Arquivo da tag: duvida

O que é RPG?

RPG é a sigla para Role Playing Game que significa “Jogo de Interpretação de Papéis”. O RPG é a união do conceito de teatro com as regras de um jogo, aonde temos interpretação de personagens só que com um roteiro livre, sendo as ações limitadas apenas pelas regras e pela imaginação dos jogadores.

Basicamente uma sessão de RPG possui um Narrador (ou Mestre, dependendo do sistema) e alguns jogadores(2 ou mais). Antes da aventura começar os jogadores criam seus personagens baseados nas regras do jogo, para então o narrador contar uma história para situar os personagens e a aventura começar

O RPG é um jogo de contar histórias, ou seja, se não há imaginação, não há jogo. Basicamente, esta é a essência do RPG. Para se aprofundar mais, dê uma lida nos seguintes posts:

Regras da Mesa

O Livro Básico de Regras proporciona aos jogadores a maior parte das regras e mecânica de jogo necessária para rolar suas crônicas de Street Fighter RPG. Acontece que, muitas vezes, as regras do livro não cobrem todas as situações possíveis de acontecer em uma mesa de jogo. Às vezes, o que acontece é tão inusitado que o Narrador é pego de calças-curtas.

Furos nas regras, conflitos de manobras ou mesmo interpretações dúbias devem ser tratadas, caso a caso, com muito bom senso. É claro que este tipo de problema é mais facilmente sanado por Narradores mais experientes, mas não custa nada seguir algumas dicas.

Algo que ajudará a todos, jogadores e Narradores, a conviverem melhor será estabelecer um conjunto de regras – elas são pouco relacionadas ao jogo em si, mas determinarão o comportamento para as pessoas ao redor da mesa.

Serão discutidos a seguir alguns dos assuntos que eventualmente surgirão. Seria melhor responder essas perguntas antes de começar uma crônica regular. O Narrador pode decidir sozinho ou junto com seus jogadores.

Jogadores Ausentes: Algumas vezes um jogador regular não consegue comparecer a um sessão de jogo. O Narrador e o grupo devem decidir o que fazer com seu personagem. Há diversas opções disponíveis:

  • Outra pessoa controlará o personagem durante essa sessão (interpretando dois personagens simultaneamente). Essa é a solução mais simples para o Narrador, mas o jogador substituto pode não gostar da tarefa ou o substituido pode ficar insatisfeito com as consequencias sofridas pelo personagem durante sua ausencia. 
  • o Narrador controlará o personagem, como se ele fosse um NPC. Quase sempre, esta é a melhor solução, exceto quando o acúmulo de tarefas (o jogador e a sessão de jogo) se tornar um fardo muito pesado e prejudicar toda a partida.
  • o personagem (assim como o jogador) não pode participar desta aventura. Isso funcina somente em determinadas situações dentro do jogo, caso faça sentido a ausência do personagem, mas é uma forma conveniente de tirá-lo da ação durante a partida. A razão ideal para a falta do aventureiro deve lhe permitir retornar imediatamenteà ação e com o mínimo de confusão para a aaventura, assim que o jogador estiver presente (por exemplo, o personagem pode ter outro compromisso ou simplesmente ficar muito doente de cama). 
  • O personagem desaparece do cenário durante esta sessão. provavelmente, essa é a solução menos plausível, porque prejudica a linha de raciocínio de todos os jogadores.

Compreenda: os jogadores vem e vão. As pessoas mudam de casa, suas vidas ficam muito atarefadas e alguns jogadores simplesmente se cansam da crônica. Eles vão desistir, mas ao mesmo tempo novos jogadores desejarão entrar na campanha. Certifique-se de manter o grupo num tamanho conveniente para você – uma mesa de jogo deveria ter quatro jogadores (mais o Narrador, um quinto participante). Entretanto, alguns grupos pequenos tem apenas dois e os maiores contam com oito ou mais jogadores. Os grupos muito grandes podem utilizar um assistente para ajudar a administrar as ações dos personagens, arbritagem de regras e os NPCs, evitando que o Narrador fique sobrecarregado. Também é possível fazer uma aventura solo, com apenas um jogador e o Narrador, mas essa será uma experiência de jogo bem diferente (e uma boa forma de resolver missões especiais, como o treinamento de um kickboxer).

