Arquivo da tag: cibernetico

Juri Han (Spider)

jurinobg


Altura: 1.65m
Peso: 46kg
País: Coréia do Sul
Nascimento: 01/01/1970 (26 anos em SF5)

Não sabe-se muito a respeito do passado desta lutadora. Os registros mais antigos de Juri Han falam de uma campeã nacional de Tae Kwon Dô ainda na adolescência, aos 15 anos. Nesta mesma época seus pais teriam morrido em um “acidente”, deixando-a orfã e sem o olho esquerdo, perdido durante o ocorrido. Mas essa é a história oficial.

As poucas pessoas que se aproximaram de Juri nesta época e que ainda estão vivas contam que os pais de Juri foram vítimas de um atentado orquestrado pela Shadaloo. A jovem, que antes tinha um futuro brilhante pela frente dedicou sua vida à acabar com tal organização. Até aí tudo bem, caso ela não tivesse se voluntariado como cobaia para o projeto do Feng Shui Engine, da corporação S.I.N.

A SIN não lhe prometeu apenas um novo olho esquerdo, mas poder sem limites para cumprir sua vingança, uma vez que o próprio líder da corporação, Seth, deseja acabar com o que restou da organização do antigo chefe, Bison.

Crônica em Street Fighter Alpha: nesta época Juri é apenas uma adolescente normal (ela não se encontra nesta série, mas sua história dá a entender que tudo aconteceu no auge da Shadaloo), exceto pelo título nacional de Tae Kwon Dô, arte marcial que pratica desde criança. Ela ainda possui os dois olhos e não tem qualquer contato com a SIN, estando prestes a ter os pais assassinados pela Shadaloo. Não sabe-se muito o que aconteceu nessa época, ficando à cargo do Narrador imaginar.

Crônica em Street Fighter 4: com a queda da confiança de Seth em Crinsom Viper, a agente Spider (codinome de Juri) entra em cena para testar o protótipo do motor Feng Shui em campo, uma versão aprimorada do Tanden Engine de Seth. Juri se tornou a confidente e a principal assassina da organização, tarefa que lhe caiu muito bem uma vez que a jovem sempre foi muito violenta. Seth desconfia das intenções de Juri, acreditando que ela deseja tomar o seu lugar na organização, mas concorda que ela participe do torneio mundial para que possa dar continuidade aos testes do Engine.

Crônica em Street Fighter 5: após a queda da SIN, inclusive com a colaboração de Juri que derrotou um dos clones de Seth acreditando ser o próprio, Juri planejava derrubar Bison para tomar o seu lugar. Bison descobriu isso e arrancou seu olho biônico descartando-a como lixo. Recentemente descobriu-se que Juri aliou-se aos Illuminati para continuar sua vingança contra Bison, e impedi-lo de conquistar o mundo. Para isso ela teve de vasculhar os escombros da SIN e resgatar outro Feng Shui Engine, aparentemente menos poderoso que o original (mas não menos mortal). Se ela realmente está ao lado de Urien só tempo dirá, o mais provável é que esteja ajudando (e sendo ajudada) enquanto isso lhe é conveniente apenas, assim como tem ajudado Cammy em salvar as Dolls.

Interpretando Juri: você é violenta, cruel, impulsiva, parecendo uma criança com poderes infinitos. Gosta de brincar com seus alvos, sendo tomada por uma fúria insana quando as coisas não saem como planejou.

Você mata por prazer, sem pensar duas vezes, não sem antes brincar com suas vítimas. Ninguém sabe se você sempre desejou tudo isso ou se é um efeito colateral do implante em seu olho. Você não confia em ninguém e não tem amigos, já foi tão longe em sua vingança que muito provavelmente já não é mais movida pelos mesmos objetivos iniciais.

Aparência: uma sul-coreana bonita, jovem e bem esguia. Muito atlética, usa tops justos e curtos, com as costas aparecendo, calças largas de artes marciais e o cabelo em coques ornamentais, dignos de nota. Está sempre com um olhar de malícia nos olhos, como se fosse matá-lo a qualquer momento, principalmente o seu olho esquerdo, cibernético, que gira em todas direções e brilha quando ela está enfurecida, com o símbolo Yin-Yang.

Em Street Fighter 5 usa um colante púrpura com rosa e um tapa-olho para esconder seu olho biônico.

