Crônica 2022 – Episódio 1: Bem vindos à Tailândia!

O ano é 1987, a URSS ainda é um potência temida, mas já em decadência. Na sua ânsia por uma nova tentativa de espalhar os princípios comunistas pelo mundo, o discípulo de Igor Vanko, um ex-militar e antigo campeão olímpico de luta-livre, viaja com seu discípulo Korlov para a Tailândia, a convite do auto-intitulado deus do Muai Thay, Sagat.

Korlov é um soviete que trabalha em uma penitenciária, um campeão entre os guardas que adora uma vodka. Treina com ursos nas nevascas siberianas e se espelha em Zangief. Inculto, não muito honrado, mas de boa índole, tem a aspiração de se tornar um grande guerreiro e ajudar seu povo a brilhar novamente.

Sagat está organizando o que ele chama de Torneio Mundial dos Street Fighters, uma forma dele provar para o mundo todo que ele é o maior lutador de rua. Ele organizou dois torneios paralelos, um amador e um profissional, que serviriam tanto para seus discípulos quanto para ele mesmo mostrar a superioridade do estilo Muay Thai sobre todos os outros em qualquer categoria. Para isso, enviou convites para todos mestres que conhecia, em diversas regiões do mundo.

No Brasil, o jovem Eduardo treina Capoeira para fugir da criminalidade e da violência das favelas cariocas. Vendedor de bala e outros tantos bicos que faz para ajudar em casa, é muito pobre e tenta de tudo para ser alguém do qual seus pais possam se orgulhar, além de ajudá-los a sair da pobreza. Seu pai é construtor civil e está impossibilitado de trabalhar, enquanto sua mãe é diarista, ralando bastante para sustentar ele e a irmã de 11 anos.

O mestre de Edu, Eddy Gordo, apóia comunidades pobres pelo mundo com uma ong de escolas de capoeira, sendo que dois de seus discípulos se destacam: Edu e Denzil, um jovem rico da alta sociedade carioca que usa a Capoeira como desculpa para liberar sua violência nos outros, principalmente de classes sociais inferiores. A família de Denzil, os Kincaid, bancam todas as vontades do garoto e inclusive decidem patrocinar a ida de Eddy Gordo e do melhor aluno da escola para o torneio de Sagat, que eles conseguiram uma vaga. A princípio iria Denzil, mas Eddy colocou como condição que o melhor aluno da escola fosse e assim ficou para os dois decidirem na arena.

Foi uma luta intensa com a platéia envolvendo cada vez mais os lutadores até que Edu venceu, para desgraça de Denzil que agora tornou-se seu rival, inclusive convencendo seus pais a demitirem a mãe de Edu que limpava a casa deles. Agora Eddy e Edu vão para a Tailândia, patrocinados pelos Kincaid, competir no torneio, sendo Eddy na categoria profissional e Edu na amadora.

Na Índia, o jovem discípulo de Dhalsim, Raj, treina yoga e Kabaddi com muita disciplina, já tendo dominado aspectos avançados da arte como o Yoga Fire. Dhalsim lhe explica que o combate ajuda a fortalecer os ensinamentos e transcender os poderes do Chi, permitindo uma maior iluminação. Não a violência pela violência, mas combates honrados contra oponentes dignos. Durante um de seus ensinamentos, Dhalsim sente a presença de duas feras, como ele descreve dois forasteiros chegando ao país, como ursos violentos atrás de presas.

Acontece que Igor e Korlov desembarcariam na Índia para uma escala antes de irem para a Tailândia e acabam conhecendo Dhalsim e seu discípulo em um bar local. Dhalsim decide colocar seu discípulo a lutar com Korlov, a fim de ver o resultado do seu treinamento. Korlov o derrota com apresamentos brutais e selvagens como o Head Bite logo após iniciar o encontro intimidando fortemente o monge, deixando inclusive danos agravados no monge (físicos e psicológicos). 

Em virtude disso, Dhalsim entende que seu discípulo precisa de um treinamento mais próximo da realidade, viajando pelo mundo e enfrentando lutadores mais fortes. Ele havia recebido um convite para participar do torneio de Sagat, mas não possui interesse de enfrentar o tailandês para provar nada, mas envia seu discípulo para disputar na categoria amadora junto dos russos que não se importaram de levá-lo consigo.

Todos desembarcam juntos na Tailândia para o torneio e acabam ficando no mesmo quarto de hostel, já que Eddy conhecia Igor de outros torneios. Acabam fazendo uma certa amizade e descobrem que devido ao sucesso de inscrições no torneio, a primeira fase será um grande peneirão entre times. Então o Dream Team é formado e sua primeira luta é naquela noite, após muita troca cultural entre eles principalmente sobre proteína animal e destilados.

Durante o dia eles passeiam por Bangkok, treinam no ginásio e à noite eles vão para o torneio. O Dream Team massacra o time Deuses do Muay Thai, que alegam ser os melhores discípulos de Sagat, um time 100% de kickboxers. Devido à humilhação, o último a cair jura vingança a eles. Em outra chave, o time Corvos de Denzil Kincaid, que foi por conta própria para o torneio (comprou sua entrada), também avança e ameaça Edu e seu time. Eddy também ganha o seu combate na categoria profissional e avança de fase, todos saem para festejar em um bar próximo, menos os Corvos que decidem ir embora para não se misturarem. 

No bar, os kickboxers estão por lá, agindo de maneira suspeitando e olhando para os heróis. Edu tenta fazer amizade com eles, mas quando percebe que estão armados decide desistir. À noite, Korlov percebe que estão sendo vigiados no hostel e ao fazerem uma busca encontram Eddy bêbado, que teria deixado alguém entrar. No telhado do hostel, Edu vê um jipe suspeito à noite indo embora dali, certamente eles estão sendo vigiados e em perigo.