Se possível, descubra por quanto tempo os jogadores pretendem participar e peça-lhes para se comprometer a vir regularmente durante esse período.

Como integrar novos jogadores: quando um novo jogador entra na campanha, seu personagem deve ser incorporado ao jogo. Ao mesmo tempo, o jogador também deve ser integrado ao grupo. Certifique-se que o iniciante conheça as regras da mesa, assim como as regras gerais do jogo. Se ele nunca jogou RPG antes, é importante que o Narrador saiba Como ensinar Street Fighter RPG.

Convenções dos Dados: quando alguém faz uma jogada e o dado cai no chão, deve-se lançá-lo novamente ou aceitar o resultado? O que fazer com um dado que pára sobre uma aresta, escorado na quina de um livro? Os jogadores devem fazer os testes apenas quando o Narrador estiver olhando? Não existem respostas certas ou erradas para essas perguntas, mas deicidi-las com antecedência evita discussões futuras.

Uso de Livros: é melhor definir com antecedência os outros livros (além do Livro Básico) que podem ser consultados pelos jogadores durante uma sessão. Também deixe bem claro quais websites são permitidos para os personagens consultarem (principalmente devido aos Estilos de Luta e Manobras Especiais não oficiais da White Wolf).

Discussões sobre Regras: provavelmente seria melhor se os jogadores não questionassem as decisões ou as regras que o Narrador estabelecer, não propusessem modificações nas regras ou discutissem outros aspectos do jogo (exceto o que é imediatamente relevante) durante a partida. Esses assuntos devem ser tratados no início ou no final da sessão.

Piadas e discussões Aleatórias: sempre surgem coisas engraçadas a dizer, citações de filmes, comentários e outros assuntos durante o jogo, sejam inspiradas nos acontecimentos da aventura ou completamente aleatórios. Decida um limite para si e para seu grupo. Lembre-se que isso é um jogo e as pessoas estão ali para se divertir, mas ao mesmo tempo mantenha o foco nas ações dos personagens, para que a partida não se transforme numa simples conversa fiada.

********************************

Este post é uma transcrição quase literal da seção homônima presente no Livro do Mestre do D&D 3E. Visto que Street Fighter RPG não possui um Guia do Narrador (ainda…) achei interessante postar essas excelentes dicas que podem parecer triviais para alguns, mas não deixam de ser importante o seu reforço.

É recomendada a leitura do post intitulado Narrador, bem como todos os posts indicados pelo mesmo.

Inconsciência

Um personagem que tenha seus níveis de Saúde reduzidos a zero ou menos estará inconsciente. O personagem fica inconsciente até que o Narrador decida que ele despertou. Isso normalmente demora até o fim da cena, mas pode demorar muito mais (ou menos) dependendo da história.

Avisamos aos Narradores para que não aproveitem indevidamente desta regra. O personagem deve se manter inconsciente apenas enquanto isso é útil para a história.

O que deve ser evitado é que um personagem fique inconsciente por muito tempo enquanto o resto do grupo joga. Isto poderá fazer com que o jogador fique entediado. Lembre-se: A idéia é que todos os jogadores se divirtam. Tente manter todos os jogadores tão envolvidos na ação quanto possível.

Insconsciência

Dúvida

O que acontece quando atacamos um oponente inconsciente?

Um oponente inconsciente é, ao mesmo tempo, um oponente indefeso. Desta forma, um ataque a alguém indefeso COM a intenção de matar, assim o fará. Isto é óbvio uma vez que se alguém está impossibilitado de se defender e um oponente se aproveita dessa situação para lhe dar um tirno na cabeça ou quebrar o seu pescoço, ele conseguirá. Note que matar alguém indefeso dessa forma deve fazer com que o personagem perca 1 ponto PERMANENTE em Honra, além das devidas implicações legais que isto venha a trazer.

Saiba mais sobre a morte em Street Fighter neste post.

