Arquivo da tag: conto

Crônica 2024 – Episódio 21: O Kumitê

Episódio 20 aqui.

É mais um dia comum na Rússia. A neve acumula-se lá fora enquanto que dentro do galpão da Korlov Industries nosso amigo lutador posa para algumas fotos, mais um de seus serviços publicitários que vem lhe rendendo uma boa grana. Ao longo do galpão pode-se ver engradados de vodka Korlov, action figures em caixas e muitos outros itens. O ensaio termina, Korlov se despede de seu empresário, Karkaroff e nota seu mestre, Igor, o olhando com cara enfezada.

Igor joga uma pedra para korlov e diz para ele quebrá-la com um agarrão, o que o russo faz com certa dificuldade. Ele aponta uma pedra ainda maior, próxima da entrada do golpe, que Korlov não consegue quebrar. Ele reclama que Korlov não está se dedicando aos treinos para o torneio de Bison que acontecerá em 3 semanas. Ele grita com seu discípulo, acusando-o de ter se tornado mais um capitalista yankee medíocre, enquanto começa a quebrar as mercadorias dele e ameaçando colocar fogo no galpão. Korlov se irrita com as cobranças e parte para cima de seu mestre para tentar impedi-lo, dizendo que vai amarrá-lo sem roupa e deixá-lo na floresta.

Uma luta se inicia, focada em agarrões, com um Korlov confiante de que já teria superado seu mestre. Eles acabam indo parar na rua durante os golpes, possivelmente com o lutador mais novo querendo evitar mais danos em seu estoque. Mas é justamente esses devaneios que o distraem, fazendo com que seu velho mestre consiga derrotá-lo. Korlov acorda sem roupa, amarrado na floresta. Ao longe, chamas irrompem de seu galpão e talvez Igor esteja certo, é hora de Korlov deixar os negócios de lado e voltar aos treinos com seus amigos.

A História de Tagas

Enquanto isso, na Tailândia, Kiet e Tagas conversam sobre os treinos. Tagas finalmente conta a seu discípulo mais detalhes sobre sua lesão na perna. Quando ainda era jovem, ele e Sagat eram muito rivais. No entanto, o Muay Thai para Tagas era uma forma de melhorar de vida, enquanto para Sagat era uma religião, e isso fez com que Sagat treinasse cada vez mais duro para ser o melhor, embora não parassem de compará-lo com seu rival, que se negava a aceitar um desafio final entre os dois. Outro amigo de Tagas, Go Hibiki, também treinava duro e esse sim queria ser tão grande quanto Sagat. Eis que eles foram convidados por Nuah Kahn, o deus do Muay Thai à época, para lutarem no Kumitê, um torneio tradicional de street fighting em Hong Kong, onde Kahn era o atual vencedor.

Tagas foi, mas não para lutar, apenas para acompanhar Go. O torneio era extremamente violento e praticamente sem regras, com exceção do não uso de Foco ou Chi em nenhum golpe. Muitos lutadores terminavam lesionados e as arenas eram extremamente desconfortáveis, variando a todo momento. Go e Sagat subiram até às finais, mas apenas um dos dois poderia enfrentar o atual vencedor. Go lutou como pôde e até acertou um golpe muito forte no olho de Sagat, o mesmo que no futuro ele cobriria com um tapa-olho, cegando-o. Irado pelo golpe desonrado, Sagat atacou Go com todas suas forças deixando-o à beira da morte e vencendo o combate.

Tagas foi para o hospital cuidar de Go, junto de seu filho Dan Hibiki, enquanto que Sagat sagrava-se campeão contra Nuah Kahn, a quem venceu também, tornando-o o lutador mais forte do mundo até então. No hospital, Go perde a vida o que leva Dan e Tagas quererem se vingar. Tagas procura Sagat no seu retorno à Tailândia e reclama o desafio que ele tanto queria. Os dois lutam sob os olhos de Dan, esperançoso de que seu pai seria vingado, e ao que parece, isso poderia acontecer, já que Tagas era superior tecnicamente ao gigante caolho. No entanto, o estilo de Sagat era muito violento e usando de golpes focados não apenas em vencer mas em incapacitar seu oponente, ele consegue não apenas derrotar Tagas mas quebrar a sua perna de uma maneira irreversível, que o faria mancar para sempre e com isso abandonar o circuito de lutas. Nada mais poderia parar Sagat agora e tempos depois ele organizaria o primeiro torneio mundial Street Fighter, que Tagas disse para Kiet assistir (episódio 1).

Kiet diz que um novo Kumitê foi organizado por Sagat e que tanto Dan, que era discípulo de Go na época e depois foi estudar com Gouken (mestre de Ryu), quanto Kiet foram convidados. Sagat quer dar a eles a chance de provarem seu valor no torneio mais violento que se tem notícia e esse seria um ótimo aquecimento para o torneio de Bison, já que até agora eles lutaram sempre em torneios mais honrados e pouco letais. Kiet aceita o desafio e começa a se organizar para ir à Hong Kong.

A Caverna do Demônio

Na Índia, Dhalsim medita com Raj e lhe explica sobre a Caverna do Demônio. Um templo escavado na própria rocha, distante da cidade, onde ele poderia se preparar melhor para o maior desafio de sua vida: enfrentar Bison. Raj questiona Dhalsim porque ele acredita que seria o melhor oponente para o ditador, já que no time tem tantos lutadores promissores como Edu, Kiet e o próprio Korlov. Dhalsim diz que as respostas estariam na caverna.

Raj viaja até a famigerada caverna com seu mestre, que não entra com ele, decidindo ficar do lado de fora. Lá dentro, Raj vê uma bela construção artesanal, mais antiga que seu mestre ou a vila onde moram. Uma fumaça cobre o chão, sem que possa ver seus passos é uma luz bruxuleante parece existir ao fundo da caverna, que vai ficando mais escura conforme ele avança e se afasta da entrada. De repente, tudo escurece. Raj sente um Chi muito maligno ao seu redor, até que se vê na presença de M. Bison.

Só de olhar para o ditador faz com que Raj perca toda sua força de vontade. Ele tenta golpeá-lo, mas suas bolas de fogo parecem não surtir efeito. Bison arremete contra ele com um golpe voador giratório envolvido em Chi negro que o surpeende e quase o derruba instantaneamente. Ainda em chamas, Raj tenta revidar mas ao fitar novamente os olhos do ditador, tem sua mete invadida e seu corpo paralisado. O ditador é forte fisicamente, mas Raj percebe que o maior desafio será superar a sua poderosa mente e por isso que ele deveria enfrentá-lo, pois é o único que conseguiria, com mais treino, resistir a esses golpes. Bison avança e finaliza Raj, que cai desacordado.

Ele acorda mais tarde em sua casa, graças a Dhalsim que carregou-o de volta após o treino na caverna. Ele precisará treinar mais, muito mais, e precisa contar com a ajuda de seus amigos.

Rumo ao Kumitê

No Brasil, Edu está brigado com Christie desde o que aconteceu em Barcelona (episódio 20), mesmo que ela não tenha tido culpa de ter sido enfeitiçada por Vega, como alega. Ele tem passado os últimos dias dedicado a ensinar Capoeira para os jovens da fundação, visto que perderam recentemente o último torneio junior para o Cobra Kincaid. No entanto, mestre Monteiro discorda dessa atitude.

Para o velho mestre, Edu deveria estar treinando mais pesado do que nunca para o torneio de Bison, ao invés de estar lutando com crianças. Então Edu decide partir, até mesmo para dar um tempo de sua esposa. Como sempre, Ayrton dá um sábio conselho para seu pai: “cole papai, cole!”.

O Dream Team se reúne novamente e Kiet conta sobre sua ida para o Kumitê. Eles decidem ir junto, mesmo com Raj e Dhalsim entendendo que não faz sentido participarem de um torneio da divisão Tradicional. No entanto, acreditam que como Sagat estará lá, possivelmente teria a presença de outros membros da Shadaloo e talvez até Aka Zhan. Eles pegam o jatinho da sra. Kumari e viajam para Hong Kong, rumo a Kowloon, o distrito proibido onde o torneio acontece.

Bem vindos à Kowloon

Kowloon é o lugar mais deplorável que já visitaram, pior até mesmo do que Metro City quando a Mad Gear estava no controle ainda (episódio 17). Prédios destruídos por terremotos e incêndios, que nunca foram restaurados. Mais moradores de rua do que nos prédios, dado o perigo de residir neles. Tráfico de drogas e prostituição por todo lado e muitas gangues praticando violência como se fosse esporte, apenas para manter o controle dos locais pelo medo.

Tagas lembra vagamente do caminho por dentro de Kowloon, mas logo percebem que não podem confiar na memória do sensei tailandês quando entram no território dos Hockers após Kiet trombar com alguns locais que os seguiam: uma gangue local de patinadores com máscaras e tacos, no melhor estilo Jason. Dhalsim e Tagas decidem não intervir na luta, deixando apenas os 4 jovens, já que esse combate poderia servir como aquecimento para o Kumitê. E eles estavam certos. Apesar de sofrerem algumas lesões leves com os discos de hockey sendo arremessados contra eles, conseguem derrubar os valentões e acham novamente o caminho para o torneio.

A caminho de lá, eles encontra outros dois lutadores: Frank Dux e Ray Jackson. Dois americanos que também vão participar. Ray é grande e gordo, com cabelos crespos e barbudos. Muito amistoso, logo cumprimenta e faz amizade com o pessoal. Já Dux é um belo americano de ascendência européia, muito em forma e muito arrogante também, logo arranjando treta com Edu, criando uma certa rivalidade.

Prova de Força

Chegando no torneio, como somente Kiet tinha convite, Korlov e Edu precisam provar sua força para serem admitidos. Por todo lado juízes observam proezas de força física acontecendo e é oferecida a chance dos dois entrarem no torneio se quebrarem uma pilha de tijolos com um único golpe, o que eles fazem, com Korlov se recordando dos ensinamentos do seu mestre, há poucos dias.

Quando terminam as provas e são admitidos no torneio, eles ouvem gargalhadas. Um enorme lutador koreano os observava e achou muita graça de não terem conseguido quebrar todos tijolos. “Tijolos não batem de volta”, ele completa, e dá as costas com desdém. Ray comenta que aquele é Chong Li, um lutador formidável e um dos favoritos a enfrentar Sagat este ano.

Eles ficam sabendo que as lutas são individuais, mas que cada lutador pode ter um amigo como reserva, motivo pelo qual Ray e Dux estavam viajando juntos. Raj e Dhalsim já se afastam deles para ir à arquibancada assistir e investigar o local. Kiet e Korlov formam uma dupla e Edu fica sobrando, sem decidir o que fará. Eles acabam encontrando outros lutadores famosos por ali, como Liu Kang e seu irmão, Chow, Dan Hibiki (que veio vingar seu pai) e Sakura Kasugano, entre outros. Já Tagas fica de corner das duas duplas, para auxiliá-los no combate e evitar alguma tragédia como acontecera com Go.

O Kumitê começa!

As chaves são anunciadas em um grande painel na parede ao fundo. O ambiente é vasto e podem-se ver algumas arenas organizadas especialmente para até 4 combates, que ocorrem quase que simultaneamente nesta primeira etapa. Uma delas é uma poça de lama, outra uma jaula octogonal, uma parece ser um tronco sobre um fosso e a última e mais intrigante parece ser um half-pipe de skate. Os lutadores com conhecimentos de Arena começam já a fazer a análise de como lutar melhor em cada ambiente e até mesmo decidir quem da dupla vai lutar primeiro, sendo que as arenas são sorteadas em uma grande roleta.

E a primeira luta começa com a dupla Kang tendo de enfrentar o time de um homem só: Chong Li. Chow decide ir primeiro já que Liu deveria se guardar para as lutas mais avançadas, o que ele concorda, já que era mais forte. A arena é o poço de lama e Chow logo percebe que não conseguirá se movimentar direito e menos ainda usar seus golpes aéreos, o que Chong parece gostar já que é um lutador de contato mais próximo. O gongo soa e apesar da técnica de Chow ser apurada, seus golpes não causam ferimentos graves em Chong, que avança sobre ele e consegue subjugá-lo com muita facilidade, derrubando-o na lama várias vezes.

Edu grita para Liu interromper a luta, mas Chow o impede dizendo que ele deve terminar o combate que começou, pois eles estão treinando para uma missão muito mais importante que aquele torneio e que se ele não vencer, não estaria preparado e seria melhor morrer mesmo. Liu aceita a decisão do seu irmão que volta a tentar derrubar Chon sem sucesso, que finalmente atordoa e afoga seu oponente na lama enquanto que Liu grita e Edu fica horrorizado com a selvageria de Chong em matar alguém tão jovem de forma brutal e gratuita. Chong aponta para os dois que eles serão os próximos e a torcida delira.

Liu Kang diz para Edu substitui-lo no time Kang e corre com Chow nos braços para levá-lo a um hospital. Em outra arena, Ray Jackson sobe no ringue halp-pipe com Korlov. O russo começa em vantagem, mas logo Ray entende seu jogo e o funcionamento da arena, que valoriza golpes aéreos nas extremidades mais altas e começa a buscar uma virada contra o lutador. Essa virada quase acontece, mas a vitória fica com o urso vermelho. Na gaiola ao lado, Dan vence seu oponente e também avança com sua dupla, com o lutador desafiando Sagat publicamente. Enquanto a multidão grita histericamente, Raj e Dhalsim observam a figura do clérigo maligno que se aproxima próximo do gigante tailandês para assistir aos combates com ele. Seria hoje que teriam a sua vingança?

O Kumitê esquenta!

Na segunda rodada de lutas é a chance de Edu mostrar seu valor no time Kang, com ele enfrentando o marrento Frank Dux, a quem já queria dar umas bicudas há algum tempo. Frank entra na jaula octogonal cheio de marra e logo descobre que as grades são eletrificadas quando Edu o prensa em um canto e descarrega todo seu estresse dos últimos dias de briga com sua esposa e mestre, além da tensão do torneio iminente contra Bison. Frank não é páreo para o campeão do último torneio tailandês de artes marciais e perde sem ao menos conseguir acertar um golpe em cheio no brasileiro.

Em paralelo, Bruce Irvin, novo discípulo de Sagat, e Kiet, o discípulo de Tagas, se enfrentam na arena half-pipe, em uma das batalhas mais velozes que já se viu em virtude de ambos os lutadores se basearem em manobras aéreas e a batalha acontecer quase que completamente na zona alta da arena, com direito a muitas joelhadas e cotoveladas. Tagas orgulhoso no corner, vai conduzindo Kiet para uma vitória espetacular, mostrando que talvez Kiet já esteja preparado para enfrentar Sagat e talvez até Bison no fatídico torneio. Sagat cumprimenta pessoalmente Kiet pela vitória e a despeito de ver que Tagas está presente, o convida para ser seu novo discípulo. Tagas diz que Kiet é livre para tomar a decisão que quiser a respeito de quem é melhor para ser seu mestre, mas o jovem não decepciona e recusa a oferta do campeão do Kumitê, continuando sob tutela do “jaguar manco” como Sagat cita.

Com o término dessa segunda fase, Aka Zahn deixa as arenas e a dupla de monges indianos o segue furtivamente. Aos fundos do complexo de arenas existe uma saída para o mar e um pequeno porto. O clérigo está acompanhado de alguns guardas armados e entra em uma lancha, com os heróis permitindo que ele fuja e deixando sua vingança para o dia seguinte. Ao retornarem para o interior do complexo, Raj e Edu vêem Kiet terminando a conversa com Sagat e desconfiam de seu colega novamente, estaria ele entregando informações do Dream Team para os inimigos?  Nas demais chaves, time Hibiki avança com Sakura vencendo seu combate. É noite em Kowloon.

Noite conturbada

Frank e Edu se desentendem na saída do torneio começam uma briga fora da arena, com Edu derrubando Frank e Ray tendo de intervir para tentar separá-los. Enfim cada um toma seu rumo e Liu Kang parte pois terá de enterrar seu irmão que faleceu poucas horas depois do combate, em decorrência dos ferimentos, deixando Edu muito abalado. O time Kang agora está nas mãos de Edu, o que a organização do torneio não se opõe, dada a fatalidade que ocorrera.

À noite eles acham um cortiço para dormir. Em um quarto, Edu, Raj e Dhalsim, meditam e depois dormem. No outro quarto, Tagas diz que vai dar um telefonema para ver como Kieta está, deixando Korlov e Kiet sozinhos. Korlov dorme e Kiet vai atrás de seu mestre que não voltou mais, acordando o russo para ajudá-lo.

Nas ruas de Kowloon, eles seguem rastros enquanto percebem que estão sendo seguidos também. Ao encontrarem um papel com o número de telefone de Kieta, amassado no chão, eles entram em um prédio semi-destruído chamando por Tagas, quando onde ouvem a voz do mestre berrando para não virem pois é uma armadilha. No que sobrou do terraço do prédio, onde metade se tornou um precipício, eles encontram Tagas espancado por dois lutadores em trajes de Kung Fu, enquanto outro, aparentemente seu líder, observa e os espera. Eles são do clã Dragão Voador, e seu líder fora humilhado por Tagas na juventude, quando esteve em Kowloon a primeira vez.

Esse clã é mais uma das gangues locais que dividem Kowloon e aterrorizam os pobres habitantes. Kiet e Korlov partem para cima deles e percebem que Tagas fora derrotado em virtude da desvantagem numérica que se encontrava, já que não são grandes lutadores. Ou melhor, não são tão bons quanto os que eles estão acostumados a enfrentar nos torneios, tendo seus movimentos fortemente baseados em combos de time usando ataques aéreos, uma estratégia que até funciona na primeira vez que usam mas que logo é sobrepujada pela dupla já veterana em brigas de rua. Juntos eles resgatam Tagas e voltam para o cortiço descansar.

Decidindo a Final

Na manhã seguinte eles vão pro bar do complexo de arenas comer antes do torneio. É um lugar sujo, que certamente não possui alvará sanitário. Lá eles reencontram alguns lutadores do torneio como Dan e Sakura, e todos reclamam juntos da sujeira do lugar e comida ruim. Chong Li chega ao local também e começa a maltratar os funcionários pelos mesmos motivos, o que eles decidem não se intrometer já que o coreano estava com certa razão.

Logo chega Sagat e para surpresa de todos o tratamento muda, com o campeão do Kumitê sendo convidado a comer comidas especiais em uma área particular nos fundos do bar. Dan quer ir atrás de Sagat para adiantar sua vingança mas os outros lutadores o impedem, sabendo que ele não tem chances. Poucos depois, todos estão novamente nas arenas do Kumitê, para decidir quem vai para a luta final com Sagat.

O sorteio define Korlov contra Sakura na arena Half Pipe. Sakura é uma jovem prodígio e Kiet teme que a velocidade dela torne os ataques de Korlov ineficientes, ficando em seu corner para orientá-lo já que Tagas não está muito bem ainda, em decorrência da noite passada. O estilo da jovem lembra o de Ryu, embora muito imperfeito e mais fraco, mas ao mesmo tempo mais veloz que o guerreiro mundial. Com a zona alta da arena favorecendo ainda mais os lutadores rápidos, Sakura brinca com Korlov atacando-o e buscando distância, para impedir que o russo mantenha o combate próximo. Incapaz de antever os movimentos da japonesa, Korlov tem poucas chances de conseguir agarrá-la, chances estas que ele não consegue aproveitar com sucesso e acaba sendo derrotado com certa facilidade, para desespero de Kiet, que vê sua chance de enfrentar Sagat, um dos generais de Bison, seriamente comprometida.

Na outra arena, a jaula, Edu enfrenta Chong Li. Edu detesta esse tipo de arena apertada, onde ele não consegue usar todo seu gingado de Capoeira, mas esta batalha tem algo maior em jogo: a vingança pela morte de Chow Kang. Assim, Edu mantém o jogo em movimento, mesmo que circulando o espaço diminuto, mas o suficiente para evitar que o gigante coreano conseguisse emplacar seus melhores golpes. Era Liu que deveria estar ali enfrentando Chong, mas com sua ausência pelo luto, Edu não faz feio e domina toda a luta, fazendo com que Chong comece a se desesperar a ponto de tentar usar táticas sujas como golpear suas orelhas e furar seus olhos, sem sucesso já que Edu sabia que ele era um lutador sujo. Edu sai da luta com poucos arranhões e mesmo com a platéia pedindo que ele execute Chong, ele ignora seus apelos e sai da luta como vencedor e o oponente de Dan Hibiki na próxima chave que decidirá a dupla vencedora que vai enfrentar Sagat.

Aka Zahn deixa o complexo antes da última luta terminar mas isso não surpreende Raj e Dhalsim, que já estavam a postos no porto, escondidos em contâiners navais. Logo o clérigo passa com seus guardas por eles que os atacam pelas costas. Raj aproveita a formação dos três e lança um Yoga Flame em todos, enquanto que Dhalsim desse sobre um deles com uma cabeçada aérea. Percebendo a emboscada e vendo que o risco maior era Raj, Zahn fita o jovem fortemente nos olhos e drena toda sua Força de Vontade, impedindo que ele lute com todo seu potencial, assim como a ilusão de Bison fizera na Caverna do Demônio, dias antes. Mas agora Raj estava mais preparado e não se deixa abalar, derrubando um dos guardas com um Repeating Fireball enquanto Dhalsim derruba outro com um agarrão seguido de socos na cabeça. Aka dá alguns passos para trás e tenta controlar Raj mentalmente agora que sua vontade está fraca, mas mesmo assim o indiano ainda resiste, seu treinamento realmente parece ter surtido efeito. Dhalsim agarra o clérigo para que Raj possa finalizá-lo, mas falha no apresamento e o clérigo foge se teleportando.

Enquanto isso, dentro da arena a chave time Kang x time Hibiki é anunciada e a arena de lama é sorteada. Dan conta para Edu a sua história e como precisa vingar seu pai, tentando convencê-lo a abandonar o combate, “para seu próprio bem”. No entanto, Edu opta por seguir com a luta pois não seria honrado desistir agora, até porque o time Kang estava dependendo apenas dele. Logo a luta começa e Dan não tem nem chances contra Edu, que rapidamente o derrota adaptando seu estilo para lutar com menos saltos e golpes mais fortes. Dan cai na lama gritando pelo seu pai e sua vingança, até cair desacordado e Edu garantir que ele não se afogue, retirando-o do local. Todos ovacionam Edu, que é nomeado o vencedor da noite. Sagat desce e o cumprimenta, lembrando dele do torneio da Tailândia e prometendo a todos espectadores uma grande luta para o dia seguinte.

Terão Raj e Dhalsim outra oportunidade de se vingarem de Aka Zahn no dia seguinte? Raj conseguirá mostrar a superioridade do Muay Thai de Tagas contra Sagat? Conseguirá o Dream Team se preparar para o torneio em 14 dias?

Isso somente no próximo episódio!

Crônica 2023 – Episódio 20: El Toreador

Episódio 19 aqui.

Edu e sua irmã Pamela decidem voltar para o Brasil e questionam Mike Haggar se Cody poderia ser libertado para ir com eles, o que o prefeito nega por causa dos crimes pregressos do lutador de rua, mas que iria avaliar a situação. Edu então decide ir até a prisão ver como ele está, mas ao chegar lá descobre que ele fugiu. Ainda assim, eles mantém seus planos e se despedem dos EUA, com Pamela e Kyle sendo deportados pois estavam ilegais por lá. Chegando no Brasil, Edu se reencontra com sua família e descobre que seu mestre está em depressão, já que além do problema com as pernas, a Fundação Monteiro perdeu o último campeonato regional de Capoeira para a academia Cobra Kincaid, tendo sido humilhados inclusive. Não apenas isso, mas o morro anda estranho ultimamente…

Pessoas estranhas são vistas no morro, armadas e Edu teme que tenha a ver com a ameaça de Bison. Ele sobe até o topo para ter com Dendê e encontra Denzil por lá também. Após uma troca de farpas tradicional entre os dois, com Denzil na vantagem pela vitória recente de seus alunos, Edu fica sabendo do playboy que de fato Bison mandou tropas para o morro, mas que tudo está em paz, ao menos por enquanto. Mais tarde, enquanto passeiam no shopping com seu filho, Edu e Christie conversam sobre a possibilidade de tirarem umas férias. Para sua surpresa, mais tarde recebe uma correspondência da Interpol o convidando para uma solenidade em Barcelona, na Espanha, onde ele será condecorado pelas suas ações anti-terroristas ao redor do mundo. Christie prepara as malas radiante, eles partem no dia seguinte, deixando Ayrton com seus avós.

Kiet chega na Tailândia onde encontra um clima de apreensão na região, sem entender o porquê. Sua mãe explica que soldados misteriosos andam rodando a região e Kiet entende que devem ser da Shadaloo, para garantir que participem do torneio em algumas semanas. Mais tarde, treina com Tagas e recebe uma ligação da sede da Interpol na Espanha, convidando-o para uma premiação ou algo assim e que todo seu time estaria lá, então ele decide partir, levando Tagas e Kieta junto, para passearem.

Raj chega na Índia e encontra sua mansão ainda maior do que se lembrava. O contraste da realidade atual da sua família com a anterior começa a causar estranheza pela primeira vez em Raj, principalmente pelo fato de que não é reconhecido na entrada de sua própria casa. Sua mãe, agora uma ocupada mulher de negócios, tem trabalhado bastante e lidado com cada vez mais dinheiro em uma ascensão meteórica em apenas 2 anos, o que alegra mas ao mesmo tempo preocupa Raj. Será que foi tudo por mérito dela e de seu investimento inicial? Ou teria alguma coisa oculta nesse sucesso todo?

Raj recebe a correspondência da Interpol também e convida sua mãe para ir com ele na premiação. Ela reluta um pouco mas decide ir, já que não viaja desde a lua de mel com o falecido pai de Raj, quando farofaram no Ganges. Mais tarde, naquele mesmo dia, ela recebe a presença misteriosa de um investidor de suas empresas, o que traz uma sensação muito ruim em Raj, a mesma que sentira quando conheceu Aka Zahn no passado. Isso o preocupa e ele vai treinar com seu mestre Dhalsim antes da viagem, para espairecer. Seus treinos tem mudado ultimamente, da mente para o corpo, a fim de se tornar um guerreiro mais completo.

Korlov chega na Rússia e é recebido no aeroporto por seu novo Empresário, Karkarof, que o leva até o galpão que funciona como sua residência, como centro de distribuição da sua marca de vodka e também como sua arena e dojô de treinos. Ele não encontra seu mestre por lá, que deve ter saído em missão, então tira o dia para descansar da viagem e cuidar dos negócios, que estão prosperando bastante. Nas correspondências, encontra o convite da Interpol e decide partir no dia seguinte, entendendo que essa premiação pode ajudar na divulgação de sua marca e aumentar seus lucros, inclusive levando consigo alguns fardos para a viagem.

Bienvenidos a Barcelona!

Raj e sua mãe vão em um jatinho alugado com alguns criados e muitas malas. Sra. Kumari mudou muito e se um dia foi pobre, não se lembra mais, tendo inclusive passado por procedimentos estéticos e estando mais jovem que antes. Como os demais membros do Dream Team vão em vôos comuns, acabam não chegando juntos no aeroporto, aliás, chegam primeiro.

Ao chegarem no aeroporto, um jovem tailandês com uma placa escrita “Dream Team” lhes aguarda. Ele se apresenta como delegado Soon, da divisão tailandesa da Interpol e lhes dá as boas vindas à Barcelona. Soon foi um dos responsáveis pelo estudo que apurou as ações anti-terroristas do grupo e que culminou na premiação que vão receber esta noite. Ele é bem jovem para já ser um delegado e talvez por isso esteja tão animado em conhecer o grupo e lhes ajudar com sua ida até o hotel Hilton Barcelona, onde ficarão hospedados, tudo por conta da Interpol.

Quando eles estão entrando no hotel vêem chegar uma limusine muito chique e ficam esperando para ver quem é o figurão que vai descer dela, ficando surpresos ao verem que é Raj, sua mãe e vários criados. Eles se reúnem e entram no hotel, para largar as malas.

Como a premiação será apenas à noite, eles tiram a tarde para passear. As mulheres estão muito animadas com a ideia de ver uma tourada e ficam sabendo que o maior toureiro da Espanha, Fábio La Cerda, estará se apresentando hoje, então todos se arrumam e vão para a Plaza de Toros Monumental, a maior arena de touradas de Barcelona, onde um show de flamenco os recebe antes do espetáculo principal.

Graças ao dinheiro da sra. Kumari, eles ficam em um luxuoso camarote, bem de frente para a arena. Esse camarote não é exclusivo para eles, conhecendo lá um diplomata da Onu chamado Antonio Barrachi. Barrachi estará também na premiação e é responsável atualmente pelas relações diplomáticas com a ilha de Mriganka, na costa tailandesa, recentemente adquirida por Bison que quer torná-la um país independente para garantir imunidade diplomática e mecanismos legais para não poder ser preso, deportado, etc. A missão de Barrachi é justamente encontrar meios legais para impedir isso, tendo recentemente se reunido com Bison, informação que ele conta aos heróis já que eles também já estiveram na presença do mesmo e podem contribuir com informações.

Mas logo a conversa deles é interrompida pois o show principal vai começar. As dançarinas abrem espaço e vão saindo da arena enquanto o touro enfurecido é solto, mas mantido sob controle por alguns profissionais. O toureiro é anunciado no alto falante e a multidão vai ao delírio, uma vez que Fábio La Cerda é uma estrela famosa na região. Mas onde estaria ele?

Do alto do mastro de uma bandeira no ponto mais alto da arena, perfeitamente equilibrado é possível ver a sombra de um homem com o sol nas suas costas. Todos apontam para lá e ficam em êxtase quando em um grande salto ele chega na arena, caindo finamente em pé, em pose de reverência ao público como se tivesse apenas descido um degrau de escada ao invés de vários metros de altura. As palmas enchem a arena e praticamente todas as mulheres presentes ficam delirantes com a sua enorme beleza: um homem jovem, com uma longa trança castanho clara, feições delicadas e porte atlético. Trajado em uma roupa de toureiro, com um rapier na cintura e uma capa vermelha sobre o ombro.

Fábio cumprimenta a todos na platéia enquanto caminha brevemente até que avista Christie no camarote bem à sua frente. Edu percebe que sua esposa ficou corada e isso o incomoda. De um bolso no seu casaco, o galante toureiro retira uma rosa e dá na mão da bela morena, que fica toda sem jeito. Todos aplaudem, exceto Edu que consente que ela pegue a rosa mas fica encarando o toureiro que nem olha pra ele, só tem olhos para Christie. Ao se virar para o touro, Fábio La Cerda avisa a todos que o show de hoje será dedicado a esta bela jovem.

E o espetáculo começa, com o touro investindo contra ele, que facilmente se desvia com saltos, piruetas até começar a fazer jorrar sangue com os golpes de rapier. Fábio se delicia com isso, mostrando ter prazer com o sangue sendo derramado do animal inocente, finalizando-o com o rapier cravado em sua jugular. A platéia vai ao delírio, embora o Dream Team e seus acompanhantes fiquem desconfortáveis aplaudindo tal situação.

Para finalizar a apresentação, La Cerda quer entregar um presente à Christie: ele corta uma orelha do touro abatido e leva ela, ainda escorrendo sangue, até o camarote, mas a moça não aceita. O toureiro não se deixa abalar e vira para a torcida, mostrando a prova da sua vitória. Todos vão ao delírio e o show acaba. Barrachi se despede do grupo e diz que verá a todos novamente na solenidade à noite.

A Medalha do Mérito

O grupo descansa e à noite eles vão para a solenidade, na matriz global da Interpol em Barcelona. Eles chegam todos finamente trajados em uma limusine, cortesia da sra. Kumari. Korlov fez questão de usar um terno vermelho e de carregar consigo uma garrafa da sua vodka, para fazer propaganda na noite de gala. Um mestre de cerimônias os está esperando na entrada do prédio e os acompanha até sua mesa.

O salão de festas está lotado mas os heróis conseguem reconhecer algumas pessoas como Antonio Barrachi, o diplomata da Onu; Soon, o delegado tailandês da Interpol; Guile, Chun Li e Eagle e, em uma mesa mais distante, alguém que lhes chama a atenção: a jovem loira que viram lutar pela Shadaloo na China, chamada Killer Bee. Seria ela a agente dupla que está entregando as atividades da Interpol para a Shadaloo? Ou seria o diplomata Barrachi? Ou ainda o chefe deles?

Barrachi abre as falas da noite explicando como andam as tratativas da ONU em relação a Ilha de Mriganka. Existe a suspeita que Bison tenha invadido a ilha e escravizado os nativos, o que seria uma clara violação aos Direitos Humanos, mesmo tendo ele comprado a mesma do governo tailandês. O diplomata teria se encontrado com Bison recentemente mas não teve autorização do mesmo ainda para visitar a referida ilha, o que ele pretende fazer em breve para incluir no seu relatório e quiçá conseguir maioria junto às Nações Unidas para negar o reconhecimento da ilha como um país independente, já que isso daria enormes poderes diplomáticos ao vilão.

Após as falas de Barrachi, quem sobe ao palco é Barlock, secretário-geral da Interpol, ou seja, o big boss. Um britânico alto, barrigudo, de feições severas e cabelos castanhos. Todos o cumprimentam quando ele sobe ao palco, em extremo respeito pela sua posição. Ele explica em sua fala que o combate ao terrorismo é o principal foco dos esforços e recursos da Interpol no momento e que a organização Shadaloo tem se mostrado seu maior inimigo nessa missão, estando relacionado direta ou indiretamente a dezenas de outros grupos menores espalhados pelo mundo. Por causa disso, a premiação da Medalha do Mérito justamente foi baseada em agentes oficiais e honorários que foram peças fundamentais para ajudar a organização a desmantelar alguns desses grupos. Para fazer a premiação, ele chama o delegado Soon, responsável por fazer o levantamento das indicações e informações dos indicados.

