Arquivo da tag: china

Lee

sf5-lee


Altura: 1.78m
Peso: 76kg
País: China
Nascimento: ?

Lee é o sobrenome de um famoso mestre do kung fu chinês que está disposto a desafiar o mais forte lutador da Terra. Seu primeiro nome é desconhecido mas suas habilidades de luta são de um mestre e ele está disposto a mostrar para ambas, antiga e nova geração do que ele é feito. É dito que suas habilidades de luta são sem igual, e que ele consegue terminar uma batalha em poucos segundos. Um homem de natureza boa, Lee não tem arrependimentos por lutar e ele não se importa se alguém o derrotar algum dia, se esse for o destino de sua vida.

Crônica em Street Fighter 1: Lee participou no 1º Torneio Mundial Street Fighter, promovido por Sagat, tendo tido uma curta participação, devido às suas habilidades não se equipararem a lutadores de peso como Adon, Ryu, Gen entre outros. É sabido que Gen e Lee são parentes próximos e por isso o ancião teria aceitado treiná-lo para este primeiro torneio, mas nada está concreto. Também diz-se que Lee é tio de Yun e Yang, tendo deixado-os sob tutela de Gen para treinamento, pouco antes de seu sumiço.

Os motivos de Lee ter desaparecido do circuito são um mistério. Algumas fontes citam uma possível perseguição da Máfia sobre Lee, por alguma coisa que ele pode ter feito (ou não). Há quem complete e diga que ele deveria ter ganho o 1º torneio mundial, ou a Máfia acabaria com ele. Talvez Yun, Yang ou até Gen possam dar mais detalhes. Talvez.

Aparência: Lee é um autêntico mestre do Kung Fu chinês. Ele possui olhos puxados e um longo bigode que ultrapassa a altura do queixo. Seu cabelo longo e negro é mantido em uma trança às costas. Ele veste uma vestimenta tradicional do Kung Fu e um chapéu azul. Ele possui 1,78m e 96 Kg, e quando luta costuma assumir uma posição de combate que lembra o Kung Fu do Escorpião.

Interpretando Lee: Lee é um sábio e bondoso mestre de Kung Fu. Ele tem muito a ensinar e muito a aprender também. É uma pessoa humilde e que tem gosto por lutar. Atualmente Lee está desaparecido por algum motivo que somente ele conhece. Ou talvez tenha sido assassinado pela máfia mesmo.

Lee como NPC

Assim como todos personagens de Street fighter 1 que nunca mais deram a cara nos games, Lee não tem muito conteúdo para torná-lo interessante em aventuras, exceto pelos rumores que o cercam. Esses rumores falam que a máfia poderia estar atrás dele pois ele não ganhou o primeiro torneio mundial (uma dívida talvez). Fala-se de seu parentesco com Gen, Yun e Yang, e até mesmo Chun Li parece conhecê-lo segundo SF4. O Narrador é livre para decidir quais rumores são verdadeiros em suas crônicas e com isso criar plots interessantes que envolvam esse esquecido personagem.

Lee como Sensei

Como um dos primeiros Guerreiros Mundiais da história do circuito Street Fighter e grande conhecedor do Kung Fu, Lee é um Sensei 3 que já ensinou o básico para Yun e Yang, bem como alguns movimentos para Chun Li, tornando-o extremamente famoso como sifu (mestre de Kung Fu) para lutadores iniciantes.

lee


Sensei

* Fontes: este não é um personagem oficial da White Wolf. Seu histórico foi desenvolvido com base em diversas fontes, como a Street Fighter Website e o The Street Fighter Plot Canon Guide. Sua planilha foi desenvolvida por Matt Meade, da SFRPG.com.

