Arquivo da tag: sin

Juri Han (Spider)

jurinobg


Altura: 1.65m
Peso: 46kg
País: Coréia do Sul
Nascimento: 01/01/1970 (26 anos em SF5)

Não sabe-se muito a respeito do passado desta lutadora. Os registros mais antigos de Juri Han falam de uma campeã nacional de Tae Kwon Dô ainda na adolescência, aos 15 anos. Nesta mesma época seus pais teriam morrido em um “acidente”, deixando-a orfã e sem o olho esquerdo, perdido durante o ocorrido. Mas essa é a história oficial.

As poucas pessoas que se aproximaram de Juri nesta época e que ainda estão vivas contam que os pais de Juri foram vítimas de um atentado orquestrado pela Shadaloo. A jovem, que antes tinha um futuro brilhante pela frente dedicou sua vida à acabar com tal organização. Até aí tudo bem, caso ela não tivesse se voluntariado como cobaia para o projeto do Feng Shui Engine, da corporação S.I.N.

A SIN não lhe prometeu apenas um novo olho esquerdo, mas poder sem limites para cumprir sua vingança, uma vez que o próprio líder da corporação, Seth, deseja acabar com o que restou da organização do antigo chefe, Bison.

Crônica em Street Fighter Alpha: nesta época Juri é apenas uma adolescente normal (ela não se encontra nesta série, mas sua história dá a entender que tudo aconteceu no auge da Shadaloo), exceto pelo título nacional de Tae Kwon Dô, arte marcial que pratica desde criança. Ela ainda possui os dois olhos e não tem qualquer contato com a SIN, estando prestes a ter os pais assassinados pela Shadaloo. Não sabe-se muito o que aconteceu nessa época, ficando à cargo do Narrador imaginar.

Crônica em Street Fighter 4: com a queda da confiança de Seth em Crinsom Viper, a agente Spider (codinome de Juri) entra em cena para testar o protótipo do motor Feng Shui em campo, uma versão aprimorada do Tanden Engine de Seth. Juri se tornou a confidente e a principal assassina da organização, tarefa que lhe caiu muito bem uma vez que a jovem sempre foi muito violenta. Seth desconfia das intenções de Juri, acreditando que ela deseja tomar o seu lugar na organização, mas concorda que ela participe do torneio mundial para que possa dar continuidade aos testes do Engine.

Crônica em Street Fighter 5: após a queda da SIN, inclusive com a colaboração de Juri que derrotou um dos clones de Seth acreditando ser o próprio, Juri planejava derrubar Bison para tomar o seu lugar. Bison descobriu isso e arrancou seu olho biônico descartando-a como lixo. Recentemente descobriu-se que Juri aliou-se aos Illuminati para continuar sua vingança contra Bison, e impedi-lo de conquistar o mundo. Para isso ela teve de vasculhar os escombros da SIN e resgatar outro Feng Shui Engine, aparentemente menos poderoso que o original (mas não menos mortal). Se ela realmente está ao lado de Urien só tempo dirá, o mais provável é que esteja ajudando (e sendo ajudada) enquanto isso lhe é conveniente apenas, assim como tem ajudado Cammy em salvar as Dolls.

Interpretando Juri: você é violenta, cruel, impulsiva, parecendo uma criança com poderes infinitos. Gosta de brincar com seus alvos, sendo tomada por uma fúria insana quando as coisas não saem como planejou.

Você mata por prazer, sem pensar duas vezes, não sem antes brincar com suas vítimas. Ninguém sabe se você sempre desejou tudo isso ou se é um efeito colateral do implante em seu olho. Você não confia em ninguém e não tem amigos, já foi tão longe em sua vingança que muito provavelmente já não é mais movida pelos mesmos objetivos iniciais.

Aparência: uma sul-coreana bonita, jovem e bem esguia. Muito atlética, usa tops justos e curtos, com as costas aparecendo, calças largas de artes marciais e o cabelo em coques ornamentais, dignos de nota. Está sempre com um olhar de malícia nos olhos, como se fosse matá-lo a qualquer momento, principalmente o seu olho esquerdo, cibernético, que gira em todas direções e brilha quando ela está enfurecida, com o símbolo Yin-Yang.

Em Street Fighter 5 usa um colante púrpura com rosa e um tapa-olho para esconder seu olho biônico.