Soon sobe ao palco e explica que após uma extensa investigação das atividades dos grupos terroristas e criminosos eliminados nos últimos dois anos, oficiais de renome dentro da Interpol lhe indicaram nomes e evidências de quem deveriam receber a medalha. Ao palco são chamados alguns presentes na cerimônia, dentre eles o Dream Team completo, alguns oficiais da Interpol menos conhecidos e a jovem loira que eles conhecem como Killer Bee, mas que aqui foi citada como Cammy White, membro do MI6, divisão secreta de espionagem britânica que teria no último ano atuado contra atividades ligadas à Shadaloo na Europa, junto ao seu grupo Delta Red. A jovem parece não reconhecer o Dream Team e os cumprimenta alegremente quando sobe ao palco com eles para receber a medalha. Estaria ela fingindo? Ou não seria a mesma pessoa?

Mas a estrela da noite é o Dream Team. Eles receberam indicações de Guile, Chun Li, Eagle, Lei Wulong e, mais recentemente, de Lucia Morgan, por suas atividades na extinção das atividades de Heihachi Mishima no Japão, Simon Greedwell na Tailândia e Craig Marduk no Brasil. Relatórios de inteligência da Interpol foram levantados minuciosamente sobre estes episódios e o envolvimento dos lutadores nas operações de encerramento destes importantes cartéis. Isso inclusive impressiona o grupo já que eles mesmo não sabiam de todas as conexões à época e se a Interpol realmente tem um agente duplo, isso explicaria Bison saber tudo sobre eles e tê-los colocados na lista negra a ser eliminada no próximo torneio.

Mas isso não importa neste momento, eles recebem as medalhas (Korlov fica o tempo todo mostrando sua garrafa nas fotos) e os aplausos, principalmente de sua família e amigos. Ao término da cerimônia, Guile e Chun Li se despedem e vão embora devido a outros compromissos, sairão de Barcelona ainda esta noite. Já os heróis, estes vão para o hotel, dormir.

O Sonho de Christie

Os casais dormem (incluindo Raj e sua mãe) em quartos privativos no hotel, enquanto Kiet e Korlov dividem um quarto. Christie e Edu estão um pouco distantes por causa do episódio nas touradas. Christie vai pra cama mais cedo e Edu decide ir tomar um banho para espairecer, não sem antes fechar a janela do apartamento e ligar o ar condicionado para refrescar o quarto. Edu não consegue tirar aquela cena com o toureiro da cabeça, estaria Christie interessada no espanhol?

Após o banho, Edu vai se deitar mas para sua surpresa encontra a janela do quarto aberta. Ele questiona se foi Christie que abriu e a moça acorda meio zonza, perguntando porque Edu a beijou enquanto dormia. O capoeirista acha estranha aquela situação e vai olhar na janela. Eles estão vários andares ao alto, não teria como alguém ter entrado por ali, mas ao longe, Edu parece ver um vulto de alguém se movimentando pelos telhados. Seria o invasor? Já Christie fica sem entender o que aconteceu, pensativa, mencionando que teve um sonho muito estranho…mas logo os dois voltam a dormir, sem se falar.

Na manhã seguinte, o grupo se reúne no restaurante do hotel para tomar o café da manhã. Seus planos são de voltar hoje à noite para suas respectivas casas, com exceção da sra. Kumari que combinou com Kieta de conhecer a casa nova dela, já que a magnata também tem negócios a tratar na Tailândia com um de seus investidores. Kiet, mais próximo de Christie, percebe que ela está estranha, apenas mexendo seu café e olhando pro vazio, sem se alimentar, e julga que talvez ela e Edu tenham tido uma nova briga.

Conversa vai, conversa vem, um funcionário do hotel se aproxima da mesa deles e depois de confirmar que eles são o Dream Team, entrega um bonito convite escrito à mão, onde o grupo todo é convidado para um baile de máscaras no Castelo Maria Isabel, mais especificamente em um restaurante existente no castelo, o El Toreador. O grupo se anima com a notícia, já fazendo planos de remarcar seu vôo de volta, mas é Edu quem nota que o autor do convite não é outro senão Fábio La Cerda e logo tenta fazer mudá-los de ideia, principalmente quando Christie sussurra um “Fábio…” enquanto coloca as mãos nos lábios, provavelmente lembrando-se do sonho da noite passada.

No entanto, Edu é voto vencido e o Dream Team vai passar mais uma noite em Barcelona, fechando as férias com um jantar de gala. As damas deixam a mesa para se arrumarem e irem às compras, pois querem vestidos novos, enquanto que os cavalheiros vão para a academia do hotel treinar.

À tarde, eles decidem sair pela cidade para conhecer a região e procurar um bar para beber. Em certo momento, uma gritaria começa e logo eles avistam um motivo, alguns touros fugiram e estão soltos pela cidade, machucando pedestres que correm de medo. No entanto, a situação piora quando uma criança cai no chão e um touro se prepara para investir contra ele, os heróis tem de agir.

Korlov corre para cima do touro para derrubá-lo, enquanto Kiet corre para salvar a criança, Raj se prepara como apoio e Edu observa mais ao longe, tentando entender a situação e como aqueles touros vieram parar ali. Com um rápido Suplex, Korlov consegue impedir que o touro acerte a criança e chama a sua atenção. Kiet aproveita a distração para tirar o menino dali em segurança, deixando a rua para o combate entre o urso russo e o touro espanhol. O touro avança novamente e Korlov consegue defender-se do ataque segurando-o pelos chifres, para na sequência aplicar um Head Bite no touro, arrancando-lhe a orelha e fazendo-o cair nocauteado.

Edu percebe algo estranho: mais ao longe, no alto da torre de uma igreja, um vulto os observa. Olhando mais atentamente, parece ser Fábio La Cerda, na mesma posição que vira na sua entrada do show. O toureiro observa a situação, como se estivesse analisando a forma de agir do grupo, suas habilidades…teria ele sido o responsável pela fuga dos animais? Infelizmente dada a distância e também porque o toureiro logo parte sobre os telhados sem ninguém mais vê-lo, Edu não pôde investigar mais.

Eles passam o resto da tarde bebendo em um bar local onde conhecem El Apostador, a versão espanhol do Apostador que já estão acostumados que troca um pouco de assunto com eles, mas nada demais.

O Jantar Misterioso

À noite, todos se arrumam em trajes de gala e pegam as máscaras que a sra. Kumari comprou para eles. Raj com máscara de elefante, em homenagem a Ganesh, a sra. Kumari com um tigre de bengala, Kiet com um Jaguar, Tagas e Kieta como um casal de babuínos, Korlov obviamente como um urso e Christie como uma coelha. Para Edu ela trouxe duas, uma de um touro, dizendo que o vendedor alegou ser a máscara que mais vende em Barcelona, e outra de mico leão dourado, espécie nativa do Brasil. Edu pega a de macaco, achando a outra uma piada de mau gosto do acaso.

De limusine eles rumam para uma península, próxima a um desfiladeiro, onde o castelo Maria Isabel pode ser visto em toda sua beleza. O castelo está finamente decorado e um tapete vermelho lhes dá as boas vindas. Um mestre de cerimônias os acompanha algumas escadarias abaixo da recepção, uma vez que o restaurante temático fica nas antigas masmorras do castelo. As mulheres acham tudo muito lindo e elegante, mas alguns lutadores ficam um pouco apreensivos de estarem possivelmente caindo em uma armadilha, principalmente quando percebem que algumas grades estão sendo fechadas atrás deles após passarem.

Edu tenta memorizar o caminho de volta, já que o castelo parece ser na verdade um labirinto, mas logo é distraído pelo comportamento de Christie, que tomou a frente do grupo e caminha como se conhecesse a rota exata até o restaurante, mesmo nunca tendo estado ali, como que hipnotizada, sem piscar. A luz bruxuleante de arandelas nas paredes só torna a situação ainda mais desconfortante, até que finalmente chegam em um arco de pedra que serve de entrada ao restaurante.

Lá dentro, uma banda faz uma apresentação ao vivo de música flamenca, com uma dançarina se apresentando. Diversas mesas, em um cenário à meia luz, podem ser vistas com muita gente fina comendo e bebendo, todos de máscaras, o que não permite reconhecer ninguém. Apesar da música e de estarem em um restaurante chique, todos parecem sérios, com um ar esnobe, como se não estivessem ali apenas pela bebida e comida, mas sim aguardando por algo mais.

O grupo é levado até uma grande mesa redonda onde todos conseguem se sentar. Christie parece procurar alguém no imenso salão, correndo os olhos por todos presentes. Já Edu e os demais lutadores prestam mais atenção é em um palco no extremo oposto do salão, acessível através de um corredor entre as mesas. Seria uma arena de lutas? Porque teria uma arena no meio de um restaurante? Logo seus devaneios são interrompidos por garçons servindo um fino vinho e algumas entradas.

Kieta e sra. Kumari estão deslumbradas com o local, enquanto Christie segue hipnotizada, Tagas e Korlov se empanturram…mas é Kiet, Edu e Raj que estão atentos ao redor. Quando as luzes se apagam, Edu teme pelo pior e segura Christie pelo braço com medo que a moça suma, mas logo um holofote forte se acende sobre o palco e do teto começa a descer em uma corda um lutador. Ele lembra muito fisicamente o toureiro que haviam visto no dia anterior, mas está de torso nu onde uma grande serpente tatuada pode ser vista. Ainda usa as calças de toureiro, mas seu rosto está coberto por uma máscara diabólica, sob a qual somente seus olhos ficam à mostra. A banda pára, e um microfone é dado ao anfitrião que se apresenta como Vega, a atração principal da noite.

Ele gentilmente cumprimenta a todos e diz que o show principal da noite vai começar, desta vez com convidados especiais. Nisso, outro holofote se acende bem em direção à mesa do grupo, ao que tudo indica, uma armação para fazê-los lutar. Kieta e a sra. Kumari se preocupam pois não tinham interesse em assistir a um torneio de artes marciais, ainda mais se for algo sangrento como foi a tourada do dia anterior. Edu inclusive argumenta que não está trajado para lutar, mas Christie parece não estar sequer ouvindo-o, só tem olhos para o ninja espanhol. Já os demais clientes do restaurante aplaudem animados, parece que não é exatamente uma surpresa para elas o que está prestes a acontecer.

Vega desafia quem teria a coragem de enfrentar um de seus discípulos em um combate amistoso e Kiet, olhando confiante para Tagas, é quem se levanta, tira parte de sua roupa de gala e partindo para a arena através do corredor entre as mesas, subindo no palco quase ao mesmo tempo que um ninja em trajes espalhafatosos. Vega anuncia Jonin Matador e um assistente oferece um conjunto de armas aos dois, com Kiet recusando e seu oponente pegando um par de kunais, com as quais ele começa uma exibição. Elas parecem bem afiadas e a noite promete ser decorada em vermelho.

Duelos Sangrentos

Ao contrário do que a platéia poderia imaginar, Kiet parte com tudo que tem para cima do seu oponente, desferindo um rápido e poderoso Tiger Knee, que o derruba imediatamente. O lutador se levanta rapidamente e até mesmo consegue desferir um ataque contra Kiet, que o pega de raspão, para logo em seguida ser imobilizado em um Knee Basher que o tonteiam com o impacto das joelhadas. Kiet solta seu oponente e se reposiciona enquanto ele se recupera, para em seguida finalizá-lo com mais dois golpes rápidos de Muay Thai. Dream Team 1, Vega Team 0.

Vega parabeniza Kiet e lança o próximo desafio: Alfonso Montoya, o Blade, quer uma revanche contra Korlov, que o vencera no torneio da Rússia há quase 2 anos atrás. Korlov aceita (embora nem se recorde do oponente), toma mais um trago e vai até lá enfrentá-lo. Ele ignora as armas oferecidas e Blade saca duas facas de combate, facas estas que usaria nos próximos minutos para desferir diversos cortes em Korlov que mal conseguia ver os movimentos do seu oponente, não permitindo inclusive que o russo se aproximasse o suficiente para imobilizá-lo. O russo cai perdendo muito sangue, para desespero do seu grupo que observava, com Kiet tendo de correr para removê-lo da arena antes que Blade o executasse, algo que Vega parecia não se importar nem um pouco. Dream Team 1, Vega Team 1.

Vega que estava tenso após o primeiro combate, agora se tranquiliza novamente, convidando outro lutador para a próxima luta contra a sua melhor discípula, Dulcinea. A jovem e bela morena é uma toureira além de exímia espadachim, inclusive se vestindo igual Vega o faz nas touradas. Ela saca sua rapier enquanto aguarda seu oponente que desta vez será Raj, o Dragão. Raj, assim como Kiet, decide não dar mole contra os ninjas espanhóis e parte pra cima dela com tudo que tem: suas bolas de fogo. Dulcinea levanta a guarda e consegue evitar maiores ferimentos, embora sua roupa fique severamente destruída pelas chamas, algo que não parece incomodá-la. Ela parte para cima de Raj com rápidos golpes de rapier que vão desenhando cortes cada vez maiores no indiano, que infelizmente acaba caindo também, assim como seu amigo russo e tem de ser acudido por Kiet, embora Dulcinea não parecesse ter intenção de matá-lo realmente. Dream Team 1, Vega Team 2.

Na última luta da noite, entre Vega e Edu, ficou com o brasileiro a responsabilidade de enfrentar o mais forte do time rival e buscar ao menos o empate no confronto. Não apenas isso, Christie parece enfeitiçada por aquele lutador e Vega descaradamente anuncia que aquele combate não será uma luta comum pela vitória, mas que o ganhador do mesmo levará também o coração da mais bela dama presente: Christie. Um holofote joga luz sobre ela e todos aplaudem o galante anfitrião e seu desafio romântico. Edu fica desconcertado e furioso pois Christie apenas tem olhos para o mascarado, então decide acabar com aquilo de uma vez e se levanta para enfrentá-lo.

Edu dispensa as armas assim como seus colegas, mas opta por colocar seu walkman a fim de se concentrar melhor no seu estilo, enquanto que Vega veste uma luva em sua mão esquerda com três garras afiadíssimas. Para a surpresa de todos, do teto começam a descer grades que formam uma jaula ao redor dos lutadores, impedindo que desta vez Kiet consiga salvar seu amigo caso ele caia na arena.

Vega estende sua mão direita para Edu cumprimentá-lo, que retribui o aperto de mão o mais forte que pode. Para sua surpresa, Vega crava as garras em seu próprio antebraço e depois faz o mesmo em Edu, juntando os ferimentos e dizendo que agora são irmãos de sangue, lutado pelo amor de uma donzela. A platéia aplaude animada e Edu fica ainda mais furioso com todo aquele papelão a que está sendo submetido, já que é casado com a tal donzela que ele quer roubar.

Amor e Sangue

A batalha final começa, com Vega se mostrando o lutador mais rápido e dinâmico que Edu já enfrentara. Completamente o oposto dos brutamontes com quem lutou em Metro City recentemente, Vega sempre consegue agir antes dele e se movimenta por toda arena como se não pesasse nada. Edu, que tradicionalmente lutava se movimentando bastante se sentiu como um poste que não sabia para onde ir a fim de evitar os cortes das garras de Vega teimavam em acertá-lo onde quer que fosse. Para sua sorte, o espanhol parecia estar procurando se divertir no combate e os cortes eram superficiais. No entanto, a cada corte, a platéia aplaudia e Christie parecia não se importar nenhum um pouco com o derramamento de sangue de seu marido.

Edu decide mudar a postura e parte para cima de Vega com o Roundhouse mais forte que tinha, sem causar grandes danos uma vez que Vega consegue defender-se tão rápido quanto ataca. Vega, por outro lado, aproveitando-se da guarda baixa de Edu investe contra ele em um Tumbling Attack lhe causando ferimentos que começa a afetar o desempenho de Edu no combate. Não satisfeito, Vega tenta derrubar Edu no chão com um Suplex, para finalizá-lo, mas Edu não permite e consegue se desvencilhar com um Backflip, embora ainda encurralado em um canto da jaula. A parte boa é que nessa posição, Vega não conseguiria usar outra sequência de golpes nele por falta de espaço, então é sua chance de armar um contra ataque.

Após outra tentativa de acertá-lo em cheio com suas garras, Edu bloqueia e contra ataca com sua própria versão do Tumbling Attack, com muitas piruetas e chutes rodados, levando Vega até o outro lado a arena e atordoando-o no processo. Mas Edu deixa o oponente se recobrar enquanto se concentra, energizando-se para os próximos ataques. Vega, ao recobrar a consciência fica furioso e embora a batalha siga empatada, considera que está sendo humilhado frente à platéia e parte para cima de Edu desta vez com raiva e não mais desprezo.

Edu olha mais uma vez para Christie, que parece cada vez mais apaixonada por Vega e, com um chute fraco, porém rápido e certeiro, Edu consegue finalizar seu oponente que cai no chão desacordado. O Dream Team não venceu, já que essa vitória apenas empatou o confronto, mas a sensação de alívio é enorme quando o mestre de cerimônias anuncia que o duelo terminou em empate. Para Edu, a grande vitória viria a seguir, com Christie recobrando a consciência após o feitiço ser rompido e chorando copiosamente enquanto corre e se agarra nas grades gritando para que tirem seu marido dali. A platéia aplaude aquela cena como se fosse o final romântico de um filme de época e as grades voltam a subir lentamente, enquanto que Kiet sobe para ajudá-los a deixar o ringue, com Edu quase perdendo a consciência devido aos ferimentos.

Embora eles quisessem voltar para o hotel, a sra. Kumari convence todos a irem ao hospital tratar os ferimentos, enquanto que os lutadores imaginam se aquele mascarado era o mesmo que foi visto com o Bison na transmissão do escritório de Belger. Teria sido este um teste de Bison?

Investidor de Alto Risco

No dia seguinte, Korlov volta para Rússia se reunir novamente com seu empresário e ver como andaram seus negócios enquanto esteve fora. Para sua alegria, um fotógrafo capturou o momento da sua luta com o touro e agora sua marca está usando esse episódio como peça publicitária. Enquanto isso, Christie e Edu voltam para o Brasil para ver Ayrton e Monteiro, treinando as crianças da fundação para que se saiam melhor no próximo torneio contra a escola Cobra Kincaid.

Já Kieta, Tagas, Raj e sua mãe voam de jatinho para Tailândia, a convite de Kieta e também a negócios, para a sra. Kumari conhecer pessoalmente o líder do fundo de investimentos que colocou dinheiro na sua empresa. Uma vez lá eles ficam hospedados na casa de Kiet, que a sra. Kumari acha muito exótica, principalmente considerando o canavial no quintal. Após um treino à tarde com Tagas, Raj está apreensivo com este encontro, já que acredita que a Shadaloo possa estar conectada de alguma forma a esse fundo, então convence a sua mãe a ele e Kiet irem junto dela nessa reunião, o que ela concorda.

Mais tarde no mesmo dia eles partem de Hummer para o porto de Bangkok, onde pegam uma lancha até chegarem em um iate em alto mar. Mas não qualquer iate, um enorme com seu próprio heliponto, antes de transmissão, todo preto com detalhes dourados. Estão tão longe da costa que sequer é possível de ver terra em qualquer um dos lados. Lá são recepcionados por Zolder, assistente pessoal do investidor, que diz que seu mestre estará com eles em breve. Ele aparenta ter meia idade e um olhar malicioso por trás de óculos redondos. Ele os deixam em um luxuoso deck com bar, hidro, uma TV enorme e uma mesa de bilhar. Vários seguranças vigiam eles e inclusive os revistaram quando chegaram, com Kiet se passando por serviçal dos dois. Raj não tem um bom pressentimento quando vê na sala uma mesa com um grande mapa múndi e diversos países assinalados com alfinetes, enquanto que os locais onde eles andaram acabando com operações da Shadaloo como Brasil, Japão e Tailândia, constam com enormes X.

Logo ouve-se um helicóptero chegando que parece mais um helicóptero de guerra do que um táxi aéreo. Dele descem mais alguns seguranças e um homem muito corpulento trajando trajes militares, porém cerimoniais. Raj e Kiet sabem exatamente quem é aquele homem: M. Bison. Mesmo que Raj estivesse de olhos fechados reconheceria aquele Chi maligno emanado pelo chefão do crime. Kiet sequer tem coragem de olhar, fitando sempre o chão para não encará-lo, até mesmo com receio do ditador os reconhecer.

Zolder apresenta a todos, Bison os cumprimenta sem lhes dar muita atenção (com exceção da sra. Kumari a quem ele é muito gentil) e logo pede que os acompanhantes da sua sócia deixem o deck para que eles possam conversar de negócios. Kiet e Raj acompanham a reunião ao longe, procurando sequer tecer comentários a respeito, com medo de que alguém possa ouvir. Pelo vidro, conseguem perceber Bison conversando animadamente com a sra. Kumari e inclusive parecem estar flertando um com o outro enquanto bebem, o que deixa Raj extremamente desconfortável. Após menos de 1h, eles deixam o deck, Bison entra novamente no helicóptero e vai embora, no sentido contrário ao da costa tailandesa, possivelmente rumo à sua ilha misteriosa.

O silêncio no retorno à costa é quebrado pelos suspiros da sra. Kumari que nitidamente parece interessada em Bison, um grande e poderoso investidor tailandês que a ajudou a chegar aonde jamais sonhara e que lhe prometeu ajudá-la ainda mais. Quando questionada dos planos do investidor, ela explica que ele quer aumentar sua atuação na Índia e está usando das empresas Kumari para fazer isso, injetando capital pesado nelas. Raj sabe que isso é uma cilada e pede para sua mãe que toma mais cuidado, mas sem abrir o jogo para não assustá-la.

Enquanto voltam para a casa de Kiet, o sol se põe na Tailândia encerrando mais uma semana. Faltam apenas 3 semanas para o misterioso torneio contra Bison e seus homens. Se as lutas do torneio serão contra oponentes tão fortes e sujos como Vega, como poderiam se preparar melhor para os combates que virão?

Episódio 21 aqui.

Crônica 2023 – Episódio 19: A Engrenagem-Mestra

Episódio 18 aqui.

Edu esboça um sorriso, aproveitando por um segundo a sua vitória, mas essa alegria dura pouco pois uma granada rola aos seus pés e o mundo vira de pernas pro ar. Seus amigos são arremessados pelo impacto para os lados, aparelhos da academia quebram e a multidão sai correndo dali. Soldados aparecem por todos os lados e no alto de um prédio que exibe o nome da praia com um orgulho, o autor do atentado sorri: Rolento!

O plano de Rolento era simples, jogar os heróis contra Abigail na esperança de que ele e seus homens exterminassem os mesmos, já que batem primeiro e pensam depois. No entanto, com a vitória de Edu, ele mesmo terá de terminar o serviço sujo. Abigail está finalmente nocauteado no chão e não vai levantar tão cedo, enquanto que Edu está quase desmaiado e seus colegas desnorteados.

Muscle Beach pega fogo

Vans aparecem e cercam os heróis, com soldados de Rolento os cercando, enquanto que ele lidera do alto do prédio a operação, inacessível aos heróis. São dois soldados para cada lutador e infelizmente Edu não consegue derrubar seus atacantes antes de ser ele próprio derrubado. Raj luta com dificuldade contra os seus, já que estava sem energia Chi e tinha de recorrer à força física. Enquanto Kiet e Korlov aos poucos iam dominando o combate e diminuindo a vantagem dos inimigos.

O tiroteio é intenso e as armas são pesadas, causando grandes ferimentos no grupo. Edu logo é algemado e jogado dentro de uma van que parte com ele, sem que seus amigos consigam fazer algo para reagir. Longe dali, Haggar segue o rastreador de seu carro até a área industrial e o encontra capotado, virando-o e usando ele para procurar pelos heróis na cidade, temendo pela vida deles uma vez que uma pessoa de confiança da polícia, Lucia Morgan, conseguiu mostrar que o capitão Edi E. realmente era corrupto e estava aliado à Mad Gear.

Com a queda da maior parte dos soldados, Rolento decide intervir, gritando para Korlov que ele não pode parar a revolução, que Metro City será destruída e renascerá das cinzas mais gloriosa do que nunca, assim como fizeram em Berlim Oriental. No entanto é Kiet quem ataca Rolento com seus golpes de Muay Thai velozes, mas que para azar do rapaz não estavam muito precisos neste dia. Korlov infelizmente não consegue derrubar seu último oponente e é alvejado, caindo ao chão, dificultando a vida para Raj que já estava com dificuldade em derrubar seu oponente restante. Na estrada, Haggar ouve no rádio que uma confusão havia se instaurado em Muscle Beach, com tiros, bombas e lutadores se enfrentando em plena luz do dia, devem ser o Dream Team, então ele ruma para lá a toda velocidade no Cadillac.

Em uma jogada que poderia ter decidido o combate, Kiet parte para cima de Rolento com seu Knee Basher, pretendo prendê-lo em múltiplos golpes, mas em uma falha no movimento a sua guarda fica aberta para receber o ataque especial de Rolento: Spinning Weapon, levando três poderosas pancadas dos cacetetes especiais do alemão que o fazem cair instantaneamente no solo. Agora era Raj e Rolento, já que o último soldado havia caído. Há poucas quadras, Haggar já via a confusão e chegava no mesmo momento que Rolento botava Raj para dormir.

O corpulento prefeito invade a academia com o carro blindado e salta de dentro dele golpeando Rolento com toda sua força, que apesar da idade, não deve ser menosprezada, já que Haggar ainda mantém boa parte do vigor que o tornaram campeão mundial de wrestling no passado. Rolento que já estava ferido do combate, decide bater em retirada com seus homens na van restante e pelo bem do grupo, Haggar decide não persegui-lo, resgatando os jovens ao invés disso.

Reagrupando

Raj, Korlov e Kiet acordam na prefeitura, extremamente desnorteados, sem entenderem o que aconteceu direito. Jessica pode ser vista em um canto, cuidado do pequeno Kyle, sobrinho de Edu. No outro lado, Haggar se aproxima sem camisa, estando sendo atendido por uma enfermeira que cuida de alguns ferimentos a bala que recebera na fuga de Rolento.

O gigante prefeito explica que os salvou de serem capturados ou talvez até mortos por Rolento, mas que tinha chegado tarde demais para salvar Edu, que fora levado. Lucia Morgan, sua informante de confiança na polícia contou que Edi E. foi visto indo com Rolento para a área industrial e considerando que o último é considerado um terrorista perigoso, Haggar acredita que o capitão Edi seja o grande manda-chuva da Mad Gear. Os heróis discordam.

Para os heróis, eles possuem outras duas teorias. A primeira é que Rolento seja o grande líder, já que estava manipulando Abigail, era mestre de Sodom e que não tinha deixado eles chegarem perto da zona industrial, certamente sendo um dos cabeças da organização. A outra teoria era mais maluca, já que imaginavam que Pamela poderia ter relação com essa história toda, o que enfurece Jessica que diz que Pamela é sua amiga e é de confiança, o que Haggar meio que confirma, por confiar na filha.

Independente de qual dos dois seja o grande chefe e se existe ou não alguém acima deles, o fato é que eles estão na zona industrial agora  com Edu, possivelmente com Pamela e estão se reagrupando, provavelmente para uma retaliação, já que Haggar saiu de cima do muro e assumiu uma posição ainda mais ofensiva contra a organização, agindo inclusive por conta, sem a intervenção da polícia. Haggar explana que gostaria de um ataque direto e surpresa, antes que consigam se preparar por completo, mas que não pode pedir que eles o acompanhem, já que pode ser uma aventura apenas de ida. O Dream Team não se importa, já que agora não é apenas uma questão de salvarem Pamela, mas de Edu também, além de livrar a cidade daquele câncer.

Jessica, a filha de Haggar, tenta dissuadir o seu pai para não ir, mas o grande americano não arreda o pé e diz que inclusive já mandou fazer umas adaptações no seu Cadillac para esta missão. Ao descerem para o estacionamento no subsolo da prefeitura, podem ver um Cadillac no melhor estilo Mad Max, como removedor de neve na frente, lanças, blindagem reforçada em alguns pontos e correntes nos pneus. Lucia que havia chego ali há pouco, fornece além das armas para os ocupantes do carro (incluindo uma bazuca), coletes à prova de balas para lhes ajudar a resistir ao tiroteio que terão de enfrentar.

O americano entra no carro como condutor, os heróis entram junto e eles partem cantando pneu assim que deixam a grade de proteção da prefeitura. O dia está quase se pondo e Edu precisa ser alcançado em breve.

A Cobertura

Edu acorda fortemente acorrentado em uma pesada cadeira. Ele está tonto da surra que levara e não consegue mexer braços ou pernas por causa das correntes. Ele olha ao redor e se vê em um luxuoso escritório de alguma empresa, com uma imensa escrivaninha ao fundo, com janelões de vidro imensos atrás dela, de onde é possível ver chaminés de fábricas cuspindo fumaça e muito ao longe a cidade de Metro City. Também percebe várias câmeras de segurança posicionadas na sala, com pequenos LEDs vermelhos sinalizando que estão em funcionamento, está sendo observado.

Atrás da escrivaninha, é possível ver um grande e corpulento homem, careca e barbudo, com uma jovem no colo. A jovem está vestida de forma muito ousada, semelhante ao que Edu vira em West Side, mas ela não é outra pessoa senão Pamela, sua irmã. Ele grita por seu nome, o que até faz ela virar o rosto a ponto que ele perceba que ela está completamente drogada. No entanto esse grito chama a atenção do magnata, finamente vestido que está com ela. Edu se chacoalha tentando se soltar, mas uma pesada mão desce sobre seu ombro mantendo-o no lugar: DamnD sorri pra ele como sempre, dizendo que ele não vai levar Pamela dali. Mais ao canto, Edi E. gargalha como se tudo aquilo fosse uma grande piada de mau gosto com Edu sendo o motivo da chacota.

De trás da mesa onde o suposto chefe estava sentado, ele parece deslizar e ao sair de trás da mesma, ainda com Pamela no colo, pode-se notar que ele é cadeirante. Não é uma cadeira de rodas comum, aliás ela parece ser bem tecnológica, robusta e veloz, mas certamente ele precisa dela para se locomover. Ele se aproxima de Edu, que fica em silêncio por um minuto intrigado com este figurão, quem seria ele?

Quando ele chega mais perto da luz Edu vislumbra melhor seu rosto e as feições dele fazem ele ficar boquiaberto: Marduk? O chefão percebe que Edu sabe quem ele se parece e sorri, para então se apresentar como Belger Marduk, presidente da Belger Corp e pai de Marduk. Edu cospe na cara dele, ao que DamnD soca sua cara com força em resposta, forçando o rosto de Edu para o chão. Gotas de sangue caem da sua boca e quando ele repara, nota que no piso uma grande caveira alada se encontra desenhada, o mesmo símbolo da organização criminosa que estava por trás dos problemas no morro, na Tailândia e no Japão, problemas estes que eles foram responsáveis por resolver.

Belger limpa o cuspe com a mão e em resposta saca uma besta automática que estava acoplada na lateral de sua cadeira de rodas, ameaçando Pamela e Edu com ela. Ele diz que Edu deveria agradecer ele, já que Pamela só está viva pois ele descobriu que ela era sua irmã, caso contrário seus homens realmente teriam eliminado ela por não se a filha do prefeito ou pior, teriam vendido-a para a Turquia. Com esse plano de atrair Edu até ali, Belger diz que finalmente terá a sua vingança.

Mas que vingança seria essa, pensa Edu, pela morte de Craig Marduk?

Sim, mas também é mais complexo do que isso já que Belger conta que quem o colocou em uma cadeira de rodas foi Mestre Monteiro e que este teria sido o motivo de seu filho ter armado para colocá-lo na cadeia e arruinado sua vida como lutador e mestre de Capoeira profissional. Edu tenta argumentar, mas Belger não quer saber de sermão sobre ele e seu filho serem criminosos e vai matá-lo ali mesmo, só não o tendo feito antes para garantir que ele soubesse quem o matou, para ele ter esse gostinho e que Pamela será morta também logo em seguida.

DamnD está segurando Edu para que não se mecha na cadeira, pois ele quase caiu acorrentado com ela na última tentativa de se soltar e Belger mira em seu peito para matá-lo a sangue frio, quando escutam um alarme do distrito industrial e um tiroteio lá fora. Estão sendo atacados. O grande chefe da Mad Gear vê pelo grande painela de janelas que um Cadillac preto está investindo contras cercas, guardas e está vindo com tudo para cima do prédio central onde estão, inclusive ignorando tiros de vários calibres. Ele desliza com sua cadeira até um telão enorme na lateral do escritório, seguido de Edi E., onde eles visualizam as câmeras de segurança.

No topo do teto solar do carro, Raj com metralhadoras dispara de qualquer jeito contra os inimigos. No banco traseiro, mais dois lutadores podem ser vistos, Kiet e Korlov, trajados para uma guerra, e no volante, o prefeito Mike Haggar dirigindo como se sua vida dependesse disso. Belger fica furioso quando avista o prefeito agindo diretamente contra sua organização e culpa Edi por não tê-lo eliminado ainda quando teve a chance. Edi desculpa-se e parte imediatamente para juntar suas forças com as de Rolento, que se recuperava da sua derrota recente, para rechaçar os invasores. DamnD queria ficar ali para ajudar na execução de Edu, já que fora humilhado por ele em seu próprio clube, mas Belger ordena que ele desça também e que mobilize todos seus punks para impedi-los de subir até a cobertura. Antes de sair, DamnD contrariado dá um enorme soco em Edu, na esperança de deixá-lo ainda mais fragilizado para que Belger o elimine.

Os chefes deixam a sala através de um elevador na entrada, atrás de Edu, e Belger desliza com Pamela semi-consciente novamente em direção a Edu e besta em punho, para finalizar o serviço. Edu começa a tentar se chacoalhar na esperança de conseguir fugir.