Chun Li Xiang

chun-li-sf5




Altura: 1.69m
Peso: segredo 🙂
País: China
Nascimento: 01/03/1968 (27 anos em SF5)

Nascida em uma cidadezinha chinesa, Chun Li Xiang (ou Chung em japonês, lê-se Zang) teve uma infância difícil. Sua mãe morreu doente quando ela nasceu. Seu pai, Dubal (Dorai em japonês), um detetive da polícia de Hong Kong, não podia tomar conta de Chun Li e trabalhar ao mesmo tempo. Então ela, ainda pequena, foi enviada para a escola interna de Wu Shu de mestre Gen, amigo da família de Chun Li. Chun Li cresceu absorvendo a acrobacia chinesa e aprendendo as formas marciais do Wu Shu, Tai Chi Chuan e Kung Fu desde os 5 anos de idade, ora aprendendo formas com seu pai (nas folgas), ora com mestre Gen.

Chun Li via seu pai apenas uma vez por semana, quando ele ia visitá-la na escola. Sempre esperava ansiosamente por cada visita do pai e passou a amá-lo profundamente, apesar das freqüentes separações. A cada semana, ela mostrava ao pai sua mais nova manobra acrobática e contava a ele tudo sobre seus estudos. Em um dia fatídico, o pai de Chun Li não apareceu no dia marcado. Ela esperou durante quase uma semana antes de pedir permissão para deixar a escola e viajar até a casa do pai. Como não recebeu permissão para viajar sozinha, ela fugiu da escola naquela noite.

Caminhou durante a noite sem lua até a cidade onde seu pai morava, apenas para descobrir a casa dele completamente vazia. Ela dormiu chorando na soleira da porta. De manhã, perguntou à polícia sobre o pai. Eles tristemente informaram que ele estava investigando um assassinato, e havia comentado sobre como estava perto de encontrar o assassino. Na manhã seguinte ele havia desaparecido, mas havia sinais de luta na casa. A polícia suspeitava que ele havia sido apanhado pelo assassino, provavelmente membro de uma organização secreta. Estavam procurando por ele, mas ainda não tinham qualquer pista. Pediram a Chun Li para que retornasse à escola; eles a informariam assim que soubessem de alguma coisa.

Chun Li foi repreendida quando voltou a escola, mas era uma pupila tão valiosa que seu professor permitiu a ela sair dois dias por mês para procurar pelo pai. Ela jurou que aprenderia os métodos de um investigador para poder encontrá-lo. Chun Li se tornou mulher sob a sombra do desaparecimento do pai. Ela é hoje uma investigadora particular profissional e tem trabalhado tanto com o governo chinês como com a Interpol. A grande perda também lhe deu a determinação para se aprimorar cada vez mais no Wu Shu, até que se tornou a campeã nacional do Wu Shu feminino na China.

Crônica em Street Fighter Alpha: seu mestre Gen, que era muito amigo de seu pai, a ajudou a encontrar sua primeira pista sobre o desaparecimento do pai. Eles descobriram pistas sobre o que seu pai estava investigando: Shadaloo, uma organização maligna comandada por M. Bison. Seu pai teria sido sequestrado por um esquadrão denominado Dolls, pois teria descoberto demais. Ela jurou continuar sua busca, mesmo que tivesse que enfrentar o próprio M. Bison. Chun Li entrou no circuito de Street Fighter para encontrar outros que também sejam responsáveis pelo desaparecimento do pai. Ela não descansará até encontrar o pai.

Logo Chun Li descobre que existe corrupção dentro da polícia e que agir por conta como uma Street Fighter traria mais resultados. Ela junta-se aos oficiais GuileCharlie Nash, que também estavam perseguindo a organização para juntos derrubarem a Shadaloo.

Crônica em Street Fighter 2: mesmo com as ações do trio que conseguiu destruir a base da Shadaloo, ao custo da vida de Nash, aparentemente Bison não morreu e voltou com tudo, organizando um torneio e enviando convites, descaradamente, para seus maiores inimigos. Chun Li sabe que viajar à Tailândia, na terra da Shadaloo, para lutar contra Bison e seus capangas é uma armadilha, mas é a melhor opção que tem de se aproximar o bastante para eliminar o ditador ela mesma e tirar a limpo o que ela teria dito à ela que seu pai já havia sido executado há muito tempo.