Lema: Hummm…parece que você está em boa forma…

Juri como NPC

Narradores podem usar Juri durante a saga de SF Alpha, considerando que ela é uma Street fighter comum, ainda sem seu implante cibernético mas muito boa em seu Tae Kwon Dô. Como campeã nacional do estilo, não seria estranho ela ser convidada para o circuito Street Fighter onde não tem-se notícia de um grande taekwondista competindo.

Em Street Fighter 4 Juri é com certeza uma antagonista. Ela é uma assassina a serviço de Seth. Os heróis podem estar sendo caçados por ela se tiverem se intrometido nos negócios da SIN. Ou então se eles tiverem sido testemunhas de algum dos seus assassinatos. Ou ainda se eles estiverem na lista para serem capturados pelo projeto BLECE, não importa. juri é uma vilã, que embora inicialmente buscasse vingança contra a Shadaloo, mostrou ao longo da saga de SF4 que sua ambição não tem limites e realmente é da turma do mal.

Em Street Fighter 5 ela pode ser usada tanto como vilã quanto como aliada, se o intuito for derrubar Bison. Os seus reais interesses são um mistério, o que se sabe é que não dá pra confiar nela…

Feng Shui Engine de Juri

A prótese ótica de Juri é explicada em detalhes neste post específico.

capturar

* Fontes: a planilha de Juri foi criada por Matt Meade da SFRPG.com e posteriormente modificada por Fernando Jr. Sua história foi criada por Fernando Jr da SFRPG Brasil com base no anime de Super Street Fighter 4: Juri, acontecimentos in-game em SSF4 e no The Street Fighter Plot Canon Guide.

Cibernéticos

Guerreiros Mundiais

Feng Shui Engine

feng-shui-engine

O Feng Shui Engine (Motor Feng Shui) é um Tanden Engine miniaturizado, do tamanho de um olho humano, o que nos remete que ele seria uma versão melhorada do mesmo, graças aos avanços com as pesquisas do projeto BLECE. Assim como os projetos anteriormente citados, foi desenvolvido pela SIN com o objetivo de aumentar o potencial combativo do seu portador.

O único Feng Shui Engine que se tem notícia foi implantado no lugar do olho esquerdo de Juri quando ela ainda ea uma adolescente, agindo como uma prótese ótica. Juri teria perdido seu olho original quando sua família foi atacada pela Shadaloo, ocasião em que seus pais foram brutalmente assassinados.

Os limites e potencial completo do engine não foram totalmente revelados ainda; entretanto, como demonstrado pela lutadora Juri em várias ocasiões, ele garante incrível velocidade, força e maiores reflexos (tempo de reação mais rápido).

Como revés, o engine força mais o corpo da vítima, não podendo ser utilizado por longos períodos de tempo consecutivos.

ativando-feng-shui-engine

Feng Shui Engine em regras

Efeito 1: Usando como base o game de SSF4 (ele é o Ultra de Juri), o Feng Shui Engine faz com que qualquer manobra desferida por seu portador esteja dentro de um combo Dizzy (lembrando que cada combo pode juntar até 3 manobras).

Exemplo: independente dos combos originais do lutador, se ele estiver com o Engine ativado, seu primeiro ataque é desferido normalmente, se continuar ativado, seu segundo ataque terá um bônus de velocidade de +2 e o dano infringido será somado com o do golpe anterior para cálculo de Atordoamento (dizzy, assim como em combos). Se no terceiro turno o lutador ainda manter o engine ativado, ele recebe +2 de Velocidade novamente na sua manobra e caso o oponente ainda não tenha sido Atordoado, soma o dano infringido com seus dois golpes anteriores para cálculo de atordoamento. No turno seguinte, o quarto, mesmo que continue com o Engine ativado, o combo recomeçará do primeiro golpe, bem como o cálculo de atordoamento.

Efeito 2: Além disso, o lutador pode usar qualquer manobra como uma Manobra de Interrupção (normalmente somente a manobra básica de Bloqueio e Jump o são), pagando o custo de 1 Força de Vontade para abortar sua manobra atual para outra (como em qualquer Manobra de Interrupção).

Exemplo: A qualquer momento durante o exemplo anterior, entre o jogador ter baixado a Carta de Combate do Engine na mesa, até ele ter retirado ela, o jogador pode interromper sua manobra (pagando 1 Força de Vontade) por qualquer outra manobra especial que possua, como se ela fosse uma Manobra de Interrupção (obviamente pagando os custos de tal manobra, se houver). Neste caso a “manobra nova” reiniciará o combo (não terá o bônus de velocidade ou soma de danos anteriores para Dizzy).