A Luta Final

Haggar joga o Cadillac Mad Max para cima da recepção do prédio principal, não sem antes buzinar muito para que os inocentes saíssem da frente. Ele estoura a porta giratório da entrada com a o remover de neve e em um cavalo de pau derruba o enorme balcão de pedra da recepção, deixando o carro como um barricada contra os guardas que entram no prédio para atirar nelas e dando cobertura para os heróis usarem o elevador ao fundo da recepção, que daria acesso direto à cobertura.

“Vão, eu seguro eles, dou cobertura e na sequência subo para ajudá-los”, diz o prefeito. Os heróis concordam e entram no elevador, sem saber que seria uma subida mais longa do que jamais imaginariam. As câmeras de vigilância foram utilizadas pela equipe de segurança do prédio e com isso sabem que estão ali. Vários andares aparecem sinalizados no painel indicando que terão passageiros entrando em alguns momentos, o que significa que uma verdadeira carnificina estava para começar.

Primeiro andar, punks entram armados com facas, mas Kiet, Korlov e Raj não se intimidam e partem para cima deles enquanto que o elevador segue subindo. O primeiro grupo não leva mais do que alguns segundos para ser derrubado pelo time de profissionais mas o elevador logo seria parado novamente, com DamnD entrando com mais dois de seus punks. DamnD até mesmo consegue dar alguns de seus melhores ataques, como o Beast Roll que consegue golpear dois oponentes ao mesmo tempo no espaço diminuto, mas logo é vencido mais uma vez junto de seus homens, enquanto o elevador segue subindo.

Enquanto isso, na cobertura, Edu grita para tentar acordar Pamela e funciona, com ela começando a se debater debilmente, tentando se desvencilhar de Belger que estava para atirar em Edu com sua besta, atrapalhando-o. Edu se chacoalha fortemente como pode e acaba caindo no chão, ainda acorrentado na cadeira. Já Pamela é atirada ao chão pelo próprio Belger que a xinga e ameaça com a besta. Pamela com o lábio cortado e acuada em um canto, grita para Edu e mostra o que ela realmente fez: pegou uma chave que estava com Belger e que significaria a liberdade do irmão, arremessando para ele pelo piso, indo de encontro às suas mãos. Belger fica furioso e golpeia a moça, que fica desacordada novamente.

No elevador, mais alguns andares são superados quando entra o capitão Edi. E e mais dois capangas, querendo a sua vingança contra o time para recuperar o respeito com seu chefe. Ele parte para cima de Korlov com seu cacetete, entendendo que o russo é o mais perigoso dos três. Novamente o capitão da polícia se mostra um forte oponente mas acaba caindo em inferioridade numérica e mesmo com mais capangas entrando em outro andar, ele acaba caindo devido à exaustão dos frequentes confrontos dos últimos dias e o grupo consegue descansar por mais alguns segundos. Nunca uma viagem de elevador havia demorado tanto em suas vidas, não apenas pela altura do prédio, mas porque o painel indicava que ainda teriam mais confrontos pela frente.

Na cobertura, Edu consegue se livrar das correntes com a chave que Pamela lhe atirou e parte para cima do cadeirante que agilmente consegue escapar de seus golpes graças à tecnologia da cadeira. Não apenas isso, a grande habilidade de Belger em usar o equipamento permitem que ele consiga manter sempre distância de Edu ao mesmo tempo que consegue disparar contra ele com sua mortal arma. Edu se aproxima novamente com tudo que tem e consegue finalmente golpear Belger, que entende que precisará do auxílio de Pamela para vencer seu irmão. Ele consegue se desvencilhar do capoeirista e vai até Pamela, que estava atirada próxima da vista panorâmica do escritório e a pega novamente como refém, trazendo sentimentos mistos em Edu: raiva, mas também medo pela sua irmã.

Em mais uma parada, entram no elevador Rolento e seu discípulo, Sodom, com mais um soldado, oponentes muito mais formidáveis do que os que haviam enfrentado até então. A luta com eles é feroz, com Sodom cortando Raj que acaba usando de suas últimas energias para desferir uma poderosa saraivada de bolas de fogo que queima parte da armadura do lutador, mas que não impede de continuar atacando até derrubar o indiano. Do outro lado do elevador, Korlov luta contra Rolento que mais uma vez tenta dissuadi-lo de não interferir na revolução em Metro City, o que o russo ignora completamente já que a vida de todos ali está em risco, tentando agarra Rolento, que salta, fugindo do ataque. Raj derruba seu soldado, mas logo mais um entra no elevador em outro andar. Estão quase chegando no topo.

Na cobertura, Edu tem muita dificuldade em acertar seus golpes com um oponente que age como autêntico zoner, mantendo distância segura e atacando-o com disparos. Edu não consegue atacar com tudo que tem, com medo de acertar Pamela, ao mesmo tempo que não consegue se defender direito. Então ele consegue fazer com que Belger fique encurralado em um dos cantos da sala e dá tudo de si avançando para cima dele com muita vontade ao mesmo tempo que se defende, ficando na posição certa para um de seus golpes mais clássicos e poderosos: Cartwheel Kick, em uma série de cambalhotas para ganho de velocidade e força, o carioca investe contra Belger que não tem para onde correr ante à velocidade do ataque e apenas olha para o lado, tentando ver se a vista panorâmica, toda de vidro estava às suas costas. Para seu pavor, estava.

No elevador, Kiet consegue ajudar Korlov a derrubar Sodom, que já não tinha energia para seus golpes mais famosos e que no passado tinham derrubado Edu, mas sofre constantemente com mais algumas falhas de encaixe em seus golpes. Estaria a mente do tailandês ainda obscurecida pelos “demônios” interiores aos quais Ryu explicou para ele? O tailandês consegue derrubar o último soldado e em alguns segundos chegarão na cobertura, mas esta batalha precisava de um vencedor e ele seria definido pelo ataque final entre Korlov e Rolento. Se o russo perdesse para seu antigo companheiro de rebelião, seria o fim do resgate já que Kiet estava completamente exaurido. Se o russo vencesse, Edu e Pamela ainda teriam uma chance. Eles partem para cima um do outro, mas Korlov surpreende defendendo o golpe mais poderoso de Rolento, o Spinning Weapon, para no turno seguinte atacar com um rápido e certeiro Jab, colocando o alemão para dormir. PIM, o elevador apita, abre a porta e o escritório da cobertura é acessado.

O Fim

O Cartwheel Kick de Edu acerta com muita força o peito do magnata que perde a consciência ao mesmo tempo que ele, sua cadeira e refém, são atirados para trás pelo efeito da física do golpe, indo de encontro ao grande painel de vidro, para desespero de Edu que reúne todas suas energias para se atirar na direção dos dois. A cadeira de rodas explode o vidro em pedaços e Belger e Pamela caem do andar rumo à morte lá embaixo. Edu atravessou as américas para salvar sua irmã, colocou seus amigos em risco e deu tudo de si nestes últimos dias para cumprir seu objetivo e levar todos de volta em segurança para casa, ele não poderia falhar agora.

Edu desliza pelo chão cheio de cacos com as mãos à frente e consegue em um último movimento desesperado que lhe custa diversos cortes, segurar a mão de Pamela antes que ela caísse junto do corpo desacordado do vilão lá embaixo. Com metade do corpo para fora do prédio, mal conseguindo se segurar nos cacos da janela devido à intensa dor e segurando sua irmã pela ponta dos dedos, ele tenta puxá-la para dentro do prédio novamente mas isso o está levando de encontro à uma possível queda livre também.

Felizmente, o elevador abre na cobertura e Kiet presenciando a cena corre para ajudar o amigo, segurando-o pelas pernas e ajudando-o a trazer sua irmã semi-consciente de volta. Ela se joga nos braços de Edu e chora muito, querendo saber de seu marido, seu filho e querendo ir para casa. Edu a abraça. No elevador, Raj acorda desorientado em meio a vários corpos dos oponentes derrotados. Mas eles não tem tempo de comemorar pois no telão da cobertura, o mesmo que estava mostrando as câmeras, agora exibe o logotipo da caveira alada, o mesmo do chão da sala, indicando a recepção de uma ligação. No painel, uma imagem escura mostra quatro vultos, alguns dos quais os heróis reconhecem como sendo Sagat, que lutou na Tailândia, Balrog que lutou em Las Vegas, outro lutador mascarado e M. Bison, o ditador e líder da organização criminosa global conhecida como Shadaloo, que era o chefe dos falecidos Heihachi, Marduk e Simon Greedweell, que eles derrotaram no passado.

M. Bison acompanhou o combate pelas câmeras de vigilância e se certificou que o grupo era justamente quem ele estava procurando. Os responsáveis pela sabotagem nas minas russas, pela queda do controle de uma região estratégica na Tailândia, pela entrega da Mishima Zaibatsu nas mão de Jin Kazama, pacificação dos morros do Rio e mais. Bison andou estudando e investigando quem era aquele pequeno, jovem, porém poderoso grupo de lutadores que já há algum tempo estavam atrapalhando seus negócios nas sombras.

Então ele se apresenta e diz que os conhece e a todos que lhes importam. Que nenhum lugar é seguro e que esta foi a última vez que eles atrapalharam seus planos. Em um mês terá um torneio secreto, somente para lutadores especiais, e que eles estão convidados a participar, para resolverem suas diferenças. Quando eles tentam argumentar que não tem interesse, Bison rechaça dizendo que eles não tem escolha, se quiserem que todos que conhecem não morram nas suas mãos, e reforça através dos nomes completos deles que sabe quem eles são, onde moram e quem são suas família. Por fim, ele encerra a ligação ignorando a rebeldia do grupo e dizendo que entrarão em contato em breve com mais detalhes de data, hora e local e que até lá, estarão sendo monitorados. A transmissão encerra com o logotipo da caveira alada.

Nisso entra Haggar vindo pelas escadas, completamente esbaforido e cheio de ferimentos. Ele pede desculpas por ter demorado tanto, alegando que tentou esperar o elevador mas ele não descia nunca e que teve contratempos nas escadas a caminho da cobertura. Edu aponta o corpo de Belger caído lá embaixo e Haggar fica surpreso que o homem mais rico e filantropo de Metro City era o responsável por trás da Mad Gear. Felizmente conseguirão prender todos os cabeças da organização e agora Haggar, com a ajuda de Lucia Morgan, poderão reconstruir a cidade com uma polícia mais justa. Ele agradece enormemente os heróis e se coloca em dívida com eles, já que foram peças fundamentais para esse objetivo.

Juntos, eles descem o prédio de elevador enquanto observam o sol se pondo no horizonte. Finalmente a batalha final contra a Mad Gear havia sido travada e todos estarão em paz novamente. Pelo menos até o próximo mês, quando o famigerado torneio irá começar.

Tentarão os heróis fugir de Bison ou o enfrentarão de frente? Conseguirão treinar neste mês que eles possuem a ponto de estarem em pé de igualdade contra seus generais? Quem mais estaria sendo convidado para este torneio misterioso?

Episódio 20 aqui.

Crônica 2023 – Episódio 18: Fugindo da Polícia

Episódio 17 aqui.

Na Tailândia, Kiet levava uma vida pacata junto da sua mãe, Kieta e de seu mestre, e agora padrasto, Tagas. Com Jin Kazama assumindo a Mishima Zaibatsu, a situação na Tailândia ficou bem mais amena, com a família de Kiet vivendo junto da comunidade local usando o canavial como fonte de renda, além é claro do uso da arena de Kiet/dojô de Tagas para sediar algumas lutas da região. No entanto, algo afligia o thai kickboxer. Na verdade, uma série de coisas.

O tempo que passou no time Mishima e que teve de agir contra seu próprio time, fora seu passado anterior, tendo realizado uma missão para o Apostador…a forma como foi responsável pela morte de Simon Greedwell e mais tarde pela cabeça de Marduk em uma estaca no morro do Dendê…tudo isso manchou a reputação de Kiet em sua terra natal, onde tem sido visto tão sujo quanto Sagat no submundo de lutas.

Certo dia, um japonês andarilho deu as caras na sua vila, era Ryu, o atual campeão mundial que vencera Sagat em 87. Ryu e Kiet logo ficaram amigos já que Ryu buscava a mesma coisa que Kiet: controlar seus demônios interiores. Juntos, eles decidiram viajar pelo sudeste asiático a pé, dormindo ao relento, meditando, fazendo sparring e conversando sobre os mistérios do foco e das artes marciais.

Certo dia, enquanto estavam no Vietnã, meditando próximo de uma cachoeira, Kiet teve visões de seus amigos que há tempos não via. Edu sendo cortado ao meio por um samurai. Korlov sendo derrubado por um gigante que o agarrava e quebrava sua espinha ao meio. Raj tentando cuspir fogo e saindo só fumaça, com todos rindo ao redor de uma arena. Isso preocupou Kiet. Conversando com Ryu ele entendeu que pode ter sido uma visão ou algo assim, já que estava começando a se conectar com seu Chi, e deveria entrar em contato com eles.

Juntos eles decidem retornar para uma cidade próxima a fim de fazerem algumas ligações, já que Ryu também queria ligar para um amigo na America. Kiet liga para a fundação Monteiro e descobre que Edu e amigos foram para Metro City a fim de resgatar Pamela. Já Ryu conversando com seu amigo, Ken Masters, recebe um convite para irem para a America, então é pra lá que eles partem, com o próprio Ken bancando a viagem dos dois.

Kiet na America

Chegando nos EUA, Kiet conhece Ken Masters, em sua mansão. Ken explica que está um pouco fora do circuito ultimamente resolvendo problemas nos negócios da família, mais especificamente em uma de suas indústrias em Metro City, já que a cidade está praticamente em guerra civil. Isso acende ainda mais a preocupação de Kiet, o que chega no seu limite quando na TV eles vêem uma notícia cobrindo a situação na cidade e o capitão da polícia local, Edi E., mencionando que conseguiram prender um dos responsáveis por invasões, vandalismo e lutas ilegais na cidade: Cody Travers, e que estão à procura dos companheiros de Cody: Edu, Raj e Korlov.

Temendo pela liberdade de seus amigos e entendendo que provavelmente essa tal de gangue Mad Gear está armando pra cima deles, Kiet decide deixar Ryu e Ken e partir para Metro City para ajudá-los. O ricaço empresta pra ele uma de suas motos, equipamentos de motoqueiro e um mapa, o que Kiet aceita, feliz por ter investido em uma carteira de habilitação neste ano que passara.

Kiet pega a estrada e em algumas horas chega na cidade, sinalizada por uma placa na estrada que faz alusão à qualidade de vida na cidade. Avançando mais alguns km e chegando na cidade de fato, fica horrorizado com a situação que ela se encontra. Como na reportagem falava que Cody fora preso em uma estação “secreta” no metrô da cidade, Kiet deixa sua moto escondida em um beco e compra um bilhete para ir ao local. No metrô, ele é intimidado por um grupo de punks e nota que a cidade é muito mais violenta do que as que estava acostumado até então.

Chegando ao final da linha e contrariando a recomendação do maquinista para não entrar nas cavernas, ele chega na arena de Sodom que no momento está vazia, com exceção de alguns trabalhadores. Conversando com o vendedor de bebidas, ele descobre que de fato Korlov esteve ali dias antes e inclusive deixou uma garrafa de vodka autografada para ele. Quando questiona sobre Pamela, o vendedor acredita que Kiet quer se “divertir” e indica que ele deve ir para o Distrito da Luz Vermelha, em West Side, para onde ele pega um trem em seguida.

De volta à Academia

O Dream Team estava em apuros. Tinham acabado de vencer os irmãos Andore mas isso custou toda saúde de Korlov, que estava desacordado, Edu quase se mantendo em pé e somente Raj pleno. No entanto, do alto do mesanino que serve como escritório da academia, Edi E. começa a disparar neles pela janela, quase acertando Edu, que salta para a grade a fim de sair da arena. Os alunos da academia correm apavorados para a rua.

Raj contra-ataca com um Yoga Fire certeiro que acerta em cheio o policial que é obrigado a se proteger saindo de perto da janela. Edu sobe na grade e calcula que conseguiria saltar atacando Edi pela janela com seu Roundhouse. No entanto, ele estava errado e seu salto acaba terminando em uma pilha de anilhas e um nocaute em si próprio.

Raj sobe as escadas rapidamente para enfrentar o capitão da polícia cara a cara, enquanto lá embaixo os outros dois guardas que estavam com ele surgem para algemar Korlov e Edu. Raj, quase exaurido, tem dificuldades para enfrentar o corpulento guarda que em um ataque certeiro do seu cacetete no crânio de Raj o deixa tonto, tempo suficiente para ele imobilizá-lo e algemá-lo, jogando-o junto dos seus amigos na caminhonete da polícia. 

Na rua, uma multidão se forma observando a operação policial. O carro parte com os três guardas e os três presos para a delegacia, ao mesmo tempo que Kiet chegava na academia, vindo pelo metrô. Ele percebe seus amigos no carro e sobe no alto de um prédio para tentar ver para onde estão indo, entendendo que vão prendê-los na delegacia, para onde parte a fim de resgatá-los.

Na Delegacia

O carro da polícia chega com os heróis algemados e semi-conscientes depois das últimas aventuras e o próprio cansaço da busca pela irmã de Edu. Eles entram nas instalações e são levados por um corredor rumo às suas celas individuais, com a operação sendo observada ao longe por Kiet, do alto de um prédio. Ele decide agir, mas dada a sua ingenuidade, não da melhor maneira.

Kiet aborda guardas na entrada do pátio da delegacia, dizendo ser da Mad Gear e que queria falar com o chefe deles. Os guardas ficam surpresos com a confissão e deixam ele entrar, mas logo Kiet percebe que caiu em uma armadilha e agora tem 4 guardas espancando-o com cassetetes sem piedade. O jovem lutador até consegue derrubar um ou dois, fazendo um dos guardas soar o alarme, mas a superioridade numérica o coloca no chão em poucos minutos.

Enquanto isso, dentro da delegacia, a distração causada pelo alarme é percebida pelos heróis como um sinal para se rebelarem. Korlov morde um guarda que o escoltava, enquanto que Edu ataca o capitão e Raj ensaiava dar uma última baforada de fogo, se posicionando para tal, no entanto com o corredor apertado, não queria correr o risco de acertar seus amigos. A chance de Raj viria logo, já que Edu e Korlov cairiam antes os golpes dos cassetetes dos guardas e Raj tentou derrubar a todos com um ardente Yoga Flame, mas não foi forte o bastante e, encurralado, acabou caindo também.

Mais tarde, eles acordam cada um em sua cela, surpresos de verem Kiet preso com eles. Após explicarem o que aconteceu, é Cody que é trazido com roupa de presidiário e algemado, todo espancado e atirado em uma cela. Eles até chegam a pensar em armar alguma emboscada para os guardas, que não dão muita bola pra eles, quando de repente Edu é chamado até a sala de interrogatório pois tem uma visita pra ele, o que intriga a todos. Edu chega a pensar em usar dessa brecha para fugir, mas fica intrigado em quem veio visitá-lo.

A Fuga

Edu é conduzido por guardas até a sala de interrogatório, onde Mike Haggar, o prefeito, está lhe esperando. Haggar claramente está em conflito, já que ao mesmo tempo que não confia plenamente no capitão da polícia, também não confia muito nos forasteiros. No entanto, justiça seja feita, a irmã dele foi sequestrada e se ela morrer, ele terá o sangue dela nas suas mãos também. Por isso Haggar arma uma simulação de briga com Edu, explicando que deixou as chaves na ignição e que se ele seguir até o final do corredor à direita conseguirá chegar no estacionamento e fugir em seu carro. Edu o golpeia, Haggar cai e a fuga começa, com Edu pegando um molhe de chaves de um dos guardas que ele derrubou na saída da sala.

No estacionamento, Edu pega o Cadillac blindado do prefeito e derruba a cerca que protege o estacionamento, a toda velocidade para longe dali. Na delegacia, a sirene toca alertando da fuga e uma perseguição de carro, que não duraria muito graças às habilidades de Edu no volante, começa. Os presos ficam preocupados, tentando entender o que pode ter acontecido e quando seu colega não volta, entendem que Edu fugiu.

Na estrada, Edu tira as algemas e tenta bolar um plano para salvar seus companheiros, já que com sua fuga certamente Edi tentará usá-los contra ele, seja para conseguir informações, seja para algo muito pior. Ele vai para West Side novamente procurar o mesmo agiota que tinha lhe vendido informações sobre a academia. Ele quer saber quem é o chefe da Mad Gear, quem estaria por trás de tudo, mas descobre que não é tão simples pois o sujeito é muito discreto. Um dos suspeitos é Rolento, um paramilitar alemão que tem sua base na área industrial da cidade, para onde Edu pretende ir assim que salvar seus amigos.

Mais à tardinha, Edu retorna para a região da prisão e esconde o carro, visando entrar furtivamente no estacionamento novamente, já que tinha visto pela janela da cela que elas davam para o pátio dos carros e que por ali poderia atirar as chaves para seus amigos.

Lá dentro, os guardas vem buscar Raj para ser interrogado, deixando seus colegas apreensivos. Raj é levado para a sala de interrogatório e lá começa a ser intimidado por Edi e mais dois capangas com cacetetes, que o ameaçam com pancadas na mesa e golpes leves, para que ele não desmaie. Raj tenta inverter a discussão, guardando o pouco de Chi que ainda lhe restava para alguma última ação. Lá fora, Edu consegue entrar saltando sobre a grade facilmente e se esgueira pelos carros conseguindo evitar os guardas que patrulhavam. Ele vai até a janela de Raj, mas não tem resposta quando o chama, mas Kiet percebe  e se dispõe a ajudar, pegando as chaves que Edu arremessa para ele.

No interrogatório, Edi começa a pegar pesado e uma briga começa com Raj tendo de enfrentar o capitão e dois capangas armados, e isso ainda algemado. Nas celas, Kiet abre sua cela, passa a chave para Korlov, que faz o mesmo e por sua vez a chave vai para Cody, que não pensa duas vezes e antes que possam combinar um plano de fuga sai correndo pela prisão golpeando guardas, dando tiros e facadas pelo caminho. A sirene soa novamente, avisando que uma fuga está em progresso.

Lá fora, Edu espera no carro, próximo dali, enquanto que Cody é derrubado novamente pelos guardas servindo como distração para Kiet e Korlov conseguirem fugir, chateados por não terem achado Raj. Em paralelo o indiano enfrentava seus oponentes do jeito que podia, se defendendo, usando a mesa da sala como escudo e até desligando as luzes para fazer com que não conseguissem acertá-lo, no entanto, não foi o bastante e ele acaba caindo ante à violência dos golpes.

Edu consegue resgatar dois de seus companheiros e eles partem dali antes de decidirem voltar para salvar Raj, colocando a grade da delegacia abaixo aproveitando-se da blindagem do carro.

O Resgate

Ao descerem do carro o alarme já foi disparado novamente e dois guardas estão esperando pelos três lutadores. Rapidamente os guardas são derrubados e eles avançam para a pesada porta de ferro que dá entrada para a área das celas, golpeando-a fortemente.

Não demora para que ela se abra e guardas com fuzis apareçam para alvejá-los à queima roupa. São 4 guardas desta vez e enquanto Edu e Korlov atacam pela frente, Kiet salta para passar sobre eles, vendo que mais adiante no mesmo corredor o grupo liderado por Edi E. carregava Raj inconsciente e babando sangue.

A luta é intensa e o corredor apertado não dá muitas possibilidades aos heróis. Edu derruba seu oponente e parte para cima do capitão com tudo que tem, empurrando-o por vários metros enquanto o golpeia com seu Tumbling Attack. Enquanto isso Korlov e Kiet derrubam um a um os guardas, ora com os agarrões do russo, ora com as cotoveladas e joelhadas do tailandês. Ouvem-se mais passos dentro do prédio e a sirene não pára, eles precisam ser rápidos.

Os guardas que estavam no corredor são derrubados e Edi E. bate em retirada para se reagrupar com os demais guardas que estavam chegando. Divididos entre persegui-lo ou bater em retirada, eles entendem que não vai adiantar nada e correm até mais riscos se continuarem por ali, então decidem partir, pegando o carro que resiste facilmente aos tiros dados pelos guardas e partindo em uma perseguição policial que duraria uns bons minutos, com direito a tiroteio e até Edu jogando o carro sem querer contra uma loja da cidade. Por sorte, a blindagem do carro emprestado do prefeito lhes caiu muito bem.

Zona Industrial

Na estrada, Raj acorda ainda ferido do espancamento que sofrera nas mãos dos policiais corruptos. Edu explica da sua descoberta do possível chefe da Mad Gear, ao passo que Korlov narra suas aventuras com Rolento na Alemanha Oriental recentemente, ficando a critério dele conversar com o sujeito para tentarem resgatar Pamela.

Já se aproximando da zona industrial, eles avistam no meio da estrada Rolento e um grupo de soldados, formando uma barreira. Enquanto discutiam sobre o que fazer, se atropelavam ou se tentam conversar, Rolento age antes e dispara granadas nas rodas do carro, fazendo o mesmo levantar no ar e capotar com todos dentro. Por sorte, ninguém se fere no acidente, dada a estrutura blindada do Cadillac, e Edu fala para Korlov sair do carro primeiro e conversar com o atacante.

Rolento reconhece Korlov e questiona porque eles estão atrapalhando sua revolução em Metro City, ao que Korlov tenta argumentar que estão procurando a irmã de Edu que a Mad Gear sequestrou. Rolento diz que ela já está morta e que eles devem ir embora pois já causaram confusão demais, inclusive derrotando um de seus discípulos, Sodom. O grupo de soldados segue com armas apontadas para o russo e o carro.

Qualquer movimento errado pode significar a morte dos heróis, mas mesmo assim Edu intervém, querendo saber mais detalhes de onde está o corpo e quem a matou. Rolento diz que foi Abigail, outro dos chefões da Mad Gear, que fica em Muscle Beach, na Bay Area de Metro City. Desnorteados, o grupo decide não atacar e recuar, voltando de metrô para o apartamento de Cody nos subúrbios, onde Edu arromba a fechadura e pega como base temporária do grupo para descansar dos longos dias que tiveram desde que chegaram na cidade.

Um Adeus?

No apartamento, eles comem alguns restos de comida que estavam na geladeira, bebem umas cervejas e Edu investiga o apartamento para ver se encontra alguma informação, alguma pista. Com toda essa confusão eles chegam a cogitar que morte de Pamela seja uma mentira e que talvez ela possa estar se escondendo, fugindo ou de alguma forma mais envolvida nisso tudo do que eles gostariam. Mas Edu não encontra nada, ou melhor, quase nada.

Um porta-retrato ao lado da porta mostra a família Oliveira feliz, na praia de Copacabana, “farofando” em um domingo há vários anos atrás. Pamela e Edu mais jovens, seu pai infelizmente encostado no INSS por causa de uma tendinite, mas feliz, e sua mãe sempre sorridente. Em uma escrivaninha no quarto, Edu encontra um recorte de jornal, onde mostra ele apertando a mão de Sagat como campeão do torneio na Tailândia. Edu e sua irmã nunca foram muito próximos, mas ao que tudo indica ela acompanha o trabalho do irmão com orgulho e tem saudades da sua família no Brasil.

Isso reacende em Edu a vontade de resolver isso tudo de uma vez e resgatar sua irmã. No quarto do casal, Raj e Kiet estão deitados, enquanto que Korlov dorme no sofá da sala/cozinha. Já Edu não consegue dormir, pensando que cada minuto pode ser a diferença entre a vida e a morte de Pamela. Não apenas ela, mas ter trazido seus amigos para Metro City colocou todos eles em meio a uma guerra que não é deles, mas sua. Então ele decide agir e abre a porta do apartamento para sair sem ser visto. Korlov percebe, meio sonâmbulo, e Edu o enrola, dizendo que vai apenas tomar um ar, fazendo o russo voltar a dormir.

Na rua, está quase amanhecendo. Edu pega o metrô rumo à Muscle Beach para procurar o tal Abigail e em certo momento o trem sai do subterrâneo e vai para a superfície, costeando a praia. É possível ver o sol nascendo e a tristeza em Edu vai tomando conta conforme vai lembrando da sua praia, do seu Rio de Janeiro e é claro, da sua irmã e família. As palavras de Ayrton quando ele se despediu: “cole papai”, nunca fizeram tanto sentido, ele precisa correr e resolver isso de uma vez.

Edu desembarca em Muscle Beach bem em frente à famosa academia ao ar livre que dá nome à praia. Enormes brutamontes já estão por lá malhando, mesmo sendo muito cedo, sem camisa, todos suados e fazendo muito barulho enquanto batem anilhas, barras e urram fazendo força. O menor deles, talvez seja do tamanho de Korlov. Mas o maior, esse é de assustar: em um banco de supino, um gigante de 2,40m levanta centenas de kgs em anilhas, Edu já imagina quem seja o figura. Ele pergunta por Abigail para um deles, e o gigante é apontado, no mesmo instante que ele coloca a barra no suporte, que dá uma entortada com o peso, e ele se senta para ver quem quer falar com ele.

Venice Beach. © VenicePaparazzi.com

Edu x Abigail

Abigail é um gigante canadense que tranquilamente deveria estar em um circo. Até mesmo os músculos de sua face parecem ter sido fruto do uso de anabolizantes, o que ele piora intencionalmente com tatuagens ao redor dos olhos. Uma montanha de músculos, facilmente poderia agarrar o time inteiro de Edu com um abraço. Ele está muito suado e tenta limpar um pouco o suor do rosto com uma toalha que lhe atiram. Edu engole em seco quando outros fisiculturistas o cercam. Mas Abigail sinaliza para eles não atacarem, quer saber quem é o pequeno e corajoso homem na sua frente.

Edu explica que procura sua irmã e que disseram que Abigail a matou. O gigante parece não dar a mínima para a história e confirma que pode ter matado ela sim, sem nem mesmo se preocupar com o que o forasteiro poderia fazer a respeito, achando divertida a ousadia do mesmo e querendo ver até onde ele vai ir com suas bravatas. Edu acredita estar de frente com o chefe da Mad Gear, ou pelo menos alguém importante na hierarquia da organização, então simplesmente o desafia para um combate, como vingança pelo que ele fez.

Abigail aceita, os frequentadores da academia gargalham muito alto, esperando pelo massacre que vai acontecer ali. Há alguns km dali, no apartamento de Cody, Raj e Kiet acordam Korlov perguntando onde está Edu, ao que o russo responde que ele foi tomar um ar e já volta. Os tailandês e o indiano se entreolham e sabem que é mentira, decidindo partir imediatamente atrás do brasileiro antes que ele morra nas mãos do tal de Abigail.

A luta começa com Abigail saltando pra cima do seu adversário de maneira extremamente ágil e perigosa, ao que Edu responde com seu Backflip Kick, o que não faz Abigail sequer piscar e a perna de Edu ficar formigando pelo impacto em uma montanha sólida de músculos. O gigante tenta acertar na sequência um Buffalo Punch no herói, que pega distância para não ser atingido, sendo vaiado pela audiência. Abigail é um lutador com pouca movimentação, como Edu prevera, salvo um ou outro movimento que devem lhe consumir muita energia para serem desferidos e que poderia ser uma tática interessante. O ponto mais importante aqui é que Edu não podia deixar o gigante acertá-lo, de forma alguma, pois isso poderia significar sua derrota.

No instante seguinte, Abigail inicia uma movimentação pra cima de Edu e ele faz o mesmo, permitindo que o gigante se aproxime como parte do seu plano, para então Edu desferir o seu chute mais poderoso, que o gigante bloqueia sem grande dificuldade, tentando acertá-lo no turno seguinte com uma sequência de socos, que Edu responde se distanciando novamente. A platéia começa a ficar inquieta e vão fechando o cerco ao redor dos lutadores, para evitar não apenas que Edu fuja de Muscle Beach, como que ele tenha menos área de circulação para usar contra Abigail, que já começa a demonstrar sinais de cansaço dado o esforço para desferir seus golpes.

Edu novamente usa da tática com o Backflip Kick, dificultando para Abigail conseguir engatar seu Buffalo Punch e quando consegue acertar Edu, ele bloqueia reduzindo os danos ao mínimo. A platéia vai ficando irritada e começam a agredir Edu, tanto verbalmente quanto fisicamente quando ele se aproxima demais deles. Edu sabe que eles não vão intervir realmente, dadas as ordens de Abigail, mas fica preocupado com o que pode acontecer se derrubar o chefe deles. De qualquer forma, eles estão lhe atrapalhando mais e mais a cada minuto, e em breve o cerco vai estar tão próximo que a tática principal de Edu se tornará inválida. Assim como ele se o gigante o pegar.

De golpes em golpes, a Saúde dos dois lutadores vai ficando avariada. Edu acerta uma, duas vezes e Abigail responde lhe pegando desprevenido e com apenas um golpe empata o combate de novo. Tontear o gigante então? Tarefa aparentemente impossível para Edu. Desse jeito, ele iria cair antes do seu oponente e sua missão de resgate  terminaria aqui. Então ele decide partir para o tudo ou nada, já que não tinha mais para onde correr, permitindo que seu oponente se aproximasse e ganhasse confiança para um ataque poderoso e lento, o que Edu responde com um rápido, porém igualmente eficaz: Tumbling Attack!

Edu rodopia com seus golpes de Capoeira desferindo uma sequência de ataques que parecem intermináveis, forçando o gigante a recuar um passo de cada vez enquanto tenta em vão se defender dos golpes que vão lhe atingido e lhe colocando pela primeira vez medo no rosto. Mas Edu não consegue derrubá-lo como gostaria e ao parar o ataque para tomar fôlego, é Abigail que desfere um poderoso Hyper Fist atingindo o capoeirista em cheio e o deixando a beira da inconsciência, mal parando em pé.