Inconsciência

Manobra de Interrupção

Qualquer manobra que possa ser usada como Manobra de Interrupção tem uma poderosa e salvadora vantagem. Basicamente, você pode mudar qualquer outra ação para uma Manobra de Interrupção, mudando a sua Carta de Combate para a Carta da qual você está interrompendo. Toda vez que você mudar para uma manobra de Interrupção, deve gastar um ponto de Força de Vontade. A Manobra de Interrupção se torna sua ação naquele turno de combate, permitindo que você interrompa a ação de outro personagem se sua nova Manobra tiver Velocidade mais alta.

Somente manobras expressamente classificadas como “Manobra de Interrupção” possuem essa vantagem.

Atenção: Oficialmente (conforme constam nos livros oficiais de Street Fighter RPG), somente duas manobras podem ser consideradas Manobras de Interrupção: a manobra especial Jump (quando usada para escapar de projéteis ou saltar para longe, sem causar dano) e a manobra básica de Bloqueio (veja neste post). Todas as demais manobras (inclusive as Manobras Especiais de Bloqueio) não são Manobras de Interrupção.

Atenção: não confunda a vantagem Manobra de Interrupção com “interromper uma manobra”. Manobra de Interrupção (Abort Maneuver no livro original) é uma vantagem possuída pela manobra básica de Bloqueio e pela manobra especial Jump e possui as regras citadas acima. Quando, nas regras de Combate, fala-se em “interromper uma manobra” estamos falando em: um lutador com Velocidade mais alta age antes de com Velocidade mais baixa. Ou seja, o lutador mais rápido está interrompendo o mais lento; o que é bem diferente do que uma Manobra de Interrupção faz (ela permite que você troque de manobra).

Manobra de Interrupção

Como desbloquear pop-ups?

O que é um pop-up?

Um pop-up é uma "janelinha" que é aberta por alguns sites para mostrar alguma informação, normalmente propagandas e promoções. Por ser algo comumente irritante (ninguém gosta que fiquem saltando janelas na sua cara sem seu consentimento) a maioria dos navegadores de Internet atuais bloqueiam a maioria deles. Porém, é possível desbloquear pop-ups para determinados sites em que se deseja vê-los.

Para que este site usa pop-ups?

A Street Fighter RPG Brasil não visa lucro, portanto você não verá propagandas de nenhum tipo em pop-ups ou barras laterais. A SF RPG Brasil utiliza-se de pop-ups para usar scripts de programação que constroem dinamicamente a Planilha de Personagem dos NPCs descritos na seção Personagens. Portanto, além de desbloquear os pop-ups para este site, você terá de ter o Javascript do seu navegador habilitado (saiba como neste post). 

Como desbloquear pop-ups?

A maneira de desbloqueio depende de cada navegador, abaixo está a explicação para os dois mais utilizados: Internet Explorer 7 e Mozilla Firefox 3.

Internet Explorer 7

No canto superior direito, existe um menu chamado "Ferramentas", clique nele. Agora vá em "Bloqueador de Pop-ups" e em seguida em "Configurações do Bloqueador de Pop-ups". Na janela que se abrirá basta adicionar o endereço "http://blog.sfrpg.com.br" na caixa de texto e clique em "Adicionar"; agora clique em fechar na janela de configuração, feche o Internet Explorer 7 e abra-o novamente para que as configurações sejam ativadas. Pronto!

Mozilla Firefox 3

No canto superior, entre no menu "Ferramentas" e clique em "Opções". Na janela de opções que se abriu, vá na aba "Conteúdo" e onde está escrito "Bloquear pop-ups" você clica no botão "Exceções". Na janela que se abrirá basta adicionar o endereço
"http://blog.sfrpg.com.br" na caixa de texto e clique em "Habilitar";
agora clique em fechar na janela de exceções, feche o Mozilla Firefox 3 e abra-o novamente para que as configurações sejam ativadas.
Pronto!

Observações para ambos navegadores

Caso você tenha tentado abrir alguma planilha com o bloqueador de pop-ups ativado e só depois desativou-o, é capaz da planilha abrir uma página em branco na próxima vez que tentar visitá-la. Se isso acontecer, basta apertar as teclas Ctrl e F5 juntas na página em branco para que ela volte a carregar novamente.