Custo: O custo para ativar o Feng Shui é de 1 Chi por rodada em que ele estiver ativado. Fora de combate (onde não há contagem de turnos), ele pode ser ativado por uma cena inteira, ou 30 minutos, o que for menor.

Uso: Ativar ou desativar o Feng Shui Engine conta como uma carta de feito (crie uma Carta de Combate específica para representar ele), e pode ser usado a qualquer momento, desde que o personagem tenha como pagar seu custo. Jogue a carta de Feng Shui sempre em conjunto com suas manobras, nos turnos em que ele estiver ativado, para representar seu uso.

Para receber o implante do Feng Shui Engine o personagem deve ter alguma ligação com a SIN e possui o antecedente único Cibernético, em qualquer nível.

feng-shui-engine3

Feng Shui Engine em suas crônicas

A única engine existente deste tipo é o protótipo que se encontra em testes com a lutadora Juri Han, à serviço da SIN. Entretanto, sabe-se que os planos da organização sejam produzi-lo em massa tão logo os testes acabem.

Crônicas envolvendo o Feng Shui podem estar relacionadas às Forças Especiais querendo obter acesso ao protótipo, o que nos leva à possibilidade ainda de haver corrupção dentro de alguma organização militar a ponto dos Street Fighters serem enganados, achando que roubar e entregar o Feng Shui às Forças Especiais seja uma boa ideia.

Não se conhece todos os efeitos colaterais do Feng Shui, além do esgotamento corporal. Isso pode deixar brecha para algo maior dentro de uma crônica onde Juri pode precisar de ajuda, ou algum dos personagens, caso o Narrador tenha liberado o uso deste implante cibernético para algum deles.

* Fontes: Street Fighter Wikia, o game SSF4 e o anime SSF4: Juri.

juri4

BLECE

Street Fighter IV Arata Naru Kizuna - The Ties That Bind  Delta Red BLECE

BLECE é um projeto secreto de bio-arma criado pela S.I.N, a famigerada corporação de armas que se tornou uma potência global logo após a queda da Shadaloo em Street Fighter 2. Acrônimo para “Boiling Liquid Expanding Cell Explosion” (algo como Explosão Expansiva por Ebulição de Líquido Celular), aparentemente é uma arma que usa a energia Chi de indivíduos para funcionar. Seu objetivo final é ser um catalisador de Chi, com o intuito de aumentar esta energia em indivíduos, mas é apenas um protótipo na época de Street Fighter 4. Ninguém sabe ao certo detalhes do projeto, mas suspeita-se que Seth organizou o novo torneio mundial Street Fighter para coletar dados de lutadores e poder terminar o projeto.

Crimson Viper foi enviada pela CIA para investigar os detalhes deste projeto, trabalhando como agente dupla para a S.I.N, esta é uma informação ultra-confidencial, somente o Narrador sabe disso (mesmo que os jogadores saibam , os personagens não). Fotos tiradas sorrateiramente mostram uma espécie de usina do tamanho de um mainframe, e muitos técnicos ao seu redor. Fragmentos de documentos, apurados pelo Delta Red mostram que o intuito é aperfeiçoar a máquina ponto de ser pequena e possível de implantar no corpo de um soldado, para aumentar seu Chi.

Uma vez que é uma máquina baseada em Chi, os cientistas da SIN precisam dos mais poderosos lutadores do planeta, que possuam a maior quantidade de Chi possível. No entanto, ninguém quer ser cobaia de um experimento que pode lhes tirar a vida. Investigações recentes mostram que mortes inexplicadas de animais na floresta Amazônica teriam sido causadas pelo uso desta arma, que literalmente ferveu o sangue das vítimas. O mesmo aconteceu com lutadores marciais pelo mundo todo que tinham sido dados como desaparecidos, mas que foram depois encontrados sem sangue algum.

Fontes da Interpol adicionam que o Satsui no Hadou, estado de consciência presente em alguns lutadores entregues ao instinto de matar, seria o “ingrediente” faltante para completar o projeto, o que liga o lutador Ryu como uma possível nova vítima do projeto.

BLECE é um projeto de arma biológica, no entanto, como Guile descobriu “Ele não é químico, biológico ou nuclear”, significando que sua verdadeira natureza é desconhecida. É mostrada como pano de fundo na história do anime SF4: The Ties That Bind.