Os amigos de Edu chegam em Muscle Beach a tempo de presenciar a situação e já se posicionando para evitar que o amigo seja capturado ou algo pior. Edu tenta se manter em pé para um último ataque, vendo claramente que Abigail mal consegue respirar de tão cansado e que seria impossível para ele usar qualquer movimento mais elaborado do que golpes simples. Eles partem para cima um do outro e Edu consegue derrubar Abigail finalmente, deixando todos atônitos dada a dificuldade do combate para o capoeirista.

O trio que recém chegara atravessa o cerco para proteger Edu, que mal consegue respirar dados os ferimentos e que pode desmaiar a qualquer momento. Abigail recobra a consciência rapidamente, como que se apenas tivesse ficado tonto com o último ataque e edu estende sua mão para ele se levantar, o que para surpresa de todos ele aceita. Não apenas isso, ao se erguer do chão com a ajuda do oponente, Abigail levanta o braço de Edu reconhecendo a vitória de seu oponente. A multidão vai ao delírio, o Dream Team respira aliviado. Ao menos por enquanto.

O que Edu irá fazer agora com o assassino de sua irmã? Abigail teria matado realmente Pamela? Seria ele o grande chefe da Mad Gear? Qual o papel de Rolento nisso tudo?

Respostas para essas dúvidas e a resolução desse arco somente no próximo episódio.

Episódio 19 aqui.

Crônica 2023 – Episódio 17: Final Fight

Episódio 16 aqui.

O ano é 1989 e um ano se passou desde a final do The King of Fighters na China, onde o Dream Team se sagrou campeão. Apesar de nenhum grande torneio ter acontecido há um ano, Edu, Raj e Korlov se tornaram grandes nomes no circuito desde então, bem como o jovem Kiet. Mas isso deve mudar em breve, com grandes nomes sendo cotados para liderar um novo torneio, provavelmente uma segunda edição do The King of Fighters, já que nenhum grande nome se arriscou ainda em sugerir uma segunda edição do World Warrior, temendo ter o mesmo destino que o anfitrião da primeira edição…

Após a suposta morte de Heihachi Mishima após sua misteriosa transformação, a vida dos heróis pôde voltar à normalidade, já que o herdeiro do magnata, Jin Kazama, assumiu os negócios da família e aparentemente não tem nada contra o grupo. Estaria ele agora envolvido com a Shadaloo então? E o filho de Heihachi, Kazuya, que dizem que ele matou mas que nunca foi encontrado um corpo?

Mas deixando o Japão de lado e indo para a Índia, Dhalsim ainda zerado de Chi resolveu fortalecer ainda mais o seu corpo, desenvolvendo o Extendible Limbs e outros golpes físicos, retornando ao circuito como um lutador da Divisão Tradicional, enquanto que Raj assume seu lugar como Kabaddi favorito na divisão Livre, sendo a grande promessa do estilo para um campeonato mundial. Patrocinado pela sua mãe, que segue expandindo os negócios da família, a vida de Raj começa a dar uma guinada forte e sequer se recorda dos seus dias de pobreza. Entediado, sua mãe o incentiva a ir visitar novamente seu amigo no Brasil, país que ele tanto gostou no passado e ele decide ir, levando para o filho de Edu um Ganesh folheado a ouro e um pouco de mirra.

Deixando o país mais populoso do mundo e indo para o norte da Ásia, a URSS passa por um momento de grande turbulência. Movimentos separatistas eclodem por todo o país e diversos grupos rebeldes atuam em missões secretas contra o Kremlim, incluindo o grupo liderado por Igor Vanko. Junto dele, dois dos melhores guerreiros que a Mãe Rússia já concebeu: Korlov e Zangief, lutam lado a lado na Alemanha Oriental para derrubar o muro de Berlim e por um fim na Cortina de Ferro, junto de Rolento F. Schugerg, um cidadão germano-americano revolucionário. Os lutadores estadistas entenderam que a URSS está podre, tendo sido corrompida pela Shadaloo e precisa ser limpa de dentro pra fora, sem a mão dos americanos. Já Rolento quer libertar a Alemanha dos russos de uma vez por todas, aliando-se ao grupo separatista por enquanto.

Juntos, eles derrubam o muro com muitas granadas de Rolento,sua assinatura, Spinning Clothesline de Zangief e Head Bites de Korlov, que pôde ser visto pelo mundo todo empunhando uma nova bandeira russa no alto do muro, um claro sinal de que os dias da URSS estavam contados. Após o ataque, uma grande festa une as duas Alemanhas novamente e o grupo de Korlov se dispersa. Zangief vai para o norte, treinar, prometendo que quando se encontrarem novamente, decidirão quem é o melhor lutador de Sanbo do mundo. Rolento volta para os EUA, tocar uma revolução por lá. Enquanto que Igor se despede de Korlov pois vai se juntar a outro grupo rebelde continuar a revolução, sugerindo que Korlov deva voltar ao Brasil rever seu antigo companheiro que agora é pai. Korlov vai, comprando no caminho um grande urso de pelúcia para levar ao garoto.

Descendo para o sudeste asiático, o Dojô de Tagas/Arena de Kiet é um dos mais prestigiados da região, assumindo o posto que outrora foi de Adon, como número 2 do Muay Thai. Correntes de fãs defendem que ele já é o número 1 e que Sagat deveria aceitar lutar contra ele, mas o gigante calvo está completamente focado em derrotar o karateca que o humilhou. Kiet saiu em uma peregrinação para aumentar ainda mais a sua força e não foi mais visto tem alguns meses, alguns dizem inclusive que ele tem andado junto de Ryu. Na sua residência, é possível encontrar o casal Kieta e Tagas, que assumiram seu romance.

Do outro lado do mundo, no Brasil, mais especificamente em Niterói, os recém casados Christie e Edu criam seu filho, Ayrton Senna Monteiro Oliveira, junto do velho mestre Capoeirista, que ainda não voltou a andar desde o confronto com Marduk. Embora a família ainda não tenha perdido as esperanças, já que rumores de protéses cibernéticas rondam o submundo das lutas, eles seguem trabalhando na Fundação Monteiro, que permanece no Morro do Dendê. No morro vizinho, Kincaid, uma escola de Capoeira rival, a controversa Cobra Kincaid, vive arrumando encrenca com os alunos de Edu. Além desses contratempos, o pai de Edu não anda bem, estando encostado pelo INSS devido a uma dor nas costas que vem tendo, que estão impedindo que ele consiga trabalhar.

O Chamado

Edu e Christie estão na casa dos pais dele, em um almoço de domingo, quando de repente bate à porta Korlov, surpreendendo a todos. Coincidentemente, pouco tempo depois, é Raj quem aparece, surpeendendo ainda mais a família Oliveira. Edu gosta de seus amigos, mas sente que a chegada deles não é um bom sinal visto que quando andavam juntos sempre se metiam em encrencas.

A mãe de Edu, Helena, sai para comprar carne a fim de fazerem um assado para comemorar a reunião dos velhos amigos. Na sua ausência, enquanto eles botavam a conversa em dia, Filé Com Fritas chama Edu no telefone público, alertando que era uma ligação urgente. Edu sai da residência, deixando Korlov vendo TV com seu pai, Chico, e Raj ajudando Christie na cozinha.

A ligação do telefone público é Cody Travers, seu cunhado, marido de Pamela. Ele e a irmã de Edu moram há quase dois anos ilegalmente nos EUA, algo que o capoeirista não conseguiu resolver com seu amigo Guile, o que fez inclusive com que eles deixassem de se falar.

Na ligação, Cody, extremamente abalado, conta que Pamela foi sequestrada pela Mad Gear, uma grande gangue de Metro City, cidade onde eles moram. Cody não sabe dizer exatamente porque, mas imagina que seja pela ligação de Pamela com Jessica, filha do recém eleito prefeito de Metro City, Mike Haggar.

Como Cody e Pamela são imigrantes ilegais, eles não podem chamar a polícia sem correrem o risco de serem deportados. Sem contar que Cody suspeita que a polícia de Metro City seja corrupta também. Ele pede a ajuda de Edu que prontamente sinaliza que está indo para os EUA agora mesmo. Voltando para casa, extremamente abalado, Edu presencia todos vendo um plantão de notícias, falando sobre uma guerra de gangues que explodiu na cidade de Metro City nos EUA, com mortes, sequestros e muita violência. O ponto alto da notícia foi o anúncio de que a filha do prefeito, Jessica Haggar, fora sequestrada nessa noite, aumentando ainda mais a tensão do conflito.

Essa tal Jessica que aparece na TV parece muito com Pamela e isso gera dúvidas neles, se era ou não ela, já que faz tempo que não se vêem. De qualquer forma, Edu explica a situação para seus amigos e eles decidem ir junto, para ajudá-lo já que a tal gangue Mad Gear deve ser muito perigosa como apareceu na TV. Christie apoia a viagem do marido com muito pesar, mas entende que só ele pode ajudar sua irmã nesse momento, já que inclusive Cody está sozinho com o filho deles, Kyle.

Juntos, eles pegam o primeiro vôo para Metro City no Galeão e partem, com Ayrton dizendo para Edu “cole papai” ao se despedirem.

Metro City

Chegando em Metro City eles conhecem uma cidade muito parecida com Nova York, mas com as partes ruins muito ampliadas como crime, sujeira e violência de todos os tipos. Esses elementos já seriam um problema normal, mas ainda tem o agravante da cidade estar em guerra com sua maior gangue: a Mad Gear. Em um noticiário a caminho do apartamento de Cody, eles descobrem que o prefeito Haggar é um ex-pro wrestler que venceu o mundial do seu estilo quando era jovem, o Slam Masters, e decidiu entrar para a política depois de se aposentar, se tornando prefeito em sua primeira eleição com a promessa de limpar a cidade da Mad Gear. Obviamente os líderes da organização não gostaram nem um pouco.

Eles saem do aeroporto e rumam para os subúrbios, uma região pobre da cidade com muitos mendigos, acendendo em Edu uma grande dúvida já que Pamela sempre falou muito bem da sua vida nos EUA e inclusive mandava dinheiro para sua mãe regularmente. Crianças praticam vandalismo em prédios, mendigos se espremem em tonéis pegando fogo para se aquecer e em todo beco um crime ou violência de alguma natureza acontece sob os olhares indiferentes das viaturas policiais, que passam ao longe fazendo apenas um pouco de barulho.

Chegando no prédio, Cody os recebe com desconfiança, portando inclusive um taco de baseball. Seu filho Kyle chora pela ausência da mãe, o que Edu tenta confortar. Cody está ferido, o que ele conta que foi na tentativa de procurar por Pamela sozinho, na noite passada. Ela e Jessica, filha do prefeito e sua melhor amiga, saíram para uma balada na Thrasher, uma boate no centro de Metro City muito famosa na cidade. Elas se envolveram em uma confusão na boate e Pamela sumiu desde então.

Juntos, eles partem com Cody carregando Kyle para a prefeitura, onde também é a residência de Haggar, falar com ele e Jessica sobre o ocorrido. Como o centro fica longe do subúrbio, eles descem ao metrô da cidade que também parece já ter visto dias melhores, com muita sujeira e infraestruturas precárias, além é claro, de muitas pessoas estranhas.

O trem chega, Cody faz menção de entrar, mas é impedido por um grupo de punks, que dizem que o vagão é deles. Edu até ensaia um início de discussão com os punks, mas Cody o impede, principalmente porque estão com seu filho junto, um bebê de 2 anos. Eles pegam o vagão seguinte, muito sujo e inclusive com um mendigo morando dentro.

O Prefeito

Saindo na estação da prefeitura, eles logo avistam a mesma. Ela está com grades altas e consertinas por todo seu perímetro, incluindo carros de polícia fazendo uma barricada à frente do portão principal e 3 guardas patrulhando o portão. Ao se aproximarem, o maior guarda, um grande, gordo e forte homem barbudo, questiona o que eles desejam ali.

Edu explica o que aconteceu com sua irmã e diz que precisa falar com o prefeito, o que o capitão, Edi E., a princípio ignora mas ao descobrir quem eles são, consegue que eles tenham uma reunião com Haggar no interior da prefeitura. Lá dentro, são recepcionados por Haggar e sua filha, Jessica, que de fato lembra bastante Pamela e de forma alguma fora sequestrada, como noticiado na TV.

Mas então, o que aconteceu?

Haggar explica que Jessica saiu escondida para ir na Trasher, pois ele não permite que ela vá lá pois é um antro de drogas e crime. O dono da boate, DamnD, é acusado de estar envolvido com a Mad Gear, o que a inconsequência da jovem fez causar todo o problema com sua amiga.

Chorando, Jessica explica que ela e Pamela são melhores amigas e que inclusive com a eleição de seu pai, conseguiu um cargo em comissão para Pamela trabalhar com sua assistente executiva. Pamela não costumava parar para se divertir e como Jessica não queria ir à festa sozinha, convenceu ela a ir junto, a contragosto do seu marido e escondidas de Haggar. As duas estavam tão feliz que inclusive se maquiaram e fizeram penteados parecidos. Na festa, estava muito frio e Pamela não tinha levado casaco, e Jessica decidiu emprestar o seu a ela, criando então a situação perfeita para o engano dos bandidos. Em uma confusão na multidão, que ninguém, sabe como começou, Pamela e Jessica se separaram e depois ela não foi mais vista. Desesperada, Jessica fugiu de lá ainda na confusão e se escondeu em casa.

Haggar então decidiu emitir a nota de que sua filha fora sequestrada para ganhar tempo, já que se os responsáveis descobrissem que haviam sequestrado a garota errada, poderiam matá-la ou ao menos vendê-la no mercado negro da prostituição internacional. No entanto, isso pode acontecer a qualquer momento. Edi E., que é capitão da polícia de Metro City e acompanhava a conversa, comenta que a Mad Gear assumiu a autoria do sequestro e que exigem que Haggar renuncie ao cargo para devolverem a menina, algo que ele não irá fazer. O rival de Haggar na corrida eleitoral era um burocrata conhecido por fazer vista grossa para as atividades da Mad Gear na cidade, tendo sido o prefeito anterior.

Cody deixa o pequeno Kyle aos cuidados de Jessica, que tenta se redimir pelos problemas causados, e os 4 rumam para a boate algumas quadras dali.

A Boate

É meio dia e eles logo chegam na boate. Ela está obviamente fechada e eles decidem almoçar em um restaurante próximo onde podem observar a movimentação ao longo do dia. Dois pontos chamam a atenção deles: primeiro um caminho de uma distribuidora de bebidas que entrega algumas caixas suspeitas para funcionárias da boate e mais tarde um carro de polícia que faz uma ronda pela região e cumprimenta um dos funcionários, como se estivesse fazendo a segurança do estabelecimento.

Em dado momento, Edu tem a ideia de ir lá falar com os punks que ele viu trabalhando no recebimento das bebidas pois reconhecera eles do metrô, ao que eles parecem não recordar. Eles decidem então entrar à noite, se misturando com os demais frequentadores, enquanto que Cody invadiria pelos fundos.

A noite chega e eles entram na fila para entrar, cheio de jovens abastados, bêbados e drogados. Certamente um lugar para poucos, mas ao mesmo tempo decadente em valores morais. Quando chega a sua vez na recepção, eles ensaiam enrolar os seguranças, mas quando Korlov dá o seu nome, logo eles são convidados a entrar pois Edu, Korlov e Raj estavam na lista com um camarote reservado a eles, o que deixa a todos intrigados. A música é ensurdecedora mesmo do lado de fora e eles imaginam o que os esperam lá dentro.

Poison, a hostess deles, os leva até o alto de um mesanino que circunda toda a pista de dança. Lá dentro é escuro, iluminado por neon e com muita fumaça, gerada tanto pelas máquinas quanto pelo uso indiscriminado de cigarros de todos os tipos. Talvez em algum momento tenha sido um lugar bonito, hoje está decadente. Seu camarote está impecavelmente arrumado e a moça tira os seus pedidos, os deixando com outra muito parecida, Roxy, que logo começa a tentar seduzir Edu. Com o retorno de Poison com as bebidas solicitadas, as duas começam a se insinuar para o capoeirista dada a sua beleza, deixando-o sem jeito mas firme em não cair no seu jogo. Raj e Korlov tentam observar os arredores, com muita dificuldade dada a baixa luminosidade e fumaça, sendo inclusive difícil de respirar.

Edu tenta tirar alguma informação das meninas, que por sua vez também tentam fazer o mesmo com ele. Edu quer saber de Pamela, o que as leva a sugerir que ele deveria ir nos fundos da boate, onde pelo que se entendeu, a prostituição rola solta. É então que os holofotes ficam próximos de uma cortina e dela sai DamnD, o dono do local. Um afro americano com mais de 2m de altura e uma montanha de músculos, seguido pelos 2 punks que viram mais cedo. Muito espalhafatoso nas suas vestes e gritando enquanto fala, algo compreensível dado o barulho da música, ele os recepciona questionando se as garotas estão tratando eles bem e demonstra felicidade, talvez até exagerada, pela presença deles. Pegando um microfone, anuncia para toda a boate que os grandes campeões do torneio The King of Fighters da China estão ali na boate, ao que a galera acha o máximo, principalmente considerando que Korlov é garoto propaganda de uma vodka muito consumida por ali.

Raj e Korlov estão impacientes com a demora de Edu em conseguir tirar informações úteis das garotas e tentam se aproximar de DamnD querendo saber da garota que sumiu. O empresário não se intimida, muito pelo contrário, e os convida para irem nos fundos com ele, onde poderia entregar a garota que procuram, o que eles sacam que pode ser uma armadilha, mas que é a sua melhor pista. Edu fica para trás, ainda em uma “queda de braço” social com as garotas. Depois da cortina e por um longo corredor cheirando a muito sexo e bebidas, eles notam passar por um prostíbulo clandestino, onde jovens se vendem por alguns trocados enquanto que frequentadores da boate se divertem, por assim dizer. Teria sido esse o destino de Pamela? É isso que os dois gostariam de descobrir, mas estão sempre seguidos pelos 2 punks, enquanto que DamnD vi na frente cantarolando.

Chegando ao final do corredor, no extremo sul da boate, eles chegam no escritório do chefão. Uma sala ampla que em um canto parece ser um escritório, mas em outro uma suíte de motel com direito a bar, pole dance e hidromassagem. Para ajudar, a meia luz e a música brega dão um tom condizente com o corredor pelo qual passaram. Korlov logo se anima com o bar no local e DamnD os deixa sob olhares dos punks, dizendo que vai buscar Pamela para eles. Ao sair, duas moças entram em seu lugar, portando facas, enquanto que os dois punks também sacam canivetes retráteis dos bolsos. Talvez DamnD não vá voltar com a menina. A porta se fecha atrás dos capangas.

No camarote, Poison e Roxy deixam Edu sozinho abruptamente, desaparecendo na fumaça. DamnD está de pé na frente dele e diz “quer a garota? vem pegar!”.

Batalha na Boate

Uma feroz batalha irrompe em dois pontos distintos da boate. Nos fundos, Raj e Korlov estão em inferioridade numérica contra 4 capangas de DamnD, o que logo Raj reduz para dois queimando vivos dois deles com seu Yoga Flame. O Dragão Cuspidor de Fogo está de volta. Korlov parte para cima do terceiro, enquanto que é golpeado pelo quarto.

No camarote, DamnD parte rolando para cima de Edu, mostrando ser muito mais ágil do que o brasileiro pensava e pegando-o desprevenido que erra o seu Backflip Kick. Onde estariam seus amigos agora, já que eles deveriam estar com o chefão da boate?

Raj iria ajudar Korlov mas logo entram mais dois capangas no quarto, mantendo o 4×2, já que Korlov tem dificuldade em derrubar um de seus oponentes. Os capangas não são exatamente durões, já que os guerreiros não são novatos no circuito, mas o tempo longe dos ringues deixou Korlov desatento e ele chega a levar uma série de cortes antes de conseguir ajudar Raj a por todos os 6 capangas para dormir, voltando pelo corredor correndo para ajudar Edu que deve estar precisando.

A luta é tensa, com DamnD se mostrando ser um lutador experiente. Apesar dos gritos e barulhos dos golpes, a festa segue normalmente com o ocorrido sendo abafado pela música alta e a falta de visibilidade não ajudando muito também. Edu quase consegue encaixar seu Tumbling Attack, mas o ágil DamnD consegue se esquivar a tempo, fazendo o ter de recorrer a ataques mais simples porém eficientes, como seu chute favorito, o Roundhouse. Toda aquela batida frenética ao fundo e ar sujo faz Edu sentir falta de usar seu walkman na luta, mas agora é tarde.

Logo chegam Raj e Korlov, que vendo a luta parelha entre os dois, decidem não intervir até que se mostre necessário. DamnD começa a ficar preocupado com a chegada dos dois, já que isso indica que seus capangas não conseguiram derrubar eles e ele começa a montar uma estratégia em sua cabeça para enfrentar todos juntos, o que lhe tira a atenção do seu principal oponente que começa a virar o jogo. Em uma tentativa desesperada de evitar ser derrubado, DamnD tenta ludibriar Edu de que fora apenas uma brincadeira, uma recepção calorosa digna de lutadores, o que não cola e ele é nocauteado.

Eles acordam o vilão com a água do balde gelo e o ameaçam para que entregue Pamela. O vilão avisa que a boate vai se encher de guardas em breve se não forem embora, e que a menina eles já sacaram que não é Jessica quando viram seus documentos. Edu ameaça de o matar, ao mesmo tempo em que Cody entra na boate pelos fundos e começa a bater em seguranças e até clientes, criando uma confusão na pista de dança.

Querendo se livrar deles o mais rápido possível, DamnD entrega que mandou um de seus homens, Sodom, levar Pamela e se livrar dela, provavelmente a vendendo como uma prostituta ou algo assim, já que estava sem documentos e não era uma americana. Edu fica furioso e promete voltar se a pista que ele deu não trouxer resultados, indo embora junto dos demais antes que Cody arrume mais confusão por ali, incluindo com a polícia que já fora chamada.

Na rua, Cody explica que conhece Sodom, um grande lutador do submundo de lutas de Metro City, podendo ser encontrado em um local secreto nos metrôs.

O Metrô

Eles pegam um metrô até o final da linha mais longa da cidade, indo parar no final das escavações. O metrô deveria conectar mais regiões, mas infelizmente a quantidade de furtos e violência nessa região interrompeu as obras há muito tempo, deixando um conjunto de câmaras subterrâneas abandonadas alguns km depois da última estação, para onde os heróis estão indo com Cody como guia.

O cunhado de Edu explica que já foi lá algumas vezes, mas que é tão perigoso que sequer a polícia patrulha por lá. A pedido de Pamela, ele parou de ir frequentar, embora a grana que estava ganhando com as apostas era boa. Sodom é um grande campeão na cidade, tendo inclusive lutado no The King of Fighters anterior e ele só dá as caras no local quando está perdendo muita grana nas apostas ou quando algum lutador lhe chama muito a atenção no ringue, então é isso que terão de fazer.

Saindo do trem na última estação, eles descem aos trilhos e seguem pela escavação inacabada. É possível ver moradores de rua por todos os lados, como que se fosse um refúgio para os desabrigados, incluindo alguns vagões em péssimo estado, um local insalubre porém que não está em guerra como na superfície. Logo surgem outras pessoas indo para o mesmo local que eles, seguindo os trilhos inacabados do metrô que logo cessam de aparecer, deixando apenas o chão pedregoso e o teto sustentado por colunas de aparência duvidosa dado o abandono da obra. Pichações escritas Mad Gear e Tiras não são bem vindos são vistas nas paredes, alertando que estão próximos.

A luminosidade aumenta e uma torcida pode ser ouvida ao longe. Mais alguns minutos e chegam em uma grande caverna onde iniciou-se a construção de uma estação que nunca viu o fim das obras. Onde seria a plataforma de embarque, uma arena foi construída. Em um vagão provavelmente furtado, um escritório de apostas. Vendedores ambulantes refrescam os presentes, junto de exaustores da época da construção. Na arena, dois lutadores se enfrentam enquanto que a platéia vibra. Um raro momento de diversão e paz para os moradores desta cidade tão judiada.

Mas onde estaria Sodom?

Seguindo a dica de Cody, eles planejam chamar a atenção de Sodom. O que é facilitado quando Korlov pede uma vodka a um vendedor e ele reconhece o lutador estampado na garrafa. Logo a notícia de que um dos campeões do KOF na China em 1987 está presente e todos ficam alvoroçados na expectativa de ver alguém tão famoso subir ao modesto ringue dos rejeitados pela sociedade. Korlov não se deixa intimidar e aceita duelar com Tamude, um campeão dos humilhados, um lutador que veio de Hong Kong e se estabeleceu na região.

Tamude e Korlov sobem ao ringue, um asiático alto e musculoso, com uma grande cicatriz no peito, moicano e longo e fino bigode, se cumprimentando em respeito mútuo. Tamude conhece as histórias de Korlov, o Estrategista, e está preparado para seu estilo caótico de combate. A luta começa e os lutadores avançam um sobre o outro. A batalha é tensa, com Korlov tendo dificuldades de encaixar seus melhores golpes, já que seu oponente havia estudado seus combates. Quando conseguia agarrá-lo, não consegui manter por muito tempo.

Na platéia, as apostas estão equilibradas, com seus companheiros apostando alto no amigo, seguindo a recomendação de Cody de causar prejuízo a Sodom, que ganha parte das vitórias de Tamude. Gritos de torcida à Korlov, mas também à Tamude, podem ser ouvidos por toda a caverna, atraindo ainda mais espectadores e fazendo as vendas de sua vodka explodirem, zerando o estoque dos vendedores.

Korlov e Tamude seguem trocando golpes, mas nem mesmo o Siberian Bear Crusher de Korlov consegue desequilibrar o combate a seu favor, estando a batalha equilibrada do início ao fim. No entanto, o estilo superior de Sanbo de Korlov acaba sobrepujando o chinês e a vitória faz o Dream Team ganhar algum dinheiro e obviamente, quem apostou em Tamude, perder.

O que inclui Sodom, é claro.

O Samurai

Grandes taikos, tambores típicos japoneses, começam a ser ouvidos ecoando por toda carvena. A luz começa a piscar, a platéia grita de excitação sabendo o que estava por vir. Alheio a isso, Korlov desce da arena indo se encontrar com seus amigos que coletavam seus ganhos com o apostador local. A platéia que até então estava ovacionando Korlov, para de gritar seu nome. Em uma piscada de luz mais longa, exibe a silhueta de um samurai na arena, com duas katanas em mãos. Ninguém ousa gritar, enquanto que os tambores tocam freneticamente e Sodom faz uma performance de teatro kabuki com katanas. Quando ele pára, apontando uma de suas espadas para o time, a multidão delira. Quando ele fala algo incompreensível em japonês por trás da máscara samurai, mas que ecoa nos alto-falantes, todos sabem que algo épico vai acontecer ali esta noite.

O grupo decide mandar Edu para o combate, já que era o principal interessado em obter informações de Sodom a respeito de Pamela e Korlov estava ferido do último combate. Então ele sobe ao ringue com seu walkman ligado, tentando abafar os sons da caverna e se concentrar no seu gingado de capoeira.

A batalha começa e Edu é surpreendido com a velocidade e alcance das katanas de Sodom. Na China, quando o viu lutar, ele estava com armas de contusão (jittes), provavelmente devido a regras do torneio, mas aqui, não há regras, não há limite de rounds e não há piedade. A platéia quer sangue e é sangue que Sodom dá a elas a cada corte nos braços e torso de Edu.

O brasileiro reage e parte para cima com tudo que tem, acertando vários golpes com seu Tumbling Attack, mas que causam poucos danos ao lutador devido à sua armadura. Empurrado para a beira dos trilhos, Sodom consegue usar suas espadas para se defender e volta a ser o atacante, colocando Edu em defensiva e em sérios apuros enquanto que seus companheiros observam tensos na torcida. Com as apostas de 3×1 a favor de Sodom, eles colocaram uma quantia alta no amigo e cada vez que Sodom vira o jogo, parecem mais distantes de conseguirem as informações que precisam também.

A situação piora quando Sodom consegue encaixar seu golpe secreto e mais poderoso, o Daikyou Burning, atacando-o com espadas flamejantes enquanto ele se defende com dificuldade. Mas Edu não deixa barato e consegue acertá-lo com seu poderoso Roundhouse, fazendo com que a luta ficasse ainda mais sofrida e a um passo da vitória do brasileiro, com Sodom demonstrando grandes estragos em sua armadura.

Em uma jogada arriscada, que poderia ter derrubado seu oponente, Edu se lesiona em um golpe mal sucedido, colocando Sodom na vantagem, que o finaliza com um grande corte no peito que provavelmente deixará uma cicatriz. A platéia vai ao delírio.

Um verdadeiro bushin, Sodom cumprimenta Edu e o levanta, fazendo a torcidade ovacionar também o perdedor, que entregou a eles um grande espetáculo. Quando ele e Edu iriam conversar sobre sua irmã, Cody salta na arena com uma voadora e acerta Sodom na cabeça, derrubando-o. Então a multidão se enfurece.

Fuga para West Side

Uma grande confusão acontece. No olho do furacão, Cody é atropelado pela multidão furiosa que quer proteger seu campeão, Edu mal consegue ficar de pé e não consegue ajudá-lo, saindo a procurar Pamela nos vagões onde os sem teto usam para dormir, sem sucesso. Raj e Korlov aproveitam a confusão para investigar o vagão-escritório das apostas, mas são abordados por punks que os querem fora dali e acham melhor não enfrentá-los pois apenas Raj estava pleno. Eles questionam da garota e os punks falam que se ela não tinha serventia como refém para a Mad Gear e era imigrante, que provavelmente Sodom a teria enviado para ser usada ou vendida no Distrito da Luz Vermelha, em West Side.

Saindo dali, eles se reúnem novamente e voltam pelo mesmo caminho que usaram antes. O tempo urge e a vida de Pamela parece estar cada vez mais em perigo. O dia já está amanhecendo e o cansaço começa a cobrar seu pagamento, os heróis estão exaustos e perderam Cody, mas ainda não as esperanças de resgatar Pamela da Mad Gear.

Pegando um metrô novamente e dormindo no vagão junto a outras pessoas tão bem de saúde quanto eles, eles chegam pouco mais de 1h depois na estação West Side, onde fica o Distrito da Luz Vermelha. Chegando lá, o ambiente surpreende a todos, mas principalmente a Raj que nunca tinha visto nada igual em suas viagens: vitrines humanas, com mulheres de top less se oferecendo aos transeuntes. Traficantes vendendo drogas em lojas como se fossem tabacarias comuns. Carros sem as rodas, bicicletas só no quadro e pessoas se injetando em plena manhã, em bancos na rua pública.

Apesar de ser uma região que não está em guerra civil, a decadência de West Side é de um jeito diferente, obsceno, para dizer o mínimo. Seduzido por uma moça, Raj acaba entrando em um dos inferninhos e paga para sentir prazer pela primeira vez em sua vida, algo que não dura muito e que sequer é notado pelos seus amigos que investigavam a região procurando por pistas.

A polícia é vista eventualmente pela região, fazendo vista grossa aos crimes sendo cometidos, e até mesmo chamando a atenção das garotas nas vitrines e ruas eventualmente, abusando de sua autoridade. Claramente há algo de errado com a polícia daqui e o prefeito parece estar travando uma batalha solo contra o crime.

Em um beco, um agiota e seus capangas atacam um homem e lhe tiram tudo que tem, incluindo seus sapatos. Ele é notado pelo grupo mas parece não se importar. Edu decide se aproximar, pois parece ser um sujeito que conhece a região. Edu o interroga se ele sabe para onde são enviadas as meninas que Sodom e DamnD trazem para cá. O agiota parece interessado em negociar essa informação, mas o lance é alto: $5 mil. Edu que havia ganho mais que isso nas lutas, decide pagá-lo para evitar conflitos que possam chamar a atenção naquele lugar problemático, apenas se certificando primeiro de que ele estava procurando especificamente uma jovem latina de nome Pamela, parecida com a filha do prefeito.

Depois de ser pago, o agiota entrega a Edu um panfleto de uma academia local onde diz que ele tem direito a uma aula grátis. Quando questionado se lá vai encontrar Pamela, o agiota explica que a Academia Andore tem ligações com a prostituição mais suja possível de Metro City, inclusive envolvendo tráfico humano. Se uma imigrante latina e bonita veio parar aqui, os Andores são a pessoa certa e a academia, o lugar certo.

Academia Andore de Pro Wrestling

Os heróis rumam para a academia e logo que chegam, percebem um carro de polícia parado na frente. Teria a polícia de Metro City envolvimento também com o caso de Pamela?

A academia é um enorme pavilhão que ocupa quase todo o quarteirão. Na fachada, grandes faixas exibem diversos fotos do mesmo lutador, ou de lutadores diferentes mas que se parecem muito uns com os outros: enormes e musculosos alemães de cabelos crespos com roupas espalhafatosas. Seriam os Andores?

Ao entrarem na recepção, logo percebem que estão em um local bem perigoso para arranjarem briga: homens musculosos por todo o lado, ringues de luta livre…talvez Korlov consiga se misturar na multidão, mas Edu e Raj, dificilmente passariam despercebidos.

Na recepção, são atendidos por um sujeito igual às fotos na fachada. Espremido atrás de um balcão, um grande lutador de wrestling vestindo apenas um macacão lhes dá as boas vindas. Quando questionado sobre Pamela, ele desconversa e mostra que na academia tem apenas machões, e que se eles quiserem se tornar machões, que são bem vindos. Eles apresentam o voucher e entram de graça. O recepcionista, que se apresenta apenas como Andore, chama seu irmão mais novo Hugo (outro Andore), para treina-los. Hugo é tão impressionante quanto seu irmão, idêntico nas feições e musculatura, mas trajando um cropped de oncinha rosa, jeans e coturnos desamarrados.

