não seja fazer justiça com as próprias mãos. Ele só participará de um torneio se for para pegar alguém da Shadaloo, se for para conseguir uma pista sobre Bison, ou no máximo para salvar Guile ou algum amigo de outra enrascada. Em Street Fighter 5 ele está ainda mais obstinado, beirando a loucura.

Agente Shadow

Algumas fontes especulam (nada oficial, a menos que o Narrador decida assim em sua crônica) que entre Street Fighter Alpha 2 e Alpha 3, enquanto todos achavam que Nash estava morto, ele teria sido encontrado pela Shadaloo e sofrido uma lavagem cerebral, sendo controlado psiquicamente por M. Bison através do Psycho Power. Durante alguns meses, período em que Nash não se lembra de nada, ele teria agido pelo codinome de Agente Shadow (Sombra), um soldado impiedoso à serviço da Shadaloo, assim como Killer Bee. Sua aparência seria a mesma, porém com os olhos esfumaçados, a pele mais escura (quase negra) e faíscas de energia psíquica saindo de seu corpo quando luta, inclusive afetando a aparência dos seus golpes Chi.

Esse “personagem” apareceu originalmente na série de crossovers da Marvel com a Capcom, sendo um personagem jogável secreto, e depois novamente nos quadrinhos de Street Fighter feitos pela Udon. As falas do Agente Shadow são frias e robóticas, ele somente atende ordens de M. Bison e luta para matar, sendo seus alvos inimigos da Shadaloo. Como mostrado nos quadrinhos, a lavagem cerebral não é perfeita e às vezes Shadow tem de voltar para o laboratório passar por novas sessões para “renovar” os efeitos. Ao que parece algo aconteceu em algum momento e Bison perdeu o controle sobre ele, recobrando a consciência original de Charles Nash mas sem lembrar do que fez, exceto em sonhos.

Como dito anteriormente, o Narrador tem a palavra final sobre a existência ou não do Agente Shadow em sua crônica. Apenas adicione o Antecedente Único Psycho Power 1, reduza sua Honra a 0 e lhe dê a manobra Psychokinetic Channeling na planilha de Nash em Street Fighter Alpha e voilá! Agente Shadow pronto.

Charlie como Sensei

Na época de Street Fighter Alpha (e até mesmo antes disso), Nash era um famoso instrutor de artes marciais na Força Aérea, tendo instruído dezenas, se não centenas de combatentes. Alguns deles, como o oficial Guile, tiveram grandes ganhos em suas habilidades de combate sob os treinos de Nash, um Sensei 4 especialista nas técnicas do Sonic Boom (que ele consegue fazer com uma mão apenas e, segundo as lendas, até com os pés) e do Flash Kick. Dependendo da época em que a crônica ocorrer, personagens das Forças Especiais que atuem nos EUA poderiam ter sido instruídos (ou estar sendo) por ele.

Charlie e Armas de Fogo

Assim como qualquer oficial das Forças Armadas Nash possui vasto treinamento em armas de fogo, representadas por esta técnica na sua ficha (use-a para qualquer tipo de arma de fogo). Obviamente Nash não usaria uma arma de fogo fora de uma guerra ou missão que assim o exigisse, mas caso seja necessário empunhar uma bazuca para derrubar um caça da Shadaloo, ele é o cara apto a fazê-lo!

*Fontes: planilha e história original criada por Eric Musashi da Shotokan RPG. Modificações feitas por Fernando Jr da SFRPG Brasil com base no The Street Fighter Plot Canon Guide e acontecimentos in-game na série Alpha e 5. Também foram adicionadas algumas “pitadas” dos quadrinhos da Udon, principalmente sobre o Agente Shadow.

charlie-nash

Guerreiros Mundiais


Sensei

Rolento F. Schugerg

rolento-sf4




Altura: 1.80m
Peso: 81kg
País: EUA
Nascimento: 22/12/1955 (40 anos em SF4)

Rolento F. Schugerg nasceu alemão mas cresceu nos EUA, tendo sido membro do esquadrão dos Boinas Vermelhas, atuando em território nacional e internacional. Rolento era tão eficiente e fiel ao seu esquadrão, que foi designado mais tarde para fazer parte de uma agência secreta alemã, a Stasi, atuando na europa ocidental. Entretanto, anos depois Rolento foi exilado e mandado de volta aos EUA, por volta de 1980, tendo trabalhado desde então como mercenário em diversos países da África, América Central e do Sul.