Crônica em Street Fighter 4: Chun Li, Guile e Cammy estão investigando as operações da SIN e suas ligações nefastas com a Shadaloo, organização que eles colocaram abaixo com a morte de Bison no final do torneio de SF2, nas mãos de Akuma. Durante as investigações acabam conhecendo e se juntando à Abel, que tem seus motivos próprios para querer derrubar a SIN. Eles acabam descobrindo que a Shadaloo estava se reerguendo às sombras da SIN, e que a organização na verdade era uma subsidiária da mesma!

Com a iminência do próximo torneio mundial promovido pela famigerada empresa, os quatro entrarão com tudo para eliminar Seth e o que restou da organização de Bison. Chun Li aproveita a missão para ficar de olho em Yun e Yang, novos discípulos de Gen que entraram no circuito Street Fighter.

Crônica em Street Fighter 5: Chun Li demorou a entender que sua vida não pode se resumir a perseguir os rastros de seu pai, desaparecido à muitos anos. Após ajudar a derrubar a SIN e capturar todos os dados da extinta Shadaloo, ajudando neste processo muitas pessoas, Chun Li entendeu que sua missão está muito além de uma missão de vingança e que ela definitivamente continuará como uma detetive para ajudar as pessoas e isso lhe desperta algo tão bom que decidiu adotar uma garotinha para ser sua filha, Li-Fen.

Recentemente ela se deparou com Birdie e descobriu que ele estava fugindo da Shadaloo, o que aparentemente mostra que a organização não foi completamente aniquilada ainda. Rumores indicam que o próprio Bison ainda estaria vivo, o que Chun Li não pode permitir que sua filha cresça em um mundo com a Shadaloo!

Interpretando Chun-Li: você é uma garota que precisou crescer cedo demais. Fará qualquer coisa para encontrar seu pai, mesmo que signifique entrar em um dos torneios de M. Bison. Você é agressiva e voluntariosa por natureza, mas uma boa companhia. Bom humor ou até mesmo uma boa vitória trarão à tona a garotinha que existe em você.

Aparência: Chun Li é uma linda jovem. Veste a roupa tradicional de uma acrobata chinesa e mantém seu longo cabelo preso em tranças. Ela usa dois imponentes braceletes com esporões nos pulsos, cada um pesando de 7 a 10kg, que ela usa para ajudá-la no seu equilíbrio durante seus chutes que desafiam a gravidade.

Lema: Eu sou a mulher mais forte do mundo!

Chun-Li como NPC

Chun Li é uma vingadora. Ele moverá céus e terras em busca de vingar a morte do seu pai. Ela odeia a Shadaloo mais que tudo na vida e ajudará qualquer um que tenha as mesmas intenções de derrubar tal organização. Chun Li é membro da Interpol desde muito jovem, e sempre tem motivos profissionais para se envolver em aventuras contra o terrorismo mundial.

Chun-Li e Armas de Fogo

Como toda policial, Chun Li possui treinamento no uso de Armas de Fogo, o que se reflete em sua técnica Pistola (a única arma que já foi visto ela portando em fontes oficiais e não-oficiais). No entanto, Chun-Li só usará esta técnica fora de combate e, ainda assim, em caso de extrema necessidade, como em tiroteios, por exemplo.

* Fontes: a planilha de Chun-Li em SF2 é a versão original americana, a brasileira está errada pois Chun Li possui Contatos 5 e não 4. As demais planilhas foram feitas com base na original e sua história é uma modificação da presente no Livro Básico, considerando o The Street Fighter Plot Canon Guide e acontecimentos in-game de todos os jogos da série em que ela aparece.

chun-li-sf5-greeting

Guerreiros Mundiais

Gen

Gen



Altura: 1.66m
Peso: 61kg
País: China
Nascimento: 10/03/1920 (75 anos em SF4)

Atualmente, são poucas as grandes lendas das artes marciais que permanecem vivas. Menos ainda são aqueles que competem no circuito Street Fighter. Uma dessas grandes lendas é conhecido como “O lutador que já matou 100 homens” e seu nome é Gen.

