Crônica 2022 – Episódio 2: Suando na Sibéria!

Episódio 1 aqui.

Uma confusão acontece ao término do torneio e as autoridades levam Sagat preso por supostos crimes que possivelmente ele não cometeu como roubo e formação de quadrilha, o que parece ser armação dos Deuses do Muay Thai. Na confusão, eles ajudam um jovem local, Kiet, a fugir da polícia junto com eles para não ser pego.

Com o jipe roubado dos capangas eles fogem para a zona rural de Bangkok, onde Kiet mora. Ele trabalha cortando cana e treina Muay Thai para mudar de vida com Khru, um rival de Sagat que apanhou feio pra ele no passado a ponto de não querer mais competir. Eles passam a noite na casa de Kiet e se conhecem melhor.

No dia seguinte, os heróis conversam sobre os próximos passos. Pelo combinado, Eddy não vai pagar a passagem de Edu para o Brasil, mas lhe oferece uma rendição: Eddy e Igor combinaram do time ir treinar na Sibéria e organizarem juntos um torneio na penitenciária que Korlov trabalha. Edu manda quase todo seu dinheiro para o Brasil e vai junto de seu mestre treinar no país gelado. Enquanto isso, Raj volta para a Índia como o mais novo rico da sua vila e ansioso por novas aventuras.

Sibéria aí vamos nós!

Igor explica que o Letniye Igry são os jogos de verão siberianos, algo como as Olimpíadas, mas na Rússia. É uma oportunidade dos russos e convidados confraternizarem através de exercícios ao ar live como corte de lenha, corrida, nado e luta. Eles voam da Tailândia para Moscou e de Moscou para a Sibéria, sendo que Kiet teve de pedir dinheiro emprestado para Korlov para viajar junto deles. Eddy não os acompanha pois está com viagem marcada para o Japão, estudar melhor o Karatê pois ficou intrigado com a força de Ryu.

O verão siberiano é uma nevasca desgraçada, nem deveriam chamar de verão. Eles ficarão hospedados na penitenciária onde Korlov trabalha, Prezidio, onde terão celas com algum conforto durante sua estadia, enquanto Korlov mora nos alojamentos dos guardas.

Não existe verba para um torneio, este será mais um evento esportivo simples, o país está em crise. Tudo lá ostenta como se a União Soviética fosse o centro do mundo e os maiorais em tudo. Propaganda política o tempo todo, pôsteres do Partido Comunista, pôsteres de Zangief e coisas do tipo..

Antes dos jogos os heróis poderão treinar e conhecer o lugar, sempre vigiados por russos que acham que eles podem ser espiões. Não apenas isso, ao que parece os russos não querem que eles vão embora também, como se estivessem presos. No início isso incomoda pouco, com Edu e os demais saindo para nadar e exercitar as provas, mas conforme o tempo vai passando, o cerco ao redor deles vai aumentando e Korlov vem sendo advertido para ficar de olho e tomar conta dos estrangeiros que vieram com ele.

É possível ver outros estrangeiros presentes, como o time de lutadores Os Presságios, uma dupla de americanos loiros muito suspeitos (William e Charles) e a sensação do torneio: Drago.

Korlov ouviu falar muitas lendas a respeito de Drago. De que ele seria uma “máquina” russa, um lutador tão forte e obcecado pelo combate que ninguém consegue pará-lo quando decide derrotar um oponente. As histórias falam de horas correndo a plenos pulmões, incontáveis lutas em sequência e muito mais.

Claro que podem estar exagerando e ele seja apenas um lutador cheio de esteróides, mas este lutador de Posto 2 é meio que uma celebridade no submundo russo de lutas atualmente, tendo surgido há poucos meses e avançado rapidamente sobre seus oponentes. Ele veio acompanhado de sua equipe e sem time, irá competir sozinho em todas provas.