Levados por Hugo para conhecer a academia, Edu novamente tenta questionar se ele não viu sua irmã Pamela, o que Hugo diz que vai mostrar a Pamela a eles, fazendo Korlov se sentar em um Leg Press chamado Pamela. Desafiado, Korlov malha um pouco as pernas, enquanto que Edu fica sem saber o que fazer e Raj vai dar uma volta. Um lutador o vê dando mole e pede que ele lhe traga um shake, o que leva Raj até a cantina da academia. No balcão, outro Andore (provavelmente) o atende e começa a preparar o shake de proteína solicitado.

Acima da cantina, no mesanino, Edu furtivamente escapa de seu treinador, que segue “torturando” Korlov com cada vez mais peso, até a falha, encontra o escritório da academia. Ele abre a porta e dentro está possivelmente o administrador do negócio, outro Andore, que o olha com uma cara de poucos amigos, pegando Edu desprevenido. O gigante diz que o banheiro fica do outro lado do corredor e Edu agradece constrangido e sai dali.

De repente uma sirene da polícia toca brevemente e ouve-se o barulho de um carro lá fora.

O Ringue dos Andores

Entram na academia Edi E. e mais dois policiais. Os heróis ficam intrigados quando vêem eles ali e eles por sua vez ficam extremamente surpresos, não esperavam encontrá-los, definitivamente.

Quando questionado, Edi diz estar apenas fazendo seu trabalho de ronda, e que pára ali sempre para pegar alguns shakes de graça com seus homens, em retribuição pela segurança que fazem na academia. Os heróis logo sacam que isso é apenas meia verdade, mas não tem muito o que usar contra o capitão da polícia da cidade.

Edi e seus homens vão até a cantina e se sentam, de fato recebendo shakes do Andores bartender. Os heróis ficam ali em volta tentando tirar algo dele, mas o capitão é sagaz e longo consegue uma distração: ele anuncia para todos que aqueles novos alunos ali na verdade são grandes campeões street fighters, tendo vencido o grande torneio de 87 que rolou na China. Imediatamente outro lutador confirme ter reconhecido o grande e famoso Korlov assim que ele tinha entrado na academia e todos ficam eufóricos com a visita das celebridades.

Já no ringue central de luta-livre, Hugo Andore desafia Korlov para um combate onde só o melhor wrestler venceria. Korlov está meio relutante, mas logo outro Andore, o recepcionista, sobe ao ringue e desafia Edu também. Raj fica preocupado com a situação, pois Edi termina de tomar seu shake e está saindo de cena, deixando-os naquela situação desconfortável, que fica ainda pior quando um terceiro Andore, o bartender, sobe ao ringue desafiando Raj também para uma luta de trios, o que eles acabam aceitando para não fazer feio e também porque ainda querem respostas dos Andores.

No entanto, para desespero de Raj, que costuma lutar mais de longe, e de Edu, que costuma se mover bastante, a arena de wrestling deles é minúscula, um octógono com poucos metros quadrados.

A estratégia dos Andores é coordenada e simples: eles alternam entre bloqueios, tankando os golpes mais fortes de seus oponentes, e contra-atacam com agarrões fortíssimos, que costumam colocar seus oponentes no chão. Raj não se deixa intimidar e consegue se posicionar de forma  a tacar fogo nos três ao mesmo tempo, obtendo grande vantagem para os seus colegas que estavam com dificuldade de furar o bloqueio dos gigantes.

As chamadas ainda ardiam quando Edu decidiu golpear o seu oponente e acabou se queimando. Esse descuido fez com que Edu fosse atingido na sequência no contra-ataque de Hugo que o tonteou com um poderoso golpe. Aproveitando do momento vulnerável, Hugo arranca o walkman de Edu, destruindo-o completamente, para seu desespero, deixando-o sem seu instrumento de foco.

Apesar de sacarem logo a estratégia dos Andores, ela é simples porém eficaz, já que os irmão são máquinas de tomar e desferir golpes, não caindo ante fortes sequências, incluindo um Repeating Fireball de Raj que acaba sequer chamuscando dois deles. Já Korlov se descuida em outro momento e também é atordoado por outro Andore, que é ovacionado pela platéia, usando desse momento para arrebatar mais fãs ao invés de finalizá-lo. Já Raj consegue jogar bem evitando de ser pego por um dos gigantes e aproveitando-se da distração de outro, consegue emendar mais uma grande labareda que pega todos eles, mas infelizmente também o seu companheiro que não conseguiu fugir a tempo, Edu, que está quase caindo.

A luta avança e os Andores seguem com o “feijão com arroz” bem feito. Com exceção de Raj, que segue evitando de ser atingido, Korlov é o primeiro a ser derrubado após mais um poderoso Siberian Bear Crusher que consegue persegui-lo por toda a minúscula arena. 1×0. Em seguida, Edu consegue empatar novamente o placar, derrubando o primeiro Andore, após um Roundhouse. 1×1. No entanto, Edu que já estava muito ferido, começa a falhar em seus golpes (seria o cansaço?), deixando Raj praticamente lutando sozinho com 2 Andores por alguns instantes e ele servindo apenas como escudo humano e distração. No entanto Edu consegue derrubar mais um Andore, que não consegue bloquear a tempo e o último é derrubado logo na sequência, fazendo o time ser campeão sobre os donos da casa.

A platéia ovaciona o grupo, mas eles não tem tempo de comemorar. Quase que ao mesmo tempo que percebem que Edi e seus aliados não estão mais por ali, um disparo quase acerta Edu, o que certamente o derrubaria. Ele se joga para um lado, Raj para o outro, e do alto da janela do escritório mesanino, é possível ver Edi com sua pistola, atirando neles.

Raj prepara suas bolas de fogo, Edu procura com os olhos por alguma proteção, enquanto que Korlov está desacordado e vulnerável no meio da arena.

Conseguirá Raj derrubar o atirador à distância? O que pretende Edi tentando derrubá-los na academia? Estariam perto de algo comprometedor para ele? E Kiet, onde anda o Jovem Jaguar?

Episódio 18 aqui.

Crônica 2022 – Episódio 16: Encerrando um Ciclo

Episódio 15 aqui.

Edu acorda no hospital do Rio, com Kiet lhe cuidando ao lado, em uma cadeira. Desorientado e ainda com um pouco de dor, ele questiona sobre o desfecho do combate no morro, ficando aliviado que Marduk agora esteja morto e que Dendê tenha assumido o controle novamente. Então ele se lembra de Monteiro e pula imediatamente da sua cama para ver como seu velho mestre está.

Na recepção do hospital descobre que Monteiro teve três vértebras quebradas na luta com Marduk e que passa por uma cirurgia há várias horas para colocar próteses. Essas fraturas teriam causado hemorragias em órgãos internos dele e estão trabalhando duro para mantê-lo vivo. Já é tarde e sem poder fazer mais nada para ajudar, ambos decidem voltar ao morro para ver como estão todos, deixando o telefone público próximo da casa de Edu como contato para recados.

Chegando no morro, logo percebe-se uma agitação no topo, onde fica a mansão de Dendê. Mas Edu e Kiet vão até a casa dos Oliveiras primeiro, encontrando a família do capoeirista sã e salva. Christie logo se atira aos braços do seu amado e pergunta de seu avô. Como eles estavam fora durante o combate, sabem por cima que o morro foi retomado e que eles teriam ajudado. Com a notícia de que seu avô e mestre está correndo risco de vida, ela decide partir para o hospital acompanhá-lo, enquanto que Edu e Kiet se despedem de todos e sobem o morro para ver como está tudo por lá.

Time Kincaid?

No topo do morro, pode-se ver algumas cabeças empaladas na entrada, como um sinal aos inimigos, incluindo a de Marduk. Contrastando com este clima fúnebre, muita música, fogos (e tiros) podem ser ouvidos há quadras de distância. Uma festa está acontecendo para comemorar a vitória.

Após uma revista nos dois, Edu e Kiet vão até os fundos da mansão e encontram muitas mulheres, comida e bebida, além de muitos milicianos. Ao fundo, Dendê e Denzil conversam. Denzil está diferente, mais maduro, vestindo roupas finas e com cabelo engomadinho. Não sai do seu rosto aquele sorriso arrogante, mas o clima aqui é muito amistoso, já que ele foi uma peça chave para Dendê.

Ao verem os dois lutadores chegando, eles são convidados a participar da festa e inclusive são ovacionados por terem ajudado contra Marduk. Denzil em pessoa agradece por terem atuado junto à sua milícia e que agora a paz reinará em ambos morros sob sua liderança e de Dendê. Edu não gosta muito do discurso superior de seu antigo rival, mas ao mesmo tempo não percebe nada que possa tirar-lhe o mérito de ser uma opção melhor do que Heihachi e sua trupe. Ou mesmo de Simon, como era no passado.

Assim, Edu sela a paz com Denzil lhe oferecendo sua mão, ao que o playboy retribui, inclusive convidando o Dream Team a ser apoiado por ele, já que estaria buscando campeões para agenciar no circuito de lutas ilegais. Edu não gosta muito da ideia, mas não recusa logo de cara, deixando este assunto para depois. Agora Monteiro precisa dele.

Voltando ao hospital, Kiet e Edu encontram Monteiro já em seu quarto. Ele está consciente, embora sedado, e Christie segura sua mão onde recebe o soro. A situação de Monteiro é estável, mas visivelmente prejudicada dado que está completamente engessado e com colete cervical. Antes de dormir, Monteiro pede que Edu volte para a China a fim de ajudar seus amigos a vencer o torneio. O capoeirista acredita não ser possível chegar a tempo de lutar na final, dada a logística de tal pedido, mas aceita pois não há nada que ele possa fazer ali e o pedido de “trazer honra para a Fundação Monteiro” reacende nele o desejo de lutar.

Já Kiet decide não voltar, já que seu time perdera no torneio e ainda não tem notícias de sua mãe e mestre. Então, os dois se separam, com o thai kickboxer comprando passagens para a Tailândia e o carioca para a China. No aeroporto, Kiet acredita ter visto Kuma, que estaria deixando o país para não ser pego por Dendê, já que estava cuidando do outro morro. No vôo para a China, Edu confirma que Kuma estava no avião pelo forte cheiro de urso a bordo. Será uma longa viagem…

Semi-Final 1

O dia transcorre na China se maiores contratempos, com Korlov e Raj se preparando para o combate à noite. Próximo do horário do torneio eles vão até a arena de táxi.

Começa a semi-final na arena de Chun Li. As chaves são sorteadas e de um lado, Time Kazama (com Heihachi infiltrado) vs Time Guile, e do outro lado Time Chimu Nihon contra Dream Team. Muita gente veio ver os combates e tanto o Time Guile, onde está a campeã local Chun Li, quanto o Dream Team, são os favoritos para irem às finais.

E começa a primeira luta das semi-finais: Time Guile, com o próprio e Eagle (Chun Li estava exausta dos combates anteriores), contra Time Kazama, com a dupla Heihachi e Jin Kazama, seu neto. Guile inicia um combate morno, decidido em se guardar para a final, sem usar seus melhores ataques como Flash Kick e Sonic Boom, o que Heihachi não perdoaria. Ao seu lado, Jin e Eagle travam uma batalha equilibrada alternando entre ataques e defesas.

De fato, Guile estava mandando muito bem, mostrando ser muito mais forte que seu oponente, o que lhe permitiria um acesso para a final sem exaurir suas energias. No entanto, em um descuido, Jin é derrubado por Eagle que o surra com suas tonfas. Por uma questão de Honra já que estavam em superioridade numérica e a vitória parecia certa, Eagle abandona o combate deixando a decisão a critério de mais um ou dois golpes de Guile.

No entanto, em um movimento desesperado, Heihachi, que já parecia mais alterado que o habitual, imbui-se de imensa energia púrpura, diferente da eletricidade habitual de seu estilo. Tal energia é sentida por todos conhecedores do Chi na região e Raj, na platéia, logo percebe do que se trata: é a mesma energia maligna que o clérigo de Bison usa. Estaria Heihachi sendo controlado mentalmente? O fato é que este rompante de energia revigora o vilão e pegando Guile desprevenido lhe acerta em cheio com vários impactos de seu Hurricane Kick, jogando Guile na lona e levando o Time Kazama para as finais.

Após suas investigação psíquica terminar, Raj conclui que não, Heihachi não estava sob controle mental. O que é claro não diminui o perigo que eles correm, pois se passaram da semi, terão de enfrentá-lo novamente. O que Heihachi deixa bem claro apontando para eles da arena.

Semi-Final 2

E vai começar a segunda semi-final. De um lado, os gêmeos Kura Mizu e Seirei Kaji, os irmãos elementais do Chimu Nihon, e do outro lado, Korlov, o Urso Russo, e Raj, o Dragão Cuspidor de Fogo, favoritos da torcida, principalmente o primeiro. Enquanto que o gêmeo de fogo se posiciona à frente do russo, o gêmeo de água logo avisa que vai provar para o indiano a superioridade do seu elemento frente ao dele.

A batalha começa com o gêmeo de fogo partindo com manobras básicas contra o russo, que se defende. Ao lado, Raj que já não possui muita energia Chi disponível, decide encerrar batalha o mais rapidamente que pode, desferindo seu Repeating Fireball que pega desprevenido seu oponente que mal tem tempo de se defender e acaba tonteando com a saraivada de bolas de fogo, mas sem cair por enquanto.

Korlov engata na sequência o seu contra-ataque, agarrando o elemental do fogo impiedosamente, enquanto que Raj se prepara para o próximo ataque. Mas desta vez, é o elemental do água quem consegue atacar primeiro, jogando um grande jato de água sobre seu oponente que é pego de surpresa, mas sem tomar grandes danos embora não tivesse conseguido bloquear como planejava.

Korlov decide por soltar seu oponente que tonteara rapidamente ante seu apresamento e já planeja a próxima sequência de golpes, com Seirei se posicionando de forma a atacá-lo por outro ângulo. Já Mizu insiste em golpear Raj com seus jatos de água, desta vez mandando uma espécie de “soco de água” à distância contra ele, ao que Raj responde tomando distância, deixando Korlov vulnerável contra os dois.

Mas enquanto que outros lutadores poderiam ficar preocupados com esta situação, isso não se aplica a Korlov, que tonteia novamente seu oponente de fogo com mais um apresamento enquanto que recebe o golpe de água do oponente de Raj. Deixando seu oponente atordoado em paz por um segundo, Korlov surpreende a todos avançando sobre o outro e golpeando-o com um soco que joga Kuma Kizu na lona, formando uma grande poça de água.

O combate avançava para os segundos finais e com Seirei Kaji muito mais machucado e Korlov ainda cheio de energia, Raj decide abandonar o combate, deixando a decisão para o russo que não faz feio e nocauteia o outro oponente rapidamente. O Dream Team está na final!

O dia da final

O dia transcorre sem maiores contra tempos. Enquanto que Edu e Kiet viajam de avião para seus destinos, Korlov e Raj se preparam para o combate final contra Heihachi, que eles viram que está possuído por algum poder muito maligno.

Ao final do dia, eles rumam de táxi para a arena de Chun Li, onde será a final. Telões instalados mostram os melhores momentos do torneio, incluindo combates icônicos como a queda do Time Mishima, o avanço do Dream Team a cada rodada, a surpreendente virada do Time Kazama até a final entre outros. Arquibancadas lotadas e uma equipe de rádio no local, cobrindo o evento, mostram que ele é algo bem importante na região.

No aeroporto de Bangkok, Kiet chega em sua terra natal novamente, pegando uma condução até sua residência, orando pelos seus companheiros que terão de enfrentar a fúria de Heihachi mais uma vez. Já no aeroporto chinês, Edu desembarca e logo pega um táxi com um fã de artes marciais que está escutando o torneio pelo rádio. Edu descobre que seu time está bem famoso na China, sendo o favorito para esta luta final já que os chineses consideram Heihachi desonrado. Korlov, o Urso Russo, é muito ovacionado na rádio e inclusive é ídolo do motorista, que corre com Edu para a arena a fim de tentar chegar antes da final terminar, final esta que está começando agora.

De um lado da arena, um corredor humano ovaciona a chegada do Dream Team sob os holofotes, cuja dupla Korlov, o líder, e Raj, aparecem em destaque no telão enquanto eles entram com músicas animadas. Do outro lado, outro corredor humano, desta vez não tão animado, recepciona a dupla Heihachi e Jin, sendo que o primeiro já chega completamente energizado no combate e logo já dá a letra para o Dream: a história deles no circuito terminará hoje, pois o japonês irá matá-los e depois irá atrás dos dois integrantes que fugiram.

Jin não aprova tais atitudes e balança a cabeça, deixando pra lá e cumprimentando seu honrado adversário indiano, em sinal de respeito e se posicionando na frente dele, enquanto que os líderes ficam “frente à frente”. Soa o gongo e a batalha começa!

A luta final

Heihachi está irado e parte para cima de Korlov com um poderoso e lento chute, o que o russo responde se defendendo. Ao lado, Jin parte pra cima de Raj, que ignorando os ferimentos leves que recebera, decide por atacar Heihachi com uma impressionante saraivada de bolas de fogo, que é pego completamente desprevenido já que estava lutando com o russo. Jin reclama que foi uma atitude desonrada por parte de Raj, que ignora a advertência do japonês pois sabe que há muito mais em jogo quando Heihachi está em campo.

No segundo seguinte, Korlov tenta engatar seu famoso contra-ataque com agarrão, mas Heihachi estudou muito seu oponente e apenas dá um passo para trás, ficando fora do alcance do russo, enquanto que desfere um soco rápido, que causa danos leves nele. Já Raj não tem tanta sorte e exaurido de sua energia Chi, é surpreendido por um Hurricane Kick de Jin que o leva para o fundo da arena após vários golpes. Mas o pior ainda estava por vir, já que essa é uma combinação assinatura de Jin, que logo em seguida já engataria um poderoso Dragon Punch tirando o indiano da luta por nocaute rapidamente, enquanto que o próprio japonês, que não sofrera danos na luta, estava agora exaurido de Chi e Força de Vontade.

No mesmo instante. Heihachi partia para cima de Korlov que voltava a se defender. Sabendo do contra-ataque do russo que chegaria na sequência, Heihachi novamente dá o seu passo de ajuste para trás e acerta novamente o russo no rosto, que em uma jogada tática engana seu adversário que achava que ele usaria novamente um Head Bite, mas na verdade era um Siberian Bear Crusher, apresamento com alcance muito maior e arma secreta de Korlov. Heihachi é preso nos braços do russo e jogado ao chão de cabeça, levando sérios danos, somados aos que recebera anteriormente dos dois lutadores.

Jin opta por deixar a arena, entendendo que seria desonrado lutar dois contra um e que já havia feito a sua parte contra Raj. Heihachi esbraveja e o ameaça, o que não intimida seu jovem neto que lhe dá as costas no meio do combate, não querendo fazer parte de seus esquemas sujos. Heihachi irado energiza ainda mais seu novo Chi púrpura, ficando com um aspecto esverdeado e com músculos mais inchados, parecendo maior que o normal. Certamente ele não está normal. Antes de deixar a arena, Jin ainda presta primeiros socorros à Raj, que apenas desmaiou e aos poucos se recupera.

No táxi a caminho da arena, Edu ouve o combate com ansiedade e decide abandonar a condução para ir correndo, acreditando que chegará mais rápido lá sem trânsito, a tempo de ver o final do combate.

O combate se encaminha para os segundos finais e qualquer movimento errado de um dos lutadores pode entregar a vitória para o outro. Korlov fica em pé com certa dificuldade e o mesmo vale para Heihachi, que apesar de estar irradiando intensa energia, parece ser demais para seu corpo aguentar por muito mais tempo. Ambos partem um para cima do outro e o russo acaba levando a melhor, com seu soco acertando em cheio o rosto do japonês e jogando-o na lona.

A platéia vai ao delírio.

Vitória? Ainda não…

Uma música altíssima irrompe a arena comemorando a vitória do Dream Team. A platéia grita e urra, com cartazes para os heróis e outros adornos de fãs. No telão, um replay dos melhores golpes encaixados e recebidos por eles é exibida, com os dizeres em letras garrafais que o Dream Team venceu o campeonato chinês de street fighting.

Korlov pega Raj no ombro, semi-acordado, e comemora com todos, feliz pela vitória sofrida nos últimos instantes. Quase junto, Edu chega e presencia a cena, orgulhoso de seus amigos, aplaudindo-os do outro lado da arena. De repente, um estrondo que assusta a todos, afastando a multidão, enquanto um pilar de energia púrpura irrompe do meio da arena, onde antes estava o corpo de Heihachi.

No centro do pilar de energia, um corpo começa a se transformar. Heihachi, transformando-se em uma espécie de ogro, vai ganhando coloração ainda mais esverdeada, enquanto que seus cabelos crescem se tornando avermelhados e seu físico ficando ainda mais avantajado e ameaçador. Seria essa a origem dos poderes de Heihachi, alguma entidade de outro plano? Ou seria este um efeito colateral dos poderes recém adquiridos, ligados ao meteoro de Bison?

Na Tailândia, a milhares de km de distância, Kiet sente-se muito mal, como se algo muito ruim estivesse prestes a acontecer com seus amigos. Ele está indo de táxi o mais rápido que pode para sua antiga residência, a fim de saber o que houve com sua família, ao mesmo tempo que cogita que não foi uma boa ideia ter abandonado sua outra família em um momento tão decisivo contra um de seus maiores inimigos.

Os heróis não teriam tempo de pensar ou discutir a respeito, já que com voz cavernosa, um grito de morte lançado sobre Korlov e Raj pega a todos de surpresa. Heihachi mais uma vez estava em pé, em uma nova forma, para enfrentá-los, desta vez até a morte e sem as regras do torneio para protegê-los. Edu liga o seu rádio e se prepara para entrar na luta a fim de ajudar Korlov que deixa Raj em segurança em um canto, se recobrando.

Ogre, a nova forma de Heihachi, parte para cima do russo a fim de terminar o que havia começado. Edu corre até eles mas não chega a tempo de salvar seu amigo, que recebe um primeiro e poderoso golpe que quase lhe tira a saúde restante que ainda tinha do combate que mal havia acabado. Se um dia esta criatura fora Heihachi, isso era passado, já que Ogre era ainda mais forte e impiedoso que o japonês, atacando para matar.

Jin Kazama, que estava por ali ainda, grita para seu avô não fazer aquilo e que ele teria de impedi-lo se não parasse. Com o descaso à sua ameaça, Jin entra na arena atacando Ogre com um chute básico, já que estava exaurido do combate anterior. No entanto, o gigante esmeralda revida dando um poderoso Dragon Punch no jovem que fica atordoado com o ataque e quase é tirado do combate. Korlov, já sem energia para novos golpes mais elaborados também, parte para cima de Ogre com o que tem, lhe causando mais alguns ferimentos, mas logo em seguida cai com mais um rápido golpe certeiro, que se não fosse as condições atuais, dificilmente derrubaria o russo.

Edu consegue atacar ao se aproximar do vilão, usando seu conhecido Backflip Kick, mas o ataque sequer desequilibra seu oponente que o ignora completamente. Quando Ogre ia finalizar Korlov após derrubá-lo, Jin Kazama recobra a consciência e ataca novamente seu avô, desta vez com um soco básico, deixando-o ainda mais furioso.

Edu e Jin partem para cima de Ogre com tudo que tem, cercando-o. Edu até mesmo consegue acertar uma rasteira de leve no monstro, que começa a sentir o efeito dos danos sofridos, além do esforço da transformação em si que parece estar consumindo a vida de seu hospedeiro. Raj levanta-se mais ao longe e avança com dificuldade para ajudar seu amigo, embora nas atuais condições, qualquer dano poderia ser fatal. Ogre, cercado, sorri e gira em um poderoso Hurricane Kick, jogando inicialmente Edu para um lado e Jin para outro, deixando ambos gravemente feridos. No entanto, o desfecho para Jin seria ainda pior, já que a direção da avalanche de chutes era contra si, levando-o mais alguns metros adiante enquanto recebia múltiplos chutes, fazendo-o cair nocauteado.

Edu parte para cima de Ogre, que opta por bloquear, preparando um contra-ataque final. No entanto, exausto dos combates, viagens recentes e da própria passagem pelo hospital por ferimentos à bala, Edu comete um erro grave e aquele que poderia ter sido o golpe da vitória contra seu oponente, acaba lhe causando prejuízo quando acerta de mau jeito um chute na defesa sólida do monstro, que além de não sofrer dano algum, não perdoaria esta falha. Ogre rapidamente contra-ataca com um rápido soco e mesmo Edu tentando se defender, não consegue ser rápido o bastante e é pego em cheio, ficando gravemente ferido e certamente seria derrotado no próximo ataque do golias.

Enquanto que a multidão assistia incrédula ao ocorrido, com os seguranças do evento se preparando para intervir (ou não), não haviam olhares atentos às costas de Ogre, onde Raj se posicionava com dificuldade para um último golpe que, para surpresa de todos, seria físico já que estava completamente sem Chi. Lembrando-se dos ensinamentos corporais de Dhalsim, que também sofre para se recuperar na Índia dos danos mentais sofridos por Aka Zahn, Raj concentrou toda sua força física em um último e desesperado soco, o mais rápido que conseguiria dar, visando não ser sabotado pelo seu oponente. Um golpe que em outra situação poderia arrancar risos da platéia dada a falta de qualidades musculares aparentes nos braços de Raj e que sequer poderia causar danos em Ogre, o pega em cheio pelas costas. Sem grande força ou muita velocidade, mas com a execução técnica perfeita.

O gigante esverdeado urra de dor e luzes começam a sair de seus olhos, ouvidos e pontas dos dedos. O mesmo pilar de energia que tinha trazido ele a esse mundo parecia estar levando-o embora. Seu corpo, cada vez mais iluminado em um roxo cegante, começa a ser levantado aos céus, enquanto que Raj e a multidão ainda presente, já que muitos fugiram de medo, protegem os olhos sem entender direito o que está acontecendo. Um estrondo, um clarão, e nem sinal de Ogre, Heihachi ou qualquer outra ameaça. Dos céus, minúsculos cristais da pedra do meteoro descem, quase um pó de estrelas indicando que talvez o corpo do outrora chefão do crime japonês havia se esvaído.

A plateia vai ao delírio novamente!

Epílogo

Raj recebe uma ligação de sua mansão na Índia: sua mãe e seu mestre acompanharam o torneio pelo rádio e o parabenizam pelo sucesso da campanha, aguardando-o ansiosamente em casa para festas e o merecido descanso do Dragão Cuspidor de Fogo.

Edu recebe uma ligação do hospital onde Monteiro estava internado. Ele deve voltar para lá urgente e infelizmente eles não podem dar detalhes por telefone. O Campeão Carioca deve retornar para seu país, cuidar de sua família, afinal, tem um casamento marcado também.

Kiet chega no seu vilarejo e agora já está se sentindo melhor novamente, como se o pior já tivesse passado. Ele olha para o céu, pensando o que poderia estar acontecendo com seus amigos e vê uma estrela cadente púrpura indo em direção ao espaço. Mas não há tempo para preocupação, ao se virar novamente para a estrada, ao final dela, Kieta e Tagas o esperam de braços abertos na frente da casa. Eles o abraçam com saudades e dizem que tem algo que precisam lhe contar, enquanto que entram na residência.

Na Rússia, Igor Vanko, mestre de Korlov, avança pelas florestas congeladas com um grupo de rebeldes, enquanto que pára para observar no céu uma estrela cadente púrpura. Ele lembra de seu discípulo e ora para que ele esteja bem, orgulhoso do que tem ouvido nas notícias do submundo das lutas sobre as glórias de seus combates.

Seria este o fim do Dream Team? Estariam eles agora aposentados após uma carreira curta, porém intensa, de combates? Se focariam agora em suas família, uma vez que seu maior inimigo fora derrotado ou esta seria apenas uma pausa para recuperarem fôlego e voltarem com tudo no próximo ano?

Episódio 17 aqui

Crônica 2022 – Episódio 15: A Retomada

Episódio 14 aqui.

Alguns dias no passado, Korlov sai para buscar uma vodka. No bar, uma bela garçonete o atende. Reconhecendo seu sotaque russo, ela questiona se ele seria o famoso Korlov e o lutador, sem saber que estava sendo interrogado pela assassina Ana Williams, entrega que sim.

Com a confirmação que precisava, Ana lhe oferece como cortesia um drink especial de vodka, ao que Korlov não faz desfeita pedindo logo duas doses. Ele vira os copos de uma só vez e desaba. Uma dose seria o suficiente para que ele tivesse de resistir ao sonífero colocado pela assassina, mas duas, sequer ele teve como reagir.

Korlov acorda dentro da caçamba de um caminhão sider militar. Ele está amarrado, mas consegue se soltar graças à sua enorme força. Revistando algumas caixas próximas de onde estava, encontra sinais de que este é um caminhão do presídio onde trabalhava. Olhando pela saída, ele vê uma floresta nevada e reconhece a estrada que leva até seu antigo lar. Mas Korlov não quer ir para lá e decide saltar, com sucesso.

Ele vaga pela estrada à noite até chegar em um vilarejo próximo dali, onde encontra um habitante local e descobre que dormiu pelos últimos 5 dias a fio. O habitante o reconhece e diz que estão procurando por ele, oferecendo sua casa para ele se esconder por esta noite.

Igor Vanko, mestre de Korlov, montou uma resistência contra a tirania de Yuri, líder da prisão e aliado de Bison na Rússia. Tanto ele quanto Korlov são procurados com recompensas por suas cabeças, mas o povo está do seu lado e não vão entregá-los. O anfitrião de Korlov lhe oferece hospedagem e avisa seu mestre que ele está ali, para reuni-los.

Igor está mais velho e cansado, com uma grande cicatriz no lugar do olho esquerdo, mas Korlov não pergunta o motivo por discrição. Ele chega com um capuz cobrindo seu rosto e corpo, protegendo-se da nevasca lá fora. Felizes por se reencontrarem, Igor menciona que ajudou o americano Guile a entrar no país e ir investigar a mina de cristais púrpuras que eles destruíram no passado e que teria sido reativada recentemente.

Logo mais, o próprio Guile chega e conta o que descobriu. Aquela pedra púrpura são cristais de um antigo meteoro que teria caído na região há muito tempo atrás. Bison teria descoberto poderes com estes cristais e ordenou as escavações para tomar todos os fragmentos para si. As escavações na mina foram intensificadas recentemente, incluindo utilizando trabalho escravo de inocentes e eles teriam conseguido escavar tudo o que havia ali em tempo recorde, enviando toda a carga para sua base no mar tailandês.

Guile pretende agora descobrir de alguma maneira onde fica esta base, já que no passado tentara ir até lá sem sucesso pois não faz ideia de onde fica. Se essa é a fonte do poder maligno de Bison, certamente precisam destrui-la para enfraquecê-lo e assim derrotá-lo. Korlov um tanto alheio a essa vingança de Guile, decide voltar com ele para a China, já que apesar de não conseguir chegar a tempo da primeira rodada, conseguiria lutar na segunda, o mesmo valendo para Guile.

Guile combina a saída para o dia seguinte, já que ele espera um carregamento de combustível para seu jato que está escondido próximo da fronteira. Igor e Korlov passam a noite naquela cabana, mas são acordados no susto de madrugada com a chegada de uma patrulha que procura por fugitivos. Não fosse a lealdade do camponês e sua capacidade de escondê-los no assoalho, eles estariam em apuros.

Na manhã seguinte, Igor se despede de Korlov e diz que permanecerá na região, para ajudar a derrubar o ditador da prisão. Já Korlov volta com Guile no jato, em direção à China. Muitas horas depois, eles chegam, a tempo de presenciar o final da última luta do dia no torneio e reencontram-se com seus times, para alegria de todos.

Kiet na parede

Um balde de água fria sobre a cabeça acorda Kiet de sopetão. Ele está em um quarto de hotel, amarrado em uma cadeira, com Ganryu amarrado em outra ao seu lado. À sua frente, Heihachi e dois capangas zombam deles e os mandam acordar.

Heihachi está furioso com os dois e seu desempenho pífio no torneio. Ele anuncia que eles foram rebaixados e que devem voltar ao Brasil, para ajudar Marduk com o controle dos morros enquanto Kuma vai assumir o lugar deles no time. Os informantes de Heihachi indicam que Dendê se reorganizou e está para atacar a qualquer momento.

Mas Kiet não que colaborar. Ele está cansado de ser um agente duplo e quer cair fora do time Mishima. Heihachi e ele discutem feio e com Kiet querendo romper a aliança, o japonês tem de ameaçar novamente a sua família, o que Kiet não vai permitir. Heihachi cita inclusive que o tailandês faz parte da corporação Mishima agora, que está sujo até o pescoço com eles pois seu nome consta inclusive na filha de pagamento da organização. Heihachi não aceita a renúncia de Kiet e simplesmente ordena que arrumem suas coisas pois estão esperando eles no térreo com uma van para levá-los embora. E dá as costas mesmo com Kiet reclamando, enquanto que Ganryu está desolado com a notícia do castigo.

Ele e o outro lutador são vigiados por guardas enquanto arrumam suas coisas para partirem imediatamente para o Brasil, ao mesmo tempo que Kiet bola um plano para fugir. Quando descem da cobertura para entrar na van que os levaria até o jato, Kiet fica para trás. Ganryu percebe o que ele pretende e sinaliza para que ele não o faça. Kiet ignora e simplesmente se põe em retirada, correndo o mais rápido que pode para despistar seus captores. Vários minutos depois e ele consegue a sua intenção, estando a salvo em uma região afastada da cidade. Através de informações com locais, ele consegue voltar até o hotel do Dream Team e descansa, aguardando-os por lá.

After

O Dream Team sai para comemorar a vitória no torneio, indo ao bar de Feng. Lá encontram outros lutadores e ficam até tarde “bebemorando”. Korlov conta a eles tudo que ouviu de Guile, ou ao menos o que entendeu da história da mina. Eles parecem não se importar tanto assim com essa informação. Afinal, Bison não é inimigo deles, certo?