Lema: Hummm…parece que você está em boa forma…

Juri como NPC

Narradores podem usar Juri durante a saga de SF Alpha, considerando que ela é uma Street fighter comum, ainda sem seu implante cibernético mas muito boa em seu Tae Kwon Dô. Como campeã nacional do estilo, não seria estranho ela ser convidada para o circuito Street Fighter onde não tem-se notícia de um grande taekwondista competindo.

Em Street Fighter 4 Juri é com certeza uma antagonista. Ela é uma assassina a serviço de Seth. Os heróis podem estar sendo caçados por ela se tiverem se intrometido nos negócios da SIN. Ou então se eles tiverem sido testemunhas de algum dos seus assassinatos. Ou ainda se eles estiverem na lista para serem capturados pelo projeto BLECE, não importa. juri é uma vilã, que embora inicialmente buscasse vingança contra a Shadaloo, mostrou ao longo da saga de SF4 que sua ambição não tem limites e realmente é da turma do mal.

Em Street Fighter 5 ela pode ser usada tanto como vilã quanto como aliada, se o intuito for derrubar Bison. Os seus reais interesses são um mistério, o que se sabe é que não dá pra confiar nela…

Feng Shui Engine de Juri

A prótese ótica de Juri é explicada em detalhes neste post específico.

capturar

* Fontes: a planilha de Juri foi criada por Matt Meade da SFRPG.com e posteriormente modificada por Fernando Jr. Sua história foi criada por Fernando Jr da SFRPG Brasil com base no anime de Super Street Fighter 4: Juri, acontecimentos in-game em SSF4 e no The Street Fighter Plot Canon Guide.

Cibernéticos

Guerreiros Mundiais

Feng Shui Engine

feng-shui-engine

O Feng Shui Engine (Motor Feng Shui) é um Tanden Engine miniaturizado, do tamanho de um olho humano, o que nos remete que ele seria uma versão melhorada do mesmo, graças aos avanços com as pesquisas do projeto BLECE. Assim como os projetos anteriormente citados, foi desenvolvido pela SIN com o objetivo de aumentar o potencial combativo do seu portador.

O único Feng Shui Engine que se tem notícia foi implantado no lugar do olho esquerdo de Juri quando ela ainda ea uma adolescente, agindo como uma prótese ótica. Juri teria perdido seu olho original quando sua família foi atacada pela Shadaloo, ocasião em que seus pais foram brutalmente assassinados.

Os limites e potencial completo do engine não foram totalmente revelados ainda; entretanto, como demonstrado pela lutadora Juri em várias ocasiões, ele garante incrível velocidade, força e maiores reflexos (tempo de reação mais rápido).

Como revés, o engine força mais o corpo da vítima, não podendo ser utilizado por longos períodos de tempo consecutivos.

ativando-feng-shui-engine

Feng Shui Engine em regras

Efeito 1: Usando como base o game de SSF4 (ele é o Ultra de Juri), o Feng Shui Engine faz com que qualquer manobra desferida por seu portador esteja dentro de um combo Dizzy (lembrando que cada combo pode juntar até 3 manobras).

Exemplo: independente dos combos originais do lutador, se ele estiver com o Engine ativado, seu primeiro ataque é desferido normalmente, se continuar ativado, seu segundo ataque terá um bônus de velocidade de +2 e o dano infringido será somado com o do golpe anterior para cálculo de Atordoamento (dizzy, assim como em combos). Se no terceiro turno o lutador ainda manter o engine ativado, ele recebe +2 de Velocidade novamente na sua manobra e caso o oponente ainda não tenha sido Atordoado, soma o dano infringido com seus dois golpes anteriores para cálculo de atordoamento. No turno seguinte, o quarto, mesmo que continue com o Engine ativado, o combo recomeçará do primeiro golpe, bem como o cálculo de atordoamento.

Efeito 2: Além disso, o lutador pode usar qualquer manobra como uma Manobra de Interrupção (normalmente somente a manobra básica de Bloqueio e Jump o são), pagando o custo de 1 Força de Vontade para abortar sua manobra atual para outra (como em qualquer Manobra de Interrupção).

Exemplo: A qualquer momento durante o exemplo anterior, entre o jogador ter baixado a Carta de Combate do Engine na mesa, até ele ter retirado ela, o jogador pode interromper sua manobra (pagando 1 Força de Vontade) por qualquer outra manobra especial que possua, como se ela fosse uma Manobra de Interrupção (obviamente pagando os custos de tal manobra, se houver). Neste caso a “manobra nova” reiniciará o combo (não terá o bônus de velocidade ou soma de danos anteriores para Dizzy).