Jogos de Verão Siberianos (Letniye Igry)

No dia seguinte, bem cedo, começam os jogos, logo após o café da manhã com anúncios de Yuri, o diretor de Prezidio. Edu tenta fazer amizade com os americanos, que ele percebe estarem conversando em código. Eles percebem o seu movimento e se fecham, dizendo para ele não se intrometer. Edu consegue sacar que eles são agentes infiltrados ali, participando do evento apenas para entrarem na prisão e encontrarem o que estão buscando.

Mas a investigação vai ter de esperar, pois os jogos vão começar.

São 3 modalidades na primeira fase: Lenhador, Corrida e Natação, onde cada time pode inscrever dois competidores. Cada vitória nas modalidades dos jogos de verão dá ao time 3-2-1 pontos (do primeiro ao terceiro lugar). Ganha o time com mais pontos no final, sendo que somente a melhor posição do time conta em cada modalidade.

  • Prova do Lenhador (Test Lesorub): teste de Força, prolongado exige 10 sucessos. Tempo máximo 10 turnos. Ganha quem derrubar primeiro sua árvore.
  • Prova do Corredor (Test Zal): teste de Destreza + Esportes dificuldade 7 (neve), prolongado exige 12 sucessos para concluir. Tempo máximo 10 turnos. Ganha quem chegar primeiro no final.
  • Prova do Nadador (Test Plovets): teste de Vigor + Esportes dificuldade 7 (gelo), prolongado exige 12 sucessos para concluir. Falha crítica toma dano proporcional. Tempo máximo 10 turnos. Ganha quem chegar primeiro no final.

Antes de cada prova começar é rolada a iniciativa, um teste de Destreza dos personagens. Desempate no teste de Raciocínio, depois Percepção e por último o dado.

Competidores são esportistas, presidiários e trabalhadores soviéticos bombados, além de alguns Street Fighters como o time Filhotes de Urso (novo nome do time), os Presságios e Drago.

Os times precisavam de ao menos 3 pontos para passarem para a próxima fase e se organizaram de modo a explorar as melhores características de cada membro, com exceção de Drago que compete sozinho.

Na prova do Lenhador, Drago derruba sua árvore facilmente com poucos movimentos, enquanto que Korlov quebra seu machado em um movimento errado e Kiet garante a segunda posição, com Leander em terceiro, do time Os Presságios. Essa vitória de Drago garante o seu avanço para a fase de lutas do dia seguinte.

Na prova da corrida, Edu e Kiet levam o primeiro lugar para os Filhotes de Urso (Blade em segundo e Kiet em terceiro), deixando Drago irado por ter ficado em terceiro após brigar com outros competidores.

Na prova da natação, Edu e Korlov levam o primeiro e terceiro lugares respectivamente, para surpresa de todos, já que Korlov tinha quase se afogado treinando natação um dia antes, tendo sido socorrido por seus amigos. Drago sequer pontuou nesta prova, ficando ainda mais irado com eles e os ameaçando.

Uma coisa que chamou a atenção de todos é que Drago parecia realmente incansável durante todas provas, executando-as sem exaurir seu fôlego, não levando todos os prêmios apenas por falta de habilidade nas provas.

À noite os heróis saem para comemorar em um bar na cidade próxima. Ao saírem, reparam um caminhão saindo do presídio para levar trabalhadores. Indagado, Korlov explica que são serviços que os presidiários tem de cumprir como parte da sua pena, provavelmente nas minas próximas dali.

No bar, eles conhecem o time Os Presságios, que ficou em segundo lugar nas provas de habilidade e reparam que eles já estão fazendo planos para derrotá-los. Apesar de uma fraca animosidade, nada demais acontece além de Edu paquerando uma russa que parece estar mais interessada nos russos semi-nus do torneio.

À noite, Edu percebe que o caminhão que saiu do presídio (bem tarde aliás), não voltou com os trabalhadores. Isso não o deixa dormir direito e à noite e ele acaba presenciando William e Charles se esgueirando pela prisão atrás de arquivos que ele acaba não entendendo do que se trata, mas decide não intervir.

Fase de Combates em Time

Na manhã seguinte, eles acordam cedo e conhecem o pátio da penitenciária onde acontecerão as lutas, uma arena um pouco menor que o usual (um hexe a menos em todas direções) onde os combatentes até mesmo iniciam mais próximos um do outro.