Mais tarde, ou cedo, dependendo do ponto de vista, eles retornam para o hotel. Raj percebe que tem alguém no apartamento deles, mas folga ao ver que é Kiet dormindo que os aguarda. Ele é acordado pelos berros bêbados de Edu e Korlov, o que não o incomoda já que estar com o Dream Team novamente é um alívio depois de uma temporada com o Mishima.

Raj comenta com Kiet que esteve com sua mãe e mestre recentemente e que eles estão bem e juntos, o que não surpreende muito o lutador, que já imaginava do caso. No entanto, cita que eles estariam com intenção de voltar para a Tailândia e retomar suas vidas, agora juntos, o que preocupa Kiet. O Thai Kickboxer sabe que agora que rompeu com Heihachi, que eles serão um mecanismo para mantê-lo sob controle e não quer que isso aconteça. Imediatamente ele ligar do hotel para a casa de Raj na Índia e uma governanta diz que Kieta e Tagas já saíram, rumo ao aeroporto. Kiet fica apavorado, ele tem de ir para lá imediatamente e impedir que eles sejam capturados. Ele liga para a mercearia próxima de sua casa na Tailândia, à espera de conseguir deixar um recado para que sua mãe não vá para casa, já que ela é de Heihachi agora. No entanto, ao atender a ligação, a pessoa do outro lado diz que é da “Mercearia Mishima”, o que deixa Kiet ainda mais apavorado e sem reação, estava ficando encurralado novamente.

Enquanto isso, Korlov atende uma ligação do Brasil. Dendê estaria procurando Edu pois ele conseguiu se reagrupar, formar um exército e armá-lo graças a recursos fornecidos por Denzil Kincaid. O que o playboy carioca quer ajudando a guerra civil no morro? Ninguém sabe, mas o fato é que ela vai acontecer e vai ser muito em breve. Korlov passa o recado a Edu, que estava dormindo, e este decide imediatamente abandonar o torneio e voltar para o Brasil, a fim de garantir a segurança da sua família. Ele liga para a Fundação, mas já é noite lá e não consegue falar com ninguém. Depois, liga para o telefone público perto de casa e consegue falar com um morador, que fica de dar o recado para seu mestre, que devem deixar o morro e ir para o plano B em Niterói.

Inicialmente Raj pretendia ir com Kiet para ajudá-lo. Mas com Edu sinalizando que também vai deixar a China, ele e Korlov ficam para trás para continuar lutando no torneio, enquanto que o time se divide. Eles vão juntos até o aeroporto para se despedir. Edu embarca para o Brasil no primeiro vôo, Korlov e Raj pegam um táxi para a arena de Chun Li, onde irá acontecer a próxima rodada, e Kiet entra na fila para embarcar para a Tailândia, quando de repente…

KIET!

É Ganryu, a mando de Heihachi, que está lá com dois capangas para impedir que ele entre no avião. O sumotori quer ganhar de volta a confiança de seu chefe e sabia que encontraria o tailandês no aeroporto tentando fugir. Eles se engalfinham em um combate, em pleno aeroporto, com Ganryu lutando com todas as suas forças a fim de restaurar seu orgulho ferido depois da última derrota vergonhosa no torneio.

Usando de seu melhor ataque, Ganryu desfere diversos poderosos tapas no seu oponente que cai no chão indefeso sem sequer entender como pudera perder tão rapidamente para seu ex-aliado do crime. Tudo escurece e Kiet não lembra mais nada.

Segunda Rodada

Korlov e Raj chegam no local da segunda rodada do torneio chinês. Está lotado como era esperado e os demais times também estão ali, se aquecendo. No telão, é possível ver os times restantes e um lhes chama muito a atenção: Time Kazama, composto por Jin Kazama, Lin Xiaoyu e…Heihachi Mishima!!!

Ao que parece novamente o japonês usou do seu dinheiro e influência para burlar regras e se manter no torneio. E não fosse a aleatoriedade do sorteio de chaves, poderiam ter de enfrentá-lo agora mesmo. Felizmente, isso não foi necessário, com o Dream Team sendo escalado para lutar contra um time local, composto por Feng Wei, amigo dos heróis, e Liu Kang, um lutador que eles ainda não conheciam.

Eles se cumprimentam em respeito ao histórico exemplar de ambas duplas no circuito Street Fighter e se preparam para lutar. Feng contra Korlov, em virtude do tamanho físico de ambos, e Liu Kang contra Raj, já que o chinês é o mais ágil e também um usuário do Chi.

A luta começa e Liu, que inicialmente iria atacar, muda para uma posição defensiva pois Raj parte com tudo que tem usando seu mais temido golpe: Repeating Fireball. Ao seu lado, Feng parte para cima de Korlov que se defende. Os danos de Liu não foram grandes, já que sua defesa de Kung Fu se mostra muito sólida.

Na sequência, é Liu Kang que desfere uma Fireball contra Raj, que se defende também, mostrando que o Kabaddi do indiano também é bom na defesa. Enquanto isso, Korlov consegue engatar um de seus poderosos agarrões em Feng, que tem dificuldades de se soltar e sofreria nas mãos no russo por alguns segundos.

Liu Kang percebe que seu aliado está em apuros e precisa partir pra cima a fim de derrubar seu oponente e poder ajudar seu aliado. Ele desfere múltiplos chutes no ar, indo em direção ao seu oponente, que se esquiva, fugindo do seu alcance e fazendo com que o lutador tenha de abandonar sua manobra. Korlov segue esmagando impiedosamente Feng até que ele consegue se soltar.

No segundo seguinte, a batalha já avançava para sua segunda metade quando Raj desfere sua segunda saraivada de bolas de fogo, a que Liu responde novamente se defendendo, com ainda mais maestria do que da primeira vez, servindo o movimento mais para cansar o indiano do que prejudicar o chinês. Feng também parte para cima de Korlov para castigá-lo, mas o russo já preparava novamente uma nova combinação de golpes.

Liu Kang desfere uma nova fireball em resposta aos ataques de Raj à distância, ao que Raj surpreende a todos saltando sobre o ataque ao invés de defendê-lo e indo para cima do chinês, que erra seu golpe, desperdiçando sua energia Chi. Já Korlov segue esmagando seu oponente com seus apresamentos, que se fosse alguém mais fraco, certamente já teria caído.

Para salvar Feng, Liu Kang se joga contra Korlov com seus chutes aéreos, empurrando o russo para longe dele e quase o derrubando. No entanto, isso o deixa vulnerável para Raj que não perdoa, lhe derrubando com mais um incrível show pirotécnico. Diante da situação e não se sentindo confortável já que eram lutadores honrados, Raj deixa a arena, entregando os segundos finais para Korlov e Feng decidirem, com a vitória do russo antes que ele sequer se sentasse à platéia.

Dream Team vai para a semi final.

Eles assistem os demais combates da noite e vêem o time Kazama de Heihachi, o time de Guile e outro time desconhecido, avançarem para as semi junto deles. Após o torneio se despedem de todos e vão para o hotel descansar, com a sensação de dever cumprido e reclamando que ficaram com a parte difícil do trabalho enquanto seus amigos viajam com a família.

De volta ao Rio

Muitas horas depois, chegando no Brasil, Edu parte para o morro rapidamente. Ele entra sem dificuldade, por ser morador, e não encontra a Fundação Monteiro aberta por ainda ser muito cedo. Na sua casa, encontra sua mãe que fica feliz em vê-lo, ainda mais agora que ele vai se casar como prometido. Edu tenta desconversar e fica sabendo que inclusive já estão com tudo preparado, para daqui há 2 dias, quando o torneio termina.

Edu vai até o Christie correndo e deixa sua mãe falando sozinha. Ele a acorda com um beijo e eles se reencontram apaixonadamente. Edu sente-se reconfortado em ver sua família a salvo, mas sabe que isso será por pouco tempo se não fizer algo, e rápido. Ele convida toda sua família imediatamente para saírem com ele dali e irem pra praia. Ele não quer dar detalhes do motivo, mas fornece dinheiro a todos para curtirem um dia de folga e apesar de entender que se filho está escondendo algo, sua mãe concorda.

Enquanto a família Oliveira arruma-se no carro, Christie fica para trás para tirar a limpo com Edu o que está acontecendo. Edu se abre para sua amada que fica muito preocupada com a sua segurança e de seu avõ. Edu quer que ele vá com ela, mas ela sabe que ele jamais deixaria seu discípulo e pai do seu bisneto sozinho naquela situação. Então ela promete cuidar da família de Edu na praia enquanto que ele cuida do avô dela na batalha que acontecerá a seguir.

Eles se beijam apaixonadamente e se separam, com Christie entrando no Uno Mille da família e indo “farofar” com os Oliveiras na beira-mar, com o dinheiro dado por Edu. Mal o carro dobra a esquina no pé do morro e uma explosão acontece. Dendê chegou e o tiroteio é intenso.

Edu agradece aos céus por sua família não estar mais ali e corre até a Fundação, para proteger Monteiro. O velho mestre saía do banho, alheio ao encontro da família e é surpreendido por Edu que lhe explica a situação. Monteiro entende que essa história já foi longe demais e que é eles que tem de por um fim nisso, e não esperar que Dendê ou Marduk tragam paz aos morros. O velho bota sua calça de capoeira, seu discípulo faz o mesmo, e juntos eles sobem de peito aberto, literalmente, o morro, para se resolverem com Marduk antes mesmo que Dendê e sua tropa chegue lá.

A batalha pelo destino do morro

Kiet acorda desorientado em um confortável quarto de mansão. Ele tenta sair mas está trancado ali. Furioso, esmurra a porta, ao que ela abre com Marduk e dois capangas portando fuzis lhe esperando. O gigante calvo lhe explica que Ganryu conseguiu seu emprego de volta por ter lhe capturado e que somente Kiet foi rebaixado para trabalhar nos morros. Kuma deve voltar para a China em seu lugar, tão logo consigam conter a insurreição de Dendê que seus informantes mencionaram que estava para acontecer.

Kiet sinaliza Marduk que não quer estar ali e que não vai mais trabalhar para Heihachi, o que Marduk explica que ele não tem opção. Que sua família está em jogo e que não é mais uma opção deixar a Mishima Zaibatsu. O lutador fica muito inquieto e já planejava fazer algo quando ouve uma explosão lá fora. Kiet, Marduk e dois capangas armados correm para a sacada da casa e assistem a guerra começando no pé do morro, com as tropas de Dendê avançando sobre as suas a muito custo.

Mas algo chama mais a atenção deles: a dupla Monteiro e Edu subindo o morro de peito aberto para enfrentá-lo. Edu vê eles também e fica surpreso com a presença de Kiet, que deveria estar na Tailândia a uma hora dessas e não no Brasil, ainda mais do lado inimigo. Não era ele que tinha rompido com Heihachi?

Marduk manda eles recuarem ou terá de ordenar que seus guardas o matem. É possível ver umas duas dúzias de capangas entre os posicionados na mansão e nas lajes das casas próximas, todos muito bem armados. Edu e Monteiro seguem avançando, pois querem chegar antes de Dendê na mansão. Os guardas atiram próximo deles para um último aviso. Eles sequer piscam e Edu ainda desafia Marduk, ao que ele responde iniciando o tiroteio contra eles.

Kiet que já estava pretendendo fazer algo, parte para cima da dupla de capangas que o acompanhava e que não ofereceriam muito perigo não fosse o armamento pesado que carregavam consigo. Lá embaixo, Edu e Monteiro percorrem os últimos metros até a mansão com dificuldade, ante a chuva de tiros que recebem como boas vindas do exército de Marduk. Não bastasse isso, o próprio Marduk não fica nem um pouco feliz com a traição de Kiet e aproveitando-se da área diminuta da sacada, agarra-o rapidamente antes que ele pudesse sequer derrubar os guardas que estavam ali.

Edu e Monteiro desistem de suas coberturas quando mais próxinos da mansão e apesar de Edu querer proteger seu velho mestre como prometera para Christie, é surpreendido quando o veterano pula de maneira incrivelmente atlética rumo à sacada da mansão para lutar com Marduk e os capangas, quase no mesmo instante que o gigante derruba Kiet nocauteado no chão após uma sequência de socos na barriga que derrubariam um elefante.

Edu vendo seu aliado cair e seu mestre em apuros, faz o mesmo, saltando rumo à sacada diretamente sobre um capanga para derrubá-lo com um chute aéreo. Eles perceberiam mais tarde, quando a adrenalina baixasse, mas nessa performance foram alvejados em meio ao tiroteio e já estavam sangrando quando se deparam com Marduk e cia.

Edu derruba outro capanga com facilidade, enquanto seu mestre não tem tanta sorte com o gigante, sendo esmagado nos braços do mesmo facilmente, já que não é alguém de grande força física e com uma fração do vigor que tivera na juventude. Edu parte para cima do gigante a fim de fazê-lo soltar seu mestre e consegue, empurrando-o para dentro da casa enquanto que Monteiro cai atordoado na sacada com os capangas restantes.

Uma vez dentro de uma espaçosa sala, Edu e Marduk iniciam sua batalha final. O gigante está lesionado e o carioca está ferido à bala. No entanto nada disso parece importar para eles no momento, já que estão em luta de vida ou morte. Marduk parte para cima de Edu com os golpes mais rápidos que possui, já que não precisava de muito para derrubá-lo. Enquanto isso, Edu tenta manter uma distância mínima dele para não cair nos mesmos truques que quase derrubaram seu mestre, usando de Backflip Kicks e muita movimentação, cansando seu oponente e equilibrando o combate.

Edu sente falta do ambiente de arena, da sua música e da platéia lhe ovacionando, elementos estes que sempre o ajudaram a vencer pois lhe davam ritmo. A batalha está equilibrada, mas um equilíbrio na ponta de uma faca pois ambos oponentes estão profundamente machucados após alguns socos certeiros do chefão do crime em nosso herói, que mal se mantém em pé. Marduk também não está nada bem, com um olho avariado, sangue escorrendo da sua cabeça e acaba de jogar fora sua jaqueta que usava, que se rasgou no combate, ficando de torso nu, assim como está seu oponente. Eles se olham uma última vez nos olhos profundamente e partem para cima um do outro com seus golpes mais velozes, mas o Jab de Marduk acerta o queixo de Edu antes e o brasileiro cai no chão desmaiado.

Lá fora, as explosões ficam mais próximas. A tropa de Dendê parece estar próxima.

Nisso Monteiro entra na mansão após derrubar os capangas da sacada e se certificar que Kiet está vivo e passa bem, embora desorientado da última derrota. Ele encontra seu discípulo o chão e antes que Marduk possa finalizá-lo, se engalfinham novamente em combate, com o grandão levando a melhor novamente mas ficando ainda mais exausto em seu terceiro combate em sequência contra lutadores formidáveis. Monteiro está para cair quando Kiet aparece do outro lado da sala, na porta da sacada, mal conseguindo ficar em pé. Monteiro sinaliza para Kiet pegar Edu e fugir dali, que ele vai segurar Marduk.

Kiet não fala nada e se aproxima do corpo de Edu, enquanto que Marduk parece não se importar, já que precisa se concentrar no velho capoeirista primeiro, que apesar da sua idade, ainda demonstrava grande habilidade e perigo ao vilão. O tailandês definitivamente não quer entregar o velho para seu inimigo enquanto foge desonradamente com seu amigo, mas ao mesmo tempo mal consegue ficar de pé e não tem margem alguma para errar um ataque.A situação se agrava quando Monteiro ataca e não consegue derrubar Marduk, sendo agarrado novamente enquanto que Kiet assiste paralisado, próximo deles, com Edu aos seus pés.

Seria assim que tudo iria acabar? Ao som de ossos se partindo em meio ao abraço de um gigante? Explosões no térreo da mansão indicam que as tropas de Dendê venceram as defesas de Marduk e estão entrando. Se não morrer nas mãos de Marduk, Kiet vai morrer nas mãos de Dendê.

Marduk estrala pela última vez as costas de Monteiro que cospe sangue e desmaia, sendo jogado ao chão como um pedaço mole de carne desossada. Pelo barulho, a coluna de Monteiro pode não ter aguentado. Marduk olha uma última vez para o corpo de seu velho desafeto, a quem mandara para prisão há muitos anos atrás para livrar seu próprio rabo, e sorri. Mas basta ele voltar sua atenção para sua frente para perceber que este segundo de desatenção lhe custaria caro demais: Kiet já voava pelos ares como um jaguar em sua direção, joelho à frente, nocauteando com o primeiro impacto e destruindo ossos em sua face com o segundo.

Quase tão destruído quanto todos os demais inertes no chão, Kiet junta suas últimas forças e ergue Marduk. Ele caminha trêmulo com o corpo em mãos, indo em direção aos disparos no andar inferior. Ao verem Kiet descendo, todo espancado e com Marduk em mãos, Dendê ordena que parem os disparos, embora todos ainda mantenham as armas apontadas para eles. Kiet arremessa o corpo de Marduk no chão, como gesto de confiança para os criminosos rivais e o entrega à própria sorte, ao que Dendê retribui metralhando seu antigo rival enquanto gargalha por ter retomado o “seu” morro. Marduk está morto.

Kiet pede ajuda para com seus amigos no andar superior e Dendê lhe retribui enviando homens para levá-los ao hospital, imediatamente. Será que Monteiro vai sobreviver e se sobreviver, voltará a andar? E Edu, conseguirá voltar ao torneio para ajudar seus amigos há tempo da final? E Heihachi, qual será a represália que o vilão irá desferir contra o herói do dia ou à sua família?

Isso somente no próximo episódio.

Episódio 16 aqui.

Crônica 2022 – Episódio 14: Agentes Infiltrados

Episódio 13 aqui.

Alguns dias no passado, Raj acorda dentro de uma cabana, sem entender nada. Ele sai dela e se vê em um esgoto, com alguém sujo próximo dele se aquecendo em uma fogueira improvisada. O rosto não é estranho, embora esteja com uma cabeleira e barba maiores. Chegando mais próximo e chamando sua atenção, Raj reconhece Miguel Cabalero Rojo, que tinha conhecido na Tailândia.

Miguel conta que foi atrás de Simon para arranjar um emprego, mas ao invés disso, encontrou a chacina na cobertura dele. Procurando pela fita que vendera para Simon, Miguel encontrou Raj ainda respirando e decidiu levá-lo de lá antes que os responsáveis por aqueles assassinatos voltassem. Acabou por encontrar os restos da fita, completamente destruída, o que destruiu a sua esperança de usá-la contra Heihachi. Teria de executar sua vingança com os próprios punhos pelo visto.

Quando questionado sobre o motivo da vingança, Miguel comenta que Heihachi matara sua irmã, no dia do casamento dela. Raj se compadece da história do espanhol e decide ajudá-lo, juntos partem para o Brasil, pois com a queda de Simon, Dendê seria o próximo e Heihachi certamente apareceria por lá. Sem contar que Raj desejava rever seus amigos.

Chegando no Brasil, eles partem para o morro do Dendê, agora morro do Careca Sul, e só conseguem entrar no morro, duramente cercado pelos homens de Heihachi, quando dizem trabalhar para ele. Entrando no morro, eles rumam para a Fundação Monteiro, próxima dali. Raj tinha esperança de treinar com o Mestre Monteiro, mas como ele quer aprender como melhorar suas bolas de fogo, o sensei não tinha conhecimento a respeito.

Juntos, eles sobem para a casa de Edu, a muito contragosto de Miguel, que quer ir imediatamente enfrentar Heihachi no topo do morro.

Morte nas mãos do demônio

Guile e Kiet chegam correndo no topo do morro. A mansão que era de Dendê claramente foi atacada, pois os guardas estão atirados para todos os lados. Os dois entram dentro da residência sem pensar duas vezes pois ouvem sons de combate nos fundos, além é claro do rastro de destruição por todo lado. Eles se aproximam da saída dos fundos quando…

Psycho Crusher!

Uma explosão de luz púrpura preenche o ambiente quase cegando-os. Quando voltam a enxergar, Guile está cercado por Marduk e Heihachi, enquanto que mais adiante, na beira do precipício, Bison segura o corpo inerte de Nash pelo pescoço. Kiet, alguns passos atrás de Guile, fica sem saber o que fazer, com medo de estragar seu disfarce. É então que Bison solta o corpo inerte de Nash na encosta, ao que Guile responde se desvencilhando de seus oponentes e se atirando atrás do amigo para tentar salvá-lo, usando um pára-quedas que carregava nas costas para não morrer na queda.

Os chefões do crime gargalham com a cena, até que Bison manda Kiet limpar aquela bagunça, julgando que ele era um dos capangas de Heihachi. O que não estava de todo errado. Logo chegam mais capangas e Kiet ordena a eles que limpe, enquanto que um helicóptero vem buscar Bison, que vai embora depois de conversar brevemente com Heihachi e dar a próxima missão: vencer o próximo torneio na China.

Enquanto isso, na casa de Edu, todos se reúnem novamente, com exceção de Kiet e Guile. Miguel se mostra inquieto com a demora do grupo em decidir o que irão fazer. Edu por outro lado, embora queira ajudar, tem problemas com Christie e sua mãe querendo impedir ele o tempo todo de se arriscar contra esses bandidos. Enfim quando decidem subir o morro, encontram Kiet apavorado voltando de lá e mudam a missão, partindo em uma busca para ajudar Guile, o que irrita Miguel profundamente que decide seguir sozinho, mesmo com o grupo tentando convencê-lo do contrário.

Dando a volta no morro, indo em direção à praia rochosa ao final do mesmo, cheia de vegetação densa, eles encontram Guile procurando avidamente pelo amigo que caíra. Nitidamente Guile não tem muitas esperanças de encontrá-lo com vida, mas ao menos o seu corpo para um funeral digno do militar.

Todos ajudam as buscas até o anoitecer, quando encontram apenas o antebraço de Nash, mas nada do corpo. É uma área muito grande e muita coisa pode ter acontecido durante a queda, dificilmente eles conseguiriam cobrir toda a região mesmo em semanas de trabalho e com uma grande equipe. Guile inclusive pediu apoio da embaixada americana no Brasil, que lhe negou apoio por alegarem que ele persegue um fantasma que já foi dado oficialmente como morto tem meses. Esse descaso faz com que Guile comece a questionar se não há corrupção ou infiltrados de Bison nas Forças Armadas americanas também.

Eles encerram as buscas. É duro admitir, mas provavelmente foi o fim de Nash mesmo.

O Futuro do Morro

Eles voltam para a casa de Edu para decidir o que irão fazer a seguir, se vão direto para a China ou passam em algum lugar antes. Esse torneio ao qual o Heihachi se referiu acontecerá em uma semana e como estão sem convite por não terem ganho o torneio de Las Vegas, terão de dar um jeito de conseguir vagas.

No dia seguinte, um “aviãozinho” de Dendê, Filé com Fritas, vai até a casa de Edu e avisa que Dendê quer falar com ele. Juntos, eles partem pelas passagens secretas do morro até encontrarem uma kombi, com Dendê e alguns de seus homens.

Dendê explica durante o trajeto que com a queda de Simon, Marduk invadiu seu morro com a ajuda de Heihachi e seus guerreiros. Ele teve de fugir para não ser pego e que agora está reunindo recursos e homens para retomar o morro para si. Edu sinaliza que não quer se envolver nas disputas deles, o que Dendê argumenta que é pelo futuro do morro, que estava tudo melhor nas mãos dele e que com a queda de Simon, seu principal patrocinador, tudo que construíram em prol da comunidade poderia ruir.

Quando ele descobre que Kiet é o novo responsável pelos negócios de Simon na Tailândia, ele tenta convencê-lo a desviar os recursos para sua operação no morro, o que não interessa nem um pouco a Kiet, levantando novamente a desconfiança de que talvez ele realmente trabalhe para Heihachi e não seja o agente duplo que diz ser.

Edu tenta assumir o controle da situação e fazer com que não percam mais tempo discutindo sobre o cartel, mas sim sobre o futuro do morro em si. Ele quer que Dendê ataque imediatamente, enquanto que ele se encarregaria de evacuar as casas inocentes. No entanto, sequer Dendê está armado e com homens suficientes para uma retomada desse porte, sem contar a logística para evacuar o morro que teria de ser feita com muito cuidado para não entregar que estão se preparando para o ataque.

Infelizmente, o plano de Edu não é possível, o que deixa a todos frustrados.

Dendê se compromete a formar um exército e arranjar armas, pedindo novamente apoio a Kiet, que se recusa a ajudar, mas começa a entender que talvez ele realmente esteja com mais poder na Tailândia do que imaginava até então. Edu, por outro lado, fica responsável em descobrir uma forma de evacuar o morro, tarefa esta que conversando com Monteiro se mostra bem mais complexa do que ele imaginara, visto que não podem revelar os planos completos a ninguém.

Depois de muitos esquemas bolados e nada executado de fato, Edu recebe uma ligação de Guile, avisando que estava rumando para a Rússia, pois descobrira que tinham reativado as minas que haviam destruído no passado. Ele acredita que o poder de Bison e de Aka Zahn esteja associado àquelas pedras púrpuras e portanto destrui-las seria fundamental para enfraquecê-los, fora a chance dele encontrar um deles por lá e poder se vingar. De lá,  ele iria para o torneio da China, se encontrar com Chun Li e com eles e juntos bolam um código para suas próximas conversas, a fim de que não sejam interceptadas.

O grupo então decide abandonar por enquanto a questão do morro, já que está tudo calmo enquanto Dendê não pode atacar, e se separam: enquanto que Raj vai para a Índia treinar para o torneio, Edu, Korlov e Kiet ficam mais um pouco no Brasil e depois rumariam para a China.

A Nova Jornada

Antes de partir, Heihachi exige a presença de Kiet no alto do morro, alheio ao fato dele estar andando com seus inimigos. Heihachi explica sobre o novo torneio e que quer ele novamente em seu time agora que Marduk e Kuma ficarão no Brasil para cuidar dos dois morros. O time Mishima fica com Ganryu, Kiet e Heihachi. O magnata parte em seu helicóptero e deixa para Kiet seu jato, para que possa ir para o torneio mais confortavelmente, o que o tailandês opta por ignorar mais tarde.

Voltando para a casa de Edu, Monteiro está convencendo seu pupilo de que ele deve casar com sua neta, já que engravidou ela, assim que voltar do torneio. Apesar de não gostar muito da ideia, Edu começa a vislumbrar que deve mudar sua vida e realmente “sossegar” do ponto de vista de família e companheiras. Esse sentimento só aumenta em Edu ao ouvir um sermão de seu mestre por causa da sua perseguição a Heihachi Mishima. Não que Monteiro seja favorável ao japonês, que é o culpado pelos seus anos na cadeia, mas que essa vingança não trará Eddy de volta e só desgraçará a vida de Edu, Christie e dessa criança que vai vir, além da própria Fundação em si.

E não é que isso faz sentido para Edu? Ele começa a partir de então uma tentativa de reorganizar sua vida, seus valores e sua própria missão enquanto lutador, de um lutador amargo e vingativo, para alguém mais focado no aprimoramento da sua arte marcial e defesa da sua família, o que inclusive condiz com o fato de ter decidido não ser mais usado pelos chefões do crime.

O Dream Team renasce!

Ou quase, já que Kiet opta por não romper com Heihachi ainda, sugerindo que siga atuando como agente duplo para pegar informações para o time. Esse comportamento não ajuda muito na retomada de confiança do time em seu thai kickboxer…

De qualquer forma, eles partem juntos para a China, com exceção de Raj, que foi passar uma temporada na Índia.

O Treinamento de Raj

Na semana que antecede ao torneio Raj decide voltar para a Índia, a fim de ver como as coisas estão com sua mãe e também treinar uma nova manobra com Dhalsim. Descendo em Calcutta ele encontra sua família extremamente bem, para seu alívio em meio ao turbilhão de problemas no ocidente.

Sua mãe está ampliando rapidamente os negócios da família que começaram lá atrás com um pequeno investimento de Raj. Ele já contrata cerca de 1000 pessoas e tem negócios de terceirização de mão de obra, especialmente call centers, com outros países do mundo. Quando ele chega, ela inclusive está em reunião com um contador, já que teve de formalizar os negócios para continuar expandindo de maneira legal.

Tagas e Kieta parecem ter assumido seu relacionamento. A família de Kiet está hospedada na agora grande casa da família Kumari e pretendem ir embora em breve, retomar suas terras e vidas nos canaviais tailandeses. Apesar de estarem tendo um bom descanso na Índia, é hora deles pararem de fugir e dizem para Raj avisar isso para Kiet quando voltar a vê-lo.

Enquanto isso, Dhalsim segue em “silêncio”, sem sentir mais o Chi ainda devido ao trauma do confronto com o clérigo maligno. Isso não parece preocupar tanto o bonzo assim, já que ele não tem intenção de lutar, tendo passado o bastão para seu discípulo. Eles entendem juntos, depois de muita meditação e treino, que sua importância como mentor de Raj supera qualquer habilidade anterior que ele tivera, e que quando chegar a hora, seus poderes retornarão.

Raj passa a semana treinando a pontaria das suas bolas de fogo, para aperfeiçoar seus ataques e dificultar a esquiva dos adversários. Apesar de Dhalsim não estar apto a usar o Chi, ele consegue instruir seu discípulo com maestria, deixando-o pronto para novos desafios, que em breve virão.

Ou melhor, que Raj irá ao encontro, pois ao final de uma semana de treinos, ele parte para a China, não sem antes se despedir e pedir a benção de sua mãe e mestre.

Made in China

Chegando na China, Edu, Kiet e Korlov partem à procura de Feng, o lutador chinês que conheceram no torneio do Japão e que havia se colocado à disposição quando estivessem no país. Eles encontram-no sem dificuldade com o endereço que ele havia deixado com Edu, que não é outro lugar senão um bar frequentado por lutadores.

Uma vez lá, eles encontram Feng novamente e Edu mostra todo o seu treinamento desde a última vez que se viram, evitando de ser acertado por uma caneca do chinês. Colocando a conversa em dia, Feng sinaliza que se eles quiserem participar do torneio terão de derrotar algum dos times participantes atuais e tomarem seu lugar. Quem conseguiria arranjar essa luta para eles?

O Apostador, é claro!

Korlov e Kiet conversam com o Apostador enquanto que Edu percebe a chegada de Chun Li no bar e tenta conversar com ela. A chinesa se mostra muito séria e discreta, não dando muita bola para as tentativas de Edu de puxar assunto. O brasileiro se coloca à disposição e demonstra preocupação por ela e por Guile, citando inclusive que na sua última conversa o americano teria pedido que Edu cuidasse de sua esposa e filha caso algo acontecesse a ele. Chun Li, que não sabia que Guile tinha família, e sequer que seu último nome fosse Guile, fica levemente emocionada e ainda mais determinada a ajudar seu amigo a deter Bison.

Ao deixar Chun Li para se reunir com seus amigos, Edu não deixa de notar a chegada de um europeu loiro, bigodudo e engomadinho no bar, que conversa com a chinesa. Seriam aliados?

Enquanto isso, do outro lado do bar, o Apostador conversa sobre os participantes do torneio e o formato dos combates, por fim cobrando para arranjar uma luta para os três no final desta noite. Ele passa a eles o endereço do Tiger Balm, um famoso parque em Hong Kong, para onde eles vão ao entardecer.

O Confronto no Tiger Balm

Chegando no parque, o Apostador espera por eles com mais três lutadores: Joe, Mike e Lee. Os três não são exatamente novatos no circuito, tendo inclusive lutado no primeiro torneio Street Fighter promovido por Sagat, sem terem tido muito êxito. Ainda assim, oponentes a se respeitar.

Sobem na arena contra eles Edu, Kiet e Korlov. Apesar de Kiet ter combinado de entrar como Time Mishima no torneio, com a ausência de Raj na China o tailandês decide garantir uma vaga para o indiano, o que seria uma boa maneira também de se redimir com seus companheiros.

Antes da luta começar, o Apostador ainda induz os lutadores a apostarem no combate, o que eles fazem depois de relutar um pouco, com exceção de Korlov que faz um “all in” no seu time.

Os lutadores se posicionam como de costume, com Edu cara a cara com o boxeador afro americano, Mike, com Kiet encarando o mestre de Kung Fu, Lee e Korlov enfrentando o kickboxer americano loiro, Joe.

A luta começa e edu está tenso já que esta não é uma luta por pontos, mas que exige nocaute. Mike parte pra cima dele e Edu tem dificuldade de se manter ileso de danos como gosta de lutar geralmente. Quando ataca o afro americano, é com muita dificuldade também, descobrindo que os músculos do lutador são duros como pedra.

Enquanto isso, Kiet troca golpes com o chinês em uma luta equilibrada e Korlov passa um pouco de dificuldade em virtude de recém ter saído do coma, para emplacar seus agarrões no kickboxer. Ambos lutadores, americano e chinês, são muito rápidos com as pernas, conseguindo desferir mais de um chute por segundo.

No entanto, a luta desanda quando Edu é golpeado violentamente no rosto e vai à lona. Lee e Joe já não estão em melhores condições e logo um deles cai, mas ainda assim a situação fica preocupante para a dupla restante, já que seus oponentes estão muito determinados a irem para o torneio. O desespero toma conta dos lutadores e uma sucessão de erros faz com que mais um lutador adversário caia, restando apenas Mike que está partindo pra cima com tudo que tem e que, por um erro de cálculo de Korlov, que se defende quando deveria atacar o adversário, quase consegue derrubar Kiet com seus socos, o que poderia ter permitido a sua vitória.

No entanto, finalmente, Kiet consegue derrubar o último oponente que estava em pé e ajuda, exaurindo mais forças do que gostaria, o Dream Team a entrar na etapa chinesa do Rei dos Lutadores.