Gen é um dos mais velhos lutadores ainda vivo, e um dos poucos verdadeiros mestres do Kung Fu – do qual domina diversos estilos. Além de um grande mestre marcial, ele já foi um lendário assassino da China. Histórias sobre seus assassinatos fizeram seu caminho pelo submundo da Ásia e diziam que nunca nenhum alvo escapou dele. Alguns o chamavam de também de “Assassino Invencível”, apenas aumentado mais ainda sua reputação mortal. Mas isso foi há muito tempo, e embora Gen queira esquecer disso, suas mãos manchadas de sangue o lembram constantemente.

Crônica em Street Fighter 1: Após ter abandonado a carreira de assassino, Gen tomou o ofício de sifu e decidiu passar seus conhecimentos para alguns poucos alunos, como Lee (que dizem ser seu filho) e Dorai, pai de Chun Li. Apesar de ter se tornado um mestre no Kung Fu, Gen não queria passar seu legado negro para seus estudantes, e ninguém exceto ele, conheceria os segredos negros do Kung Fu, chamados de técnicas Ansatsuken. Estas mortais técnicas iriam perecer com Gen, visto que só trazem morte e sofrimento aos seus possuídores. Entre as suas técnicas mais secretas está o Zan-ei, um misterioso golpe que já matou muitas vítimas de Gen.

Gen entra no primeiro torneio Street Fighter para encontrar valorosos oponentes, e para testar a força de seu discípulo Lee, chegando inclusive a vencer o ninja Geki. Ao mesmo tempo, junta-se com Dorai para desmantelar uma ação de tráfico em Hong Kong que descobrem ser as primeiras raízes da Shadaloo no continente. Infelizmente Dorai é capturado e Gen se sente muito culpado por isso, pegando Chun Li sob sua tutela.

Crônica em Street Fighter Alpha: após ter abandonado o torneio (alegando que não havia encontrado oponentes de valor) de SF1, Gen descobriu estar sofrendo de leucemia e não duraria muitos anos. Agora que sente ter alcançado o fim de sua vida e não queria mais correr riscos, decidindo cuidar de seu restaurante chinês, junto dos sobrinhos de Lee, Yun e Yang, tendo visitas ocasionais de Chun Li, sua melhor aluna de artes marciais. Entretanto, assassinos contratados pelas mais diversas facções com quem ele criou desavenças ao longo dos anos insistem em cometer atentados à ele e a seus entes queridos. Gen não tem mais interesse no combate por si só, mas decidiu embarcar em sua última jornada. Uma jornada que o levará à sua morte, mas uma gloriosa morte: enfrentando o lutador mais forte que encontrar. Ele está cansado dos assassinos covardes que regularmente o afrontam e partiu em busca de sua última luta, antes que morra de sua doença.

Em uma de suas viagens, Gen encontrou Akuma, que se auto-intitulava mestre do Ansatsuken. Prontamente Gen desafiou-o (ou será que foi o contrário?), pois ele mesmo se considerava um mestre na arte mortal dos “Punhos Assassinos”. Gen acreditava fielmente que aquela seria a sua última batalha e que Akuma lhe daria a morte gloriosa que ele sempre quis.

A batalha foi impressionante. Provavelmente os dois maiores assassinos de suas épocas lutavam um contra o outro. Ambos sabiam que somente usando suas técnicas mais mortais e secretas poderiam vencer. Akuma partiu com seu Shun Goku Satsu contra o Zan-ei de Gen. Ambos foram atingidos. Nada aconteceu. Não há explicação para o ocorrido, ao que parece as técnicas se anularam ou foi o fato de Gen e Akuma serem mestres do Ansatsuken, eles seriam imunes à suas próprias técnicas? De qualquer forma, Akuma partiu ao saber da doença de Gen, considerando-o em desvantagem, o que lhe traria um falsa vitória. Gen se sentiu insultado, mas foi incapaz de deter Akuma de seguir seu caminho.