Esta fase é em estilo de time triplo. Nesta modalidade, o lutador enfrenta outro de cada vez. Quando vence, continua na arena e rola Vigor para recuperar PV (e Honra para Chi/FdV). Quando perde, é substituído por um colega.

O time Filhotes de Urso é escalado para enfrentar Os Presságios, com Korlov e Leander subindo na arena primeiro. O russo massacra o grego sem dificuldade e derrota também Blade, o seu colega rápido, porém fraco, para a alegria da torcida carcerária. Com medo de se desgastar demais para as semifinais do dia seguinte, Korlov decide deixar a terceira luta para Kiet, contra Siren.

Kiet consegue vencer a terceira e última integrante dos Presságios sem muita dificuldade e com isso eles avançam para a semi-final, onde acontecerão os combates individuais, no dia seguinte.

Ainda no mesmo dia, eles assistem a luta de Drago que mata o seu oponente devido a múltiplos golpes no crânio, mostrando que ele não tem qualquer piedade ou honra e ainda ameaçando os heróis novamente.

Outro ponto que chama a atenção, especialmente de Edu é que William e Charles não foram vistos o dia todo e boatos entre os guardas chegam até Korlov de que os espiões americanos teriam sido capturados e enviados para as minas, embora se acredite que eles tenham mais um cúmplice dentre os estrangeiros, dando a entender que Edu teria sido visto junto deles.

À noite, Edu tem pesadelos sendo levado para as minas para trabalho forçado, enquanto que Kiet tem pesadelos com Drago lhe matando a socos na cabeça, como assistiu mais cedo. Sem conseguir dormir, Edu ouve um caminhão saindo à noite e descobre que é mais um comboio de trabalhadores, incluindo integrantes dos times perdedores, o que o deixa ainda mais preocupado entendendo que todo mundo que perde, está sendo enviado para o trabalho forçado.

Edu acorda seu companheiro de cela e tenta convencer Kiet a fugirem, o que ele recusa pois quer o dinheiro do primeiro lugar do torneio. Edu se pergunta se o prêmio vale o quanto estão se arriscando.

Semi-Finais (individual).

No dia seguinte acontecerão as semifinais e as chaves são sorteadas. Korlov cai na chave de Drago, enquanto Kiet e Edu irão se enfrentar na outra chave. Antes do combate, Korlov ajuda a nocautear um presidiário que estava tentando fugir do trabalho forçado nas minas, o que traz ainda mais preocupação de Edu sobre estarem fazendo ou não a coisa certa.

A batalha de Korlov e Drago é intensa. Drago é incansável e apesar dos múltiplos torções e até mesmo mordidas desferidos pelo carcereiro que está muito mais ágil após seus treinos recentes, o boxeador segue avançando com socos nas pernas para tentar parar o heróis e no crânio para derrubá-lo. O gongo soa com o fim da luta e Korlov exausto não tem descanso com Drago tentando acabar com ele a qualquer custo, mesmo após sua derrota, obrigando Kiet a entrar na arena para defender seu amigo.

Com Drago no chão após uma violenta sequência de joelhadas do kickboxer, os heróis percebem que ele é sim algum tipo de máquina, mas no sentido literal, com metal por dentro e circuitos, fazendo jus ao seu apelido. Dando tilt, ele é removido pela sua equipe da arena antes que pudessem examinar o corpo ou fazer qualquer questionamento, mas Korlov sabe que quando o mordeu, sentiu que ele era algum tipo de robô ou ao menos um ciborgue.

No segundo confronto das semi-finais, o novato Kiet enfrenta o vice-campeão amador da Tailândia, Edu. Ambos parecem ser equiparados em condicionamento físico e até mesmo movimentação pela arena, com trocas entre defesa e ataque e tentativas de encaixar seus melhores golpes. No entanto, a experiência do lutador de Posto 2 fala mais alto e ele sagra-se finalista sobre o tailandês.

A seguir, a final dos jogos siberianos de verão entre Korlov e Edu!