Custo: O custo para ativar o Feng Shui é de 1 Chi por rodada em que ele estiver ativado. Fora de combate (onde não há contagem de turnos), ele pode ser ativado por uma cena inteira, ou 30 minutos, o que for menor.

Uso: Ativar ou desativar o Feng Shui Engine conta como uma carta de feito (crie uma Carta de Combate específica para representar ele), e pode ser usado a qualquer momento, desde que o personagem tenha como pagar seu custo. Jogue a carta de Feng Shui sempre em conjunto com suas manobras, nos turnos em que ele estiver ativado, para representar seu uso.

Para receber o implante do Feng Shui Engine o personagem deve ter alguma ligação com a SIN e possui o antecedente único Cibernético, em qualquer nível.

feng-shui-engine3

Feng Shui Engine em suas crônicas

A única engine existente deste tipo é o protótipo que se encontra em testes com a lutadora Juri Han, à serviço da SIN. Entretanto, sabe-se que os planos da organização sejam produzi-lo em massa tão logo os testes acabem.

Crônicas envolvendo o Feng Shui podem estar relacionadas às Forças Especiais querendo obter acesso ao protótipo, o que nos leva à possibilidade ainda de haver corrupção dentro de alguma organização militar a ponto dos Street Fighters serem enganados, achando que roubar e entregar o Feng Shui às Forças Especiais seja uma boa ideia.

Não se conhece todos os efeitos colaterais do Feng Shui, além do esgotamento corporal. Isso pode deixar brecha para algo maior dentro de uma crônica onde Juri pode precisar de ajuda, ou algum dos personagens, caso o Narrador tenha liberado o uso deste implante cibernético para algum deles.

* Fontes: Street Fighter Wikia, o game SSF4 e o anime SSF4: Juri.

juri4

Major Matthew R. McCoy

mccoy


Altura: ~2.04m
Peso: ~126kg
País: Inglaterra
Nascimento: 1966 (29anos em SF4)

McCoy certa vez foi emboscado por agentes da Shadaloo durante missão do SIS, lutou até quase morrer, derrotando seus inimigos mas caindo exausto a ponto de seus colegas encontrarem-no quase morto, indo parar direto na UTI. McCoy perdeu parcialmente o movimento dos braços e parte do rosto, incluindo um olho, devido aos ferimentos muito profundos. O diagnóstico médico é que ele nunca mais atuaria como soldado em campo. Isso o abalou profundamente.

Sete meses depois, ainda se recuperando e fazendo fisioterapia, McCoy se voluntariou para um experimento que usaria implantes cibernéticos para reaver seus braços e ainda por cima aperfeiçoá-los, o Projeto Tank. Depois de muitas operações dolorosas, McCoy estava de volta ao dever. Embora seus implantes não sejam os melhores existentes (há muitos anos que ele tem eles), McCoy os mantém funcionando muito bem, tendo se tornado o o agente biônico mais bem sucedido de todos os tempos. Depois de 7 anos com seus implantes, ele pode ser considerado um expert no assunto e um membro extremamente valioso para o Delta Red.

Interpretando McCoy: o gigantesco McCoy, ou Rory para os amigos (seu nome do meio), é o braço forte do time. Quando algo muito pesado precisa ser levantado ou uma cabeça quebrada, McCoy é o cara pronto pra agir. Extremamente protetor com seu time, protege especialmente Ginzu e Cammy, os de aparência mais frágil na equipe. Acata todas decisões de Wolfman, a quem considera um líder honrado e justo. Apesar da aparência aparentemente rude, McCoy é gentil e um excelente cozinheiro, adorando dar jantares em sua casa para os colegas de trabalho, sua família, também sendo um exímio tocador de violão. É apaixonado por Lita, mas ela não sabe disso.

Aparência: um alto, corpulento e forte homem de 29 anos. Ele é obviamente um muro. Ele costuma estar com a cabeça raspada, mas possui um cabelo ruivo ondulado e olhos verdes (ao menos o que sobrou). Veste uma versão azul do uniforme do Delta Red com boina vermelha. Seus implantes incluem braços biônicos (que são facilmente escondidos com enxerto de pele sintética ou mangas longas) e o lado direito do rosto, onde há um olho biônico no lugar do original, mais difícil de ocultar, com visão infravermelha (visão noturna).