Crônica em Final Fight 1 e 2: Com o tempo Rolento acabou tornando-se corruptível, frente ao que sua pátria fez com ele. Passou a trabalhar controlando rotas de tráfico de drogas na Colômbia até os EUA, mais especificamente para Metro City, cidade onde passou a fazer parte da organização criminosa Mad Gear. Rolento era um líder nato e em pouco tempo Metro City estava completamente dominada, a despeito dos esforços do prefeito Mike Haggar. Rolento era o responsável pela fábrica de cocaína em Metro City, e apesar de todos saberem de sua posição, a polícia local era corrupta demais para agir.

Crônica em Street Fighter Alpha: Em 1984 sua fábrica em Metro City foi fechada devido à intervenção dos justiceiros Guy, Cody e Haggar, o que abriu uma nova rota comercial de drogas para a Shadaloo na cidade, que se alastrava pelo mundo na mesma época. Com o fim da Mad Gear na mesma época, Rolento fugiu e passou a refletir sobre o propósito de suas ações, e decidiu formar uma nova Mad Gear com ideais de instaurar uma ditadura militar que pudesse resolver todos os problemas de sua nação.

Rolento passou a viajar pelo mundo buscando lutadores para formar uma nova Mad Gear, ainda mais forte. Ele precisa de muitos recrutas para formar um verdadeiro exército que imporá respeito pelo medo, e consequentemente ordem em um mundo caótico. Ele tentou recrutar inclusive, os heróis que o derrotaram anteriormente, Guy e Cody, mas o primeiro era honrado demais para se juntar a ele e o segundo estava corrompido a ponto de não ter valor algum no exército da salvação de Rolento. Ele precisa de fortes aliados, assim como seu amigo Sodom, para que reúnam um poderoso exército.

Rolento consegue seu armamento e para seu exército através de laços comerciais que possui com a Shadaloo, organização que ele estuda a fim de encontrar um ponto fraco, visto que eles são um empecilho aos seus planos de ordem. Apesar de seus desejos, Rolento não concorda com a motivação e meios utilizados por Bison para a dominação global, o que o leva a não entrar para a sinistra organização do ditador. Em seu exército, treina jovens soldados, ensinado-os impiedosamente, inclusive com punições físicas.

Crônica em Street Fighter 4: Rolento ouve falar da famigerada corporação SIN e de seus projetos bélicos, que poderiam ser muito melhor utilizados em suas mãos, para seu sonho de nação militar. Ele fica sabendo do torneio promovido por Seth através de um de seus subordinados, e juntos, rumam para a base da SIN onde está acontecendo o torneio para tomar seus armamentos por bem, ou por mal! Ao que parece, Sodom deixou seu amigo uma vez que seus objetivos estão muito distantes um do outro.

Aparência: Rolento é um homem alto, com 1,80m e 81Kg. Ele está na faixa dos 30 e poucos anos e tem um olhar sombrio. Possui uma grande cicatriz no rosto e mantém o cabelo sempre muito curto. Rolento veste-se como um oficial militar, com quepe e sempre portando armas de fogo e armas brancas. Costuma carregar sempre consigo um cajado que ele utiliza como arma na maioria de suas lutas como street fighter (já que armas de fogo não são permitidas no circuito).

Interpretando Rolento: você é um militar durão, obcecado e fanático. Fará de tudo para por seus planos em prática, evitando apenas ligações com quem não lhe é de valia alguma, como Cody ou com quem tenha métodos que você não concorda, como Bison. Você é impiedoso e extremamente exigente com seus subordinados, que o respeitam cegamente.

Lema: Me desafiar é desafiar um exército!

Armas de Rolento

Rolento tem como estilo principal o seu treinamento nas Forças Especiais, porém, ele é extremamente habilidoso na luta com bastões, Bojutsu, tendo acesso a todas as manobras deste estilo. Quando luta em torneios, Rolento utiliza somente seu bastão nos combates, que possuem os modificadores tradicionais vistos em Lutando com Bastões. Já quando está em missões, Rolento utiliza uma série de armas, incluindo facas, pistolas, granadas e cabos de aço para estrangulamento!! Consulte o post Armas de Fogo para conhecer as demais armas que ele pode usar.
rolento-forcas-especiais

Guerreiros Mundiais

* Fontes: este não é um personagem oficial da White Wolf. Sua planilha foi criada por Eric da Shotokan RPG para o suplemento Tempos de Glória, posteriormente adaptada por Fernando Jr, da SF RPG Brasil. Sua história é baseada em acontecimentos in-game nos games SF Alpha e SF4 e com base no The Street Fighter Plot Canon Guide.