Prepando-se para o Torneio

O time ganhou um bom dinheiro com as apostas da luta e o Apostador está satisfeito também. Eles não tinham tido tempo de prestar atenção antes, mas uma platéia havia se formado onde o combate aconteceu e podia ser visto inclusive o rosto de alguns lutadores por lá, como Chun Li e seu amigo europeu misterioso.

Após a luta, eles descansam e no dia seguinte iniciam as preparações para o torneio, com Korlov saindo para buscar uma vodka.

Kiet é chamado na cobertura que Heihachi alugou no centro da cidade e conhece as instalações. O japonês está lá treinando com Ganryu e combina com o tailandês de que ele e o sumotori irão lutar a primeira fase de duplas, para que Heihachi possa se guardar para as fases seguintes. Kiet não gosta muito da ideia, mas fazer o quê…

Quando questionado sobre o que lhe preocupa, Kiet desconversa e Heihachi tenta tranquilizá-lo, sinalizando que está arranjando tudo para que sua participação no torneio seja tranquila. Ele teria enviado uma de suas assassinas, Ana Williams, para eliminar Korlov, a quem Heihachi acredita ser um dos membros mais fortes do Dream Team. Além disso, com Raj fora da China e Adon morto, Edu estaria sozinho no torneio sem condições de vencer.

Kiet sabe que Raj estará de volta em breve, mas não conta ao seu chefe. Sobre Korlov, essa informação preocupa o garoto, que decide procurar por Ana e Korlov na cidade, que não foi visto há mais de um dia. Em sua busca, ele descobre mais sobre Ana, uma assassina letal a serviço de Heihachi e mestra dos disfarces. Alguém que só é encontrada quando assim o deseja e que estaria no encalço do russo. Uma das pessoas que dá informações sobre ela é justamente Nina, sua irmã, que tenta dissuadir Kiet a desistir de procurá-la.

Sem opções, Kiet passa os próximos dias se preparando para o torneio nas instalações de luxo da academia pessoal de Heihachi, treinando com seu novo colega Ganryu e seu novo mestre, Heihachi. Certo dia, ele recebe uma ligação de um contador da Mishima Zaibatsu que confirma alguns dados bancários para lhe fazer um primeiro pagamento dos lucros da sua arena e negócios na Tailândia. Talvez o crime compense?

Enquanto isso, Edu treina sozinho, sempre preocupado com Guile e com sua família no morro, até o dia em que Raj chega e se junta a ele. Raj se preocupa ao saber que Korlov sumiu novamente tem alguns dias, mas sendo o torneio em duplas, entende que eles podem começar sem ele enquanto buscam mais informações depois. No entanto, a maior preocupação é Kiet, cujas ações mal esclarecidas e proximidade com um dos maiores inimigos do grupo não inspira confiança.

Chega o dia do torneio e todos se aprontam para ir. A primera etapa será na arena do Tiger Balm, “casa” de Fei Long, um famoso ator e artista marcial da região. Todos rumam para lá: Edu e Raj de táxi e o Time Mishima de limusine, todos estilosos de preto, como autênticos mafiosos, incluindo Kiet.

Começa o Torneio: Dream Team!

O Tiger Balm está bem diferente de quando lutaram há uma semana: telões foram montados, arquibancadas, camarotes e muitas pessoas estão presentes. Sendo a China um dos berços das artes marciais, é natural o interesse popular por eventos deste tipo.

No telão, começam a ser sorteadas as chaves da primeira fase, onde duplas se enfrentarão. Um time é fixado: Dream Team, enquanto que o sorteio prossegue até definir o time desafiante: a dupla Retsu e Birdie.

Retsu é um monge shaolin do norte que inclusive já ouvira falar de Raj, prestando respeito ao Dragão Cuspidor de Fogo quando entra ao ringue. Já Birdie é um punk britânico que faz pouco caso do seu pequeno oponente brasileiro, que já está se preparando para a luta com sua música de Capoeira.

O combate começa com Retsu partindo pelo alto contra Raj, já que ouvira histórias sobre suas bolas de fogo, o que Raj responde se defendendo para contra atacar na sequência. Já Birdie parte com tudo para cima do brasileiro que se mostra mais veloz, acertando e mantendo distância com seu Backflip Kick.

Raj tenta emplacar seu mais poderoso golpe em Retsu, que troca de uma posição de ataque para defesa, a fim de evitar danos maiores com uma saraivada de bolas de fogo que são jogadas contra ele. Já Birdie fica cada vez mais irado com seu adversário ora se esquivando de suas investidas, ora pegando distância para manter-se ileso. Com a batalha sendo por pontos, Edu pretende ganhar com o manual embaixo do braço, sua tática mais comum.

A mobilidade de Birdie é extremamente limitada dada seu tamanho e peso, o que claro é compensada por sua força. Mas sem conseguir acertar Edu, ele começa uma estratégia de se proteger junto à postura defensiva blindada do Kung Fu de Retsu, enquanto avança sobre os dois oponentes, encurralando-os no canto da arena. No entanto, em um recuo de Birdie para não ser atingido por um Yoga Flame e uma jogada de mestre de Edu, Retsu fica exposto após um ataque mal sucedido e leva em cheio todas as chamas que deveriam ter sido de seu colega, já que ele estava protegido atrás do brasileiro, que foi muito ligeiro e saiu da frente a tempo.

Com Retsu fora da jogada, a vitória pendia fortemente para o Dream Team, com Raj deixando tudo para seu aliado, sem se intrometer no combate. Após mais algumas investidas infrutíferas de Birdie, Edu finalmente conseguiu derrubá-lo, pois afinal, quanto maior o tamanho, maior o tombo.

A batalha termina com Dream Team classificado para a próxima fase!

Mishima Team, fora!!!

O telão volta a mostrar os times rapidamente e logo é fixado o próximo combate: Mishima Team contra a dupla Karin Kanzuki e Sodom, uma combinação bem exótica e que prometia não ser um grande desafio dado o fato de que Karin é ainda uma estudante colegial e que Sodom é um autodidata em uma armadura. Ainda assim, se estão no campeonato chinês, devem ter algo para mostrar, não é mesmo?

Conforme combinado, Kiet sobe ao ringue com Ganryu. Enquanto que o tailandês fica cara a cara com a japonesa, cabe ao grandões se enfrentaram em um digno duelo de titãs. O gongo soa e a platéia assiste porque Karin e Sodom chegaram tão longe no circuito…

Kanzuki é absurdamente rápida. Possivelmente a pessoa mais rápida que Kiet já vira lutar na vida, e olha que ele já havia visto Chun Li lutar recentemente. Seu estilo de socos rápidos e combinados é simplesmente indefensável e Kiet se vê em apuros rapidamente pois mesmo que a força individual dos golpes não seja alta, a quantidade de impactos e principalmente, a combinação estratégica deles, vai minando rapidamente a saúde do lutador.

Do outro lado da arena, Ganryu e Sodom se enfrentam de igual para igual. Sodom parte para cima do sumotori com suas jittes (adagas japonesas), enquanto que é protegido por uma forte armadura samurai que o japonês tem dificuldade de superar com seus tapas e cabeçadas. Irritado, o japonês decide jogar sujo e tenta cegar o oponente com um golpe nos olhos, o que machuca muito e o deixa muito irritado. A platéia vaia essa atitude e fica claro que o Mishima Team está disposto a jogar sujo para vencer!

Ambos times estão profundamente feridos ante a quantidade de golpes desferidos. De certa forma a luta está equilibrada, mas equilibrada em uma corda bamba sobre um precipício, já que nos segundos finais do combate Kiet não sabe o que fazer para superar a velocidade de Kanzuki que conseguirá finalmente se soltar de seu Knee Basher que a castigara severamente, enquanto que Ganryu apenas foge das investidas especiais de Sodom que poderiam derrubá-lo em um único ataque.

Então o impensável acontece: a colegial derruba o tailandês, e logo em sequência o Mishima Team está fora do torneio, com o time Kanzuki/Sodom passando para a próxima fase. A platéia vai ao delírio, principalmente considerando a sujeira feita por Ganryu no combate.

Heihachi Mishima está furioso. Sobreviverão Kiet e Ganryu à fúria do japonês? E quem o Dream Team irá enfrentar na próxima fase? E Guile, conseguirá chegar a tempo para lutar junto de Chun Li?

Episódio 14 aqui.

Crônica 2022 – Episódio 13: A Queda e a Ascensão

Episódio 12 aqui.

Há algumas semanas, Korlov saiu para comprar vodka, indo até a mercearia local. Lá, não encontrou, mas soube que vendia vodka na capital, então rumou para Bangkok, sem se atentar ao fato de que ela ficava há alguns km de distância. Chegando lá, comprou sua vodka e teve de passar a noite na cidade, por ser tarde.

No dia seguinte, Korlov inicia seu retorno, mas acaba se perdendo no caminho e leva mais tempo do que deveria. Na volta, conversa com o dono da mercearia, Didio, novamente, e fica sabendo que seus amigos estiveram procurando por ele, bem como uma moça chamada Nina, que queria saber de Edu. Alheio a tudo que aconteceu nos últimos dias com o grupo, Korlov segue para a casa de Kiet e acaba encontrando-na vazia. Quando sai para procurar alguém, vê um helicóptero indo para o canavial e decide rumar para investigar.

No caminho Korlov encontra rastros de urso e um chinelo feminino. Mais adiante, ele ouve um grito de socorro de uma mulher e corre para acudi-la. Chegando em uma clareira ele encontra diversos utensílios de corte de cana e uma mulher caída, que alega ter sido atacada por um urso. Korlov pega ela no ombro para levá-la ao médico, sem perceber que era tudo fingimento e que havia caído em uma armadilha: Nina crava uma agulha envenenada em Korlov, que começa a sentir uma formigação nas costas, jogando a mulher ao chão.

Inicia-se um combate de vida ou morte para Korlov. Enquanto o veneno age em seu corpo para derrubá-lo, ele troca golpes com a assassina desesperadamente e quase consegue derrubá-la, mas o veneno o nocauteia antes e Korlov não lembra de mais nada.

Do coma para Las Vegas

Korlov acorda em um hospital em Bangkok. A enfermeira informa que seus amigos o encontraram desacordado e ferido no meio do canavial e que o trouxeram para cá, onde passou por uma cirurgia e ficou em coma por vários dias.

Uma vez recuperado, Korlov retorna para a aldeia de Kiet, passando pela mercearia e ficando sabendo que seus amigos teriam ido para o torneio de Las Vegas. Ele também fica sabendo que é normal na Tailândia homens serem enganados por mulheres fáceis e que talvez ele tenha sido apenas mais uma vítima dos golpes envolvendo prostituição na região, o que o faz desencanar. Então ele parte para lá, pegando um vôo em Bangkok.

Chegando em Las Vegas, não é difícil para Korlov achar o torneio, já que o evento é grande e inclusive estava sendo noticiado na TV. Com a ajuda de um táxi ele chega até o local onde estava acontecendo a semi-final e assiste aos combates que definem os finalistas do torneio. Ele acha muito estranho Kiet estar no outro time e fica sabendo de seus colegas ao término da rodada que Kiet de fato está trabalhando com Heihachi, o que é uma pena.

Simon conhece Korlov e aceita-o de bom grado no time, principalmente após o russo dar, sem querer, informações importantíssimas para Simon sobre a família de Edu no Brasil, que ele poderia usar mais tarde contra ele.

Mas agora é hora de festejar: Simon contratou diversas meninas e fez uma festa para seu time na cobertura do hotel, para onde eles vão agora. O mesmo acontece com o time Mishima, que ruma para a outra cobertura. Apenas Edu não vai com eles pois Raj passa mal depois da surra e tem de ser hospitalizado pois sequer estava recuperado ainda dos ferimentos da Tailândia. A situação é estável, desde que ele fique repousando por alguns dias no hospital.

A Bela Assassina

Após se certificar que Raj vai ficar bem, Edu volta a pé para o hotel e no caminho fica se engraçando com diversas meninas nas ruas. Até que ele topa com a mais linda loira que já tinha visto até então e ela corresponde os olhares, trocando beijos no meio da rua. Por um momento Edu esquece de tudo e convida a estranha para ir para seu hotel, o que ela recusa mas convida-o para ir ao hotel dela, que fica em uma rua próxima. Eles vão para lá e a coisa começa a esquentar já no elevador.

Ao chegarem no quarto, o rala e rola começa com certa violência inclusive. A moça decide algemar Edu na cama que no calor do momento não vê nada demais no ato, até que ela crava nele uma agulha envenenada, dizendo que era algum tipo de droga e o guerreiro aos poucos vai apagando e não se lembra de mais nada.

Enquanto isso, nas coberturas das torres a festa rola solta até tarde, embora no time Mishima o chefe não deixou eles virarem a noite para não atrapalhar a performance na final, que seria no dia seguinte.

Na manhã seguinte, Kiet conversa com Heihachi reafirmando os acordos entre eles. Kiet quer de alguma forma livrar a barra de seu time mas o japonês está convicto de que deve eliminar seus inimigos para evitar maiores problemas, o que inclui Edu e que Nina teria sido enviada para dar cabo dele e que ela não falharia como Kuma e Ganryu que não derrotaram Guile.

Kiet desce preocupado e tentando bolar algum plano para encontrar Edu, quando acaba topando com Korlov na área comum do hotel, escondido entre os carros. Eles conversam sobre os acontecimentos e o russo, alheio às animosidades entre os times, se une com Kiet preocupado que Edu não tenha retornado do hospital ainda. Juntos, eles decidem procurar por Edu na cidade e ficam sabendo de um taradão que estava agarrando umas garotas na noite passada e teria sido visto com uma garota loira entrando em um prédio. Eles vão no referido hotel e depois de muitos desentendimentos com o recepcionista, alugam o mesmo quarto em que o casal passou a noite. No entanto, para sua decepção, não tem mais ninguém lá.

Conversando novamente com o recepcionista eles ficam sabendo que o casal saiu mais cedo de táxi e decidem chamar o mesmo taxista que eles usaram. O taxista leva-os até onde levou o casal mais cedo: o mesmo hotel onde está Heihachi Mishima. Um pouco decepcionados por voltarem ao mesmo lugar, combinam de Kiet descer uma quadra antes e ir a pé, enquanto o russo vai na frente e fica no bar esperando por ele enquanto que ele sobe para investigar, pois eles não podem ser vistos juntos.

Uma vez na cobertura novamente, Kiet fica sabendo na recepção que Nina Williams chegou há pouco e que está em reunião com Heihachi. Ao entrar na cobertura de fato, nota gotas de sangue no chão do hall de entrada e é impedido com Kuma de entrar na sala de reunião, pois o chefe não quer ser incomodado. Kiet ignora a ordem e entra, pegando de surpresa Heihachi em reunião com Nina e Edu desacordado e algemado em um canto, com sangue escorrendo pela boca.

Heihachi não gosta da intromissão mas Kiet se mostra inquieto, ao que o japonês decide dispensar Nina, lhe dando uma maleta como pagamento pelo serviço e chamando guardas para levarem Edu dali. Nina vai embora sem sequer olhar para Kiet, como se não o conhecesse.

O Resgate de Raj

Kiet fica sem saber o que fazer para salvar seu amigo que logo é levado por seguranças embora, mas conversando com Heihachi pela segunda vez reafirma o compromisso de enfrentar os lutadores restantes: Adon e Korlov, na final desta noite, ao lado de seu chefe. Esta é uma das duas missões que eles possuem para esta noite, pois após o torneio eles devem partir para a torre de Simon para reaver a fita que ele tem e que poderia incriminar o japonês. Só assim Kiet e sua mãe estariam livres, ou quase, já que Heihachi deu a entender que Kiet seguiria trabalhando pra ele.

Kiet entende nesta conversa que Edu está vivo e que continuará assim, ao menos por enquanto, mas quando descobre que Heihachi mandou uma equipe sequestrar Raj no hospital para tirá-lo do jogo também, Kiet decide agir antes que seja tarde para o indiano também.

Enquanto isso, no bar do hotel, Korlov é encontrado por Marduk que inicialmente não se recorda dele. No entanto, após algumas conversas logo ele entende quem o russo é e se desentendem, fazendo com que Korlov tenha de deixar o bar e ir para o do outro prédio, onde é encontrado por Kiet mesmo assim.

Eles decidem pegar um táxi e rumar para o hospital, na tentativa de resgatar Raj com vida. Chegando lá, reparam em uma van preta que fica com o motor ligado, bem na entrada do hospital. Uma vez lá dentro, eles descobrem com a recepcionista que já chegaram para extrair Raj e levá-lo para outro hospital, o que eles sabem que é mentira. Então juntos eles armam uma emboscada no estacionamento, entre a saída do hospital e a van preta, para pegar os guardas de surpresa enquanto eles carregavam Raj.

O plano sai como esperado, embora Korlov, recém voltado do coma, tenha bastante dificuldade para derrubar os dois capangas que lhe cabiam, mas no fim o motorista da van decide fugir deixando seus companheiros desacordados para trás, bem como o lutador que tinham vindo sequestrar. Como Kiet tomou a precaução de ocultar-se com um capuz e óculos, ele não foi reconhecido nessa operação.

Eles rumam para a torre de Greedwell enquanto que Kiet conta os planos do japonês de reaver a fita após a luta e eliminar seus oponentes. Korlov sobe com Raj para escondê-lo em segurança lá, já que o pessoal de Heihachi não entra naquela torre, deixando-o em um dos quartos da cobertura deles. O torneio começa em menos de 1h e Adon está lá esperando seu companheiro. Simon fica sabendo por Korlov do ocorrido no hospital e que Edu fora sequestrado por Heihachi para que não pudesse lutar na final. Isso deixa o tailandês irado que decide agir para resgatar seu lutador, ele imagina onde Heihachi pode ter colocado ele então vai ir para lá, enquanto que Adon e Korlov devem ir para o torneio.

Na outra torre, Kiet se junta a Kuma e Marduk, agora mais aliviado mas ainda preocupado com Edu, e juntos vão para o torneio, sabendo que Heihachi já estaria esperando por eles lá. Coincidentemente a van que leva eles para o torneio é a mesma que deveria ter sequestrado Raj mais cedo, mas o motorista embora suspeite de Kiet, não tem certezas sobre a sua participação e acaba ficando calado.

O primeiro surto de Edu

Um pouco antes, Edu acorda dolorido em uma cela de prisão. No corredor, é possível ver um guarda que assiste TV, no canal que está cobrindo o torneio. Edu tenta em vão convencer o guarda a soltá-lo e logo chega uma visita inesperada: Heihachi, com alguns capangas.

Edu e Heihachi tem uma discussão. O japonês está prestes a acabar com o império de seu arquinimigo e tomar tudo que é dele, inclusive os morros no Rio. Ele propõe a Edu que ele se torne o líder dos morros, pacificando a região sob controle de Dendê atualmente, que perderia a sua autoridade com a derrota de Simon em breve. Caso contrário, Heihachi só o manteria vivo até o final do torneio para ter mais uma moeda de troca contra Kiet, caso o tailandês decide se rebelar contra ele, mesmo já tendo a mãe sob risco. Depois, ele seria assassinado se não concordasse com a nova missão.

Mas Edu está no seu limite. Após meses de chantagens, extorsões, armadilhas e manipulações, o brasileiro surta e decide não fechar trato algum com o magnata, defendendo que ele e seus amigos não serão mais usados por eles em seus jogos políticos mesquinhos e que ele pode fazer o que quiser. Heihachi não gosta da reação e fica insultado ao saber que o brasileiro acha que ele não possui palavra e que o mataria a qualquer momento, mesmo que ele decidisse trabalhar pra ele. Vendo que o carioca não irá ajudá-lo, Heihachi decide partir, pois tem uma luta em meia hora, deixando para Edu pensar até o final da noite.

Sozinho em sua cela, Edu escuta a cobertura do torneio pela TV. Ao que parece, os lutadores de ambos os times já chegaram no local, bem como diversos espectadores ilustres incluindo Aka Zahn, Sagat e Vega, com Balrog chegando em seguida com o cinturão de campeão, que ele entregará ao time vencedor do torneio, a muito contragosto. Faltam poucos minutos para o torneio começar.

De repente batem à porta do corredor e o guarda vai ver quem é. Um tiroteio começa e Edu se joga ao chão, fingindo que está desacordado. Simon e seus capangas entram na prisão procurando por ele, e assim que o encontra, o ricaço abre a cela de Edu e já sai ordenando que ele vá e lute no torneio, o que o brasileiro recusa veementemente.

Edu não quer mais ser uma marionete, ele cansou das brigas políticas e jogos desses chefões do crime que só se importam consigo mesmo e que não resolvem seus próprios problemas. Simon joga água nele, arremessa seu uniforme e tenta de várias formas a convencê-lo. Na TV, o torneio está prestes a começar e seus companheiros estão lá, aguardando para lutar contra Heihachi e Kiet. Edu olha para a TV, olha para seu uniforme no chão, o clássico que Eddy lhe deu e decide subir ao ringue mais uma vez.

Ele entra na van de Simon com seus capangas e se veste enquanto voam pela cidade para chegar antes que a luta final comece.

A Final de Vegas

A Vegas Strip está ainda mais lotada que na noite anterior. Mais neon, mais telões e uma multidão ainda mais alucinada está presente. Nos telões, os melhores momentos da noite anterior são repassados, enquanto que na arena os lutadores já se aquecem. Todos estão apreensivos e Heihachi já dá como vitoriosa sua luta, já que sobrara apenas Korlov e Adon no outro time, sendo que o primeiro recém saira do coma e o segundo estava exausto da última luta.

Na platéia, Kiet percebe no camarote os chefões do crime e também Shadow e Killer Bee, que haviam lutado na noite anterior. Killer Bee estava com o mesmo olhar vazio de outrora, com curativos na cabeça, mas é Shadow que chama a atenção do lutador: visivelmente transtornado, ele parece estar prestes a vomitar a qualquer momento, como se estivesse muito enjoado e desorientado, algo que parece não ser notado pelos demais integrantes do camarote.

O juiz repassa as regras com os times e quando estava prestes a iniciar o combate ouve-se ao fundo buzinas e ronco de motores. Uma van preta com duas motos avançam sobre a multidão de maneira violenta para abrir caminho rapidamente, enquanto buzinam e aceleram, deixando Edu na frente da arena para surpresa de todos e fúria de Heihachi.

A multidão vai ao delírio: é o campeão da Tailândia de volta aos ringues!

Adon logo tira seu corpo fora e deixa o combate final para Korlov e Edu, contra Heihachi e Kiet. E soa o gongo.

Heihachi assume uma postura defensiva do Mishima-ryu, ao que Edu não entra no jogo e toma distância. Ao lado, Kiet parte para cima e Korlov antes que o russo consiga pensar em se defender, sendo derrubado pelo tailandês facilmente.

Heihachi parte para cima do brasileiro novamente, que ao invés de bloquear, decide recuar mas não se antes acertar um chute de leva no rosto do inimigo, apenas escoriando-o, mas profundamente machucado no ego já que errara novamente. Já Korlov não tem tanta sorte e os dias de coma lhe cobram um preço alto contra seu oponente tão forte quanto ele, mas muito mais ágil com suas pernas, castigando-o severamente com um agarrão seguido de joelhadas.

Edu não deixa Heihachi encaixar seus golpes, conseguindo inclusive esquivar do famoso Dragon Punch do japonês no turno seguinte, enquanto que Korlov está quase caindo para o seu ex-colega tailandês que não o solta de jeito nenhum. Para evitar que sua dupla caia, Edu desfere um Cartwheel Kick contra Kiet, que se vê obrigado a soltar o russo para não ser atingido. Korlov respira aliviado, mais um turno em pé!

Korlov aproveita da troca de pares e acerta um golpe em Heihachi que teria derrubado uma árvore, se não fosse o japonês ter bloqueado muito bem e sofrido apenas um dano leve. Com essa movimentação e um recuo de Edu, eles cercam Heihachi enquanto que Kiet fica mais ao longe, o que não parece preocupar o japonês que sorri, se preparando para o mesmo Hurricane Kick que teria quase matado Raj em outra oportunidade.

Sabendo dessa jogada, Edu salta para longe, ficando até mesmo fora do alcance de Kiet, mas Korlov não é tão rápido assim e é pego em cheio pela sequência de chutes giratórios de Heihachi que o fazem sair do chão. Korlov está no chão e Edu está em apuros.

Edu, apesar de intacto, está apavorado. Heihachi quase não sofreu ferimentos e Kiet, embora visivelmente cansado, também está com boa saúde física. A luta encaminha-se para os segundos finais e Edu apenas mantém distância de seus oponentes, evitando principalmente as investidas raivosas de Heihachi, enquanto que Kiet apenas o cerca, sem golpeá-lo.

O gongo soa e a luta termina sem um vencedor. No entanto, para surpresa de Edu, o juiz anuncia que em alguns minutos, o segundo round irá começar.

Edu surta novamente.

O segundo surto de Edu

Apesar da explicação que após os lutadores descansarem, Edu subiria ao ringue com Adon para finalizar a luta contra Heihachi e Kiet, Edu não quer mais saber do torneio ou de lutar, principalmente sendo mandado por esses chefões. Kiet e Heihachi enquanto isso se preparam para o segundo round no outro corner, enquanto que Korlov está desacordado sendo atendido pelos paramédicos.

Simon sobe ao ringue para falar com Edu, que ele deve terminar a luta e levar a vitória para o time. Edu não quer saber e simplesmente desafia o chefão tailandês ali, na frente de todos. Simon ameaça sua família, Edu ameaça e desafia ele ainda mais. Os homens de Simon sobem ao ringue com armas apontadas para Edu, que diz que o mundo inteiro está vendo isso pela televisão, o que Simon realmente não gosta de lembrar.

Quando Edu vira as costas e está indo embora, sob mira dos homens de Simon que poderiam atirá-lo a qualquer momento, o camarote explode em um grande grito de Sonic Boom. Shadow voltou a ser Nash.

Uma confusão generalizada acontece com a multidão acreditando se tratar de um atentado terrorista. Todos esquecem da final e correm por suas vidas, permitindo que Edu fuja na confusão, carregando Korlov junto. Heihachi, furioso com a fuga decide partir para a segunda parte do plano: ele entra com seus capangas e lutadores nos carros e rumam para a torre de Simon pegar a fita de volta.

Edu corre e há poucas quadras dali se hospeda rapidamente no mesmo hotel que esteve com Nina outra noite, para esperar que Korlov acorde. Em alguns minutos o russo acorda e avisa Edu que Raj foi deixado na cobertura de Simon, a mesma que ele entendeu que Heihachi estaria indo agora terminar seu plano. Raj corre risco de vida e eles precisam salvá-lo.

Eles deixam o hotel e saem correndo para as torres. Temendo pelo pior, Edu vai na frente por ser mais rápido e deixa o russo para trás.

A queda

Heihachi chega na torre de Greedwell derrubando tudo, completamente ensandecido. Ele arromba a porta da cobertura e mata todos capangas que encontra por lá, enquanto que procura pela sua fita cassete. Temendo pelo pior, Kiet busca nos quartos pelo seu amigo e quando o encontra, esconde Raj embaixo de uma cama para que não seja visto.

Logo o grupo de Simon chega na cobertura também e um grande tiroteio começa. Kuma arranca pedaços de guardas, Marduk se diverte quebrando cabeças e Heihachi apenas se foca em achar a fita. Do outro lado, Adon parte para cima da guarda de Heihachi enquanto que Simon e seus capangas mandam bala neles, mas em menor número, o que não era um bom sinal.

Com Raj em segurança, Kiet volta ao combate ao ver Simon decide terminar aquilo de uma vez por todas, partindo para cima do magnata que apesar de armado e conseguir acertá-lo duas vezes, não é páreo para os ataques do lutador profissional que o derruba em poucos chutes. Ao lado, Adon cai frente aos disparos e a dupla Kuma e Marduk derrubam os últimos que restavam em pé. Por alguns segundos que parecem uma eternidade, Kiet pensa se deve ou não matar Simon, que está desacordado e sangrando em suas mãos.

Heihachi sai vitorioso de um dos quartos com uma fita em mãos. Ele vai até Kiet, que entrega Simon a ele e então uma cena grotesca de Heihachi espancando Simon com a fita em mãos se inicia, voando dentes e sangue para tudo quanto é lado, enquanto que o japonês se diverte enquanto que Kiet apenas assiste, até que não aguenta mais e desvia o olhar. A fita é completamente destruída, junto dos ossos da face de Simon Greedwell.

Nisso, Edu chega até a cobertura e presencia a cena. Quando notam a sua presença, mandam bala em cima dele, enquanto que Heihachi apenas gargalha. Entendendo que não havia mais nada a ser feito ali e não querendo morrer, Edu foge dos disparos e consegue evitar que Korlov chegue até ali, com os dois partindo para o local do torneio na tentativa de encontrar Nash, mas sem sucesso já que a polícia já dispersou a multidão e isolou o local por causa do atentado.

As gargalhadas de Heihachi ecoam pela cobertura de Simon que agora jaz no chão, morto, ao lado de Adon, para tristeza de Kiet. A missão deles ali terminara e decidem ir embora, com Heihachi mandando seus homens limparem a bagunça antes da polícia chegar. Kiet fica preocupado em deixar Raj para trás, mas não era hora de arriscar seu disfarce e vai embora junto do japonês. Conforme combinado, ele partirá imediatamente para o Japão, para resgatar sua mãe, o que ele faz prontamente de jatinho. Chegando lá, manda um recado para Guile através da embaixada americana: Nash acordou do transe e Raj está desacordado no quarto da cobertura.

Guile de volta

De Las Vegas, Edu e Korlov pegam um táxi para uma base aérea em Nevada, próximo dali, onde provavelmente poderiam encontrar Guile se recuperando dos últimos combates.

Na base aérea, Edu consegue entrar já que Guile está lá e confirma que são amigos. Korlov, que se passa por canadense meio que sem querer, passa a noite com seu amigo na ala hospitalar do quartel já que Guile até tenta seguir com eles esta noite, mas não consegue sequer se manter em pé.

Na manhã seguinte, já descansados, eles conversam com Guile sobre Nash ter acordado do transe e estar foragido. Eles querem resgatar Raj também, então decidem voltar para a torre onde tivera o tiroteio na noite passada pois receberam o recado de Kiet. O militar não está na sua melhor forma mas cheio de convicção e vontade de ajudar seu companheiro que deve estar desorientado e sob risco de ser capturado de novo.

Chegando na torre onde antes era o QG do time Simon, agora dissolvido, eles reviram toda ela sem sucesso, nada de Raj ali. Eles decidem fazer o mesmo procedimento na segunda torre, já que o time Mishima já foi embora, mas nada por lá também. Quando discutem sobre possíveis próximos passos, eles entendem que Nash iria atrás de seus captores para se vingar. Graças a informações obtidas do próprio Bison quando chegaram em Las Vegas, eles sabem que o chefão estará no Brasil, então imaginam que lá seria um bom local para começarem a procurar, além do que com a queda de Greedwell, Heihachi provavelmente vai ter de resolver algumas questões por lá e a família de Edu pode ser pega no fogo cruzado.

Juntos, eles rumam para o Brasil salvar Nash. E talvez Raj.

Kieta, livre!

No Japão Kiet é recebido por um motorista que o escolta até a Mishima Zaibatsu. No caminho ele descobre que sua mãe está bem e que Ana Williams estaria cuidando ela, irmã de Nina. Kiet acaba descobrindo que a enfermeira que teria cuidado de seus ferimentos quando chegou no Japão sequestrado teria sido essa tal de Ana.

Chegando lá, Ana o espera e eles se apresentam formalmente. Ela o leva até um terraço no prédio onde sua mãe está cativa em uma estufa. Kiet se reencontra com sua mãe que sequer acredita quando o vê. Ela está magra, mas bem, e abraça fortemente seu filho. Ela quer voltar para casa com ele e rever Tagas também, mas Kiet tem outros planos.

Ao invés de voltar para a Tailândia com sua mãe, Kiet consegue convencê-la a ir para a Índia. Ele combinou com a mãe de Raj dela hospedar Kieta por lá, em segurança. Enquanto isso, ele planeja rumar para a Tailândia encontrar Tagas e também tirá-lo de vista, enquanto que resolve essa questão com Heihachi.

Assim, mesmo com a promessa de Heihachi de que sua família e terras estariam livres, ele entendeu que o tirano queria que ele se tornasse o novo ditador daquelas terras para ele, algo que ele não deseja. Após colocar sua mãe no avião, mesmo advertido por Ana de que não deveria mudar planos sem consultar o chefe, ele parte de volta para Tailândia onde descobre que Heihachi já mandou fazerem grandes obras onde era sua casa e arena, para se adequar aos novos tempos.

Procurando por Tagas, ele o encontra bêbado em um bar de Bangkok, seguindo pistas do dono da mercearia. Tagas fica feliz em vê-lo mas se preocupa com as notícias recentes e com o fato de Kieta ter sido enviada para a Índia. Kiet consegue convencê-lo de ir para a Índia também, o que ele aceita para rever Kieta.

Com sua mãe e mentor a salvo na Índia, assim espera Kiet, ele agora parte para o Brasil para encontrar seus companheiros, já que estariam seguindo as pistas de Nash que eles tem em mãos, além do fato de que certamente Heihachi estará por lá também e ele saberá onde encontrar Raj.

De volta ao Rio

Guile, Korlov e Edu chegam no Rio de Janeiro e logo rumam para o morro do Dendê. No entanto ele já fora renomeado para Morro do Careca Sul, enquanto que o original Morro do Careca fica ao norte. Isso preocupa eles, fazendo com que Edu decida entrar no morro por uma passagem secreta, para não ser notado.

Uma vez no morro, ele vai até a Fundação Monteiro onde revê seu mestre e namorada, para alegria da criançada que o considera uma lenda. Edu quer tirar Monteiro e Christie dali, mas eles estão muito relutantes, principalmente pela capoeirista confirmar que está grávida e que não quer ficar fugindo.