Lema: Maldito! Tu vai pagar por isso, cara!

major-mccoy

* Fontes: site Cammyfan.com, site de adaptações de Michael Surbrook, acontecimentos in-game em SSF2, HQs da Udon e o desenho animado SF: The Cartoon. Praticamente nada oficial de verdade, mas todos excelentes materiais adicionais ao universo de SF.

Cibernéticos
delta-red-logo

Blade (Gunloc)

blade

Blade (ブレード, Burēdo?) é um personagem do jogo Street Fighter: The Movie. Ele e seus “clones” Arkane, Kyber e F7, são personagens exclusivos desta série, além de Captain Sawada.

Blade é um cyborg trabalhando para o ditador M. Bison (os chamados Bison Troopers). Ele foi um dos quatro soldados de Bison a serem experimentados e transformados em ciborgues. Sua missão é eliminar Guile e suas forças (A.N.). Na realidade, há rumores que Blade seja na verdade Gunloc (personagem do jogo de luta livre Saturday Night Slam Masters), irmão de Guile que estava em uma missão secreta para descobrir mais sobre a Shadaloo e foi capturado.

Na batalha, Blade usa ataques que envolvem facas e tazers. O estilo de luta de Blade é comparado a vários personagens da série Mortal Kombat. Os ciborgues, como um todo, são semelhantes na aparência, mas tinham uniformes de cores diferenciadas, semelhantes aos ninjas Scorpion, Sub-Zero, Reptile, etc. Nas versões para videogames domésticos de Street Fighter: The Movie, a Capcom retirou os cyborgs.

SF Movie

Corporação Caduceus

Ciborgues da Corporação Caduceus

O mais recente escândalo em jornais e revistas envolve a gigantesca Corporação Caduceus e seu programa médico na área de medicina. Um projeto secreto da empresa supostamente envolve tecnologia cibernética aplicada na criação de próteses e substituição de membros e órgãos humanos.

Alegando que o sigilo era necessário para evitar espionagem industrial, a Caduceus ainda não revelou detalhes, mas afirma que suas descobertas são muito avançadas e em breve serão reveladas ao mundo. O projeto estaria sendo conduzido pelo Dr. Phillipe Laurent Giraud, renomado médico e pesquisador, e um dos nomes mais cotados para receber o próximo Prêmio Nobel de Fisiologia e Medicina.

Dr. Giraud já era conhecido no meio acadêmico, por suas teorias revolucionárias e seus complicados procedimentos cirúrgicos. Ele é considerado um dos maiores especialistas vivos em transplantes e próteses, respeitado pelos melhores médicos da Europa e do mundo. Mas, mesmo com um currículo dessa amplitude, Giraud se envolveu em um escândalo com o Conselho de Medicina, que o impediu de seguir com algumas de suas pesquisas – alegando falta de respeito aos procedimentos éticos convencionais. Há boatos que toda essa questão foi resolvida graças à intervenção de políticos e autoridades favoráveis ao médico, mas não há provas.

Secretamente, a Corporação Caduceus na verdade vem promovendo experimentos com implantes cibernéticos (ou biônicos) muito mais poderosos que próteses comuns. O assim chamado Projeto Hefaestus tem como meta principal produzir super-soldados, que seriam vendidos ou alugados por preços altíssimos para missões clandestinas de espionagem, sabotagem e assassinato,

Claro que tais procedimentos, se descobertos, enfureceriam não apenas agências da Lei,  mas também órgãos internacionais que supervisionam a prática e pesquisa médica. A Corporação Caduceus se encarrega de acobertar a pesquisa, afastando-o da mídia e fornecendo informações falsas e incompletas a respeito do projeto.

Mais que um experimento, o Projeto Heafestus já produz ciborgues funcionais, empregando cobaias humanas – algumas voluntárias, outras não. Entre estes, muitos atuam como mercenários para a Caduceu, realizando todo tipo de trabalho sujo ao redor do globo. No entanto, alguns ciborgues escaparam ao controle de seu patrono: alguns vivem em fuga, tentando encobrir sua pista para evitar a captura pela corporação, enquanto outros formam grupos de guerrilha para contra-atacar aqueles que transformaram seus corpos em máquinas.

Cientista e sua criação

Upgrade!