Killer Bee (Cammy)

cammy-alpha

Altura: 1.64m
Peso: 46kg
País: Inglaterra
Nascimento: 06/01/1974 (16 anos em SF Alpha)

Cammy foi desenvolvida em laboratório, usando partes do DNA de Bison para criar um novo corpo perfeito para ser usado por ele no futuro. A ideia era criar um corpo aparentemente inofensivo, como uma garota de 16 anos, mas com capacidades de combate impressionantes incluindo o Psycho Power de Bison, a assassina perfeita que seria chamada pelo codinome Killer Bee (abelha assassina). E assim foi feito, não exatamente um clone, mas um ser humano alterado geneticamente ainda mebrião para acomodar os poderes e a mente de Bison caso fosse neecssário. Seu uso primário acabou se tornando ser uma das guarda-costas de Bison, também chamadas de Dolls, e sua principal assassina, tendo sido responsável por inúmeras mortes ao redor do globo, inclusive indiretamente pela morte de Charlie Nash (o qual ela rastreou durante vários dias antes de Bison enfrentá-lo) e diretamente pela morte de Dorai, pai de Chun Li, que investigava a Shadaloo junto de Gen.

Assassina formidável, Cammy sofria constantes lavagens cerebrais para ser mantida sob controle total de Bison. Invejada por Vega devido à sua aparência, teria sido ele a lhe causar aquela cicatriz no rosto, e também ele que teria atrapalhado uma de suas sessões de lavagem cerebral o que teria causado defeito em sua programação e consequentemente liberado sua vontade própria. Os místicos Rose e Dhalsim também alegam terem encontrado Cammy nesta época, sofrendo com transtornos de personalidade (ora uma garota de 16 anos, ora uma assassina da Shadaloo) e lhe ajudado a se libertar do controle mental de Bison, cada um à sua maneira.

Quando Bison fica sabendo do ocorrido enviou tropas para matá-la, primeiro Vega e depois Juni e Juli, ambos sem sucesso. Cammy não entende porque estão tentando assassiná-la uma vez que nunca traiu Bison, e é Vega quem revela que ela não é mais útil e que é perigosa demais para ficar à solta. Bison na verdade temia que uma vez que Cammy possuía o seu Psycho Power (bem como seu DNA) que ela pudesse controlar seu Psycho Drive e consequentemente sua arma de destruição em massa.

Quando Cammy deu por si e entendeu o que deveria fazer foi atrás de Bison e houve uma incrível luta entre ele e as diversas Dolls, uma vez que ele decidiu por um fim em todas e seu instinto de auto-preservação imperou. Juntas, as 13 lutadoras conseguiram fazer Bison recuar quase ao custo de suas vidas, terminando com Cammy usando o Psycho Drive (como Bison temia) para teleportá-las à salvo dali uma vez que a base estava para explodir por causa das ações de Chun Li, Guile e Nash. Por algum motivo desconhecido, Vega salvou Cammy da explosão e de alguma maneira ela teria sido encontrada mais tarde pelo Delta Red.

Crônica em Street Fighter 2 e posteriores: veja a história de Cammy em SF2 em diante em seu post principal (clique em seu nome).

Interpretando Killer Bee: você é uma agente de Bison. A melhor de todas. Se tivesse emoções talvez se sentisse orgulhosa de si mesma, por atender tão bem às expectativas de seu mestre. Mas você não tem emoções, ou ao menos acha que não possui. Recentemente sua mente anda um pouco confusa e você não sabe o porquê, mas é profissional demais para comentar isso com seus superiores e continuará executando suas missões para o sr. Bison até o fim dos seus dias, sem questionar.

Aparência: Killer Bee é uma linda adolescente que facilmente passaria desapercebida em uma escola ou shopping center, e esse é seu maior trunfo. Com a roupa certa, não há como suspeitar que esta garota está em mais uma missão de assassinato sob as ordens de Bison. Quando não está fantasiada, usa um maiô azul claro com uma boina e gravata, semelhante ao uniforme das outras Dolls, com manoplas de combate e botas. Geralmente pinta suas pernas, sempre à mostra, com algum padrão de camuflagem, e mantém seu cabelo bem preso em tranças.

cammy

Killer Bee como NPC

O passado de Cammy é explicado durante a saga de Street Fighter Alpha, que se passa durante seus 16 a 19 anos, antes de ter sido encontrada pelo Delta Red, em Londres. Por razões óbvias somente pode-se utilizar Killer Bee durante esta saga de Street Fighter. Esta história somente é conhecida por Bison e seus cientistas mais importantes, embora possam haver registros nos computadores da SIN também. Nem mesmo Cammy possui todas informações sobre seu passado, apenas fragmentos de lembranças vagas e dicas que Bison e Vega lhe deram, embora possa ser apenas mentiras deles. O conteúdo acima é tido como oficial segundo a Capcom Japão (com minúsculas alterações), mas o Narrador é livre para alterar de acordo com sua crônica, desde que mantenha sempre o mistério sobre essa história.