Crônica em Street Fighter 2 e anteriores: não existia um protótipo ainda, mas o Narrador pode incluir as especificações do projeto (papelada incompreensível para não-cientistas) como um plot de aventura.

Crônica em Street Fighter 4: nesta época o projeto é um experimento, não está pronto para uso, e pode causar a morte de um lutador que for exposto à máquina por muito tempo.

Em Super Street Fighter 4 o projeto foi aprimorado, gerando o Feng Shui Engine de Juri. Ao término do torneio, o projeto BLECE é destruído por Dan, Sakura e Blanka, antes que ele pudesse consumir o Chi de Ryu, que estava sendo tomado pelo Satsui no Hadou. Viper tentou obter os dados do projeto para si, mas eles foram deletados por Cammy, que não queria que eles caíssem em mãos erradas.

Crônica em Street Fighter 5: depois da derrota de Seth no final de Street Fighter 4, o status do projeto é desconhecido.

sf4-blece

Projeto BLECE em sua Crônica

Inspirado nos acontecimentos do anime e na história in-game de SF4, podemos tirar algumas boas ideias de aventuras envolvendo o projeto BLECE:

– um amigo dos lutadores é sequestrado para ser usado no experimento. Terão tempo de salvá-lo? A morte do amigo poderia gerar enredo para outras aventuras no estilo vingança.

– os heróis acabam pondo as mãos em papéis do projeto e agora são caçados por todos, CIA, Shadaloo, SIN, Interpol, sem saber em quem confiar exatamente. A quem eles entregam os papéis? Quais as outras opções? Teria o projeto algum ponto fraco?

– os heróis são convidados para um torneio promovido pela SIN com o único intuito de coletar seus dados. De alguma maneira o time descobre essa intenção maligna. O que farão? Apenas evitarão de serem investigados ou irão mais a fundo para entender o que está acontecendo?

* Fontes: textos criados por Fernando Jr com base nos animes de SF4 e SSF4 e Street Fighter Wikia.

Secret_Laboratory

S.I.N

SIN_Flag

S.I.N. (sigla para Shadaloo Intimidation Network, Rede de Intimidação da Shadaloo, em uma tradução literal) é uma indústria de pesquisa e desenvolvimento de armas sob o comando de Seth, um homem alto e musculoso, careca e estranhamente pálido que comanda a empresa com mão-de-ferro. Com sua matriz na Tailândia e mais algumas filiais em outros pontos estratégicos ao redor do mundo, como na Índia, a SIN alimenta conflitos fornecendo armamentos a quaisquer um que possa pagar por eles, tendo sido acusada diversas vezes de estar suprindo grupos terroristas radicais. Pesquisas mais recentes de agências de inteligência como CIA e Interpol conectam a SIN à Shadaloo, fazendo alusões de que a mesma seria a divisão de armas da famosa organização criminosa.

Como uma divisão da organização criminosa Shadaloo, SIN é responsável por armas de muitos tipos e de diversas áreas de interesse. Enquanto eles pesquisam e desenvolvem armas de mais alta tecnologia, SIN também desenvolve projetos ligados à ocultismo, paranormalidade e filosofias metafísicas, tendo ajudado a aperfeiçoar o Psycho Drive de Bison no passado e tendo usado suas pesquisas com o Chi e Feng shui para criar diversos projetos (veja abaixo), baseados nos poderes do Satsui no Hadou. Em seus testes para verificar o sucesso e até mesmo a viabilidade do que estavam criando (poder além do corpo físico), eles foram responsáveis pelo desaparecimento de diversas pessoas ao redor do mundo para realizar experimentos (em uma escala muito maior do que as garotas sequestradas pela Shadaloo para o projeto Dolls). Qualquer um com quantidade significativa das habilidades acima mencionadas, especialmente artistas marciais, eram “procurados”.

charlie-sin

Crônicas em Street Fighter 2 e anteriores: no auge da Shadaloo a SIN não existia enquanto empresa, fato que só mais tarde seria consumado por Seth que nem mesmo existia nesta época. Em crônicas que aconteçam durante SF2 pode-se determinar que a SIN é “apenas” uma divisão científica da Shadaloo focada em construir armas para Bison dominar o mundo, tendo sido inclusive muito influente na construção do Psycho Drive de Bison, largamente investigado e utilizado durante Street Fighter Alpha. Coube à SIN boa parte da pesquisa genética que levaram à criação das Dolls e dos corpos alternativos de Bison (experimentos anteriores à Seth) como Cammy e o corpo de Bison em SF2 (mais fraco que o original, mas ainda assim muito eficiente).