Qualquer dúvida encaminhe um e-mail para [email protected]

Ninjitsu

ibuki

Lendas antigas japonesas dizem que os clãs ninjas descendem de uma criatura chamada Tengu, um híbrido meio-homem, meio-corvo com o poder de alterar a natureza e as mentes dos homens. Independente de sua origem, os Ninjas são famosos como espiões, assassinos e guerreiros.

Poucos sabem que os ninjas realizam muito mais do que simples assassinatos. O Ninjitsu é na verdade um modo espiritual de vida, enfatizando a natureza e o conhecimento interior.

Também enfatiza a vida marcial, tanto para proteção de seus templos sagrados (Mikkyo) quanto para o sustento de sua família. Membros de clãs Ninjas iniciam seu treinamento aos cinco anos. Quando eles chegam à adolescência, eles já se tornaram espiões e guerreiros.

Através da história, os Ninjas foram tratados supersticiosamente pelos camponeses e pela nobreza japonesa. Isto não é somente pelo seu talento em furtividade e infiltração, mas também por causa de suas habilidades misticas. Kuji-in (posições de mão para canalizar Chi) e Saiminjutsu (hipnotismo) permitem ao ninja influenciar o mundo a sua volta e as mentes de seus oponentes. Estas habilidades são seus maiores segredos, e um ninja morrerá mas não revelará eles a ninguém.

As “posições de mãos” nunca são ensinadas a um não membro do clã ninja.

Ao contrário do Karatê, Ninjitsu não treina os lutadores para que consigam derrubar um oponente com um poderoso golpe.

Um Ninja irá cansar um adversário até que ele baixe sua guarda e o ninja desfira um golpe decisivo. Isto não significa que os ninjas não saibam desferir poderosos golpes: eles meramente os guardam para os momentos críticos. Ninjas preferem blefar e confundir seus alvos desaparecendo bem na frente de seus olhos. Movimentos furtivos, o uso das sombras e o uso de trajes escuros fazem com que seja difícil acertá-lo. Lutadores comumente se desconcentram e perdem de vista seu oponente Ninja. Esse é o maior erro que poderiam cometer.

O treinamento com armas também faz parte das habilidades ensinadas pelo Ninjitsu, de fato, Ninjas frequentemente lutam entre os Duelistas. Uma grande variedade de armas, usualmente relíquias de família, são usadas pelos ninjas. As mais comuns são a Ninja-To (uma afiada espada curta) e o Shuriken (estrela de arremesso). Armas modernas são evitadas pelos Ninjas a não ser em situações particulares que assim o exijam, como atacar um avião em pleno vôo (um shuriken não é muito útil nesse caso). Armas nunca são usadas contra um oponente desarmado, ao contrário dos filmes, Ninjas são muito honrados, embora existam exceções.

O Ninjitsu Clássico também treina o estudante nos caminhos da espionagem. Muitos Shoguns antigos e samurais poderosos caíram devido a infiltrações de espiões ninjas.

A organização de um clã Ninja segue um sistema de três camadas, onde estão os Postos de Clã. O Jonin, ou “homem do alto“ mantém a disciplina do clã e controla a rede inteira de espiões. Abaixo dele estão os Chunins, ou “homens do meio”. Muitos Chunin podem ser controlados por um único Jonin, que os protege e comanda. A base da pirâmide é composta pelos Genin, ou “homens de baixo”: estes são os “soldados” do clã.

Os Ninjas respeitam a importância das mulheres, não somente como espiãs mas como guerreiras. Todas as mulheres de um clã ninja são treinadas no estilo Ninjitsu. Ninjas mulheres são chamadas de Kunoichi e são tão poderosas quanto suas contrapartes masculinas.

Em anos recentes, os clãs Ninjas ancestrais decidiram que sua presença deveria ser conhecida, mas não para o público em geral. Isto serve para o propósito de desmistificar o estereótipo criado em torno dos filmes e livros modernos, visando educar aqueles que se interessarem por sua filosofia mística. Ao mesmo tempo, os clãs enviam seus representantes e espiões para todos os lugares do mundo para aumentar seu poder e influência. Recentemente os clãs descobriram o circuito Street Fighter e começaram a participar de algumas batalhas, vendo no circuito uma excelente oportunidade de oferecer seus serviços a poderosos contratantes.