Ela pode ser usada como uma poderosa antagonista, em sua versão original de serva de Bison, ou como uma ocasional protagonista de meio-expediente, quando está tendo seus lapsos de memória e quebra do controle mental, quando tenta entender o que está acotecendo consigo e eventualmente lutando contra Bison e a Shadaloo.

Killer Bee e Armas de Fogo

Killer Bee foi treinada na Shadaloo para uso de todo tipo de armas de fogo, as quais ela usará conforme a necessidade em sua missão. Killer Bee não participa do circuito Street Fighter e dessa maneira não segue o seu código de honra, podendo inclusive utilizar armas de fogo em combate se assim for necessário.

* Fontes: a principal fonte é o The Street Fighter Plot Canon Guide, acontecimentos in-game da série Street Fighter Alpha e mangás da Udon.

Cammy White

Cammy White

street_fighter_v___cammy_white_by_caliburwarrior-d9f6ncn



Altura: 1.64m
Peso: 46kg
País: Inglaterra
Nascimento: 06/01/1974 (22 anos em SF5)

Uau! Isso foi tudo que a maioria dos lutadores pôde dizer quando viram esta gracinha de 19 anos adentrar a arena dos Street Fighters. Esses lutadores não conseguiam acreditar que uma coisinha tão jovem e linda pudesse lutar, mas todos tiveram um rude despertar. Cammy tornou roxos seus olhos arregalados, derrubando lutador após lutador em seu caminho para o status de Guerreira Mundial.

Cammy White, uma recém-chegada ao circuito Street Fighter, subiu rapidamente para se tornar a mais nova Guerreira Mundial. Apesar do impressionante histórico de lutas que Cammy acumulou, foram a sua atitude de moleca, o sotaque britânico e a excepcional aparência que atraíram a atenção dos fãs. Ela, por sua vez, leva tudo na boa. Cammy aprecia a popularidade, seja porque os rapazes gostam do corpo dela ou porque ela pode chutar os traseiros deles na arena.

Crônica em Street Fighter Alpha: leia o post sobre a Killer Bee para saber sobre o passado de Cammy.

Crônica em Street Fighter 2: Apesar da maioria das pessoas saber que Cammy é membro do Delta Red, muito poucos percebem que ela é uma agente ativa a serviço do governo inglês. Menos pessoas ainda estão familiarizadas com o verdadeiro passado de Cammy. De fato, nem mesmo ela própria sabe de seu passado, pois sofre de amnésia e não consegue se lembrar de nada anterior a seus 16 anos. A lembrança mais antiga de Cammy é ter sido encontrada diante do quartel-general da SIS. O Coronel Wolfman a abrigou e começou a investigar os antecedentes daquela moça misteriosa. Após uma longa busca, o governo britânico não conseguiu encontrar nenhuma pista das origens de Cammy.

Durante sua estadia, Cammy demonstrou incríveis reflexos e a SIS decidiu adotá-la. O treinamento de Cammy começou sem demora. Em pouco tempo ela se tornou uma das melhores agentes das Forças Especiais. A juventude e a aparência inocente de Cammy tornaram-na uma agente perfeita para operações de infiltração. Que potência estrangeira suspeitaria de espionagem através de uma menina de 19 anos? A idade de Cammy, combinada com sua fenomenal habilidade de luta, fez dela a escolha perfeita para entrar no circuito Street Fighter. O governo britânico, percebendo que certos torneios tinham ligações com a Shadaloo, enviou Cammy. Ela ficou feliz em ir. Não apenas porque curte as lutas, mas porque alguma coisa na Shadaloo despertou nela memórias profundamente adormecidas. Ela é atraída pela Shadaloo como uma mariposa pelo fogo. Espera que, ao aprender mais sobre o império criminoso, ela venha a aprender sobre seu próprio passado.

Crônica em Street Fighter 4: após a aparente destruição da Shadaloo em SF2, Cammy está investigando o desenvolvimento de uma nova bio-arma pela corporação SIN, com a ajuda de Chun Li e Guile. No entanto, a investigação se torna mais séria quando uma série de sequestros de lutadores passa a ocorrer pelo mundo para servirem de cobaia para o experimento, além do aparecimento das misteriosas C. Viper e Juri, sendo que esta última tem um interesse especial nas Dolls, seu elo com o passado. Cammy fará de tudo para solucionar esse mistério, e embora o governo britânico deseje por as mãos nos arquivos da SIN, Cammy não tem certeza se deseja se expor (e expor outras possíveis cobaias da SIN) dessa maneira.