É nesta época também que Charlie salva Abel de um dos laboratórios da SIN e o deixa desacordado em Paris (seria lá o laboratório?), onde seria mais tarde encontrado por um grupo de mercenários que o adotam e treinam, uma vez que o mesmo não possuía memórias de quem era antes da explosão do laboratório.

Com o fim da Shadaloo após a morte de Bison nas mãos de Akuma, todos acreditaram que qualquer tipo de atividade da organização criminosa cessaria automaticamente, mas não foi o que aconteceu. Os cientistas restantes e contrabandistas da Shadaloo foram transferidos para gerência da SIN para trabalhar nos bastidores de uma nova arma. Sem o conhecimento de Seth, os cientistas também trabalharam em um novo corpo para Bison (que ele viria a usar em SF4).

Street_fighter_4_seth_pkf_21309

Crônicas em Street Fighter 4: durante a época de Street fighter 4, o líder e CEO (diretor-executivo) da S.I.N era Seth, conhecido por ele próprio ter sido construído como um dos inúmeros projetos da empresa. Muitas pessoas acreditaram inicialmente que a SIN era na verdade os resquícios da derrotada Shadaloo, e não estavam tão longe da verdade. Guile, Chun Li e o Delta Red foram enviados para investigar suas atividades, incluindo a construção de uma barragem que “roubou” a água da vila de Dhalsim, na Índia, para construção de um novo complexo da empresa, que inclusive sediaria o próximo Torneio Mundial dos Street Fighters.

Secretamente a CIA já estava perseguindo as operações da SIN há anos, através de Crimson Viper, sua agente-dupla que trabalhava sob ordens de Seth, chegando ao cargo de chefe do projeto de desenvolvimento do projeto Battle Suit (Traje de Combate). Este fato, extremamente secreto, chegou a levar a mais de um Street Fighter a enfrentar a espiã acreditando que ela realmente era um dos “bandidos”. A ideia inicial para o Torneio Mundial organizado pela SIN era justamente servir de teste final das capacidades do Battle Suit, cujo protótipo, já extremamente avançado, tinha se mostrado muito útil durante várias missões de Viper.

Quando Seth descobre que Bison retornou à vida, passa a arquitetar um plano para destruí-lo e manter seu controle da organização, enquanto que Bison quer os dados dos últimos anos de pesquisa da SIN para si próprio, com a ideia de reconstruir a Shadaloo com as mais recentes tecnologias. O Torneio Mundial, que inicialmente serviria apenas para testar um projeto da SIN, serve de palco para resolução de muitos conflitos, tanto externos quanto internos dentro desta sombria organização.

juri-chun-li

Crônicas em Street Fighter 5: os acontecimentos ao fim da saga Street Fighter 4 nos contam que Juri teria derrotado Seth e se tornado a nova líder da SIN, embora a base tenha sido auto-destruída por Vega, a mando de Bison, o que pode não ter deixado muito para ela comandar…

O próprio Bison derrota Seth e lhe toma o poder sobre os demais seres aperfeiçoados que ainda restavam, enviando-os para acabar com vários dos Guerreiros Mundiais presentes no torneio que poderiam atrapalhar seus planos, como Guile e Zangief (isso é mostrado em seus finais). Ao que tudo indica, Bison teria planejado tudo isso antes de morrer durante o torneio de SF2, como um plano B caso não eliminasse seus inimigos no torneio, que foi o que de fato aconteceu.

Conforme informações da CIA, C. Viper teria eliminado Seth (ou seria apenas mais uma cópia?) após tê-lo encontrado caído na base após a luta contra Bison e antes da destruição da base por completo, embora não tenha conseguido resgatar os dados dos computadores, tarefa esta realizada por Chun Li e, infelizmente, por Vega também, pouco antes de Cammy decidir por formatar o banco de dados da SIN para que as Dolls não sejam mais alvo de experimentos malignos e possam viver em paz.

Resumindo, até onde se sabe a SIN não existe mais durante a saga de Street Fighter 5, e a Shadaloo tenta a sua última ofensiva contra a humanidade, em escala muito menor do que outrora.