Habilidades Comuns

Prontidão, Interrogação, Perspicácia, Manha, Lábia, Luta às Cegas, Segurança, Furtividade, Sobrevivência, Investigação, Conhecimento de Estilos.

Escolas: Escolas de Ninjitsu são raras, mas relativamente fáceis de encontrar, e os ensinamentos básicos do Ninjitsu podem ser ensinados a qualquer um. Para aprender os poderes místicos do Saiminjutsu, o lutador deve ser aceito no dojô de um clã ninja e adotado por uma família. Poucos gaijin (estrangeiros) existem dentro da comunidade ninja.

Membros: qualquer um pode ter lições em um dojô Ninja comercial, mas um verdadeiro ninja descende de algum clã japonês.

Conceitos: Ninjas são mestres da ilusão e espionagem, podendo esconder dos outros a sua profissão.
Chi Inicial: 5
Força de Vontade Inicial: 2
Lema: Lutadores de Karatê e Kendô competem para marcar pontos. Um verdadeiro Ninja luta pela vida – sua ou a de seu oponente.

Atualmente existem dois ninjas entre os campeões mundiais: o bushin Guy e a kunoichi Ibuki.

Ninjitsu

Para saber mais sobre o Ninjitsu e suas particuliaridades, recomendamos a leitura dos seguintes posts:

Manobras Especiais
Soco Chute
Boshi-Ken (2)
Ear Pop (2)
Head Butt (1)
Rekka Ken (5)
Shikan-Ken (2)
Shuto (2)
Backflip Kick (2)
Bushin Sempu Kyaku (4)*
Cartwheel Kick (2)
Double-Hit Kick (1)
Double-Hit Knee (1)
Flying Thrust Kick (4)
Handstand Kick (1)
Heel Stamp (1)
Sniper Kick (4)*
Spin Kick(4)*

Windmill Kick (5)*

Bloqueio Esportes
Deflecting Punch (1)
Maka Wara (4)
Drunken Monkey Roll (2)
Flying Heel Stomp (3)
Rolling Attack (3)
Smooth Fall (3)*
Vertical Rolling Attack (2)
Wall Spring (1)
Apresamento Foco
Air Throw (2)
Back Roll Throw (1)
Bushin Musou Renge (5)*
Butsumetsu Buster (5)*
Daikyou Burning (5)*
Disengage (1)
Dislocate Limb (2)
Eye Rake (1)
Hair Throw (2)
Ansatsuken (5)*
Balance (3)
Death’s Visage (3)
Entrancing Cobra (4)
Leech (3)
Sakki (3)
Shrouded Moon (1)
Soul Illusion (4)*
Speed of the Mongoose (3)
Zen no Mind (3)

* OBS: manobras marcadas com um ‘*’ não são oficiais da White Wolf. Foram criadas por fãs com base em manobras homônimas presentes nos games da série Street Fighter.


Dúvidas

O correto é Ninjitsu ou Ninjutsu?

No oriente, Ninjutsu, e como a arte dos ninjas se originou por lá, esse é o correto. Acontece que no ocidente, convencionou-se (não sei ao certo o motivo) a pronúncia de “jutsu” (que significa técnica) como “jitsu”. Da pronúncia para a alteração completa das artes marciais orientais externas (todas terminadas com jutsu) foi um pulo. Resumindo, nenhum dos dois está errado, embora a grafia original seja Ninjutsu, ou Técnica dos Ninjas.

Como é um RPG de Street Fighter?

RPGs (RolePlaying Games) são jogos que se assemelham a filmes imaginários que você cria com seus amigos. Estes jogos permitem que você e seus amigos se tornem heróis Impressionantes e tenham aventuras impossíveis no mundo real. Jogos como Street Fighter RPG (foco deste site) são histórias compartilhadas; cada jogador cria um parte de uma única história sem fim.

Um dos Jogadores de Street Fighter RPG assume o papel de Narrador, o diretor e produtor do seu filme particular, O jogador agindo como Narrador tem o maior desafio, pois ele deve trazer o mundo de Street Fighter à vida. O Narrador cria a história, detalha os perigos que os personagens enfrentarão e descreve as recompensas que eles poderão ganhar. Os outros jogadores se tornam mais ou menos atores, jogando com Street Fighters, Os papéis dos jogadores e Narrador são explorados em maior detalhe mais adiante.