Crônica em Street Fighter 5: após salvar Juni em SF4 das mãos da SIN, ambas passam a investigar o suposto retorno da Shadaloo e suas nefastas atividades ao redor mundo. Confrontar Vega lhe traz antigas lembranças e Cammy se questiona se está pronta para finalmente enfrentar o ditador M. Bison, o único que teria todas as respostas que sempre buscou.

Interpretando Cammy: você é uma jovem e corajosa mulher. Você ama o seu trabalho com a Delta Red, mas a sua falta de raízes a deprime algumas vezes. Você não consegue evitar ficar imaginando quais seriam suas origens, não importa quão agradável uma casa na Inglaterra seja para você agora.

Aparência: Cammy é uma gata de 19 anos (em SF2). Ela veste seu uniforme das Forças Especiais e pinta seu corpo com uma camuflagem de acordo. Ela usa uma boina e prende seu longo cabelo loiro em duas tranças.

Lema: O seu dente faltando irá lembrar-te da minha vitória!

cammy-sf5

Cammy como NPC

Cammy é uma agente secreta do governo britânico, leal à sua nação e principalmente à sua nova família, o Delta Red. Assim, missões de resgate, espionagem e qualquer invasão à bases inimigas fazem parte do dia-a-dia de Cammy. O Narrador está livre para usá-la como uma importante aliada dos heróis na luta contra organizações criminosas, sendo este o plot mais comum.

Outros usos de Cammy em crônicas de SF é como uma agente solo em busca de seu passado. Isso pode fazê-la cruzar com os heróis caso os mesmos estejam investigando coisas em comum com ela, como o interesse de Bison nela (SF Alpha) ou de Juri (SF4).

Cammy e Armas de Fogo

Como toda militar, Cammy possui vasto treinamento no uso de Armas de Fogo, o que se reflete em sua técnica com as mesmas (ao invés de listar todas as armas que ele sabe atirar, foi incluída uma técnica só em sua planilha para todas). No entanto, Cammy só usará esta técnica fora de combate e, ainda assim, em caso de extrema necessidade, como em guerras, por exemplo.

* Fontes: partes da história são originais da Cammy do RPG da White Wolf, mas foram usados também trechos do The Street Fighter Plot Canon Guide, acontecimentos in-game da série Street Fighter, mangás da Udon e animes de SF4.

Cammy-sf5-artwork

Guerreiros Mundiais

delta-red-logo

William F. Guile

guile-sf5




Altura: 1.82m
Peso: 99kg
País: EUA
Nascimento: 23/12/1960 (36 anos em SF5)

Assim que terminou o ensino médio, William Guile se alistou nas forças armadas dos Estados Unidos e entrou para os Boinas Verdes, ficando especialista em combate corpo-a-corpo e pilotagem de jatos. Noivo de Julia, com quem pretendia se casar, o jovem tinha um futuro promissor. Foi nessa época que conheceu o já famoso Charlie Nash, seu superior na organização (primeiro-tenente) e quem lhe ensinou muito sobre combate (como seus famosos golpes Sonic Boom e Flash Kick) e justiça, se tornando grandes amigos.

Conta-se que eles teriam se conhecido em uma missão de resgate no Camboja, onde Nash estaria investigando uma operação criminosa e ficado encarregado de salvar Guile que teria caído em solo inimigo, durante missão não-oficial. Isso teria criado em Guile uma dívida eterna com seu amigo.

Crônica em Street Fighter Alpha: Após anos de intenso treinamento nas Forças Especiais (que lhe rendeu o título de primeiro-tenente), ele e seu amigo Charlie foram enviados à Tailândia em uma missão secreta para insuflar a rebelião contra o ditador M. Bison. Charlie foi traído pelo seu próprio comando e capturado pelas tropas de Bison, oficialmente dado como morto por todos, exceto por Guile, que jurou que encontraria seu amigo e o traria de volta, mesmo que para isso tivesse de abandonar temporariamente sua esposa Julia e sua filha Chris.

E Guile o encontrou com a ajuda da jovem detetive Chun Li, que também estava atrás de Bison para descobrir o paradeiro de seu pai desaparecido. Juntos encontram Nash novamente, somente para terem de enfrentar Bison em uma derradeira luta de vida ou morte na base do sindicato criminoso. Com a base desmoronando devido a explosões, Nash se viu a ficar para trás lutando contra Bison para garantir que seus amigos pudessem sair ilesos, e que o ditador seria morto. Mais uma vez Nash salvou a vida de Guile, que pela segunda vez perdeu seu maior amigo para Bison.