Crônica em Street Fighter 4: O tempo de vida de Gen está acabando e ele corre o risco de não concretizar sua luta mortal. Para alcançar este objetivo, Gen voltou ao circuito Street Fighter após anos e galgou o longo caminho até o topo novamente. Ele está entre a elite dos Guerreiros Mundiais, onde espera travar sua última batalha com o lutador mais forte que encontrar.

Atualmente é mestre de Yun e Yang e preocupa-se muito com Chun Li, que parece estar trilhando o mesmo caminho fatídico de seu pai. Mas Gen apenas a observa à distância, para não interferir com seu desenvolvimento pessoal.

Aparência:  Gen é um homem idoso, com cabelo e barba grisalhos. Ele mede 1,66m e pesa 61Kg. Sua face apresenta os sinais de seus mais de 70 anos e atualmente também mostra fortes traços de sua doença, que aos poucos degenera sua saúde e uma hora ou outra o levará à morte. Apesar disso, seus movimentos e constituição física parecem não concordar com isso. Seu olhar é sério e fica desprovido de pupilas quando está enfrentando grandes oponentes, devido ao grande fluxo de Chi que percorre seu corpo nestes momentos.

Interpretando Gen: você é sábio, experiente e um dos maiores e mais velhos lutadores do circuito. Você viu este circuito nascer da ambição de Sagat, viu a ascensão de Bison frente à Shadaloo, e agora vê Seth e seus desejos megalomaníacos. Apesar disso tudo, você não quer bancar o herói, você apenas quer ter a maior luta de sua vida, que ironicamente trará sua morte, e para isso voltou a competir no circuito. Você já foi um grande assassino, e muitos o temem por isso. Mas você não vê mais sentido na morte por ela só, e fará de tudo para evitar mortes sem sentido novamente.

Lema: Você luta, você perde, você morre!

Gen como Sensei

Após uma vida de muitas batalhas, Gen, um Sensei de nível 5, está disposto a passar seus ensinamentos de Kempo e Kung Fu a jovens lutadores que queiram utilizá-los para fins mais honrados do que o assassino que ele foi. Assim, ele tende a não ensinar nenhuma técnica de morte.

Apesar do rosto franzido em dor pela doença, Gen é um mestre gentil, embora muito exigente. Alunos que não atendem às suas exigências são dispensados sem pestanejar.

Gen como NPC

Gen tem rixas com a Shadaloo pela morte de seu amigo Dorai. Sente que deve proteger a filha dele, Chun Li, em dívida por não ter podido salvá-lo. Assim, Gen pode ser um valoroso aliado na luta contra a Shadaloo, principalmente se Chun Li estiver em perigo.

Muita gente quer vê-lo morto, então outros plots de aventuras com o sifu incluem ajudá-lo a se livrar de ninjas e espiões contratados por seus inimigos. Ou então ajudá-lo a encontrar uma possível cura para sua doença.

Gen

Fontes: a ficha de Gen foi originalmente criada por Eric, da Shotokan RPG e posteriormente modificada por Fernando Jr, principalmente suas manobras, baseado nos seus movimentos no game Street Fighter 4 e na planilha dele criada por Matt Meade da SFRPG.com. Também foi usado material do The Street Fighter Plot Canon Guide e acontecimentos in-game, animes e HQs da Udon. Em material oficial Gen é tido como lutador de Kempo, a forma japonesa do Kung Fu. Como o jogo foi feito por japoneses, é provável que ele na verdade lute Kung Fu, uma vez que é chinês (porque um chinês aprenderia uma variação japonesa de Kung Fu?).