Os Cibernéticos desenvolvidos pela Corporação Caduceus são os mais avançados atualmente no mundo. O Narrador está livre para definir quais são as vantagens que a tecnologia de ponta da Caduceus pode oferecer à suas cobaias, além das vantagens normalmente atribuídas pelo Antecedente Único Cibernético. A seguir, estão alguns exemplos de Habilidades Especiais que os cibernéticos da Caduceus recebem por nível no Antecedente Único Cibernético. A cada nível neste antecedente, o personagem (ou o Narrador) pode escolher apenas uma das habilidades daquele nível (ou algumaas de níveis mais baixos se o Narrador deixar). O Narrador deve se sentir livre para não permitir habilidades que ele julgar inadequadas ou se quiser, crie sua própria lista de habilidades.

Nível 1

Link com Veículo: o ciborgue pode se conectar a um veículo equipado com controles eletrônicos (presente em quase todos os automóveis atuais, aeronaves, barcos e assim por diante). Você recebe +2 dados envolvendo testes de Condução.

Link com Computadores: o ciborgue pode se conectar a computadores, recebendo +2 dados em testes de Computador.

Link com Máquinas: o ciborgue pode se conectar a máquinas para descobrir de forma mais precisa qual o defeito delas, recebendo +2 dados em testes de Reparos.

Link Invasor: o ciborgue possui uma espécie de chip hacker em seu cérebro que permite, através de uma conexão em um sistema de segurança, invadi-los ou mesmo desativá-los, recebendo +2 dados em testes de Segurança para invadir e desativar sistemas de segurança.

Programação de Conhecimento: o ciborgue teve memórias implantadas artificialmente em seu cérebro, com conhecimentos diversos à escolha do cientista. Ele recebe +2 dados em testes de algum Conhecimento à sua escolha, porém, essa escolha só pode ser feita uma vez durante a criação do Cibernético.

Nível 2

Mira na Retina: o cirborgue recebe um bônus de +1 dado de dano para atacar à distância, seja com Armas de Fogo ou com Manobras de Projétil (como Fireball)

Implante Visual: o ciborgue pode ver como se tivesse um binóculo de precisão, recebendo +2 dados em testes de Percepção com a visão.

Implante Auditivo: o ciborgue pode escutar sons a frequências muito baixas, semelhante a um cachorro, recebendo +2 dados em testes de Percepção com a audição.

Implante Olfativo: o ciborgue possui um detector químico em seu nariz que consegue sentir cheiros muito fracos e até mesmo diferenciar o cheiro das pessoas, recebendo +2 dados em testes de Percepção com o olfato, +1 dado em testes para não ser enganado por mentiras (quando estão usando Lábia contra ele) e +2 dados em testes de Sobrevivência para caçar animais.

Sensor Noturno: o ciborgue possui um modo de visão noturna que lhe permite combater melhor em situações de pouca luz, recebendo +2 dados em testes de Luta às Cegas

Nível 3 

Pele e Ossos Reforçados: o ciborgue recebe um bônus de +1 em Absorção automático graças a reforços em sua pele e ossos. Esse bônus não é válido para evitar ser atordoado.

Surto de Adrenalina: o ciborgue recebe um bônus de Força +2 durante uma cena inteira, mas estará impedido de efetuar Manobras de Bloqueio (nem o bloqueio básico) até o fim da cena. Pode ser usado uma vez por dia.

Sistema Anti-Atordoamento: o ciborgue possui um implante no cérebro que evite que o mesmo entre em confusão e deixe o ciborgue sempre alerta, mesmo durante ataques consecutivos que causem grandes traumas. Isto fornece um bônus de +2 Vigor somente para evitar ser atordoado (não conta na Absorção do personagem). Ex: se o ciborgue tem Vigor 3, ele só será atordoado se sofrer um dano superior a 5 em um único golpe ou combo dizzy.

Nível 4 

Nanobots no Sangue: o ciborgue recupera 1 nível de Saúde a cada minuto fora de combate, e pode recuperar 1 nível de Dano Agravado a cada 12h fora de combate.

Mão Biônica: o ciborgue recebe um bônus de +1 de dano em Manobras de Soco (somente socos, cotoveladas e cabeçadas não recebem o bônus).

Pé Biônico: o ciborgue recebe um bônus de +1 de dano em Manobras de Chute (somente chutes, joelhadas não recebem o dano).

Nível 5 

Servomotores: o ciborgue possui um bônus de +1 de Movimento em todas suas manobras especiais e básicas.

Overclock: o ciborgue possui um bônus de +1 de Velocidade em todas suas manobras especiais e básicas.