Na manhã seguinte rolam a primeira eliminatória individual e para o azar do time Edu e Korlov são sorteados para lutarem entre si, enquanto que Raj vai lutar contra um membro dos Corvos, Dehrik.

A luta entre Edu e Korlov mostra a inexperiência do russo em lutar contra oponentes que se movem mais do que ursos e o brasileiro vence sem muita dificuldade, para tristeza de Igor que está decidido em ajudar seu discípulo a lidar melhor com oponentes de alta movimentação, que eles chamam de “Bimbos” (que seria uma versão russa do Bambi americano, mas com ursos).

Já a luta entre Raj e Dehrik é entediante e vencida nos pontos por Raj, que extremamente acovardado se movimenta pela arena disparando projéteis a fim de se manter a salvo do karateca. Com o manual embaixo do braço, Raj vai para as semi-finais vencendo tecnicamente.

À tarde as semi-finais acontecem e na categoria profissional Ryu, um desconhecido do Japão, avança para a final após derrotar Adon, enquanto que Eddy perde para o mestre de Kung Fu, Gen, por estar de ressaca após a noitada anterior e cai em depressão, deixando seu discípulo desamparado.

Já na categoria amadora, Edu tem de enfrentar novamente seu rival Denzil que está extremamente chateado pela derrota anterior. Denzil avança com raiva e agressivamente, tentando encaixar golpes rítmicos e Rolling Attacks sem sucesso. Edu joga seguro mantendo o oponente ao longe e em segurança, ganhando por pontos na decisão dos juízes, deixando Denzil com ainda mais raiva do que antes por não considerar aquela uma vitória digna.

Na chave de Raj, ele enfrenta a última integrante dos Corvos, Amanda Raintree, uma nativo-americana alta e forte que quase esmaga o indiano diversas vezes. Outra luta ganha em pontos por Raj que manteve-se o mais longe possível da nativa golpeando-a com projéteis.

A final será entre Raj e Edu no dia seguinte, categoria amadora, e Ryu e Sagat, categoria profissional.

No dia seguinte eles treinam durante o dia e combinam em dividir o prêmio do torneio já que viraram amigos. Edu quer enviar a grana para sua família e descobre que os Kincaid furiosos com o resultado do torneio cancelaram o patrocínio e agora ele e Eddy estão sem fundos garantidos para voltar pro Brasil. Eddy tem a grana, mas coloca uma condição que Edu tem de ganhar o torneio para eles voltarem.

Já Korlov e Igor decidem ficar até o final do torneio para aprender mais sobre os outros estilos mas depois irão voltar para a Rússia a fim de continuarem o treinamento. Raj espera ganhar e trazer o dinheiro para a Índia também, o equivalente a $1000.

Ao pôr do sol, as finais irão acontecer na arena de Sagat, aos pés da estátua de buda. A primeira luta será da categoria amadora e o próprio Sagat abre o evento agradecendo a todos. E a batalha começa!

A batalha começa fria, com Edu e Raj trocando golpes e cancelamentos sem causar grandes danos um ao outro, ainda indecisos sobre como derrotar um amigo. Conforme o tempo avança, a batalha vai ficando mais tensa e as falhas começam a acontecer, sem que haja uma vantagem de qualquer um dos lados.

Na platéia, Eddy consegue sair da depressão e aparece para apoiar seu discípulo, enquanto Dhalsim apoia o dele por telepatia. Korlov e Igor reparam movimentação suspeita do time Deuses do Muay Thai que saem da arena enquanto todos estão ocupados, entram no jipe e rumam para o ginásio, onde estão os prêmios do torneio em um cofre. Igor suspeita que eles planejam roubar o prêmio e vão atrás deles.

A batalha segue acirrada no torneio com o tempo terminando e ambos lutadores empatados tanto na velocidade dos golpes quanto nos danos causados/sofridos. Estão muito feridos e o próximo ataque certamente será o último e derradeiro, definindo o campeão. Eles vão pro tudo ou nada!

No ginásio, os bandidos estão armados e arrombando o cofre com C4. Igor e Korlov ficam de tocaia esperando eles saírem e quando isso acontece, uma batalha paralela começa com os bandidos metendo bala nos russos e eles derrubando um a um com seus agarrões. Korlov toma muitos tiros e erra muitos golpes, mas Igor ajuda a manter a batalha equilibrada.

No último ataque de Edu e Raj, o capoeirista consegue acertar primeiro, mas Raj não cai e ao revidar, mostra a superioridade do seu estilo, vencendo o seu primeiro torneio Street Fighter. O narrador o chama para receber o prêmio, mas todos acham estranho que ninguém venha entregar, até que ao longe, no pôr do sol, todos vêem Korlov e Igor em um jipe dirigindo com o dinheiro e medalhas e entregam a Raj, que divide o prêmio com eles conforme combinado.

Na luta final da noite, Sagat e Ryu se enfrentam pelo título máximo. Sagat domina toda a batalha e quando um atordoado Ryu vai receber a sua ajuda após um golpe fortíssimo, sendo Sagat um lutador honrado, ele desperta um poder demoníaco que o faz ficar mais forte e desferir um poderoso Dragon Punch das sombras rasgando o peito de Sagat para sempre e se sagrando o campeão mundial dos Street Fighters no primeiro torneio.

Ao longe, os heróis ouvem sirenes de Polícia.

Episódio 2 aqui.