RPGs são exercícios criativos, e divertidos como tais, A interação e a cooperação encontradas nos RPGs são dificilmente vistas em outros lugares, A interpretação traz uma dimensão toda nova aos personagens clássicos de Street Fighter. O que Blanka e Ken fazem quando não estão lutando? Ryu tem uma namorada? Chun Li tem um namorado? O que um Street Fighter honrado faria diante de um crime em andamento? E se alguém importante para ele fosse capturado pela Shadaloo? Essas perguntas e muitas outras serão respondidas por você.

Os jogadores também não estão limitados aos papéis dos Guerreiros Mundiais. Eles também podem criar seus próprios Street Fighters, Embora estes personagens iniciantes não tenham a impressionante habilidade e o poder de guerreiros experientes como Guile ou Ryu (pelo menos não ainda), eles podem atingir a fama e o reconhecimento por conta própria. Estes novos personagens são seus para criar e desenvolver — as motivações, o estilo, as personalidades e os objetivos deles são escolhidos por você,

Quer você esteja jogando com os famosos Guerreiros Mundiais ou criando novos Street Fighters inteiramente seus, você participará de aventuras que vão além das arenas de luta: expedições a ruínas misteriosas, perseguições perigosas por penhascos, fugas alucinadas por campos de batalha urbanos e salvamentos ousados de fortalezas escondidas. Com Street Fighter você pode colocar seus personagens em qualquer tipo de aventura que você e seus amigos consigam imaginar. Sua maior ferramenta é a sua imaginação, e seu único limite será aquele que você mesmo estabelecer.

Embora o Narrador coloque desafios e inimigos para os outros Jogadores, ele e os jogadores não são antagonistas, mas colaboradores. O desafio vem de inventar buscas e batalhas que rivalizem com os grande filmes de ação, não de derrotar uns aos outros.

Lembra-se daquela época?

Um RPG é como uma versão adulta dos jogos que brincávamos quando éramos crianças. Quando corríamos pêlos nossos quintais e playgrounds fingindo ser policiais e bandidos, ou super-heróis, ou cowboys, ou astronautas, éramos essencialmente atores fazendo um tipo de teatro de Improviso, Criávamos nossas falas e a trama conforme nos divertíamos, As histórias eram normalmente bem simples, mas o faz-de-conta as tornava divertidas,

Jogar um RPG como Street Fighter não é muito diferente. Como um jogador, você criará um personagem e vai interpretá-lo durante o jogo. O personagemprovavelmente será um herói das artes marciais, com fantásticas habilidades físicas e capaz de manipular potentes poderes místicos (como a Fireball de Ryu ou o Teleporte de Dhalsim). Enquanto estiver jogando, você decidirá o que seu personagem fará a cada passo da história, Você falará pelo personagem e descreverá o que ele faz. E, quando as coisas engrossarem, você decidirá como ele luta.

Diferente dos jogos de playground, os RPGs não envolvem correr ou outras atividades físicas. Eles são jogados dentro de casa, na mesa da cozinha ou no chão da sala. Você não precisa de muitos equipamentos para começar; apenas lápis, papel e alguns dados de 10 lados (estes dados especiais são vendidos nas lojas especializadas). Você precisará de espaço suficiente para um mapa, (como aquele incluído no terceiro fascículo desta série) para usar as figuras recortáveis (também incluídas no terceiro fascículo) e mostrar a ação conforme ela acontece no jogo.

Você precisa de pelo menos duas pessoas para jogar, mas grupos de 3 a 5 pessoas são melhores, Todos os jogadores, com uma exceção, assumirão os papéis de personagens específicos (chamados de “personagens jogadores”). Um dos jogadores será o Narrador.

Alguns jogadores gostam de revezar entre ser Narrador e jogador, enquanto outros gostam mais de ser Narradores do que jogadores. Antes que todos se sentem para jogar, o Narrador deve preparar uma história. Durante a história, o Narrador descreve para os jogadores o que seus personagens estão vendo e ouvindo. O Narrador também interpreta os papéis dos outros personagens que o jogadores encontram durante a história.