Nível 6 

Corpo Ciborgue Completo: neste estágio seu corpo se torna totalmente artificial, imune a venenos, doenças, paralisia e demais efeitos que afetam apenas seres vivos. Você recebe 2 níveis de Saúde adicionais (ainda respeitando o limite máximo de 20). Você não pode recuperar sua Saúde com descanso, mas ainda pode ser Reparado por alguém que tenha a Perícia Reparos (dificuldade 8) ou o Conhecimento Cibernética (dificuldade 6). Você ainda tem Inteligência própria e pode ser afetados por Manobras Especiais mentais.

Uso em Jogo

Os ciborgues da corporação Caduceus podem ser usados de variadas maneiras por jogadores e Narradores, em qualquer crônica de Street Fighter.

  • Obviamente, a opção mais interessante é que um dos jogadores seja um ciborgue da Corporação Caduceus. Ele seria um elemento exótico dentro de um time de Street Fighters ou mesmo parte de um grupo totalmente formado por ciborgues (como o Time Rolling Thunder).
  • Ciborgues são bons antagonistas. Em níveis baixo, podem ser capangas de um vilão poderoso, formando tropas ou mesmo legiões; em níveis altos, tornam-se eles próprios os vilões principais, com poderes e habilidades que rivalizam os Street Fighters.
  • A transformação em ciborgue ocorre durante a crônica, com um ou mais personagens jogadores; seu papel é acostumar-se com sua nova condição, descobrir seus poderes, e lidar com os responsáveis – sejam eles cientistas benevolentes, que planejam trazer paz ao mundo, sejam generais malignos em busca de super-soldados.
  • a produção, roubo e comércio clandestino de partes biônicas são comuns: os Street Fighters acabam envolvidos em um caso, seja como vítimas, seja como contratados pela Interpol para a investigação.
  • Uma missão perigosa, muito além dos recursos dos personagens jogadores, exige que aumentem suas habilidades em um período de tempo curto. Para isso eles devem recorrer a implantes biônicos, apesar das consequências. 
Este conteúdo pertence originalmente à Dragão Brasil #110 e foi modificado e adaptado para Street Fighter RPG por Fernando Jr.

Cibernéticos

Rolling Thunder

Rolling Thunder

Rolling Thunder é um dos mais novos – e significativos – times
do Circuito. Seus oponentes tem muitas razões para temê-los:
somente os piores ex-soldados pavios-curtos e agressivos
cheios de melhoramentos cibernéticos foram chamados para
o time.
O mentor/ comandante/empresário do Rolling Thunder,
Roger McRee – Coronel aposentado do exército americano –
recrutou os membros do time de vários programas das Forças
Especiais
. Ele sempre busca por indivíduos que possuem um
histórico de comportamento violento, treinamento nas Forças
Especiais e melhoramentos cibernéticos. Estas três qualidades,
McRee acredita, são a cara do Rolling Thunder. E ele está certo.

Membros

Todos os membros do Rolling Thunder devem ser obrigatoriamente do estilo Forças Especiais e devem possui no mínimo 1 ponto no Antecedente Único Cibernético.

Times de Street Fighters

Cibernéticos

Nychus

Nychus


Se uma coisa pode ser dita sobre Jennifer “Nychus” St. Vincent, é que algumas garotas não são feitas de açúcar, temperos e tudo que há de bom.

Jennifer tinha uma vida de privilégios e luxúria, acostumada com coisas finas. Ela era popular no colégio, uma líder de torçida com olhos brilhantes, mas tudo mudou em uma fatídica noite. O namorado de Jennifer – que não quis ser identificado – tentou fazer algumas coisas que ela não aceitou, respondendo com golpes dolorosos. Quando ela voltou para casa mais tarde, seus pais a repreenderam por suas ações, pois ela tinha ido longe demais. Esta foi a gota dágua. Ela imediatamente saiu do colégio e ingressou como recruta na Marinha.

Depois de ser introduzida ao básico, Jennifer imediatamente ingressou na escola SEAL – para felicidade de todos na base, principalmente porque não havia nenhuma mulher nos SEALs naquela época. O que o treinador aconselhou não importava, ela tinha convicção que queria ir para Monterey.

Os SEALs eram tudo que Jennifer esperava que podiam ser. Verdade, os caras podiam acertá-la no clube NCO, mas então ela também podia quebrar seus narizes e acabar por aí. No final de sua primeira encrenca, Jennifer tinha uma reputação real como encrenqueira – ela chamou a atenção do Time 7 da SEAL, o melhor time dos SEAL da Marinha. Em sua primeira missão com o time, a vida de Jennifer mudou em um borrão de sangue e metal. Algo estava errado e o time havia sumido. Ela acordou mais tarde no subsolo do Hospital Naval de Bethesda, amarrada em uma mesa, com menos de dois terços de seu corpo trocados por implantes biônicos. Depois de receber alta, Jennifer foi recrutada por McRee em um bar de Georgetown onde ela estava tentando arrancar a cabeça de dois oponentes.