Guerreiros Mundiais


Sensei

F.A.N.G

f-a-n-g-clean


Altura: 2.12m
Peso: ?
País: China
Nascimento: ?

Antes da Shadaloo, FANG o líder de uma organização chinesa de assassinos chamada Nguuhao (Cobra, em um dialeto Thai), que servia à organização de Bison. A organização era um dos maiores cartéis da Ásia e um dos mais infames por sequestrar crianças para treiná-las como assassinos. Foi assim que FANG entrou para a organização ainda criança, forçado a aprender os caminhos da Mão de Veneno (Dim Mak) através da exposição de suas mãos a diversos tipos de soluções venenosas em ambientes controlados com o objetivo de eventualmente ensiná-lo como transformar os venenos naturais em seu corpo em uma arma. F.A.N.G cresceu vendo as crianças ao seu redor morrerem, enquanto que ele emergiu como o mais forte membro do cartel de todos os tempos, sendo o mais formidável usuário do Dim Mak que se tem notícia, sendo chamado de “The Fang of Nguuhao”, ou “A presa da Cobra” em uma tradução literal.

Eventualmente FANG se tornou o líder da organização e, um dia, os membros da Nguuhao resolveram tentar um levante contra Bison sob comando dele, mas foram liquidados facilmente, mesmo tendo armado para atacá-lo de surpresa durante uma reunião. F.A.N.G resistiu mais do que os outros mas, ao ver que seus venenos não faziam efeito em Bison, e que o líder da Shadaloo possuía um poder destrutivo além de sua imaginação, resolveu jurar lealdade a Bison como um dos Quatro Reis da Shadaloo, substituindo Sagat, que já havia se desligado completamente da organização à essa altura. Bison aceitou-o, não pela sua lealdade, mas pelo seu poder, que é a única coisa que importa para quem deseja um lugar na Shadaloo.

Obtendo imenso respeito e devoção perante Bison, graças ao seu poder e sabedoria, FANG galgou os ranks dentro da Shadaloo até de fato se tornar um dos grandes líderes, se tornando o segundo na hierarquia (atrás apenas do ditador) e encabeça as operações administrativas e de pesquisa da organização, em seus famigerados laboratórios. Ele é uma dos gênios criminosos por trás do projeto Dolls (onde conseguiu aumentar consideravelmente o poder de combate das meninas sequestradas) e se dedica integralmente ao mais novo projeto da Shadaloo para dominação mundial: Operação C.H.A.I.N.S. Ao que tudo indica, o sequestro de alguns lutadores de renome, e seu estudo, é necessário para o sucesso do mesmo.

Ao que parece FANG também contribuiu no passado para o crescimento da corporação SIN, a divisão de armas da Shadaloo, tendo participado do projeto que teria criado Seth e Abel, apenas para citar dois exemplos.

Aparência: F.A.N.G é um homem muito magro e alto com um cabelo negro comprido, preso em um rabo de cavalo, e um cavanhaque. Ele veste-se de maneira tradicional chinesa, com um gipao púrpura com mangas longas, que escondem suas mãos envenenadas (geralmente embebidas de venenos mortais antes das lutas). Usa calças pretas e meias vermelhas compridas. Para completar, um grande chapéu negro no topo da cabeça e óculos escuros dão um toque misterioso à esse lutador mortal.

Interpretando FANG: você é confiante, elitista e condescendente em relação aos outros, considerando os membros menores da Shadaloo como tolos e descartáveis. Gosta de ostentar seu título de segundo e comando e por vezes entra em atrito com os outros generais, principalmente Vega. Você é obsessivo com ordem e protocolos, muito meticuloso e completamente frio, tratando suas cobaias humadas pelos números, por exemplo, ao invés de seus nomes.

Você cresceu com a morte à espreita e se considera um sobrevivente, vivendo cada dia de cada vez. É matar ou morrer, e você é um especialista em matar, principalmente à serviço de Bison, a quem jurou lealdade.

Lema: Dois minutos. Acabarei com você em dois minutos.