Guile e Korlov deixam a Fundação e saem a procurar Nash pelo morro. Christie dá aula para as crianças enquanto que Edu treina com seu mestre um novo golpe para os conflitos que ele sabe que virão em breve.

Enquanto isso, Kiet chega no Brasil e também nota a mudança nos morros, temendo pelo pior. No caminho, de táxi, ele fica sabendo que Dendê sumiu quando Heihachi invadia o morro atrás dele, tendo abandonado o controle dos morros quando soube que seu chefe tinha sido eliminado e que ele seria o próximo. Dizem os boatos da região de que ele estaria se reagrupando para armar um golpe contra Heihachi e se tornar o chefão de tudo. Kiet percebe que está indo para uma panela de pressão, e que ela pode estourar a qualquer momento.

Chegando na Fundação, ele revê seus amigos e trocam informações. Juntos vão para a casa de Edu ali perto, menos Guile que não foi mais visto, onde almoçam com a família Oliveira. O pai de Edu, agora encostado com um problema no coração, gosta da ideia de férias nos EUA proposta pelo filho, mas sua mãe se mostra reticente já que a incursão ilegal recente os colocou em apuros com a embaixada americana e também com a brasileira. Edu convence a todos que ele irá resolver essa questão burocrática e que quando fizer isso, todos devem ir ver sua irmã que está quase ganhando neném.

Com sua mãe e pai convencidos, a próxima batalha de Edu é com Christie, que apesar de estar com saudades, faz jogo duro com Edu pois o quer ali, no Rio com ela, e não fugindo por aí. A situação piora quando Korlov conta ingenuamente dos ataques de Nina a ele e a Edu, que da forma que contou, parece que Edu teria dado mole para ela. Christie e Edu reatam seu romance entre brigas e beijos e chegam a um meio termo: Monteiro e Christie se mudarão do morro e irão viver em Niterói, pois assim consegue manter a Fundação sem ficar no olho do furacão.

Após o almoço, Kiet decide subir o morro sozinho, já que ele imagina que Heihachi e/ou seus homens estarão lá e ele é o único que não corre perigo. No caminho, ele encontra Guile, que diz que Nash foi visto no morro há pouco, indo para o topo. Juntos, eles correm em direção à mansão de Dendê, mas um sentimento muito ruim invade a mente de Kiet. Uma aura maligna que ele só havia sentido quando esteve na presença de Bison e de Aka Zahn.

Estaria o feiticeiro no topo do morro do Dendê? Ou pior ainda, seu chefe, o demônio vermelho tailandês? Conseguiriam eles salvar Nash, ou sequer a si próprios, caso tenham de enfrentar tais oponentes agora?

Tudo isso no episódio 14.

Crônica 2022 – Episódio 12: Velhos amigos, novos inimigos?

Episódio 11 aqui.

Guile e Raj pegam o jipe do americano que estava escondido atrás de arbustos e rumam para Bangkok, a fim de descobrir onde estão Nash, Dhalsim e o clérigo, guiados pelos poderes psíquicos do indiano que rastreava o chi fraco de seu sensei, enquanto que Tagas fica para trás bêbado e desacordado.

No outro lado, Kiet e Edu se encontram no canavial, com o tailandês completamente desesperado procurando por sua mãe. Edu acha um rastro de sangue e eles começam a segui-lo, até que encontram Korlov quase morto em uma poça de sangue. Kiet segue buscando sua mãe enquanto que Edu decide voltar com Korlov para levá-lo ao hospital.

Sozinho se embrenhando cada vez mais para dentro do canavial, Kiet chega em uma clareira criada pelo pouso de um helicóptero negro já conhecido do grupo: Mishima. Heihachi e sua gangue estavam esperando por Kiet e o japonês é muito direto: eles pegaram a mãe do lutador, que já está longe em segurança, e só a devolverão se ele se juntar a eles no próximo torneio de Las Vegas, onde terá de enfrentar seus próprios companheiros. Irado, Kiet perde a cabeça e ataca o grupo, obviamente se dando mal contra Heihachi, Ganryu, Kuma e Marduk.

Assalto em Bangkok

Chegando na cidade com Korlov ainda vivo, Edu o deixa no hospital e aguarda melhoras durante a cirurgia. Enquanto isso, Raj e Guile descobrem o hotel onde está hospedado o clérigo e sobem até a cobertura com o americano causando o maior tumulto, fazendo com que a recepção chame a polícia. É apenas uma questão de tempo para o local ficar tomado de policiais, então eles correm até a cobertura.

Chegando no topo, Guile derruba a porta da suíte presidencial com um Sonic Boom e lá dentro começa a lutar contra diversos guardas da Shadaloo que faziam a escolta do feiticeiro. Raj se esgueira e ruma para a cobertura, onde um helicóptero está preparado para tirar o clérigo dali. Raj tenta alcançá-lo, mas tando Dhalsim quanto Nash surgem, claramente controlados pelo feiticeiro e se põem no seu caminho, forçando-o a lutar.

Raj consegue derrubar Dhalsim, visivelmente lesionado ainda do último combate e Guile consegue manter todos os demais guardas ocupados enquanto avança também para a cobertura ajudar o indiano. No entanto, o clérigo decide abandonar Dhalsim para trás e parte com Nash no helicóptero.

Dhalsim foi resgatado, Raj fica feliz, a despeito dos gritos de Guile.

“Naaaaaaaashhhhhhh!”

Na porta, ouve-se a chegada da polícia, a coisa ficará ainda mais séria. Como Dhalsim está muito ferido após os dois combates, Raj diz para Guile saltar do prédio com seu pára-quedas enquanto que ele vai despistar os guardas, o que o americano faz, descendo diretamente no seu jipe lá embaixo com Dhalsim no ombro.

Enquanto isso, Raj finge-se de desacordado junto aos demais corpos mas é logo descoberto quando eles revistam os corpos, sendo algemado. Sem se deixar intimidar, ele foge pelo telhados dos prédios com os braços presos às costas, dificultando bastante a vida dos guardas que tentam em vão persegui-lo sem muita habilidade para isso.

Guile chega no hospital com Dhalsim e Edu está lá ainda. Eles dão entrada de Dhalsim na emergência e Edu acerta os pagamentos na recepção com o saldo do prêmio que recebera do último torneio. Eles decidem deixá-los sob cuidados dos profissionais e partem de jipe, para ir até o caça de Guile na base aérea americana próxima dali a fim de tentar encontrar o helicóptero que tinha ido em direção ao oceano. No caminho, encontram Raj saltando pelos prédios e lhe dão carona, não sem antes Raj tentar saltar diretamente para o jipe, sem sucesso.

Algumas horas depois eles chegam na base, praticamente roubam um avião de combate, já que Guile não foi autorizado a essa missão, e rumam a esmo para o oceano, na direção que o helicóptero teria ido. No entanto, depois de horas navegando às cegas e sem sinal do helicóptero ou de alguma ilha, eles são obrigados a retornar para a base para abastecer.

O Retorno Amargo

Na base novamente, Guile decide que vai a Las Vegas salvar Nash, nem que pra isso ele precise lutar no torneio. Edu tenta conversar com Guile também sobre a situação da sua família, sem muito sucesso já que o americano não quer fazer nada ilegal como ajudar imigrantes brasileiros a entrar em seu país sem visto.

De lá, Guile parte para os EUA de avião, enquanto que os heróis voltam de ônibus para a cidade, onde conhecem no caminho um fã de artes marciais que reconhece o campeão que está no jornal. Artith os convida para irem para sua casa descansar e eles topam. Lá eles tomam banho, se alimentam mas decidem não passar a noite, apesar da hospitalidade do tailandês. Eles recebem um último favor dele e vão de carroça para a aldeia de Kiet, onde esperam encontrar novidades.

Outra vez na casa de Kiet, tudo está exatamente do jeito que deixaram e nem sinal de Tagas, Kiet ou a mãe dele. Para piorar, eles esqueceram a carroça de Tagas no hospital, então estão sem transporte e a mercearia local está fechada por ser tarde da noite. Acabam desistindo de tentar qualquer nova aventura a esta hora e vão dormir.

Na manhã seguinte, encontram Tagas, incansável, fazendo um café preto em casa e preocupado com seu discípulo e mãe. Eles combinam de que ele seguirá procurando na região enquanto que eles partirão para treinar, já que o torneio de Las Vegas é em uma semana.

Dali eles partem para a mercearia e lá descobrem que Korlov passou por lá recentemente, antes de ser derrubado, e que uma moça loira e alta, muito bonita, esteve na região procurando por Edu, sem dizer seu nome, o que chama a atenção do grupo. Eles pegam um ônibus e partem para o hospital.

Uma vez no hospital, descobrem que Korlov entrou em coma induzido, para que tenha mais chances de sobreviver, e que Dhalsim recebeu alta. Juntos, decidem ir para a Índia, para ver como a família de Raj está e também para Dhalsim descansar, já que ele aparentemente perdeu seus poderes psíquicos por causa do trauma recente.

Treinando no Japão

Kiet acorda com um pouco de dor de cabeça enquanto que uma enfermeira muito bonita o observa. Ela tem a pele clara, cabelos castanhos e curtos, em um corte chanel. Eles conversam brevemente sobre seu estado de saúde e Kiet fica sabendo que Heihachi o espera no final de um corredor.

Kiet caminha por um corredor bem iluminado trajando um gi negro, até chegar a uma grande área de treinamento que mistura tecnologia com arte oriental antiga. No centro, Marduk, Ganryu, Kuma e Heihachi treinam intensamente para o torneio que virá. Ao ver o lutador acordado, Heihachi o cumprimenta com um forte golpe e diz que irá ser seu novo mestre, que ele precisa estar em forma para enfrentar seus antigos companheiros.

Kiet não se mostra muito à vontade, principalmente considerando as circunstâncias com a qual teve de aceitar essa parceria, mas vê a oportunidade de se aproximar de Heihachi para descobrir mais sobre o inimigo. Juntos, eles treinam nos dias seguintes e inclusive Heihachi ensina um novo truque para o thai kickboxer: o Knee Basher.

Ao longo dos dias, Kiet vai ganhando a confiança do time, principalmente de Marduk, que passa a considerá-lo um colega digno e de Heihachi, que decide explicar em mais detalhes o que está se passando.

Ele e Simon Greedwell são rivais dentro da Shadaloo, trabalhando para expandir seus territórios e sua relevância junto ao general Bison. Devido às derrotas recentes de Heihachi ele tem estado em uma situação muito difícil o que o levou a tomar medidas desesperadas, como o sequestro da mãe de Kiet, que ele garante que não foi machucada e que está bem. Greedwell teria uma fita comprometedora que Heihachi quer reaver e promete a Kiet que se eles vencerem o torneio e conseguirem tomar a fita de Greedwell, que ele se tornaria o novo dono dos territórios do tailandês e com isso poderia libertar a sua mãe, não apenas do cativeiro, como da escravidão.

Heihachi desaprova os métodos de enriquecimento de Greedwell escravizando locais e acredita que o território tailandês na sua mão seria muito mais bem aproveitado. Essa ideia de Kiet ser o líder dos canaviais onde sua família sempre trabalhou lhe agrada muito, mas ao mesmo tempo lhe preocupa que talvez esteja fazendo um pacto com um demônio e sente que isso pode não acabar bem. Mas talvez, bem no fundo, ele consiga usar tudo isso contra Heihachi também, em uma grande reviravolta. Ou ao menos ele acredita nisso.

Os dias se passam sem grandes incidentes, com Kiet se tornando o favorito de Heihachi para o torneio, que será em duplas. Kiet nunca treinou em instalações tão confortáveis e tecnológicas e seus companheiros de treino questionam sobre pontos fracos dos seus ex-colegas de time constantemente, o que ele não dá muitas informações, principalmente para Heihachi. No fundo, ele ainda tenta ser um membro do Tagas Team.

Treinando na Índia

A viagem para a Índia é tranquila e pôde ser financiada graças aos ganhos do último torneio. Fazendo desfeita aos convites de Simon Greedwell para irem até sua mansão, o grupo vai para a aldeia de Raj em Calcutta e encontram os negócios de sua mãe prosperando, o que tem melhorado a vida de todos na região.

Ela fica muito feliz com a chegada de todos e Raj a presenteia com mais dólares para que siga investindo na região, a fim de melhorar a vida de todos. Juntos, Edu e Raj treinam com Dhalsim nos dias seguintes, sendo inclusive Edu capaz de aprender um novo golpe: Backflip.

Dhalsim comenta com Raj sobre o episódio de seu controle mental, que só teria acontecido pois fora derrotado em combate pelo general Bison, um ditador terrível com poderes paranormais incomparáveis. Indefeso, Aka Zahn, o feiticeiro de Bison, teria entrando em sua mente com facilidade e tomado o controle durante as últimas semanas e que ele não lembra muito mais além disso. Essa experiência psíquica traumática teria lesionado severamente sua psique que busca agora se regenerar para ter seus poderes de volta. Por causa disso, Dhalsim opta por ficar na aldeia e não ir para o torneio em Las Vegas.

Certo dia, bem próximo à viagem para o torneio, eles recebem uma visita inesperada: Simon Greedwell, que chega de limusine chamando a atenção de todos na região. Ele está levemente chateado por eles terem ido embora sem avisar, mas está disposto a esquecer a falta de modos lhe fornecendo a viagem de jatinho para o torneio, já que eles serão o Greedwell Team, junto de Adon, que já está no hangar os esperando.

Em um primeiro momento eles parecem um pouco relutantes, especialmente Edu, então Simon decide abrir o jogo. Ele está lutando para derrubar um inimigo antigo do grupo: Heihachi. Ambos participam da mesma organização criminosa mas são rivais na Ásia e na América do Sul. Enquanto que no Brasil Greedwell conseguiu chutar Heihachi através de seu encarregado Dendê, para surpresa dos heróis, na Ásia a briga em solo japonês é impossível para o empresário, que mal consegue manter a Tailândia sob controle.

Até aí, a briga interna do cartel não interessa tanto aos heróis, embora ter ajuda para derrotar Heihachi seja interessante. No entanto, eles acreditam que se juntar a Simon poderia ser um golpe contra Kiet e principalmente estariam traindo os moradores da aldeia, já que Simon os escraviza. No entanto, uma revelação choca a todos: Kiet foi fotografado durante dias trabalhando junto a Heihachi e até mesmo socializando com seus homens. Isso prova a teoria de Simon que relata inclusive que Kiet teria sido visto invadindo sua residência no dia do torneio, a mando de Heihachi, para buscar provas que o incriminassem, o que claro, ele não encontrou nada já que ele é um empresário honesto.

Simon alega não culpar o jovem, já que conhece a vida difícil que ele sempre teve e que mesmo o pai dele foi um péssimo exemplo, já que foi morto ao tentar assassinar o próprio Simon, que teve de agir em legítima defesa. No entanto, ele não pode mais aguentar as incursões de Heihachi em seu território e principalmente os rompantes do jovem que mostrou sua verdadeira face. Assim, com o gosto amargo da traição na boca, o então Greedwell Team decide rumar para Las Vegas a fim de derrotar de uma vez por todas com velhos desafetos, mas também com seu mais novo inimigo: Kiet.

No caminho, Edu decide ligar para sua família no Brasil, supondo que eles foram deportados, e consegue contato. Ele fica sabendo por sua mãe que Christie estaria esperando um bebê seu, e também que uma tal de Nina veio procurar por ele, o que ela não gostou nem um pouco. Ligando para a Fundação Monteiro, Edu fala com seu novo sensei e também com a capoeirista, que se mostra ressentida com o fato do lutador estar longe e ainda pior: indo para Las Vegas. Ele confirma que acredita estar grávida mas que tem um novo teste a ser feito para confirmar, que o manteria informado, além de citar que Nina teria ido procurar ele também na Fundação, deixando Edu ainda mais intrigado e Christie furiosa..

Edu fica sem reação com a notícia, mas seus companheiros o parabenizam, inclusive Simon, que se mostra interessado com a família dele no Brasil, o que Edu tenta desconversar para mantê-los a salvo por mais tempo, já que seria fácil para seus inimigos usarem-nos como chantagem.

Boas vindas do Demônio

O jato de Heihachi parte com seu time dentro em missão dupla pra Las Vegas: primeiro, eles precisam vencer o torneio, a qualquer custo. E quando Heihachi diz a qualquer custo, ele quer dizer inclusive trapaceando. Isso se mostra evidente com ele direcionando Ganryu e Kuma para missão contra Guile assim que pousarem, bem como alega ter contratado uma assassina de aluguel, Nina Williams, para dar cabo de outro lutador do torneio.

Segundo, Heihachi quer usar deste torneio para tirar Simon Greedwell da jogada. Tanto o humilhando na frente de Bison e seus guerreiros, como tomando para si provas que possam incriminá-lo e tomando seu território. Em meio a esse xadrez, caberá a Kiet ajudar a derrotar seus amigos para ter sua mãe de volta. A missão se torna mais fácil, quando Kiet recebe de Heihachi algumas fotos onde mostra Raj e Edu se aliando a Simon, ou seja: seus antigos amigos se aliaram ao seu maior inimigo. Agora é guerra!

Já o jato de Simon parte da Índia, com Adon a bordo, que acaba se tornando um novo rival de Edu, querendo a todo momento saber qual o golpe secreto que usou contra ele no último torneio, pois ele não lembra de nada que aconteceu nos segundos finais daquela luta em virtude do trauma. Apesar da insistência de Edu em desconversá-lo, ele segue tentando arrancar algum segredo do lutador.  Por ora, lutarão lado a lado, mas o tailandês quer a sua revanche assim que possível.

Os jatos sobrevoam Las Vegas e os lutadores vêem a bela cidade do pecado bem do alto, com todas suas luzes, neon, hotéis e principalmente: cassinos. Os jatos pousam quase que ao mesmo tempo no hangar reservado para eles e logo começa a se criar um clima quando estes percebem que chegaram juntos. De um lado, Heihachi e sua gangue, com Kiet, todos de ternos pretos caríssimos e óculos escuros, dignos de mafiosos. Do outro, Simon e seus lutadores, todos trajando roupas de turistas.

É nítida a decepção dos antigos amigos ao se verem nesta situação, considerando-se traídas pela outra parte. Simon e Heihachi caminham em direção um ao outro, como que para esfregar seu plano nas caras do oponente, quando pousa um terceiro jato no hangar: ainda maior que o deles e mais imponente, todo negro com uma caveira alada em dourado na fuselagem. Uma aura maligna pode ser sentida por todos, vindo de dentro do jato. Ele pousa, a porta se abre, descem soldados trajando preto e fuzis, enquanto que na sequência desce Sagat, Vega, Aka Zahn e Bison, o demônio em vermelho que todos na Tailândia temem.

Heihachi e Simon se adiantam, para ter com Bison, enquanto que Edu e Raj se aproximam de Kiet, seguido por Marduk e Adon, para tirarem satisfação sobre a situação. Eles tentam conversar sobre o que está acontecendo, mas sem dar sinais de que talvez ainda sejam aliados, inclusive com Kiet cochichando para Edu que a resposta para o sumiço de sua mãe era Heihachi.

Antes que possam trocar mais detalhes, uma música alta é ouvida e uma grande caminhonete Escalade com rodas cromadas chega em alta velocidade até o local, interrompendo a caminhada de Simon e Heihachi que parecia ser uma corrida para saber quem chegava primeiro em Bison. Do carro, descem alguns seguranças e um grande afro-americano com roupas de gala, ao menos para um criminoso: Balrog.

Bison dá as boas vindas a todos e diz que este torneio é muito importante. Importante para que eles sigam se mantendo como figurar imponentes no circuito Street Fighter, mas também para ajudá-los a eliminar inimigos. Bison teria ficado sabendo que Guile estaria na cidade, com mais uma aliada, metendo o nariz onde não é chamado e que seria missão de Heihachi dar cabo dele, mas que todos deveriam ficar em alerta.

Falando de Heihachi, Bison é muito transparente em dizer que o japonês está por um fio, já que suas derrotas constantes ultimamente tem trazido problemas para a organização no Japão e no América do Sul e que inclusive ele próprio estaria rumando para o Brasil, resolver alguns problemas, e não poderia acompanhar o torneio. Na sua ausência, Aka Zahn ficaria no comando, sob segurança de Sagat e Vega, enquanto que Balrog e demais deveriam se focar no torneio.

A missão foi dada e o general volta a entrar no jato e ir embora, enquanto que seus homens entram em vans pretas e partem para a cidade. O mesmo fazem os times Greedwell e Mishima, mas em suas limusines que os aguardavam. Todos rumam para o mesmo hotel, bem no centro da cidade, apenas separados em torres diferentes, já que ambos queriam coberturas.

Curtindo Vegas

No caminho Simon mostra otimismo em relação a Heihachi ser eliminado da organização em breve e que ele inclusive teria sido criticado e agredido publicamente por Bison na última reunião da Shadaloo. Quando questionado sobre outros participantes, como o feiticeiro, Simon deixa escapar que inclusive o chefão da Interpol trabalharia junto de Bison, motivo pelo qual ele nunca seria pego. Sobre o feiticeiro, é dito que ele seria um dos responsáveis pelos poderes do ditador e que inclusive teria construído um dispositivo que o ajudava a recarregar seu Chi.

Na recepção do hotel ainda rola uma certa animosidade entre os dois grupos rivais, principalmente com Kiet e seus antigos aliados trocando farpas, incluindo Adon e Marduk na discussões. Isso logo é apartado e cada um sobe para sua suíte na cobertura de cada torre. Uma vez lá, eles tem acesso a muito mais conforto e luxo que jamais tiveram em suas vidas até então, com todo tipo de amenidades e serviços dignos de um rei que poderiam imaginar.

Na torre norte, lar do time Mishima, Ganryu e Kuma partiram em busca de Guile, para evitar que ele atrapalhe os planos de Bison, mas principalmente os de Heihachi ganhar o torneio. Já sobre a formação é designado que Heihachi vai lutar junto de Kiet caso eles enfrentem o time Greedwell, enquanto em outros cenários, será Marduk e Kiet. Isso reacende um certo ressentimento antigo entre Marduk e Kiet, fazendo com que o gigante não consiga mais aproveitar tanto assim sua jacuzzi com as meninas que ele havia contratado.

Kiet questiona Heihachi sobre sua mãe e este deixa ele usar uma linha de videochamada segura que ele tem com sua base no Japão. Por video, o jovem vê sua mãe bem, mas abatida, em um jardim japonês. Eles conversam brevemente e ela praticamente se despede do filho, não acreditando na possibilidade de vê-lo novamente, mas afirmando que de fato está bem e que não lhe fizeram mal. Essa conversa breve leva o tailandês a sentir o mundo sobre suas costas e a descer para o cassino, a fim de espairecer.

Na torre sul, lar do time Greedwell, o magnata tailandês está aproveitando a jacuzzi com as meninas, enquanto que Raj decide ir meditar no quarto e Edu desce para o cassino com Adon, que não se mostra alguém ressentido, mas sim um lutador digno e muito interessado em se aperfeiçoar para atingir seus objetivos de se tornar o melhor. Juntos, eles compram fichas do cassino e aprendem a operar as máquinas, gastando milhares de dólares sem ganharem nenhum centavo. Lá embaixo acabam encontrando Kiet e novamente trocam farpas sobre as novas alianças de cada um, o que leva Edu e Adon a voltarem para seu quarto depois de algumas horas de jogos de azar. E bota azar nisso.

Kiet fica no cassino mais um tempo, tentando pensar no que vai fazer a seguir, quando uma visão deslumbrante chama a sua atenção: uma mulher alta, esguia, loira com um coque no alto da cabeça, um vestido longo e brilhante de festa, com as costas de fora, o fita ao longe. Quando ela percebe que ele o viu, ela caminha na sua direção e lhe dá uma ficha de caça-níquel, dizendo que hoje é seu dia de sorte. Kiet, sem reação, vai com a moça até a máquina e joga, mas obviamente perde.

“Azar no jogo, sorte no amor, quer tomar um drinque?”

Atônito e esquecendo todos seus problemas por um instante, Kiet e a bela misteriosa que se apresenta como Nina Williams, rumam até o bar e bebem juntos por algumas horas, até ela ficar um pouco “alta”. Ela é uma pessoa agradável que conhece o trabalho do time e demonstra interesse em Edu, o que intriga Kiet. Entendo que surgiu uma ponta de ciúmes no jovem, ela o beija na boca fazendo-o acreditar ser o homem mais sortudo do universo mesmo em meio ao momento mais atribulado da sua vida. Para logo interromper e ir embora, dizendo que se verão em breve novamente, mas que ele tem um torneio à noite e deve se preparar. O que é verdade, eles irão para a Las Vegas Strip em breve!

Las Vegas Strip

A rua mais famosa de Las Vegas, a Strip, é fechada nos dois sentidos. Carros de luxo são posicionados ao redor de uma arena de veludo azul com letras douradas. Ao fundo, o cassino Golden Nugget está lotado e um grande telão foi montado em sua fachada, que está sendo usado no momento para mostrar as façanhas do campeão local: Balrog.

Ambos times se preparam e rumam para lá, nas limusines de seus líderes. Chegando ao local, os organizadores do torneio os procuram para atualizar seus cadastros e o telão vai se formando em um imenso painel com os times e chaves de luta. Dentre nomes conhecidos e novos oponentes a situação não é nada confortável para eles. Além dos membros da Shadaloo que eles já conhecem tem outros lutadores de peso como Guile e Nash inscritos, este segundo possivelmente ainda controlado pelo feiticeiro.

Para a primeira luta, o time Greedwell decide inscrever Raj e Edu, já que Adon não fora encontrado ao final do dia, preocupando a todos. No lado de Mishima, será Marduk e Kiet, pois Heihachi quer se poupar para as etapas finais conforme combinado. Durante essa etapa de definições, Edu e Raj encontram o Apostador e ficam sabendo por ele que Guile teria sido atacado mais cedo naquele mesmo dia, por dois lutadores desonrados que queriam impedir ele de participar do torneio, mas que ele teria sobrevivido. Teriam sido os capangas de Heihachi?

No telão, começam a ser formadas as chaves da fase de duplas: time Mishima é escalado contra time Gen,  e uma dupla de gêmeos novatos, Yun e Yang, têm a sua chance de subir ao estrelato vencendo dois lutadores já conhecidos: Marduk e Kiet.

A Primeira Rodada

Yun e Yang são ágeis e rápidos, partindo para cima do time Mishima sem deixar espaço para eles respirarem. No entanto, isso não amedronta o gigante calvo que quase derruba seu oponente com um grande Buffalo Punch que o atordoa. A poucos metros, Kiet não tem tanta sorte e tem dificuldade de dominar a  luta contra o chinês.

Marduk rapidamente consegue engatar um apresamento e começa a golpear severamente o estômago de seu oponente atordoado, o que leva o seu irmão a se distrair e a batalha vira completamente contra eles e a favor do time Mishima. Kiet sem se pestanejar parte para cima do chinês enquanto que Marduk finaliza seu oponente castigando-o severamente mesmo com ele já desacordado. É a primeira vitória do time Mishima, fácil, mas sangrenta, com Marduk se exibindo com um corpo ensanguentado como se fosse troféu, para terror de alguns, e delírio de outros.

Logo o time Bison é chamado e a dupla Balrog/Sagat vence seus oponentes com facilidade, sem nem mesmo derramar uma gota de suor, mandando de volta para casa uma dupla de novatos. Na sequência, o time Zahn, composto pela dupla Shadow e Killer Bee, vencerem sem dificuldades outra dupla de novatos no circuito.

Então é chamado à arena o time Guile, onde o próprio e uma amiga, a detetive da Interpol, Chun Li, são chamados à arena para lutar contra Edu e Raj. É Guile quem conta à Edu sobre a função de Chun Li ali: juntos, eles estão buscando resgatar Nash e descobrir mais sobre a Shadaloo, o que Edu avisa que não pode entregar a luta para eles e que inclusive a própria Interpol estaria comprometida, com o alto escalão nas mãos de Bison, o que Guile não acredita. As tentativas de ambos de fazerem o outro desistir do combate se mostram infrutíferas e embora Guile pareça visivelmente muito machucado do atentado que sofrera mais cedo, mesmo assim todos decidem continuar.

A batalha começa e Chun Li mostra ser talvez a oponente mais veloz que eles tenham enfrentado até então, bem como uma oponente muito forte também. Já Guile, claramente exaurido de seu último combate, luta com dificuldades, usando golpes simples, porém eficientes, mas que não ajudam a decidir o combate rapidamente como ele gostaria.

Raj é outro que tenta vencer rapidamente dando o melhor de si no combate, mas não parece estar preparado ainda para este nível de oponentes e tem dificuldades em encaixar seus melhores golpes. Por sorte, um Yoga Flame bem acertado em Guile, durante uma troca de alvos com Edu, consegue derrubar o que restava da saúde do americano e o jogo vira contra a chinesa que se vê sozinha contra dois oponentes.

Edu troca golpes com a detetive, enquanto que Raj se prepara para assumir caso o companheiro venha a cair, a fim de não atrapalhar o combate atual. Logo, eles conseguem derrotá-la e apesar de estarem classificados para a próxima etapa, ficam com o gosto amargo de terem sido usados por inimigos para derrubar aliados, enquanto que recai sobre Edu a responsabilidade de seguir com a missão de Guile no torneio.

A segunda rodada

Quando todos menos esperavam é anunciado que a segunda rodada vai começar, mal dando tempo para eles se recuperarem dos ferimentos sofridos há poucos minutos.

No telão,  os 4 times restantes começam a ser sorteados: quem lutará com quem?

Time Mishima é escalado para lutar com time Zahn, enquanto que time Greedwell irá enfrentar time Bison. Sobem à arena Marduk e Kiet novamente, contra um oponente já conhecido: Shadow, e outra inédita Killer Bee, uma jovem que ainda aparenta estar na adolescência, com olhar vago e roupa de combate, toda amarela. Claramente esta não é uma dupla comum, já que além de Nash claramente ainda estar sob controle do clérigo, a outra jovem também não parece ser normal.

A luta começa e tanto Shadow quanto Killer Bee partem para cima de seus oponentes. A jovem ataca com ferocidade o gigante calvo, mas sem emoção no rosto, o que ele tanka com facilidade e a castiga com um forte Buffalo Punch que a desnorteia facilmente dada a diferença brutal de tamanho entre os dois. Ao lado, Shadow ataca Kiet e ambos iniciam um combate extremamente técnico e cadenciado, mudando de atacantes para defensores e interrompendo golpes um do outro.

Já Marduk diverte-se após conseguir encaixar um poderoso agarrão na jovem, que é segurada com apenas uma mão e fortemente humilhada com a outra, fazendo seu sangue voar na audiência a cada golpe, enquanto que Marduk deleita-se e desafia seus oponentes. Os heróis sentem seu estômago embrulhado pelo episódio, mas Kiet não tem tempo para se preocupar com isso já que Shadow não lhe deixa espaço e nem lhe dá sossego, fazendo com que Marduk tenha de intervir após largar o corpo inerte da jovem de lado, para que a luta seja finalizada a contento de seu chefe.

O gongo soa e os vencedores são anunciados. Horrorizado com a cena, Edu corre para ajudar a jovem, enquanto que soldados da Shadaloo saem no meio da multidão para resgatar os corpos de ambos derrotados. Edu fica vendo a bela jovem sendo levada ao longe sem saber exatamente o que fazer a respeito e por um momento até mesmo esquece de tentar salvar Nash para Guile.

A última luta da noite

Mas logo é a vez do time Greedwell subir novamente e para alívio deles, Adon surge da multidão para ajudar seu time. O jovem lutador teria ficado obcecado com os cassinos e teria passado o dia todo torrando seu dinheiro em jogos de azar, ficando completamente falido. Agora, ele precisa ganhar de qualquer jeito o torneio caso contrário não tem sequer dinheiro para voltar para casa.

Qual não é a sua surpresa que não apenas ele terá sua chance no torneio imediatamente quanto que ela será contra seu maior oponente: Sagat. Sim, sobem à arena o time Bison com Balrog e Sagat para enfrentar Raj e Adon, já que Edu decidira se guardar para a próxima etapa.

De um lado, o gigante caolho contra seu antigo discípulo. Do outro, o boxeador campeão contra o monge indiano. A luta começa.

Mal o gongo soa e Balrog dispara contra Raj usando seu Dashing Uppercut. O mesmo faz Sagat que se joga contra Adon com seu Tiger Knee, a fim de evitar que seu discípulo use de sua velocidade contra ele também. Raj e Adon tem dificuldades nesses primeiros momentos para encontrarem seu lugar no combate, mas logo começam a virar o jogo, principalmente o tailandês que começa a mostrar que talvez o discípulo realmente tenha superado o mestre, ao menos na velocidade dos ataques.

Raj tem dificuldades com Balrog, cujo maior dano sofrido até o momento veio de um golpe de Adon, enquanto que Sagat permanece ileso e castigando aos poucos seu discípulo. Com dificuldades de emplacar seus melhores ataques no boxeador e quase exaurido do combate anterior, Raj decide focar seus esforços em derrubar o gigante, enquanto que eventualmente busca manter distância de Balrog que avança sobre ele ferozmente.

Eis que Adon consegue derrubar Sagat com seus golpes, após várias investidas velozes, culminando com golpes mais fortes, quase que ao mesmo tempo que Balrog consegue derrubar Raj com os seus poderosos socos, ficando ambos cara a cara para finalizarem o combate, que acaba pendendo para o time Greedwell, que vai para a final no dia seguinte, contra o time Mishima.

Então finalmente teremos a batalha que decidirá o futuro da balança de poder da Shadaloo no oriente? Será uma vitória do cartel tailandês sobre o japonês, ou o contrário? Será que velhos amigos conseguirão se enfrentar como novos inimigos?

Episódio 13 aqui.