Membros Conhecidos

* Seth: uma criatura criada (ou alterada) geneticamente para ser um ser superior aos humanos em todos os aspectos. Sua elevada inteligência ajudou a transformar a SIN, de uma divisão da Shadaloo, para uma potência armamentícia global.
* Crimson Viper: uma agente-dupla que durante muito tempo se acreditou trabalhar para Seth, quando na verdade estava investigando-o a serviço da CIA que queria pôr suas mãos nas tecnologias da empresa.
* Juri: cobaia de Seth no experimento Feng Shui Engine e sua principal arma para realização de missões de alto risco como sequestro ou eliminação de grandes lutadores.
* Decapre: várias das Dolls foram capturadas pela SIN para sofrerem nova lavagem cerebral nas mãos de Seth, sendo que Decapre se tornou a principal delas sob essa nova organização. Sabe-se que Juni e Juli não estão com Seth, tendo a
primeira sido salva por Cammy e a segunda estando em estado semi-catatônico por motivo desconhecido (uma lavagem cerebral que deu errado?).
* Abel: embora não lembre-se com exatidão, a semelhança entre Abel e Seth e o local onde foi encontrado, indicam que ele era ou passava por um experimento da SIN também, assim como Seth.
* Ed: um garoto misterioso encontrado por Balrog antes do complexo da SIN explodir na Índia. Pelo fato do garoto ter apresentado poderes paranormais semelhantes aos de Bison (teria ele Psycho Power?), Balrog salvou-o da destruição. Esse garoto voltou a aparecer em SF5, então devemos ouvir falar mais dele em breve.

ed-sf4

Projetos Conhecidos

* Psycho Drive: equipamento usado para ampliar os poderes psíquicos de Bison, tendo servido para controle mental à longas distâncias, teleporte e até mesmo gerador de energia psíquica para Bison e ouitr
* Projeto BLECE: equipamento usado para absorver Chi de lutadores e gerar energia à partir disso, com possibilidades semelhantes à energia nuclear
* Tanden Engine: dispositivo implantado no abdômem de Seth, usado para absorver e reproduzir os poderes dos artistas marciais, uma versão reduzida do projeto BLECE
* Feng Shui Engine: dispositivo implantado no olho de Juri, usado para liberar todo o Chi de um lutador, além de percepção expandida e sensível ao Chi
* Battle Suit: traje de combate usado por Crinsom Viper com luvas de choque, botas flamejantes e que permitem levitação, óculos especiais e mais.

seth-stage

A SIN em suas Crônicas

Usar a organização SIN em crônicas de Street Fighter RPG não é tão difícil, uma vez que é a principal antagonista da série Street Fighter 4, uma vez que a Shadaloo aparentemente havia sido derrotada.

Abaixo temos algumas ideias de como criar aventuras tendo a SIN como antagonista em suas crônicas, considerando principalmente o período de seu age, com Seth como líder:

  1. um amigo dos heróis, lutador de artes marciais, some misteriosamente após ter sido convidado a participar de um torneio patrocinado pela organização SIN.
  2. os heróis são contatados pela CIA para ajudarem a encontrar uma de suas agentes que não dá notícias há meses: C. Viper! Teria ela trocado de lado? Ou teria sido descoberta em seu papel duplo?
  3. os heróis presenciam o assassinato de alguém importante nas mãos de Juri, assassina da SIN, e agora se tornaram alvo dela também, que não deseja testemunhas. A mesma ideia pode ser usada com a personagem Decapre também.
  4. a cidade de um dos heróis é destruída da noite pro dia (ou afetada como a vila de Dhalsim foi) para dar lugar a uma linha de produção de armas da SIN e Seth estará supervisionando a construção pessoalmente.
  5. os heróis são contratados pelo Delta Red como guarda costas de uma testemunha: Juni, que foi salva por Cammy. Porém a SIN quer a Doll de volta…
  6. os heróis obtém por engano ou acidente as plantas de uma nova arma experimental da SIN e agora eles querem os papéis de volta.
  7. os heróis são convidados para o torneio mundial promovido pela SIN, na Índia. Obviamente isso exige que eles estejam nessa divisão.

* Fontes: animes SF4: The Ties that Bind, SSF4: Juri, mangá SF4 da udon, Street Fighter Wikia e história in-game da série SF4.

Crimson Viper (Maya)

Crimson Viper


Altura: 1,75m
Peso: 56kg
País: EUA
Nascimento: 18/07/????

Este é um nome que surgiu recentemente no circuito Street Fighter e tem causado grande alarde até mesmo entre os Guerreiros Mundiais. Quem é? De onde veio? Quem é seu Sensei? Crimson Viper é um enigma até mesmo para veteranos como Sagat, criador do circuito.