Crônica em Street Fighter 2: armado com o seu novo poder sônico e na melhor forma da sua vida (inclusive tendo sido promovido a Major), Guile começou a enfrentar seus desafiantes em combate corpo-a-corpo na base aérea. Ninguém conseguia se equiparar ao estilo e velocidade de Guile. Então, quando ouviu falar das competições Street Fighter, Guile aproveitou a oportunidade de testar ainda mais suas habilidades. Desde então ele progrediu até o posto de Guerreiro Mundial. Alguns acreditam que ele poderia até mesmo derrotar Ryu, Mas Guile não entrou nas competições Street Fighter para ser o Campeão Mundial; ele apenas descobriu que M. Bison estava envolvido mesmo após ter supostamente morrido na explosão da base.

Guile tentou levar Bison à  justiça, mas com sua ilha-nação oficializada como um país independente, Bison saiu ileso do processo em que Guile tentava culpar Bison pela morte de Nash. Tendo visto que os meios legais não o ajudariam, o militar rompeu com as forças armadas e não se deterá diante de nada para vingar a morte de Charlie com suas próprias mãos. Juntos, Guile e Chun Li unem suas forças contra o ditador no próximo torneio mundial, na esperança de um dos dois derrotá-lo na final e matá-lo de uma vez por todas.

Crônica em Street Fighter 4: Bison foi dado como morto pela segunda vez, pelas mãos do lutador Akuma, após Guile ter sido parado por sua esposa que não queria que ele sujasse suas mãos com Bison na final do torneio. No entanto, ao que parece essa decisão terá de ser revista uma vez que rumores da Shadaloo estar se reorganizando ecoam em diversos pontos do globo através de uma corporação bélica chamada SIN, incluindo armas de destruição em massa que já foram projetos de Bison no passado. Mais uma vez Guile tem de deixar sua família para viajar o mundo junto de Chun Li e Cammy para juntar as peças deste quebra-cabeça e aniqularem todo o mal de Shadaloo e Bison de uma vez por todas.

Crônica em Street Fighter 5: Guile está investigando a Shadaloo novamente, mais especificamente uma operação chamada C.H.A.I.N.S que eles estariam planejando. Junto de Abel, seu mais novo aliado, investigam os antigos laboratórios da SIN, que ao que parece também são alvo de investigações de Juri. Guile ainda não sabe, mas com a volta de Charlie Nash dos mortos, mas agora trabalhando para os Illuminati, o que acontecerá com a amizade dos dois?

Interpretando Guile: Ok, então você tem um temperamento problemático, e daí? Você passou pelas piores missões de combate e testes de vôo que o mundo tem a oferecer, e ainda está inteiro. As Forças Armadas ainda são o seu lar, mas você não pertence a elas. Na verdade seus superiores estão felizes que você esteja trabalhando para eles. É claro que você ainda é um patriota leal ao uniforme, mas com certeza gostaria de descobrir quem traiu você e Charlie há anos atrás.

Aparência: Guile veste o mesmo uniforme que usava durante seus dias nas Forças Especiais. Ele usa duas correntes com placas com nomes, a sua e a de Charlie. Ele mantém o cabelo loiro muito mais longo do que seria permitido pelas normas militares; gosta de ajeitar o cabelo e flexionar os músculos após aniquilar um oponente.

Lema: Você é homem o suficiente para lutar comigo?

guile-penteado

Guile como NPC

Guile é um vingador. Ele moverá céus e terras, e até mesmo abandonará sua família em busca de vingar a morte do seu amigo Charlie nas mãos de Bison. Ele odeia a Shadaloo mais que tudo na vida e ajudará qualquer um que tenha as mesmas intenções de derrubar tal organização.

No entanto, a traição sofrida no passado fez de Guile alguém muito desconfiado. Ele não faz amizade fácil e quando sabe que alguém possui informações sobre a Shadaloo, já tende a achar que a pessoa trabalha para eles, como aconteceu com o lutador francês Abel. Faz algum tempo que Guile abandonou as forças armadas, pelo mesmo motivo da traição, e agora age por conta própria.

A título de curiosidade, a mulher de Guile Julia, é irmã mais velha de Eliza, esposa de Ken. Além disso sua filha Chris é amiga de Datta, filho de Dhalsim, com quem conversa por correspondências.

Guile e Armas de Fogo

Como todo militar, Guile possui vasto treinamento no uso de Armas de Fogo, o que se reflete em sua técnica com as mesmas (ao invés de listar todas as armas que ele sabe atirar, foi incluída uma técnica só em sua planilha para todas). No entanto, Guile só usará esta técnica fora de combate e, ainda assim, em caso de extrema necessidade, como em guerras, por exemplo.