Veneno de FANG

FANG treinou desde pequeno na arte da Mão de Veneno, chamada de Dim Mak pelos praticantes de Kung Fu chinês, de onde o Kempô de FANG se origina. Conforme citado na descrição da respectiva Manobra Especial, muitos são os efeitos cinematográficos que o Narrador pode utilizar para descrever os efeitos dos poderes venenosos de FANG, sendo o mais básico o adiamento de dano e os redutores em atributos.

Além disso, FANG possui a manobra Acid Breath, a qual ele não solta pela boca, mas sim pelas mãos/mangas.

FANG como NPC

FANG é um assassino a serviço de Bison. Ponto. Se isso não lhe dá plots suficientes para usá-lo em suas aventuras, considere também que ele é o estereótipo do cientista louco, sequestrando lutadores e fazendo experimentos com eles, como feito com Alex.
9551

Guerreiros Mundiais

* Fontes: planilha criada com base nas estatísticas oficiais da Capcom para este personagem, em comparação com os demais personagens. Seus movimentos foram retirados do game Street Fighter 5 e seus textos foram escritos por Fernando Jr, da SFRPG Brasil, com base no Story Mode de diversos personagens em SF5 (principalmente ele mesmo), em material da Wikipedia e da Street Fighter Wikia.

Dan Hibiki

Dan Hibiki


Altura: 1.77m
Peso: 74kg
País: China
Nascimento: 25/11/????

Dan não era interessado em artes marciais quando criança apesar das tentativas desesperadas de seu pai, Gou Hibiki de ensiná-lo. Dan não levou a sério as aulas, já que ele vivia em seu próprio mundo, sonhando e cantando. Tudo que ele queria era se divertir e viver sua vida ao máximo, buscando a parte boa da mesma.

Mas Gou Hibiki realmente queria um discípulo com potencial, mas quando não encontrou um descendente de seu estilo, ele olhou para seu filho, que continuava a lutar como sempre. O momento chegou quando Gou Hibiki descobriu sobre um novo lutador que subiu até a elite do circuito dos street fighters e foi clamado como “rei dos street fighters”. Gou Hibiki ficou bem interessado quando soube que ele era a lenda do Muay Thai, Sagat. Impressionado por seus feitos, Gou foi desafiar Sagat. Dan não estava nem um pouco preocupado sobre a partida de seu pai. Em sua mente, ele sabia que seu pai voltaria. Mas o destino às vezes pode ser cruel.

Na Tailândia, Sagat e Gou Hibiki se enfrentaram. Gou Hibiki estava controlando a luta, surpreendendo Sagat com suas técnicas, e dando golpes aleatórios em Sagat que o deixou furioso. Surpreendentemente em um ataque, Gou Hibiki conseguiu remover um dos olhos de Sagat. Enfurecido e cego pela raiva, Sagat esqueceu tudo sobre a honra que aprendeu antes e prosseguiu lutando impiedosamente contra Gou Hibiki. Ele não descansou enquanto Gou Hibiki não caiu no chão, e mesmo assim continuou a golpeá-lo. Gou ficou hospitalizado e veio a morrer horas mais tarde.

Quando a notícia chegou a Dan, pela primeira vez ele sentiu medo em seu coração. Havia alguém forte o suficiente para derrotar e até mesmo matar seu pai? Parecia que sim. Noites sem dormir e inúmeros pesadelos seguiram Dan após aquele dia, pesadelos aonde Sagat viria e mataria um Dan indefeso. Dan estava aterrorizado como nunca havia estado antes. Mas no fundo de seu coração, ele sentiu a memória de seu pai queimando, e tirando coragem de algum lugar, ele foi em busca da maior lenda marcial viva, o grande Gouken.