Poucos a viram em ação, e a maioria dos lutadores que a enfrentaram desapareceram misteriosamente. Seria ela uma assassina? Uma sequestradora? A verdade no entanto é muito mais obscura…

Crimson Viper é uma mercenária impiedosa, atualmente trabalhando para Seth, o chefão por trás da S.I.N. Suas missões envolvem o roubo de informações sobre os lutadores mais poderosos na face da Terra, bem como a captura dos mesmos. Para ajudá-la em suas missões, Viper conta com diversos apetrechos high-tech instalados em sua roupa, principalmente nas botas e luvas. Presente dos laboratórios da SIN, seu traje lhe confere poderes incríveis como a capacidade de flutuar, disparar ondas sísmicas, lança-chamas, tasers e muito mais. Isto tudo aliado às habilidades naturais de Viper em combate a tornaram a mais nova sensação no circuito, que dizem ter chego ao status de Guerreira Mundial ao ter vencido Cammy em um confronto direto. Dizem inclusive que se não fosse por Ryu estar presente, Cammy estaria desaparecida, assim como todos os outros lutadores que a enfrentaram antes…

Apesar disso, Crimson Viper não é uma vilã. Por mais que o Delta Red e a Interpol estejam em seu encalço devido a suspeitas de seu envolvimento com a Shadaloo, Crimson Viper é uma das “mocinhas”. Maya, seu nome verdadeiro, é uma agente dupla a serviço da CIA, infiltrada em meio à S.I.N para descobrir o que a organização está tramando e derrubá-la, de dentro para fora. é sem sombra de dúvida a missão mais perigosa que alguém poderia estar fazendo, e Maya é sem sombra de dúvida a agente mais indicada para a missão. Maya atuando como Viper descobriu que a S.I.N é a divisão de armas do extinto cartel do crime mundial, Shadaloo que por algum motivo continuava a operar, mesmo depois de seu líder Bison ter supostamente sido assassinado por Akuma.

Para conseguir trabalhar dentro da S.I.N, Crimson Viper teve de se destacar dentre os diversos lutadores que entram no circuito Street fighter todos os dias. Ela teve que aprimorar suas técnicas de combate ao máximo,e enquanto sua reputação como lutadora crescia todos começaram a se perguntar quem era aquela bela ruiva. Não demorou muito para ser contatada pela S.I.N para realizar alguns serviços de infiltração e espionagem, obviamente eram apenas alguns testes para verificar se Viper era confiável. Estas missões iniciais constantemente envolviam se meter em enrascadas com a lei, como invasões em empresas, roubo de dados confidenciais e até mesmo sequestro de alguns lutadores. Aos poucos Viper foi ganhando a confiança do “cabeça” por trás da S.I.N, o que lhe deu o direito de conhecer Seth, pessoalmente.

Crônica em SF4: nesta época a mercenária Crimson Viper trabalha para o chefão da S.I.N em pessoa. Tendo reuniões esporádicas com o mesmo, ocasiões na qual ela tem as chances de que precisa para saber tudo a respeito da organização, seus planos e sobre o próprio Seth. Viper não levantou tantas informações quanto gostaria e suas missões estão ficando cada vez mais perigosas. Recentemente Seth passou a perseguir e realizar experimentos nos lutadores mais poderosos do planeta, com o intuito de desenvolver uma arma mortal baseada em energia Chi, o Projeto Blece. Para saber mais detalhes, Viper está encarregada de coletar informações sobre os Guerreiros Mundiais e raptar tantos quanto puder, para que Seth possa ter espécimes para trabalhar e para que Viper tenha mais oportunidades de saber sobre o projeto.

Apesar das vestes especiais fornecidas por Seth, não é uma tarefa fácil derrubar um Guerreiro Mundial, ainda mais para uma “novata” no circuito como Viper…de qualquer forma, Maya faz o possível para não ser descoberta, muitas vezes fazendo coisas das quais não se orgulha. Ela espera que esta seja a sua última missão, e que o dinheiro ganho (tanto da CIA quanto da S.I.N) sirvam para proporcionar uma vida melhor para ela e sua filha. Sim, Maya é mãe de uma pequena garotinha chamada Lauren o seu único e desconhecido ponto fraco.