*Fontes: a planilha de Guile em SF2 é a versão original americana, pois a brasileira está errada (ele possui Esportes 5 e não 4). Para a história de Guile (que no original da White Wolf está completamente errada) foi utilizado o The Street Fighter Plot Canon Guide, acontecimentos in-game de SF Alpha, 2 e 4, bem como os mangás da Udon.

guile-sf4

Guerreiros Mundiais

George Ginzu

ginzu


Altura: ~1.54m
Peso: ~46kg
País: Inglaterra
Nascimento: 1977 (18 anos em SF4)

Ginzu é o especialista em computadores do time Delta Red, a unidade de elite do Serviço Secreto Britânico (SIS). Dizem que ele é capaz de hackear e quebrar a segurança de qualquer sistema computacional do mundo. Praticamente sem habilidades de combate, costuma agir na retaguarda das missões, no quartel-general ou dentro de bases móveis, à salvo do combate.

Ele é um jovem que foi resgatado por Wolfman, que o encontrou cativo em uma base da Shadaloo. Três anos mais tarde o MI-6 fez uma exceção e permitiu que o jovem, na época com 15 anos, entrasse no Delta Red como suporte uma vez que suas capacidades mentais eram muito superiores aos melhores cientistas do SIS.

Devido à motivos desconhecidos, ele não se desenvolveu fisicamente como os adolescentes da sua idade e hoje aos 18 anos resigna-se a ser um homem de baixa estatura e desenvolvimento físico. Apesar disso, recentemente tem despertado estranhos poderes psíquicos.

Interpretando Ginzu: você vê Wolfman como seu pai, e faz qualquer coisa para deixá-lo orgulhoso. McCoy também é admirado por sua força e compaixão, enquanto que pelas meninas, bem, Ginzu fez 18 anos, elas são como deusas para ele… Resumindo você se vê como um um jovem sortudo e feliz que ama estar com seus amigos enfrentando o perigo.

Aparência: um pequeno e magro jovem de 18 anos com cabelo loiro desgrenhado e olhos castanhos. Veste uniforme do Delta Red, em uma variação com mangas curtas. Ele prefere usar uma boina preta ao invés de vermelha.

Lema: Bem, minha intuição costuma estar certa, sabe?!

george-ginzu

O Mascote de Ginzu

Ginzu possui um estranho mascote que está sempre com ele. Um construto criado por Ginzu no formato de uma geléia colorida e brilhante que imita tudo o que ele faz e está sempre no ombro ou cabeça do jovem. Existem várias utilidades para seu mascote, sendo a mais usual funcionar como distração para os inimigos e como projetor multimídia em reuniões.

Ginzu como NPC

Em missões onde o Delta Red estiver presente, certamente Ginzu também estará. Seja como um hacker à distância, destravando sistemas de segurança e fornecendo mapas e informações valiosas ao time, ou mesmo em campo, fornecendo suas habilidades cognitivas ímpares no exato momento e local onde elas são necessárias, mas sempre protegido pelos seus colegas.

* Fontes: site Cammyfan.com, site de adaptações de Michael Surbrook, acontecimentos in-game em SSF2, HQs da Udon e o desenho animado SF: The Cartoon. Praticamente nada oficial de verdade, mas todos excelentes materiais adicionais ao universo de SF.

delta-red-logo

Major Matthew R. McCoy

mccoy


Altura: ~2.04m
Peso: ~126kg
País: Inglaterra
Nascimento: 1966 (29anos em SF4)

McCoy certa vez foi emboscado por agentes da Shadaloo durante missão do SIS, lutou até quase morrer, derrotando seus inimigos mas caindo exausto a ponto de seus colegas encontrarem-no quase morto, indo parar direto na UTI. McCoy perdeu parcialmente o movimento dos braços e parte do rosto, incluindo um olho, devido aos ferimentos muito profundos. O diagnóstico médico é que ele nunca mais atuaria como soldado em campo. Isso o abalou profundamente.

Sete meses depois, ainda se recuperando e fazendo fisioterapia, McCoy se voluntariou para um experimento que usaria implantes cibernéticos para reaver seus braços e ainda por cima aperfeiçoá-los, o Projeto Tank. Depois de muitas operações dolorosas, McCoy estava de volta ao dever. Embora seus implantes não sejam os melhores existentes (há muitos anos que ele tem eles), McCoy os mantém funcionando muito bem, tendo se tornado o o agente biônico mais bem sucedido de todos os tempos. Depois de 7 anos com seus implantes, ele pode ser considerado um expert no assunto e um membro extremamente valioso para o Delta Red.