Aparência: Nychus é uma mulher na casa dos 20, com um longo cabelo ruivo que ela mantém em um rabo-de-cavalo. Ela possui uma faixa verde que cobre todo o seu lado esquerdo do rosto, aceentuando seu olho cibernético que ela implantou mais tarde. Suas pernas são completamente metálicas, escondendo 4 implantes de lâminas serrilhadas. Nychus também tem garras afiadas adicionadas ao seu arsenal biônico.

Interpretando Nychus: você é a melhor – não, você é a mulher mais mortal da face da Terra. Você despreza todos, especialmente os homens. Mais do que tudo, você se delicia com a dor que causa. Você é a morte silenciosa e fatal que todos os homens temem.

Lema: Isto irá doer em você, mas dor é meu afrodisíaco.


Rolling Thunder

Cibernéticos

Legion

Legion


Depois que ele nasceu de mãe-solteira nas profundezas de Lousiana, Jean-Paul “Legion” Chevalier foi abandonado em um bote e deixado à deriva. Afortunadamente, o bote encontrou seu caminho até Baton Rouge, onde os gritos da criança foram descobertos por um clérigo que levou-o para seu orfanato.

Jean-Paul aprendeu a usar seus punhos cedo em sua vida, no parquinho da escola católica. Três crianças gostavam de importuná-lo e sua resposta natural era quebrar a cabeça de uma criança e morder os narizes de outras. Ele continuou fazendo e se metendo em problemas. Até o dia em que saiu da escola, quando o orfanato persuadiu Jean-Paul a juntar-se ào Corpo da Marinha no seu aniversário de 18 anos. Jean-Paul foi enviado para Parris Island para o treinamento básico, onde ele excedeu todas as expectativas nos exercícios. Entretanto, isto não foi nada se comparado ao dia em que ele capturou a bandeira inimiga sozinho durante seu AIT Bivouac, quando Jean-Paul chamou a atenção do Capitão James Boorman, que rapidamente raptou o jovem Cajun para fora de seu ciclo AIT e levou-o para o Acampamento
LeJune, onde ele tornou-se um dos poucos, orgulhosos e mortais – Forced Recon.

Depois de 12 missões em Grenada na Coréia do Norte – bem como um ataque coberto no Camboja – Jean-Paul tinha feito um grande nome para si mesmo, chamando a atenção da Delta Force, que estava ávida por contratar o mortal Cajun. Entretanto, em sua última missão como Marina, Jean-Paul foi abatido. Ele não consegue lembrar-se de quantos eles eram – tudo que ele sabe é que foi atingido por muito poder de fogo. Quando Jean-Paul (ou Legion – Legião, como ele era chamado) acordou, ele estava em um laboratório subterrâneo
em Langley e seu braço esquerdo havia sido substituído por dois membros metálicos.

Aparência: Legion é um homem de meia-altura com três braços – um natural (direito) e dois braços esquerdos cibernéticos. Ele mantém seu cabelo conforme o regulamento e comumente veste roupas de cor verde-oliva no ringue.

Interpretando Legion: você tem um sotaque francês acentuado, mas ninguém diz nada sobre ele se quiser continuar respirando. Você é imprudente e arrogante e, para azar dos outros, você nunca volta atrás. Você é a arma mais mortal que os Marinas tem e agora você é a arma mais mortal da força do Coronel.

Lema: Deixe me ver o quão bem você sorri com sua traquéia
quebrada.


Rolling Thunder

Cibernéticos

Mace

Mace


Há mais tempo do que ele possa lembrar, Lamadis “Mace” Montrose tem usado somente seus punhos para resolver seus problemas. Nascido em um beco escuro do Harlem, Lamadis passou 18 de seus 29 anos rastejando e rasgando seu caminho para sair de lá – quebrando cabeças e pulverizando espinhas de todos em seu caminho. Depois do Ensino Médio, Mace juntou-se ao exército dos EUA porque, francamente, ele não tinha outra opção. Mace foi apresentado a Ft. Bragg para não mais do que duas semans antes de ele ser convocado pelo Exército Ranger, porque sua incrível força e atitude natural para subjugar… hã, destruir seus adversários.