Dan chegou a Gouken e começou a treinar com ele. Mas levou apenas pouco tempo antes da novidade chegar a Dan: Sagat foi derrotado. De repente, Dan sentiu uma luz de esperança em seu coração. Sagat pode ser derrotado, logo, seu pesadelos desapareceram e ele continuou seu treinamento ainda mais duramente para derrotar Sagat e ter sua vingança. Mas Gouken, reprovando o uso das artes marciais para intenções pessoais, expulsou Dan para fora do dojo devido ao seu desejo por vingança. A partir daí, Dan treinou sozinho, misturando o pouco que Gouken o ensinou com seu próprio estilo, que ele chama de Saikyo-ryu.

Crônica em Street Fighter Alpha: Dan viajou o mundo conhecendo grandes lutadores como Sakura, Guy e Blanka. Sua técnica foi crescendo, e mesmo não se comparando à doutrina original do Shotokan de Gouken, Dan tornou-se um oponente a ser respeitado. Afinal, ele está entre os melhores do mundo, não está? Mas seu desejo de vingança parece estar tomando conta de si. Dan em raras ocasiões tem demonstrado obsessão por lutar e pela vingança de seu pai, chegando a demonstrar sinais de que estaria propenso ao Satsui no Hadou.

Crônica em Street Fighter 4: Tendo enfrentado e vencido Sagat em Street Fighter Alpha (Sagat deixou-o vencer), Dan agora, juntamente de seu amigo Blanka e aluna Sakura, se interessam pelo torneio mundial promovido pela SIN para angariar fundos para o dojô de Dan, que está falido e entregue às traças, sem nenhum aluno. Durante a saga eles acabam ajudando Ryu a destruir o projeto BLECE que estava sendo construído pela corporação maligna de Seth.

Interpretando Dan: você tende a ser brincalhão e folgado. Ri muito e tenta ridicularizar seus oponentes ao máximo. É superconfiante, chegando a intimidar quem não conhece suas reais capacidades. Você é vaidoso para com sua aparência e estilo, considerada a melhor arte marcial, segundo você mesmo. Mas você também é um amigo leal, e fará tudo ao seu alcance para ajudar seus amigos. Principalmente Sakura, que considera sua pupila nos caminhos do Karatê. A muito custo você conseguiu finalmente chegar ao topo do ranking, é um Guerreiro Mundial. Talvez agora passem a respeitar seu estilo mortal e vencer Sagat em uma luta justa, vingando seu pai.

Aparência: Dan veste um gi rosa de karatê, mas sem as mangas. Por baixo ele usa uma regata preta. Ele mantém seu cabelo longo preso em um rabo de cavalo, que em combinação com seu queixo grande e quadrado, e os seus dentes perfeitamente brancos, dão-lhe a aparência de um ator hollywoodiano.Ele possui 1,77m e 74Kg.

Lema: Eu odeio a ‘arte da luta’. Eu quero ser o ‘Rei dos Lutadores’!

Dan como NPC

Dan é uma piada (desde sua concepção). Só tem duas coisas que importam na vida de de Dan: ser alguém famoso e vingar a morte de seu pai vencendo Sagat. Durante a saga Alpha ele faz de tudo para encontrar e derrotar o gigante caolho, que considera ter matado seu pai, e não vai descansar até fazê-lo. Durante a saga de SF4, ele faz de tudo para levantar fundos para reerguer seu dojô falido.

Geralmente Dan é utilizado para adicionar uma dose de humor nas crônicas, embora seu poder possa ser um desafio para lutadores novatos. É bem provável que ele próprio não tenha sido convidado para o torneio mundial, mas sim Blanka, conhecido lutador a nível mundial.

Fontes: a ficha de Dan foi construída a partir das informações obtidas no guia oficial do game Street Fighter 4 e no suplemento Tempos de Glória da Shotokan RPG. Para sua história foi utilizado informações dos mangás de Sakura Ganbaru de Masahiko Nakahira e Street Fighter 4, da Udon. Também foram utilizadas informações do The Street Fighter Plot Canon Guide e acontecimentos in-game em SF4.

Dan Hibiki

Guerreiros Mundiais