Interpretando McCoy: o gigantesco McCoy, ou Rory para os amigos (seu nome do meio), é o braço forte do time. Quando algo muito pesado precisa ser levantado ou uma cabeça quebrada, McCoy é o cara pronto pra agir. Extremamente protetor com seu time, protege especialmente Ginzu e Cammy, os de aparência mais frágil na equipe. Acata todas decisões de Wolfman, a quem considera um líder honrado e justo. Apesar da aparência aparentemente rude, McCoy é gentil e um excelente cozinheiro, adorando dar jantares em sua casa para os colegas de trabalho, sua família, também sendo um exímio tocador de violão. É apaixonado por Lita, mas ela não sabe disso.

Aparência: um alto, corpulento e forte homem de 29 anos. Ele é obviamente um muro. Ele costuma estar com a cabeça raspada, mas possui um cabelo ruivo ondulado e olhos verdes (ao menos o que sobrou). Veste uma versão azul do uniforme do Delta Red com boina vermelha. Seus implantes incluem braços biônicos (que são facilmente escondidos com enxerto de pele sintética ou mangas longas) e o lado direito do rosto, onde há um olho biônico no lugar do original, mais difícil de ocultar, com visão infravermelha (visão noturna).

Lema: Maldito! Tu vai pagar por isso, cara!

major-mccoy

* Fontes: site Cammyfan.com, site de adaptações de Michael Surbrook, acontecimentos in-game em SSF2, HQs da Udon e o desenho animado SF: The Cartoon. Praticamente nada oficial de verdade, mas todos excelentes materiais adicionais ao universo de SF.

Cibernéticos
delta-red-logo

Tenente Lita C. Luwanda

lita-luwanda


Altura: ~1.74m
Peso: ~56kg
País: Inglaterra
Nascimento: 1966 (29 anos em SF4)

A outra garota da equipe Delta Red, Celia para os mais íntimos (seu nome do meio), é o braço direito do Coronel Wolfman desde antes de Cammy aparecer e principalmente depois que ela passou a se ausentar frequentemente por causa de investigações pessoais a respeito de seu passado. Lita é especialista em armas brancas, principalmente espadas grandes e no arremesso de facas. Ela usa um longo cabelo solto, comumente loiro, mas que já foi castanho também. Uma combatente mortal e valorosa membro da equipe.

No time há 7 anos, ela é a figura materna da equipe e muito popular dentro da SIS. Sua família trabalha no governo britânico desde que ela era uma criança pequena e seus dons atléticos naturais, aliados ao seu desejo por ação fizeram-na trilhar o caminho de soldado, juntando o treinamento militar das Forças Especiais com o Kenjutsu oriental em um pacote único.

Interpretando Lita: uma leitora ávida, prefere romances e está sempre fazendo comparações da vida real com os livros que lê. Nutre uma paixão por Wolfman que já foi mais forte no passado, mas que nunca irá colocar na frente de seu trabalho. Lita considera-se uma samurai moderna e dedica-se à uma filosofia que ela descreve como ‘Bushido Liberal’. Ela age honradamente todas vezes mas não segue a dedicação aboluta de um samurai ao seu ‘senhor’ (o governo britânico).

Aparência: fruto da união de uma mãe eurasiana (avó japonesa e avô britânico) e um pai afro-asiático (avó sudanesa e avô norte-coreano) ela possui uma aparência bem exótica, criando uma bela mulher de 29 anos. Com cabelo louro acobreado, pele bronzeada e um corpo atlético, ela é um pouco maior e mais forte que Cammy e veste-se muito bem.

Lema: Em guarda!

Armas de Lita

Lita usa uma espada de lâmina larga e facas de arremesso em suas missões, sendo uma Duelista. Para mais detalhes sobre combate com espadas, leia o post Lutando com Espadas. Os modificadores da espada são:

Espada de Lâmina Larga: Velocidade -2, Dano +5, Movimento -1

Ela também usa facas, assim como descrito em Lutando com Facas:

Faca: Velocidade +2, Dano +1, Movimento +0

Quando arremessadas, facas possuem os seguintes modificadores: Técnica Básica: Arremesso. Velocidade +0, Dano +0, Movimento nenhum. Alcance: Força + Arremesso.

Lita como NPC

tenente-lita-luwanda

* Fontes: site Cammyfan.com, site de adaptações de Michael Surbrook, acontecimentos in-game em SSF2, HQs da Udon e o desenho animado SF: The Cartoon. Praticamente nada oficial de verdade, mas todos excelentes materiais adicionais ao universo de SF.

delta-red-logo