Depois de 6 anos, Mace tinha recebido mais de 15 condecorações por valor em batalha, como a vez em que ele sozinho destruiu uma metralhadora próxima à Khafgi. Depois de seu retorno aos EUA, Mace foi recrutado pela CIA e enviado para sua primeira missão “úmida”. Tudo que Mace consegue lembrar são flashes de luta e dor e então caminhando sobre uma mesa em Langley com dois braços de titânio no lugar de seus originais. Dois anos mais tarde, Mace era honradamente dispensado do exército e estava imediatamento contratado por McRee. Desde aquele dia, Mace está ocupado vivendo no padrão que o Coronel manda – que tem sido “não deixe nenhuma coluna intacta”.

Aparência: Mace é um grande afro-americano com um cavanhaque e uma cabeça raspada. Ambos braços foram trocados por implantes cibernéticos de titânio. Ele tende a vestir calças com padrões de camuflagens de inverno e coturnos pretos de combate.

Interpretando Mace: muita careta. Você é um homem desprezível e gosta de se parecer assim. Não toma insulto de ninguém e quebra aqueles que lhe insultarem.

Lema: Você acha que é forte hã? Venha cá e nós veremos quanto você dura antes que eu quebre sua coluna.


Rolling Thunder

Cibernéticos

Matrix

Matrix


Matrix é um enigma, envolto em mistério. Ninguém, nem mesmo Matrix, sabe de onde ela veio. Alguns dizem que ela foi um experimento em cibernética abandonado, enquanto outros acham que ela foi desenvolvida como um protótipo de assassino cibernético e escapou. Tudo o que se sabe com
certeza é que ela apareceu no circuito Street Fighter há 2 anos e está crescendo em fama.

Durante seu tempo no circuito ela fez poderosos amigos e igualmente poderosos inimigos. Uma vez, em uma entrevista televisiva, ela foi questionada sobre seus implantes mecânicos – em particular, onde eles foram fabricados. Matrix respondeu que embora ela não tivesse uma resposta definitiva, seus membros artificiais “deveriam ter sido construídos nos EUA – somente os EUA possuem a especialidade para tais obras-de-arte”

“E o Japão?” o repórter perguntou. Matrix recompôs seu ar superior, dizendo, “Japão? Todo mundo sabe que a eletrônica japonesa não chega nem perto de ser sofisticada como sua contraparte americana. Porque eles não são mais do que meras imitações aproveitadoras da boa e velha ingenuidade americana.”

Independente da inverdade estrondosa desta afirmação, o Japão ficou furioso com a falta de tato de Matrix. Desde aquele momentâneo lapso de discrição, o qual foi televisionado repetidamente pela NHK Tokyo, a vida de Matrix tem se tornado uma luta após a outra. Lutadores japoneses, ciborgues em particular, procuram por Matrix, jurando fazê-la pagar caro por sua arrogância. A maioria destes ciborgues acabaram derrotados, mais por sua falta de experiência e treinamento do que por alguma vantagem tecnológica que Matrix pudesse ter sobre eles.

Desde então Matrix tem desenvolvido um respeito aversivo pelos japoneses e sua engenharia avançada. Embora ela possa respeitar os japoneses agora, ela ainda está sendo procurada e desafiada por Street Fighters deste país. Embora tente o quanto possa, ela simplesmente não consegue abalar o rótulo de sectária.

Aparência: Matrix é uma jovem mulher de constituição
média com cabelo azul curto. Ela poderia ser considerada atraente se não fosse pelas placas artificiais cromadas em suas pernas e em seu braço direito. A maioria dos homens acha seu olhar exótico extremamente sensual à distância; quando perto, a maioria dos seus fãs mais durões acha o toque gelado de sua mão desencorajador. Dentro da arena, ela veste uma roupa justa de academia para permitir liberdade de movimentos, mas prefere cobrir seus membros prateados.

Interpretando Matrix: você é uma proscrita sem memória de sua origem ou de sua família. Isto a torna difícil de integrar-se à sociedade. Você tende a chicotear com comentários agressivos aqueles que lhe aborrecem. Com mais
freqüência que o comum, esses depoimentos da sua língua afiada metem você em problemas. Você diz o que está em sua mente, freqüentemente sem perceber as implicações disso.

Lema: Nossa, isso foi só uma piada! Controle-se, está bem?

Cibernéticos