Embora a parte mais importante de jogar RPG seja a diversão, existem regras. Nos videogames há muitas regras, mas você não precisa conhecê-las; o computador cuida disso para você, e não permite que você as quebre, Por exemplo; Chun Li só consegue saltar uma certa distância, e seu Roundhouse Kick só inflige certa quantidade de dano quando acerta. Isto está ótimo para um videogame. Em uma história de Street FIghter, contudo, tudo que você imaginar pode acontecer, e nenhum computador pode cuidar de todas as possibilidades. Por exemplo: e se Chun Li quiser pegar uma cadeira e esmagá-la na cabeça de um ninja da Shadaloo que a está atacando em um restaurante? Nós precisamos das regras para nos dizer o que acontece. Quanto dano o ninja recebe? Ele está tonto ou inconsciente? Pode Chun Li atingi-lo antes que Veja a chute por trás? Este livro fornece um conjunto de regras para ajudar você a decidir como as histórias se desenrolam.

Uma Nota de Aviso

Apesar de ser óbvio, estes jogos são filmes imaginários, não exercícios ao vivo. Existem muitas idéias erradas sobre este passatempo. Nós, da Street Fighter RPG Brasil, enfatizamos que nenhum combate físico é usado no jogo Street Fighter. Jogadores interessados em aprender artes marciais devem procurar academias respeitáveis para receber aulas. Um treinamento real em artes marciais traz vários benefícios: boa forma, disciplina, defesa pessoal e senso de propósito. Street Fighter, contudo, é simplesmente um exercício de imaginação. Não faça nenhuma ação além de rolar os dados, ok?

Termos de Jogo

Ação Prolongada: Uma ação que requer certo número de sucesso para ser executada.

Ação Simples: Uma ação que requer apenas um sucesso para ser executada, mas mais sucessos indicam uma ação ou resultado ainda melhor.

Ação Resistida: Uma ação em que dois personagens diferentes disputam um contra o outro. Ambos comparam seus números de sucessos, e aquele com mais sucessos vence.

Atributo: Uma Característica que descreve as aptidões inerentes ao personagem. Atributos são coisas como Força, Carisma e Inteligência.

Característica: Uma Característica é um Atributo, Habilidade, Vantagem ou outro traço qualquer do personagem que pode ser descrito em números (em termos de pontos).

Cena: Uma hora e lugar da história, onde as ações e eventos ocorrem momento a momento. Uma cena costuma ser um momento dramático de uma história.

Chi: Esta importante Característica mede a força espiritual interior do personagem.

Dificuldade: Este é um número de 2 a 10 que mede a dificuldade de uma ação a ser feita pelo personagem. O jogador precisa obter esse número ou acima dele em pelo menos um dos dados rolados. A menos que seja dito o contrário, a dificuldade de uma ação é sempre 6.

Falha Crítica: Um fracasso desastroso, ocorre quando são rolados mais "1" do que sucessos nos dados de 10 lados rolados para a ação.

Guerreiros Mundiais: O creme de Ia creme dos Street Fighters. Os Guerreiros Mundiais são os maiores mestres de seus estilos.

Habilidade: Uma Característica que descreve o que um personagem sabe e aprendeu, ao invés do que ele é. Habilidades são coisas como Intimidação, Condução e Mistérios.

Intervalo: O tempo gasto entre cenas quando nenhuma interpretação é feita e turnos não são usados. Ações podem ser feitas e o Narrador pode dar algumas descrições, mas geralmente o tempo passa rapidamente.

Manobra: Qualquer ação de combate. Manobras são usualmente anotadas nas Cartas de Combate para tornar o jogo mais ágil e rápido durante o combate. Uma manobra pode ser qualquer uma das nove Manobras Básicas ou uma Manobra Especial.

Manobra Especial: Os golpes avançados que os Street Fighters aprendem através de treinamento intensivo. Muitas Manobras Especiais requerem uma perícia considerável em uma técnica em particular antes de serem
aprendidas.

Narrador: A pessoa que cria e guia a história assumindo o papel de todos os personagens não controlados pêlos jogadores, e determinando todos os eventos fora do controle dos jogadores.