Lauren é simplesmente a pessoa mais importante no mundo para Maya, e ela fará tudo ao seu alcance para protegê-la. Desta forma, absolutamente ninguém sabe de sua existência, com exceção de Emily, a irmã de Maya que cuida da garota. Regularmente Maya visita-a em sua escola, ou até mesmo em sua casa, mas tendo o máximo de cuidado para não ser seguida, tanto pela S.I.N quanto pelas forças da lei que a consideram uma criminosa. E assim Maya, ou Crimson Viper, vive dia após dia: trabalhando para aqueles que deseja destruir e sendo perseguida por aqueles que deseja proteger. Certamente não é uma vida fácil, mas Maya é profissional o suficiente para não voltar atrás, mesmo porque talvez não exista esta opção…

Crônica em Street Fighter 5: Viper aliou-se à Operação CHAINS de Bison novamente como uma agente dupla. Durante a construção das Black Moons ela colocou alguns códigos secretos que permitiriam seu desligamento e destruição do projeto. Além disso, conseguiu enviar as chaves do painel de controle das moons para os mais fortes lutadores do mundo e evitar sua utilização por Bison, ou ao menos é o que ela acreditava. Ao que parece sua atuação foi descoberta e ela foi eliminada. Nem mesmo seu amigo Rashid conseguiu salvá-la à tempo das mãos venenosas de FANG. O Narrador tem a palavra final sobre a morte ou não dela.

Aparência: Viper possui 1,75m e 56Kg muito bem distribuídos em seu belo corpo esguio. Seu cabelo é longo e preso em uma longa trança ruiva, enquanto seu rosto é de feições belas e frias. suas roupas esbanjam ousadia e beleza, com um decote acentuado e calças justas. Costuma usar um óculos grande e colorido, que não possui propriedades especiais aparentes, exceto realçar ainda mais sua beleza.

Interpretando C. Viper: fria, calculista, fiel. Amorosa, paciente e brincalhona. Maya e Viper são pessoas completamente diferentes. Quando está a trabalho, Crinsom Viper é a agente mais impiedosa que a CIA podia ter enviado à campo para se infiltrar na S.I.N, conseguindo ser confundida com uma vilã por outros notórios agentes da lei como Cammy e Chun Li, que a perseguem constantemente. Como mãe, Maya daria sua vida por um sorriso de Lauren, e tudo que faz como agente é para proporcionar um futuro melhor para ambas.

c-viper

C. Viper como NPC

Maya entrou no circuito na época de Street Fighter 4, antes disso era apenas uma agente secreta da CIA. Sua primeira aparição é após a queda da Shadaloo em SF2, mas é provável que esteja investigando os projetos secretos da organização bem antes disso.

A missão de Maya é completamente secreta, nem mesmo o Delta Red ou a Interpol sabem dela, e caso os heróis cruzem com Maya, digo Viper, serão tratados como inimigos para não quebrar seu disfarce. De maneira nenhuma ela arriscaria anos de missão para ajudar um grupo de brigões. Mesmo que os heróis tenham contatos na CIA, a missão de Maya é realmente top secret.

Battle Suit de C. Viper

Viper ganhou a confiança de Seth a ponto de participar dos testes de um dos mais recentes protótipos de armaduras de combate da SIN, chamado simplesmente de Battle Suit. O circuito Street Fighter se mostrou o laboratório ideal para testá-la e Viper alcançou notório respeito graças às engenhocas da roupa.

O uso da Battle Suit confere o antecedente Cibernetico 7 à Viper, e o Chi mostrado em sua ficha na verdade é a energia da roupa (Viper possui naturalmente Chi 1). As suas técnicas Soco, Chute e Bloqueio recebem +1 ponto (já listado na ficha) graças às luvas e botas especiais da roupa, mas somente enquanto está vestindo ela.

Além disso, quando está portando a Battle Suit ela pode usar as seguintes manobras especiais: Balance, Burning Kick, Conductor, Flight, Levitation, Psychokinetic Channeling, Shockwave e todas variações do Thunder Knuckle. Obviamente se estiver sem o traje especial, perde esta manobras de seu arsenal e seu antecedente Cibernético, o que não a torna menos perigosa, entretanto.

* Fontes:  este personagem não é oficial da White Wolf. A planilha foi criada por Matt Meade da SFRPG.com e a história foi elaborada nas HQs de Street Fighter 4 lançadas pela Udon e no anime Street Fighter 4 – Laços que Ligam.

Guerreiros Mundiais

Cibernéticos