Nível: Um número descrevendo o valor permanente de uma Característica; normalmente um número de 1 a 5, mas algumas vezes um número de 1 a 10.

Parada de Dados: Isto descreve os dados que você tem em sua mão após adicionar suas diferentes Características. É o número máximo de dados que você pode rolar em um turno.

Personagem: Cada jogador cria um personagem, um indivíduo que ele interpreta ao longo da crônica. Apesar de "personagem" poder implicar qualquer indivíduo, em Street Fighter ele sempre é usado para descrever os personagens dos jogadores.

Pontos: Os valores temporários de  Características como Força de Vontade, Chi e Saúde — os quadrados, não os círculos.

Vantagens: Está é uma categoria genérica  que descreve as Técnicas, Manobras Especiais e Antecedentes de um personagem.

O que são sistemas de RPG?

Tenha em mente que os motivos principais que faz com que RPG conquiste tantos adeptos, é a complexidade que ele pode ter. Pois quando se quer jogar RPG, é preciso escolher um  sistema de regras e um mundo onde a história irá se passar (também chamado de Cenário de Campanha pelos jogadores clássicos). É claro que você pode criar seu próprio sistema ou pegar algum pronto.

Todo sistema necessita de um método imparcial, ou pelo menos quase imparcial, para decidir se determinada ação foi realizada com sucesso ou não. Geralmente usam-ses dados, e compara o resultado da jogada com as regras utilizadas durante a criação do seu personagem. A comparação irá lhe lhe dizer quanto se conseguiu realizar a tarefa ou não. Note que foi dito que geralmente são jogados dados, pois existem alguns sistemas de RPGs mais raros que utilizam cartas de baralho, por exemplo.

Agora, os dados no RPG não se limitam aqueles tradicionais dados de seis lados, nós temos variações de 4, 8, 10, 12, 20 e até 100 lados. Exemplos de sistemas de RPG populares e seus principais títulos são: Storyteller (toda linha do Mundo das Trevas e Street Fighter RPG), D20 System (toda linha com o selo D20 e Dungeons & Dragons), 3D&T (toda linha de adaptações de games e animes), GURPS (sistema genérico com centenas de livros), entre outros menos conhecidos como Tagmar, Fusion, Opera, True20, 4D&T, MERP, etc.

Cada sistema de RPG possui pontos fortes e fracos, pois geralmente se adequam melhor a um cenário ou tipo de jogo. por exemplo, o sistema Storyteller tradicional, foi desenvolvido para uso em jogos que simulam a realidade e as interações sociais que podem ocorrer entre os seres humanos (ou não). Quando transportamos este sistema para o mundo de Vampiro: A Máscara (um dos mais famosos RPGs de terror do Brasil) temos de adaptar algumas regras para que se encaixem ao mundo dos vampiros e seus poderes sombrios. Este mesmo sistema de regras, deve ser adaptado novamente quando jogamos no mundo de Lobisomem:O Apocalipse ou no de Mago: A Ascensão. Normalmente, as regras básicas de jogadas de dados e testes não são alterados, somente a ficha de personagem.

Dados de RPG

O que é a planilha de personagem?

A planilha de personagem (ou ficha de personagem) é algo universal entre os sistemas de RPG. Nela são anotadas as características que seu personagem possui, sejam elas boas ou ruins. A ficha, descreve em regras, todos os aspectos inerentes a todos os personagens de um mesmo jogo, como sua força, suas habilidades, sua inteligência, etc.

Cada sistema possui um conjunto de "características" que devem ser escolhidas para seu personagem e assim como na vida real, ninguém é perfeito. Todo e qualquer sistema de regras, permitirá que os jogadores criem personagens com boas e más habilidades, raramente conseguindo um personagem "mediano" ou "fraco".

Ao construir sua ficha de personagem, você tem duas opções: ou pensa no seu personagem antecipadamente e escolhe suas características de acordo com o que pensou, ou escolhe suas características e com base nelas vai "moldando" seu personagem. Lembre-se que você como jogador deve interpretar aquilo que seu personagem é, e não aquilo que você gostaria que ele fosse.

A Ficha de Personagem de Street Fighter RPG pode ser encontrada para download na seção de Utilidades.